O governo do Estado acredita que vai receber um bom dinheiro pelo Produban, ainda que a grande atração seja o passivo (coisas do mercado financeiro).

Segundo o secretário George Santoro, o homem que sabe calcular, tudo depende agora da Comissão de Valores Mobiliários, também conhecida como CVM – ligada ao Ministério da Fazenda.

Se ela aprovar a negociação do espólio, o governo prepara o mais rapidamente possível o leilão do extinto Banco do Estado de Alagoas, uma das novas fontes de recursos prevista para 2016.

Quem comprar leva também as contas do Estado, incluindo as dos servidores, hoje com a Caixa Econômica Federal.

Mas o secretário da Fazenda garante:

– Nós vamos cumprir integralmente o contrato com a Caixa, que se encerra em outubro do próximo ano.

Valor estimado do pacote: R$ 250 milhões.

Pode ser mais, pode ser menos – o mercado decide.

Fim de ano é de festa para parlamentares lava-jatáveis de Alagoas
União dos Palmares terá Kil Freitas x Nelito Gomes de Barros em 2016
  • Alagoas não merece vocês

    Tudo bem, o governo está muito concentrado em “fazer dinheiro” para fazer frente as suas obrigações, o que não é ruim, desde que faça bom uso. Mas está esquecendo de recuperar uma fortuna desviada dos cofre públicos. Em valores de hoje não me arrisco dizer a montanha de dinheiro, mas em 2009 eram 300 milhões de reais. O governador, deveria aproveitar a relação que tem com a presidente e tendo seu pai como presidente do Senado a cobrar uma atitude do STF, para que decidam sobre esses desvios, quando se tem vontade, se consegue, vejam o que o Juiz Sergio Moro conseguiu juntamente com o MPF recuperar, e foi rapidinho, não podemos recuperar esse dinheiro, a PF, foi clara o valor fou de 300 MILHÕES DE REAIS, isso corrigido e recuperado daria um bom alívio para o estado e deixaria claro, que não vale apena roubar, e mais, o pau que bate em Chico(quando se rouba da União) bate em Francisco(Quando se rouba do Estado), Isso não é novidade, consta do Relatório da PF.

    Força Governador!!!

    Força Ministério Público Estadual!!! ,

  • Marcos Marinho

    Ricardo quem tinha poupanca de menores de idade e nao sacou o dinheiro como recorrer para sacar ?

  • Observador

    Nesse embalo o Reinaozinho vai vender até o Palácio do Governo. Aliás, desgoverno.

  • josivaldo

    E a comissão desta venda vai pra qual corretor? KKKKKK

  • JOSE CICERO MEIRA FERREIRA

    Engracado aqui em alagoas quando fala em dinheiro do erário a fara e grande ,mas vamos ver se o destino sera bem empregado. Pois ate agora na de novidade no programa do governo

  • carlos roberto dos santos

    Como é que fica os funcionários que tem cartão de credito e cheque especial com CAiXA eBB

  • wal

    Eu dou Mi. Quem dar mais?

  • Alexandre

    Gostei do apelido do colega Observador para o governador: Reinaozinho! Kkkk

  • Momento de Reflexão

    CORPO E ALMA (II)

    Reservas tempo e espaço para o corpo, que te exige proteção e cuidados.

    É teu dever. Todavia, necessitas dispensar assistência à alma, que te sustenta e conduz.

    Praticas esportes que desenvolvem os músculos e preservam as funções fisiológicas.

    Fazes bem. Mas busca a oração e exercita as virtudes morais, de modo a robustecer a alma.

    Corpo e alma formam uma dualidade que, em síntese, são a mesma unidade da vida universal.

    Cuida do corpo e atende à alma.

    O corpo é efeito; a alma é-lhe a causa.

    A matéria é escola; o ser é o aluno que a utiliza.

    A forma se dilui; a essência prossegue.

    Vive os impositivos humanos, todavia, não descures da tua realidade, aquela que pré-existe ao corpo e a ele sobrevive.

    A vida física é uma experiência no rumo da evolução, enquanto a espiritual é eterna, de onde procedes e para onde retornarás.

    Vive de tal forma que, atendendo ao corpo, estejas em condição de deixá-lo, consciente da tua procedência, no rumo da felicidade eterna.

    Joanna de Ângelis / Médium Divaldo Franco

    Livro: Alegria de Viver (extrato) – Ed. LEAL

  • Paulo Rostner de Olivença

    Caro Ricardo Mota, será um leilão ou a intenção é a abertura da “caixa de pandora” que tanto temem os usineiros?

    Para quem tem memória curta, foi o polêmico acordo de renúncia fiscal beneficiando os usineiros que não só quebrou o Produban, mas também todo o Estado de Alagoas.

  • Roberto Firmino

    Com certeza o servidor público é quem vai sair perdendo. Provavelmente que comprará o Produban será o Itaú, Bradesco ou Santander. Os juros que a CEF e o Banco do Brasil cobran nos consignados jamais serão praticados por esses bancos. A exploração será grande e mais uma vez que será lesado será o servidor público. É mais uma invenção catratófica do governo para arrecadar dinheiro, afinal de contas próximo ano serão realizadas as disputas municipais, e é claro que tem que ter bastante dinheiro desviado para as campanhas.