Ninguém, entre os deputados estaduais, acredita que a Assembleia Legislativa terá de cumprir este ano a decisão judicial que obriga a Casa a devolver à Fazenda o Imposto de Renda descontado dos servidores.

A questão, que já se arrasta desde abril, não deverá ter seu desfecho em 2015 – é a aposta geral.

E tudo o que a Mesa Diretora da Assembleia deseja: jogar para o orçamento de 2016 o novo “rombo” nas contas do Legislativo Estadual: R$ 25 milhões/ano.

Com um grande arsenal de recursos possíveis – aqui e no STJ –, os deputados apostam que não têm o que temer sobre o que vem por aí ainda este ano.

Eles terão um Natal de tranquilidade, paz e confraternização.

Segundo projeto de RF sobre depósitos judiciais não deve ter aval do TJ
Assédio
  • Carlos

    Êêê Alagoas abençoada….o coronelismo aliado aos apadrinhamentos, sempre resultará nestes jogos de intenções e infelizmente sempre será em desfavor das classes que mais precisam. Isso é Alagoas.

  • Joao

    Os deputados não cunprem lei alguma! Desviaram mundo e fundos conforme operação GABIRU e TATURANA, e nem foram julgados!
    Imagine se vão cumprir alguma outra decisão do judiciário justo e competente de Alagoas!

  • Andre

    A mão invisível do Estado é somente para os simples mortais e nunca contra as Instituições. Porque as Instituições não cumprem seu verdadeiro papel. Certa vez tinha uma empresa e devia ICMS, o Estado entrou com uma ação se cobrança e o judiciário foi ágil em bloquear o valor na minha conta salário, só desbloqueando quando paguei o valor na justiça.

  • Filho

    E a ALE cumpre decisão judicial ? Se lembrem q a ALE é detentora do recorde Nacional em não cumprir uma decisão judicial: foi longos 14 anos……kkkkk relativo a recomposição salarial de 102% de seus servidores. E os 15 % q a justiça obrigou a ALE a pagar? A multa está em vigor? É piada….

  • Eleitor

    Bem, eles já foram intimados da decisão do TJ e têm que cumprir imediatamente pois o repasse do mês de novembro já foi feito.
    Vamos ver se vão descumprir. Aí vai ser o caso de desmoralização total do TJ.

  • Futuro Promotor

    A ALE não pode aumentar esse valor no seu duodecimo pois ultrapassaria com folga o seu limite na LRF que já está no limite hoje.
    Não acredito que as demais instituições serão tão desmoralizadas a permitir que chegue a esse ponto.

  • JEu

    Vai ficar tudo por isso mesmo… e quem vai pagar a conta é o coitado do contribuinte, o assalariado e a classe média… 2016 vem aí com aumento exorbitante de combustíveis e, quem sabe, a famigerada CPMF (talvez com nome diferente, só para maquiar a bruxa…) e o povo que se dane ou vá nadar no Rio Doce….

  • MARCOS AVILA

    Alagoas, terra do TUDO PODE. Justiça só para pobre.

  • João

    Parece uma bobagem minha, mas o Poder Legislativo nasceu justamente pra interferir negativamente no bom andamento dos Poderes: Executivo e Judiciário.
    Criam leis que nem eles próprios cumprem, recursos que inviabilizam as decisões/sentença, não fazem jus ao salário que ganham e ainda atrapalham o executivo.