Os cabelos brancos do PGR Rodrigo Janot mostraram a sua razão de existir: ele comportou-se de forma madura, na sabatina da CCJ do Senado.

Já o seu “inimigo”, senador Fernando Collor, mudou para ficar como sempre foi: os cabelos, de pintura jovial, confirmaram a existência de um  inconformado ex-presidente da República, que se recusa a aprender com os seus muitos erros cometidos infantilmente.

A proliferação de palavrões – segundo o que está publicado aqui no TNH1 – e o tratamento infantilmente dirigido ao PGR (“Janó“) tiraram do petebista qualquer chance de ser levado a sério ou de receber a solidariedade dos colegas.

Ganhou o “vetusto PGR”; perdeu, mais uma vez, o “juvenil senador” (26 x 1 na CCJ e 59 x 12 no plenário).

Que se esclareça: o povo alagoano não tem nada a ver com isso.

Lei Delegada de RF deveria 'criar' secretarias de Esporte e Cultura
Parecer da PGE diz que vaga de conselheiro é do MP de Contas
  • Guilherme

    É uma vergonha.

  • JESB

    ESSES “PALAVRÕES” É NADA, PARA AQUELES QUE ELE USOU QUANDO DA CAMPANHA A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTRA O VELHO E CANSADO FREI DAMIÃO. JESUS CRISTO DISSE CERTA VEZ PARA PEDRO QUE: QUANDO ESTIVERES VELHO, PEGARÃO EM TUAS MÃOS E TE LEVARÃO AONDE QUISERES (MESMO VIVO, ESTARIA MORTO). JÁ VELHO, OLHOS CANSADOS, OUVIDOS QUASE SURDOS, PERNAS CANSADAS, “DAMIÃO”, ERA LEVADO
    PARA OS SHOWMÍCIOS, E PARA NÃO ATRASAR A AGENDA, ERA POR VÁRIAS VEZES XINGADO. É O VELHO DITADO: “AQUI SE FAZ, AQUI SE PAGA”. QUE O SENHOR TE ABENÇOE, RICARDO!

  • ARTUR

    Mais uma vez ALAGOAS passou vergonha com a atuação do senador que fez questão de sentar-se na frente do Dr. JANOT pensando ele que intimidaria aquele que tanto odeia. O tiro foi no próprio pé, pois amarelou quando foi repreendido por JANOT de maneira civilizada e firme que deixasse responder.
    Como Alagoano fiquei envergonhado por passar por todo esse constrangimento sabendo que todo o Brasil sabe que os TRES representantes de nosso estado estão acusados no LAVA JATO, ainda bem que não me representam.
    EITA, o 12:10 NOTICIA , fui.

  • Jorge

    Um dos melhores ” textos” que li sobre esse embate do ” juvenil senador” com o PGR. Na sua marcha insensata pelo poder elle não aprendeu… só Freud explica!

  • Barbosa

    Ricardo, as atitudes que o senador vem tomando não se pode considerar falta de decoro?

    Dessa vez não teve pai de santo que impedisse a derrota de Collor, mas o Janot que procure uma macumbeiro bom,

  • Fernandes

    Quem esperava um canhão desferido pelo Collor contra o Janot se decepcionou. Foi um traque de São João que inclusive falhou. A participação do senador foi vergonhosa para nós alagoanos e risível, patético e, pra reforçar, ridícula. Estava até com boa aparência depois de pintado os cabelos. Mas sua presença me deixou envergonhado como alagoano. Agora é esperar munhecada do Janot até umas horas.

  • Há Lagoas

    Permita-me discordar de você Ricardo.
    O alagoano tem culpa sim, pois foi o voto de nosso povo que realocou Fernando Collor após seu impeachment no Senado Federal.
    Se Collor nunca quis aprender com seus erros, nós – eleitores – pecamos em eleger figuras que não representam o Estado, apenas seu próprio ego.
    Não é à toa que Alagoas é o único Estado que tem seus três senadores citados na Lava-jato…

  • Fernandes

    Só uma pergunta: Pra que o Biu de Lira se colocou bem atrás do Collor. Foi pra aparecer ou pra melar ainda mais o quadro.

  • Enrique Lopez

    Esperava algo melhor do Sr. Como assim que o povo alagoano não tem nada a ver com isso? Collor caiu de paraquedas no Senado? O “povo alagoano” não o conhece há décadas? Ele não faz parte do time dos Beltrões, Calheiros, Ferros, etc. que nosso “povo”elege regularmente? Esses calhordas representam sim, fielmente, nosso povo.

  • Alexandre Aciolly

    Eu assisti e me deu vergonha alheia com as colocações de Collor, o momento que ele pediu reinscrição para fazer novas perguntas e logo depois recebeu a negativa foi constrangedor.As atuações dos Senadores Vanessa Grazziotim e Randolfe Rodrigues merecem destaque.

  • Ruberlanio

    AGORA O COLLOR VAI PARA A VALA, JUNTO COM ELE O SEU FIEL ESCUDEIRO DO SERTÃO, O PREFEITO DE CANAPI…

  • REGINALDO

    ESTÁ NA CARA. O BIU FICOU POR TRÁS APENAS E TÃO SOMENTE PARA APARECER. FRAQUEZA HUMANA. TENHO DITO.

  • Cel Rominho do Curralinho

    Não consigo entender o porque de tanto silêncio em relação ao financiamento privado de campanha. O que vemos diariamente é a hipocrisia dos que se dizem honestos e que querem acabar com a corrupção mas não fazem uma campanha contra o financiamento privado de campanha. Vamos todos abraçar esta causa. Tomem como exemplo a empresa que presta serviço de limpeza em uma capital qualquer dos nossos estados, ela dá R$ 4.000.000,00 para um determinado partido, nas eleições municipais, porém não dá nem um tostão para a eleição de Presidente da República. E sabem por que? Porque quem contrata essa empresa é a prefeitura e não o Governador ou o Presidente. Então, minha gente, vamos fazer uma campanha forte contra o financiamento privado de campanha.

  • MUNHECAÇO CARIOCA/ALAGOANO

    Estava preocupado que o CARIOCA Fernando Collor desferisse uns daqueles famosos MUNHECAÇOS TELEVISIVOS no seu “INIMIGO”.
    Apenas soltou alguns TRAQUES DE VÉIA, daqueles arremessados no Escritório Comercial Instituto Lula,
    Decepção total.

  • angelo Oliveira

    Cada vez mais Collor mostra o grande “estadista” que é. Vota nelle, Alagoas!!!!!

  • memória

    A comissão de ética do senado ainda existe?

  • JEu

    Creio que não era de se esperar algo diferente do Collorido: muito ódio mal dissimulado; muita incompetência para querer imputar algo contra o PGR; e muita covardia pois não tem sequer coragem para enfrentar o “inimigo” cara a cara, pois usou o “escudo” de senador para falar um bocado de besteira naquele momento… Infelizmente esse é o tipo de político que elegemos (muito embora não tenha votado nelle, e sim em Heloísa Helena) para bem “representar” Alagoas… Vamos ver se o povo aprende alguma coisa depois de toda essa decepção…

  • cris elis

    KKK Zé do Collor, piada nacional, esse não engana mais ninguém ou melhor só o zé povinho alagoano que o elege!!

  • João Carlos Uchoa

    Caro Ricardo, essa não é uma conduta de um verdadeiro representante de um povo. Além de supostamente estar envolvido com recebimento de propinas (vamos aguardar o andar da carruagem), perde, facilmente as estribeiras, falando palavrões, num ato que apenas denota entre outras coisas, despreparo, arrogância,, prepotência e culpa. Devemos pensar: num estado pobre , mas tão pacífico, poderíamos ao menos ter bons políticos! Mas o que temos são deploráveis, vergonhosos.

  • Zé MCZ

    Oi,
    Se tem gente que concorda com a postura indefensável do Nandito del Polvo, só pode ser um dos asseclas ou então não passa de um grandessíssimo B.O.( Boletim de Ocorrência).

  • Zu Guimarães

    O povo alagoano tem tudo a ver com isso!

  • Vivo

    Mota,

    O povo alagoano tem a ver sim … afinal de contas elegeu a criatura de novo para mais um mandato.

    Tínhamos o Omar Coelho, que seria uma cara realmente nova, um novo olhar sobre a política local; mas não … resolveram elegê-lo mais uma vez … e quer queira, quer não queira, a gente sofre com isso.

    Nos resta aguentar o tranco, pois o homem tem mais 7 anos pela frente, exceto seja cassado mais uma vez, coisa que realmente não acho que ocorra.

    E apenas mais um detalhe: ele não se elegeu somente com o voto do interior; conheço muita gente ali, da Ponta Verde e cercanias que sapecou-lhe o voto nas últimas eleições.

    Temos sim e muito, a ver com ele no Senado, lamentavelmente.

  • bebeto

    AVISEM AO PROCURADOR JANOT, PARA NÃO PASSAR EM ENCRUZILHADA, OS TAMBORES COMEÇARAM A BATER.

  • Sergio Oliveira

    O Janot o respondeu como se responde a um impertinente inconsequente. Com uma paciência de quem sabe o que quer. Ali não era arena para descompostura. Confesso que tive pena de Collor. Como você deixa transparecer Elle se supera negativamente, muito mais do que a gente possa imaginar. Pobre Alagoas. Que pena que Heloisa não estava ali.

  • Vou pró céu!! Nunca votei nelle

    Ricardo,claro que o povo alagoano tem culpa!!Ressuscitou esse na vida pública.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    DURA LEX SED LEX – VERGONHA OU ORGULHO?
    Joilson Gouveia*
    Teríamos todos nós, os eleitores alagoanos, até mesmo essa maldita culpa avençada e a vergonha assestada dês que e se, somente se, de fato e na real verdade, o tivéssemos elegido, escolhido e sufragado – nessas “urnas smartmatic eletrônicas venezuelanas de alta segurança, invulnerável e exponencial inviolabilidade”, das quais nada se pode aferir, conferir, contestar e comprovar senão os votos nela “registrados” (há vários vídeos na rede mundial demonstrando suas inseguranças, ineficiência e ineficácia) e contados por uma ou duas dúzias de “aferidores, conferentes e conferidores” somente os dados obtidos de uma central de computadores de acesso restrito, oculto, sigiloso ou confidencial e a sete chaves sem nenhuma transparência e/ou publicidade, porquanto e pelo que nos isenta a todos nós disso que nos foi imputado, pois as pesquisas apontavam uma outra representante dos alagoanos e não eLLe; claro!
    É por demais pueril crer que houve escrutínios ou sufrágios e que há eleições e que os votos escolhem aos nossos representantes – “quem conta os votos é quem decide quem vence e decide as eleições”, já dissera Stalin-, quem os contou e os tem contados, quem, quem, quem?
    Ora, se você, cidadão ou cidadã, nelle não votou e foi às ruas nas manifestações espontâneas, livres, voluntárias e gratuitas de 15 de março, de 12 de abril e de 16 de agosto, e irá a tantas quantas forem necessárias, para expurgar aos corruPTos e corruPTores de todos os matizes, cores e partidos, não sinta vergonha, não! Sinta sim, orgulho!
    Doutra banda, o indigitado “juvenil senador” seria de naturalidade fluminense ou carioca ao invés de caetés e da “terra dos marechais” ou do “menestrel das alagoas”, mas isso em nada altera o embate, debate ou combate havido, pois que outros senadores foram tão citados quantos eLLe pelos mesmos delatores premiados como tendo envolvimento nas mesmas negociatas e até o pescoço; ou não?
    Urge, pois, que se ressalte desde já, que não o é em sua defesa, mas, se a lei é para todos, como resta insculpido nos princípios, preceitos e premissas legais ou dentro da legalidade, quais os por quês e porquês de uns citados serem denunciados e os outros tantos e tantas vezes citados não? Acordão? Estratagema, estratégia ou conluio espúrio?
    Enfim, ainda assim ou sendo assim, o senador representa e defende aos interesses de Estado e, portanto, aos do Estado, nunca ou jamais aos interesses e direitos de seu povo, os quais ficariam a cargo dos federais. Ficariam e não ficam? Sim! Ficariam sim porque o povo demonstrou clara, manifesta e ostensivamente e nas ruas que quer o impedimento, afastamento, defenestração e cassação de todos os envolvidos no “PTrolão”, sejam “Chico ou Francisco”; ou não?
    Eis, pois, o que importa: denunciar a todos igualmente, dentro dos liames da isonomia ou não seriam verdadeiros os preceitos legais de que “todos são iguais perante a lei” e que “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”?
    Abr
    *JG

  • Pedro

    Collor é digno de pena!

  • Henrique Moura

    Caro Ricardo, permita-me discordar de você quando diz: “o povo alagoano não tem nada a ver com isso”. Claro que tem, foi o povo alagoano que lhe deu o mandato de Senador, foi o povo alagoano que renovou esse mandato ano passado, apesar de sua notória história política e de comprovantes de depósito no valor de R$ 50 mil feito pelo Youssef na conta de Collor, fato a época já público e sem nenhuma explicação do Senador Collorido. Pode- se discutir o porque do povo alagoano continuar votando em políticos da espécie de Collor, mas isso não exime nossa culpa sobre o fato. Tem culpa quem votou, tem culpa quem não votou mais não se posicionou politicamente, tem culpa os “mais informados” que votaram nelle por alguma vantagem ou pelo simples fato de sua oponente não ser bem aceita pelas classes “mais abastadas”. Tem culpa o povo alagoano quando deixa políticos de bem de fora do Senado, da Câmara e da ALE pra eleger esses malfeitores que historicamente exploram os cargos públicos sem nenhuma, ou muito pouca, contra-partida ao povo do Estado. Então nesse ponto descordo frontalmente, o povo de Alagoas tem culpa, absolutamente toda culpa da volta de Collor ao cenário político brasileiro.

  • Observador

    Os eleitores alagoanos são os maiores culpados pela existência política de farsantes como Collor, Renan, Biu de Lira, etc.

  • tania

    Discordo de vc! O povo alagoano é o maior culpado por ter conduzido mais uma vez o COLLOR ao senado…..e se brincar reconduz novamente após o mandato de 8 anos, pode?

  • Roberto Sobrinho

    Ricardo,,,,,o Joilson Gouveia , continua o mesmo…kkkkk …a fala dele parece Uma peça jurídica , quase indecifrável…e lembra muito aquelas cartas do Século XVII, para os reis de portugal…..kkkk…aliquis intelligit quid dicit????

  • Valdemir

    O povo alagoano não tem nada a ver com isso?!
    Bom, eu e mais uma meia dúzia não têm mesmo! Porém, boa parte dos alagoanos que votaram nesse carioca têm.
    Muitos negam, mas votaram e ainda votam no Senador carioca.
    Nosso Estado ainda vive sob comando da política do café com leite, ou seja, o nosso modelo de administração é patrimonialista e com poucos avanços do modelo burocrático, também já um pouco ultrapassado.
    O melhor exemplo disso é enxergar quais famílias conduzem a Prefeitura de Maceió e Governo do Estado. As famílias continuam sendo as mesmas, o Estado não evolui, o serviço público (educação, saúde, segurança e infraestrutura) é de péssima qualidade.
    Maceió é a 2ª cidade de Pernambuco, pois boa parte de nossos problemas são resolvidos no Recife.
    Gosto muito do meu Estado e da minha cidade, mas entristece os demandos políticos sem fim.
    Divulgue isso, meu caro.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Eh! É sempre assim, cada um chora por onde sente saudades e goza com o que mais lhe apraz, hein!?
    É isso mesmo: ali quis intelligit quid (?)
    Abr
    JG

  • Meirisvaldo Pantaleão Silva

    Desculpe meu caro Jornalista/vizinho mas Alagoas tem tudo a ver pois fomos nós – Alagoanos – que o reeeeeeelegemos. Agora é aguentar as gozações dos colegas .. erra um vez é humano errar inúmeras vezes é ………….cada um completa como quiser mais aqui nessa província pau que dar em chico não dar em FRANCISCO..

  • Silva Luiz

    Meu caríssimo Ricardo.Admiro seu profissionalismo, mas desculpe discordar. O Alagoano tem culpa sim quando vota, elege alguém. Se eles estão lá, é porque alguém colocou. O que estarrece,é que detemos os piores índices sociais, e temos a bancada com os dos mais medíocres desempenhos,e somos o único estado da Federação que os 3 Senadores estão indiciados.Com sua credibilidade, lhe sugiro liderar uma Campanha envolvendo as entidades de Classe de Alagoas, no sentido de Seminários, envolvendo a rede Estudantil, do primeiro grau, às Universidades, visando não só o conhecimento do POTENCIAL de nosso Estado, mas a politização do povo. Um pergunta, dentre MUITAS que poderiam ser feitas, e lhe sugiro uma Reportagem a respeito. Quanto de royalties recebem muitos Municípios, e o Estado, e qual sua destinação? O POVO tem o Direito de saber.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Os alagoanos todos somam mais de três milhões de habitantes, nem todos são eleitores bem como nem todos eleitorees neLLe votaram; não generalizem pois implicará asneiras e, como já o disse, sequer houve ou há eleições sem aferição pública e transparente e computação sigilosa, confidencial ou secreta, o que depõe e inquina de vicios ou eivas de publicidade, de lisura, d etransparência e de legalidade!
    Os alagoanos uma vírgula, o que vem bem a calhar; ou não!?
    Abr
    JG