Eis que o senador Renan Calheiros ganhou um grande aliado nessa sua tentativa de melhorar a própria biografia: o deputado federal Eduardo Cunha.

Hoje, o presidente da Câmara Federal é um ator político de destaque, principalmente pela capacidade que tem demonstrado de fazer o mal e se dar bem.

Não apenas a denúncia do PGR Rodrigo Janot jogou luz sobre esse personagem habituado a viver nas sombras. A sua determinação para fazer avançar um pacote de perversidades legais – ainda que boa parte delas com o apoio da maioria dos brasileiros – finalmente expôs ao país um animal político em toda a sua essência predatória, descartando a parte que poderia ser boa (e ela habita em outros) .

A situação de Cunha é vexatória: a acusação de que levou, por baixo, cinco milhões de dólares no esquema de desvio de dinheiro da Petrobras o deixa sem condições de continuar presidindo a Câmara Federal.

Ao lembrar que Calheiros foi denunciado em 2013 – no esquema da Mendes Júnior – e não foi afastado da presidência do Senado, ele esqueceu que o alagoano foi obrigado a deixar o posto em 2007, quando o caso se tornou público.

Se a ele Calheiros retornou, há de se considerar a conhecida demora das instituições nos processos que envolvem gente com poder e grana.

Ao atacar Calheiros, ele ajuda o presidente do Senado, já que, neste momento, é o próprio Eduardo Cunha a bola da vez.

Eis um personagem tão importante, do ponto de vista midiático, que até o iracundo e desbocado Collor foi deixado de lado na atenção da opinião pública – e não nos esqueçamos de que o petebista já foi presidente do Brasil (!!!).

No presente, Cunha está para Calheiros como Collor está para Janot (sem querer comparar o PGR com o presidente do Senado): quanto mais ele bater, melhor para quem apanhar.

 

Câmara de Maceió deve aumentar de 21 para até 31 vereadores
Secretário George Santoro: "Acendeu a luz vermelha"
  • wal

    Temos;
    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL + RENAN + COLLOR +
    BIL DE LIRA + ARTHUR LIRA + CUNHA = CASAL.
    Viva os eleitores destas pragas, e o judiciário do Brasil.

  • Momento de Reflexão

    ORA E SERVE

    Afirmas que o progresso, trazendo felicidade e aprimoramento, é teu destino. Se cultivas sinceridade e decisão, abraça o trabalho e a prece como sendo o barco e a bússola.

    Rochedos de incompreensão escondem-se, traiçoeiros, ameaçando-te a rota. Todavia, ora e serve. A prece ilumina e o trabalho liberta.

    Tempestades de aflição surgem de repente, açoitando-te o refúgio. Entretanto, ora e serve. A prece reanima e o trabalho restaura.

    Companheiros queridos recolhem-se a enganoso descanso, deixando-te multiplicados encargos. No entanto, ora e serve. A prece consola e o trabalho sustenta.

    Em todos os problemas e circunstâncias, ora e serve. A prece é silêncio que inspira e o trabalho é atividade que aperfeiçoa.

    O Sublime Viajor, que também passou por este oceano de suor e lágrimas, voltou aos amigos vacilantes para repetir-lhes: “Tende bom ânimo! Eu estou aqui”.

    .Emmanuel / Médium Chico Xavier
    Livro: Justiça Divina (extrato) – Ed. FEB

  • Mais do Mesmo

    Nem tanto. Ao relembrar que o Renan está impune até hoje, fazendo gato e sapato da Receita Federal, PF, MPF e Judiciário, que se acomodam e não pedem celeridade no caso dele com a Mendes Junior e o enriquecimento injustificável de patrimônioo o Cunha traz de novo o assunto à tona.

  • memória

    Não existe diferença entre eles. Todos são investigados por corrupção.

  • Pedro Balbino de Matos

    Eu não acredito que Renan seja amigo de Eduardo Cunha. A situação do Cunha está bem complicada, ele está sendo acusado agora porque o Procurador Janot teve coragem, por não ser um Engavetador da República como em outros tempos. Se tivéssemos justiça neste país o tal Cunha nunca teria chegado onde chegou. Ele é citado e acusado por mal feito desde os tempos de Collor e PC Farias, de lá até hoje, muitas vezes. Renan não é burro para ficar ao lado desse elemento. Até o PSDB está pulando fora, o Malafaia e outros “amigos” também. Fora cunha, para o Congresso dar uma melhorada na sua imagem.

    Resposta:

    Leia de novo.

  • mandioca alucinada

    O PT de mãos dadas com Renan…hummm…o Mula se ajoelhou ao maluf…hummm…a VEJA hoje nao presta,mas quando derrubou o Collor,os PTralhinhas gostavam…hummm…quero ir para a panela!!!

  • carlos

    Pedro Balbino de Matos,seu comentáro é bom porém tão um tom petista.Só vê a corrupção na casa dos outros!!!

  • SEBASTIÃO IGUATEMYR CADENA CORDEIRO

    ESTOU CARECA DE REPETIR : NÃO TEM UM QUE PRESTE !!

  • Há Lagoas

    O mais detestável desta figura espúria, é o fator religioso…
    Usa a fé – alheia – como um simples curral eleitoral em beneficio próprio.
    Não voto – sobre nenhuma hipótese – em lobos que se traveste de ovelhas. Religião e política são duas coisas distintas, insolúvel, impossível de caminhar juntas.
    Com relação ao Sr. Renan – o pai – digamos que possui o mesmo DNA de Raposa ardilosa tal qual o Sr. Cunha, mas com um genes evolutivo de sobrevivência comparado a mitológica ave Fênix.

  • Claudemir do Nascimento

    Lula foi citado 21 vezes em delações, Dilm’ANTA 13 vezes, Renan 13 vezes e cunha depois de quatro delações sem citações ao seu nome foi citado 1 única vez, Edinho Silva ex tesoureiro da campanha de Dilma aparece em várias delações. O Nobre jornalista e seus comentaristas não teria a mesma sugestão a dar senhora Dilma e seu Ministro de se afastarem de seus cargos também? Ou esse senso de justiça é seletivo, amigos?

  • Maresia

    Lembro apenas, com a devida vênia, que o criticado deputado é apenas parte contextual do maior esquema de roubalheira que existiu desde que os portugas decidiram vir por essas bandas com suas caravelas. E quem instalou o esquema objetivando a perpetuação do poder? Ora, pois pois o pt.
    Quando o deputado vivia votando com a bancada em favor do governo era sério, agora que derrota o governo até dormindo, não presta, é mal, é predador, é isso e aquilo outro.
    Não seria vexatória também Ricardo, a permanência de um presidente que não pode botar a cara nas ruas sem ser vaiada, com 7% de aprovação e que é filiada ao partido que é mentor do esquema de rapinagem que beneficiou EC.
    Destilar ódio contra EC não é didático, é oportunismo.
    Bom seria informar que ele faz parte de um esquema petista de sustentação parlamentar, cujos chefes ainda não foram citados pelo decantado e não ingênuo Janot e sua lista seletiva.
    Ô Ricardo, todo mega esquema tem seus chefes, porém o petrolão é órfão…
    Na lista do Janot não tem chefes?
    Ou querem fazer de EC boi de piranha?
    Concluo dizendo que o pt não tem interesse na queda de EC, pois o deputado atacado nesse artigo sabe de mais coisas do pt do que possa imaginar nossa vã filosofia.
    Bom para a petralhada que reze pra que EC permaneça na presidência da casa. O que está ruim pra o petismo, pode piorar. Vai que entra um Jarbas Vasconcelos em seu lugar.
    Daí pra o empichamento, é um pulo.
    Eduardo Cunha não é a bola da vez…talvez seja o petismo.

  • Aluísio Nunees

    SOMOS TODOS CUNHA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk