No momento delicado vivido pelo país, com a crise política alimentando a crise econômica e vice-versa, a responsabilidade do senador Renan Calheiros nunca foi tão grande.

É verdade: ele está sendo investigado pela Lava-Jato, mas está longe de ter o comportamento primitivo do seu colega Collor ou do vingativo e nanico presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha.

Pauta-bomba no Congresso Nacional não pode ser a resposta vingativa dos parlamentares à inapetência política da presidente Dilma e ao seu erro grosseiro de entregar a economia do país a um representante dos banqueiros.

O impeachment não é uma saída, e, pelo contrário – além de não ter uma motivação legal -, pode representar o aprofundamento de uma situação que já parece caótica. O que vale, também, para uma fantasiosa nova eleição, em momento tão delicado e de posições tão extremadas.

Calheiros tem por obrigação trabalhar para frear a fúria de Cunha (cada vez mais parecido com uma águia em postura de ataque). A bomba não explodirá, se for jogada, no Palácio do Planalto, mas no cotidiano dos brasileiros que já pagam a conta pela incompetência e fraqueza do governo.

Cair na onda do “ódio ao PT” ou ir na direção apontada pelos insaciáveis ex-aliados do Planalto é apostar no quanto pior, melhor.

Aliás, é de Calheiros uma das melhores frases da semana passada: “No Brasil quanto pior é pior mesmo”.

A hora é de fazer a boa política, menos mesquinha, não fisiológica, o que o presidente do Senado há de também ter aprendido com aqueles com os quais militou no início da sua longeva carreira política – aqui e em Brasília.

Terá de fazer o papel de “homem”, na insubstituível linguagem popular: desativar a bomba-Cunha.

Isso não o tira da Lista de Janot, mas pode ajudar na sua biografia (a essa altura já tão desfavorável a ele).

Paulão e Almeida marcam ausência na reunião da bancada com Rui
TCE elegerá novo corregedor com um voto a menos
  • wal

    Há uma grande diferença, entre ser Homem e ser macho.
    Estas pragas pode serem machos, mais Homem, está muito longe.
    VIVA OS ELEITORES DESTAS PESTES…

  • João

    Dar uma credibilidadezinha a Renan Pai… os alagoanos desejam uma boa ação dos representantes em Brasília.

  • Consiglere Alagoano

    .
    “Quanto pior, melhor”, Sempre foi o MODUS OPERANDI Ptista… é bom sentir do próprio VENENO.
    .
    O PT se apresentou como um Partido “IMUNE”, apontou o DEDO na cara de Vários, hoje se “ESFORÇA” para provar que é “IGUAL aos OUTROS.”
    .
    A Revista VEJA era o MURO das LAMENTAÇÕES dos “COMPANHEIROS”, hoje virou a INIMIGA do ESTADO.
    .
    O Adágio é claro:
    “Quem faz a FAMA , deita na CAMA”
    .
    Ptzada PAGA pelo discurso FORTE do PASSADO, e não querem PAGAR a CONTA, lamento, mas até uma MEÁ CULPA do MERCADANTE, vale o mesmo que um RISCO, na ÁGUA.
    .

  • BEL

    LÍ NA FOLHA DE S PAULO QUE ELE JÁ ESTÁ COM A TURMA DO PSDB PARA DERRUBAR A DILMA. PORISSO PERDÍ A GRAÇA PRO IMPEACHMENT.

  • Luis Antonio dos Anjos

    Discordo da sua análise de que a crise se deve ao presente….ela foi montada por Dilma e Guido Mantega sempre escondendo os números e postergando a tomada de decisão dando as pedaladas (crimes fiscais)….já se sabe que ´gastar mais do que se tem e mal gerenciado e mal direcionado destrói qualquer estrutura familiar, quanto mais um país!!!!!!

  • Fabrício arruda

    So esperando a lava jato chegar na trasnpetro , BNDS e Sergio Machado ai quero ver o Reinao ficar com essa moral toda. #ateacabecaenvolvida aguardem

  • Jansen

    Muito bom Ricardo. Esse pessoal não entende que essa fúria se voltará para eles e sua família. O Brasil passou por inflação de 70% e ninguém fez tanto barulho. Ou seja, estão com saudades da velha viúva.

  • Martinho Pinheiro

    Vi um vídeo que circulou na internet, dias atrás, o Dep. JHC comemorando entusiasmado a aprovação da equiparação salarial de delegados e advogados da união com os ministros do STF, gerando, no momento de crise, despesa. Esse deputado já virou camaleão, é alimentador da pauta bomba contra o Brasil.

  • Pelo Brasil

    Grande Ricardo, vc já foi independente, hoje você defende a bandeira do partido. Muito triste essa visão partidária. Dilma foi ministra das minas e energia, de onde o mar de lamas da corrupção trouxe toda essa crise. Pasadena condena Dilma e sua trupe.

  • PT SAUDAÇÕES

    Nesse rolo todo, só me lembro da famosa frase do “COMPANHEIRO EM ARMAS” José Dirceu :

    O PT NÃO ROUBA E NÃO DEIXA ROUBAR.

    E muita gente acreditou !

    Quanta DECEPÇÃO, quanta TRAIÇÃO !

  • Edson Filho

    Na verdade, a crise econômico-financeira não é um privilégio apenas do Brasil, ela é mundial! Basta-nos dar uma olhada nas manchetes internacionais para percebê-la. Diferentemente da econômica, a crise política existente, iniciou-se na última eleição presidencial pela divisão do eleitorado brasileiro e pela derrota do aécio ( psdb ), partido elitista que levou a classe média brasileira ao quase extermínio e, especialmente, pelos desdobramentos das investigações da Lava-Jato que indiciou quase cinquenta parlamentares do Congresso, inclusive seus presidentes cunha e renan e de quebra collor e biu, Nenhum pode ser comparado a nobre e valente águia, mas a abutres da propina, do ataque covarde e sorrateiro a toda a nossa Nação Brasileira! O Brasil acredita em nossa Justiça!

  • Jorge

    Ricardo, olha que novidade esse jovem do PMN para o cenário politico de Maceió nas próximas eleições municipais.

    http://www.tribunahoje.com/noticia/150132/politica/2015/08/02/partido-da-mobilizaco-nacional-quer-inovaco-no-proximo-ano.html

  • winger helzer

    O PT está vivenciando hoje o que fazia no passado “quanto pior melhor”. Por que, com ele no poder, ia ser diferente. A saída para o Brasil é a Dilma, juntamente com o PT, renunciar à presidência, assumindo o Temer. Temer, por sua vez, deverá demonstrar ação, enxugando a máquina. A partir daí haveria a possibilidade de o país voltar a ter tranquilidade política e econômica.

  • Silva Luiz

    Meu caro Ricardo. Gosto muito de seu estilo, mas discordo quando aposta que o Renan possa ter aprendido, até porque já saiu do Senado por denuncias, voltou e está novamente todo enrolado. É preciso o impeachment da dilma, pelo efeito pedagógico que terá perante a Nação, nossos jovens, nossos políticos e o mundo. Mas temo a sucessão com o pmdb.É preciso que se EXIJA a IMEDIATA renúncia de todos os Deputados e Senadores e ex. Governadores já denunciados. Que os bons políticos se aliem a nós, pela RECONSTRUÇÃO do País. Já saiu na imprensa, e no Diário de Pernambuco deste final de semana, estão lá os números estarrecedores, e a relação de todos, inclusive nossos 3 Senadores. É preciso uma faxina geral, ampla e irrestrita.O poucos que ficarem, que reconstruam o País deste terremoto.O mais importante é o POVO, que exige isso, e será parceiro dessa mudança, sem os “enrolados” de sempre.

  • Claudio

    Ricardo que tal uma analise sociologica do comportamento do eleitor.
    Na eleicao de 1989, a classe media votou em peso na candidatura do PT, contra a eleicao de Collor que contava com o apoio da classe baixa.
    O que aconteceu com essa classe media, formadora de opiniao, que migrou para oposicao ao PT, enquanto isso a classe baixa que apoiou Collor migrou para o PT.
    Qual a explicacao?

  • ARTUR

    GOSTARIA QUE FOSSE UM HOMEM INTEGRO E QUE REPRESENTASSE ALAGOAS SEM DUVIDAS DA DESONESTIDADE.
    Conheci e convivi quando era pobre, mas respeitado por todos, depois que se juntou com maus políticos se transformou em professor da malandragem política. LAMENTÁVEL.

  • ARTUR

    O 12:10 noticias abordou dois assuntos que me chamou atenção.
    1- Saúde, a quatro (4) meses que não tem INSULINA na FARMEX do Estado para atender os diabéticos, e quem não tem condições de comprar se transforma em morte anunciada. O custo para controlar a diabete = quase 1000,00 entre fitas e insulina.
    TREM DA ALEGRIA: Tão simples para quem quer trabalhar com seriedade e honestidade, era só nomear a quantidade certa para atender cada parlamentar, que seria a metade da metade que já existe hoje.Esse erro já vem de BRASILIA que deveria dar o exemplo e reduzir lá para servir de parâmetro para os demais estados. Só JESUS e o VOTO LIVRE.

  • Leonardo

    Ricardo, discordo quando você diz que não há base legal, já que ela cometeu crime de responsabilidade. Exigir q nosso povo e nossa constituição sejam respeitados n é esperar e torcer pelo pior. A generalização, enquadrando 70% dos brasileiros como golpistas, é completamente incabível, pois os mesmos 70% não devem calar diante da minoria que acha que voto é um cheque em branco ou anistia para o eleito.

  • Fabiano

    Concordo com você! Não podemos mais fazer a política de governo e sim a politica de estado… Só não acredito que o atual governo resolva a situação politica e econômica do Brasil!
    Poderia passar o resto do dia escrevendo, mas vou me limitar a dizer apenas “Com a conjuntura favorável, eles não fizeram as transformações que o país precisava, imagina agora?” Sou a favor o impeachment sim, até porque é uma ferramenta da democracia e da nossa constituição…

  • Frederico Farias

    Esse papel caberia a alguém com perfil de estadista, não a REInan, político desvirtuoso que está a “milênios-luz” dessa condição, e cuja única “virtude” é aproveitar-se de momentos de profunda crise como este para amealhar vantagens para si.
    Que o diga FHC.

  • João

    Engraçado estes PTistas dizer que Dilminha cérebro de passarinho não sabia de nada , não viu nada e não fe nada! Dilma e Lula são pessoas maquiavélicas que corromperam ainda mais o Brasil e estão envolvidos até o pescoço no esquema do petrolao , BNDES e Eletrobrás! Me admira um jornalista tem uma posição de defesa tão contudentente! PT partido pobre e imprestável que trabalha em pro das ditaduras comunistas bolivarianas que a corrupção e incompetência é a principal virtude! FORA PTRALHAS!!!
    Dilma e Lula nunca mais!!!

  • Glorioso

    “CANASTRÃO”.

  • Alfredo

    Quando Renan vem ser o “homem” dessa história toda, veja bem a que nível chegamos! Ainda bem que nunca teve e nem nunca terá meu voto.