A troca de ajuda tem até data para acontecer: depois de 16 de agosto, quando as ruas voltarão a se encher de protestos.

Imagina-se que, então, a presidente Dilma Rousseff estará ainda mais enfraquecida e vai precisar como nunca da ajuda de Renan Calheiros: mas o trato tem ida e vinda.

Calheiros já sabe do desgaste que o Filho sofre, em Alagoas, pelas dificuldades financeiras do Estado, ou até pela imaturidade em administrar crises (Murici não é Alagoas).

É aí onde entra o “dá cá”: o presidente do Senado ajuda a “dona” do Palácio do Planalto e ela arruma um jeito de socorrer Renan Filho.

Por ser o estado com pior IDH do país – o “mais pobre entre os pobres” -, ela pode encontrar, sem dificuldades, algum discurso para o tratamento diferenciado e tão sonhado. Qualquer auxílio que venha será bem-vindo.

Na semana passada, como o blog já adiantou, houve um encontro do clã na Barra de São Miguel. Renan pai disse ao Filho e ao primeiro-tio Olavo que está sendo construída uma ponte entre ele e Dilma, o que interessa aos dois.

Mesmo as críticas do senador ao “desajuste social” passarão a ser, cada vez mais, para inglês ver. Como a queda impressionante da popularidade da presidente Dilma não beneficiou nenhum partido ou líder político – nem qualquer instituição –, uma mão pode lavar a outra, principalmente quando ambas já não têm muito a perder em relação à população.

Até porque, como já disse o ex-presidente Lula, a opinião pública não existe mais.

 

Inácio Loiola será candidato a prefeito de Marechal Deodoro
Lindo, eu?
  • Claudio

    Fico a imaginar como a Petrobras suportaram tanta roubalheira, sem contar que hoje a Petrobras é a empresa mais endividada do Mundo, com mais de 330 Bilhões, so hoje a Lava Jato mandou prender mais 40 investigados entre eles Jose Dirceu e seu irmão.
    O Juiz Sergio Moro já ficou na Historia por ser o Magistrado que recuperou maior quantia em dinheiro roubado do Brasil, atualmente ja conseguiu recuperar em torno 1 Bilhão, com certeza ele ja deve ta hoje no Guinness (recorde) do Brasil.

  • ARTUR

    Ricardo, parece mentira, mas essa mesmice de falta de seriedade e tanta falsidade e mentiras desses políticos nos em noja.

  • José Adelfo Dantas Chaves

    Sinceramente, será que ainda exista alguém neste mundo que acredita na seriedade de algum parlamentar? Se existe, está explicado porque o Brasil passa por momentos tão difíceis.

  • João

    Renan Pai não é tolo, sabe bem que o arranjado mal feito que o Renan Filho anda fazendo por aqui, vai refletir também na sua vida política. Até porque a figura do pai já anda bem enfraquecida por estas bandas. Vão precisar de um bom espírito santo!

  • de olho

    é deprimente ver um Estado de gente, em sua maioria, ordeira sendo moeda de troca em jogo de figurinhas. e o por é saber que nada mudará nesses 4 anos, já mostrando a que veio com a escolha do secretariado o governador mostra que,o alagoano mais uma vez será penalizado e usado como se tivesse importância para o umbigo de alguém. respeito, senhores políticos, é bom e faz bem em todo lugar, vamos subestimar menos.