Muito atento ao noticiário nacional e internacional, o governador Renan Filho tem usado a crise da Grécia para despachar os aliados que têm buscado “empregos” na máquina pública como recompensa pelos serviços prestados na campanha eleitoral.

Renan Filho, que não admite celulares e similares dentro do seu gabinete (reza a mitologia que há instrumentos que detectam qualquer tipo de espionagem no espaço de trabalho do governador), tem sido enfático com aqueles que conseguem chegar até ele com esse tipo de demanda:

– Vocês não estão vendo a Grécia? Pois se até a Grécia quebrou, imaginem Alagoas. Só no próximo ano é que nós podemos dizer alguma coisa positiva. Precisamos ter calma e paciência.

O secretário (?) Mosart Amaral, junto com seu fiel escudeiro Nery Almeida, já ouviu o discurso internacional de Renan Filho reiteradas vezes.

Eles ficaram responsáveis pela articulação com as lideranças comunitárias locais na campanha do ano passado.

Todos saem, imagino, preocupados com a Grécia.

Fábio Farias, responsável pela articulação política – e com as entidades – diz apenas: “Só sei que nada sei”.

Confirmado: proposta do governo aos militares garante os 5%
Negociação de reajuste já provoca disputa entre servidores
  • wal

    Se depender do pai do governador, um tal de; RENAN CALHEIROS- PMDB, o Brasil, não está longe não. Há…e com os auxílios das figuras: COLLOR, BIL DE LIRA, ARTHUR LIRA.
    VOTO NULO…

  • Alan Jorge

    Então substitua os assessores do governo passado, os que são filiados do mesmo partido do ex-governador.
    Exonerem, substituam os sabotadores, os que estão se aproveitando dos cargos para…

    Se deixar a turma do Téo, vocês estão do do mesmo lado. E quem votou em você Renan Filho, não votará nunca mais!
    Você prometeu mudanças, e quase nada está sendo feito!
    Prova disso é o mísero aumento abaixo da inflação. O aumento dos servidores deveria ser o mesmo do reajuste da casal!

  • Ricardo Gomes

    Tá falando grego mesmo. Mas na campanha falou português com sotaque nordestino forçado, agora voltou ao brasiliense sotaque dele.
    Na verdade não ouviu ninguém.
    ontem diversas lideranças fizeram campana na praça dos martírios. Lideres de bairros em Maceio estão a procura dele, mas com estes não adianta falar grego.

  • ARTUR

    kkkkkkkkkkkkkkkkk APRENDEU COM A TIA DILMA, QUE DIZ QUE A CRISE DO BRASIL TEM INFLUENCIA EXTERNA, Ex.:CORÉIA DO SUL , DO NORTE, AFEGANISTÃO, IRÃ, SUDÃO e por aí vai. KKKKKKKKKKKKKK.

  • flexaldecima

    Boa Noite Governador Renan Filho,eu não sabia que os assessores seriam os mesmos, não entendi! como é isso? tenho certeza que os assessores não votaram no SENHOR,troque LOGO HOME, senão, o resultado será o pior possível.

  • Túlio

    Esse governador e um fanfarrão. Oq tem haver a Grécia com Alagoas?lkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Maria Jose

    MAS ESSE MOSART AMARAL É UM GRANDE OPORTUNISTA MESMO.
    CÍCERO PROJETOU ELE,ONTEM ESTAVA COM CÍCERO,HOJE ESTÁ COM RENAN E AMANHÃ DEVERÁ ESTÁ COM RUI.

  • Ilda fontan

    Ai …ai! Bobi pai Bibo filho.

  • Carlos Fragoso Filho

    Não era o papai Renan, o homem poderoso de Brasília que ia trazer caminhões de dinheiro para Alagoas? Cadê a força do homem? Titio colorido ta sem prestígio em Brasília?

  • WELLINGTON

    E porque será que o Governador tem tanto “receio” de escutas em seu gabinete?

  • Pobre Alagoas

    É por isso que o filho só fala grego?