Os números negativos da Casal assustariam qualquer gestor.

Mas o engenheiro Clécio Falcão, que assumiu a direção da empresa este ano, afirma que é possível recuperar e fazer com que a Companhia de Saneamento de Alagoas dê um salto de qualidade.

Mas há de ser uma ação contínua e ousada.

Convidado de domingo do Ricardo Mota Entrevista, o presidente da Casal desfila alguns números:

– A dívida total da empresa alcança R$ 1 bilhão.

– Só o débito para com a Eletrobras chega a R$ 200 milhões.

– O prejuízo da Casal em 2014 atingiu R$ 53 milhões.

– O investimento necessário para fazer a empresa funcionar com qualidade deve atingir R$ 100 milhões.

Ainda assim, a Casal é uma empresa viável, que pode prescindir de recursos da iniciativa privada.

Como?

O presidente da empresa explica.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 9h30

TV Pajuçara

Amor clandestino
Só Renan Filho pode promover acordo com agentes penitenciários
  • WAL

    Não entendo; pagamos caros por um serviço que não existe,Água não tem, manutenções de peças, não fazem, nunca termina uma obra iniciada, o presidente, nunca vai a TV, dar satisfação de nada. o dinheiro entra e como entra,
    As autoridades competentes, fazem que não sabem de nada.
    Para onde vai o dinheiro, sr. presidente ?

  • de olho

    Á Casal já era pra ter sido vendida faz tempo!

  • Fagner Moreira

    A Casal está judiando da população de Capela. A água que sai das torneiras não deveria nem ser chamada assim. Falta de respeito!!!

  • JEu

    Esses gestores continuam pensando que o povo todo é ignorante… Privatização já da CASAL!…

  • José Adelfo Dantas Chaves

    Esta é a situação da maioria das estatais, pois sempre funcionam como cabide de emprego e troca de voto, portanto porque não privatiza-la?

  • José Cândido

    O Clécio tem história e responsabilidade. Confio no seu potencial para resgatar a companhia. Infelizmente Ricardo, determinadas funções são ocupadas por pessoas sem qualificação. É o caso de muitos que passaram na Casal e daquele garotinho que o prefeito colocou pra tratar de meio ambiente, sem equilíbrio pessoal e condição profissional.

  • Williams Roger

    Faz um fundo com o que se arrecada. E junto com o dinheiro do Estado paga-se a dívida.

  • Roberto

    Não só a casal que precisa melhorar muito neste estado,pensando bem qual o órgão público que funciona no nosso estado.

  • Indigesto2015

    Privatizar e vender para qualquer um não concordo. Tem que ter capital em banco de pelo menos R$ 5 bi para poder participar da licitação. Pagar o PDV a vista e com valores justos. Enquanto isso vai aumentando o rombo todo dia.

  • José Carlos

    A casal é ruim,atende mal e como empresa é uma negação.DEVE SER ENTREGUE A ALGUÉM QUE SAIBA ADMINISTRAR.

  • romeu

    Apurar de onde vem essa díuvida. Detalhar a dívida e o tempo.

  • Romeu

    Para se chegar a um bilhão o Presidente do órgão terá que detalhar esse prejuízo. Não é somente dizer o prejuízo sem justificar o que está dizendo.
    Veja só, dívida é uma coisa, investimento é outra, não pagamento é outra coisa.
    Falta clareza.
    Cabe uma CPI para apurar isso tudo..

  • Denivan Soares

    Ricardo quero parabenizar o Clécio pela qualidade da entrevista com explicações técnicas e muita serenidade. Isso demonstra sua qualificação para desempenhar o comando da Casal e desqualifica totalmente, com elegância e preparo, as críticas da prefeitura que deixa a desejar na credibilidade em função de ter um secretário sem experiência de vida e sem nenhuma qualificação técnica. Sou aposentado da Casal e tenho certeza que a companhia está em boas mãos com o melhor nome dos últimos 20 anos. Quanto ao prefeito precisa repensar suas escolhas. Obrigado.

  • Neilton Santos

    Concordo Rui Palmeira não sabe escolher equipe e é uma das maiores decepcoes que já tive na politica. Seu pessoal é muito fraco tem muita meninada sem experiência e tá pagando o preço. O Guilherme foi um grande político mais o filho não herdou seu talento