Considerado um dos melhores nomes do PT para disputar qualquer cargo eleitoral no próximo ano, o engenheiro Judson Cabral é taxativo:

– Não serei candidato a nada em 2016. É hora de retomar a minha atividade profissional. Eu sempre trabalhei como engenheiro e é o que eu faço agora.

Dirigindo o Serveal – Serviço de Engenharia de Alagoas -, o ex-deputado estadual, com atuação destacada e “limpa” na Casa de Tavares Bastos, contou que já avisou à direção do PT a sua decisão para o próximo ano.

Judson Cabral tem sido uma voz crítica em relação à legenda dilmista. Afinado ao discurso do ex-governador Tarso Genro, que fala abertamente no “esgotamento do modelo partidário”, ele ainda não definiu o seu futuro.

Defende o legado do PT, mas acredita na necessidade de uma virada histórica, apesar da resistência dos que estão no poder.

É uma tarefa árdua, mas que ele não dá por perdida.

O PT já anunciou a sua disposição de lançar o deputado Paulão como candidato a prefeito de Maceió.

Se for pra valer, ele deve concorrer com pelo menos mais dois nomes da oposição ao prefeito Rui Palmeira: Cícero Almeida e Ronaldo Lessa (?).

O terror é uma arma do crime e exige mais do que repressão
Greve dos agentes penitenciários atrasa entrega de 192 novas vagas no Baldomero
  • Carlos Eduardo Monteiro

    Faz muito bem o Judson! A política, do jeito que está indo ( de mal a pior), o melhor é submergir e aparecer em outra hora.
    Aliás, a respeito da política -é cada um por si; um deputado ou senador enrolando o outro. Exemplo: nova distribuição de cargos federais em Alagoas. O PT, espertamente, abriu mão dos Correios para o PP ( de Arthur Lira) porque sabe que quem for indicado para a direção local não vai apitar em nada já que a organização está em processo de reestruturação nacional e o Diretor Estadual será apenas figurativo. O PP, de gente tão sabida, vai ficar só na vontade de mandar! Diga aí : não é um enrolando o outro? Menos mal, porque assim diminui a influência política desses políticos que só tem interesse pessoal em tirar vantagens com seus apadrinhados.

  • Sem hipocrisia!

    Judson, criticar “à legenda dilmista”_, é mesmo que “cuspir no prato que comeu” por décadas. Nada fez no legislativo mirim e casa da corrupção (assembléia legislativa). Qual o projeto ou denúncia que fez durante seus mandatos.
    Agora por ser presidente do SERVEAL nomeado pelo PMDB vem falar mal do PT e DILMA.
    Quanto a candidatura de PREFEITO, O PT não tem nomes para disputar.

  • ARTUR

    Com essa decisão de JUDSON seus ¨amigos¨ partidários estão soltando fogos por conseguirem isolar do mundo político partidário.
    Judson, saia desse PTralha e se candidate a prefeito de MACEIÓ.
    Não entendo como PAULÃO tem tanto prestigio a ser indicado para prefeito mesmo sendo indiciado em tantos problemas de envolvimento em MALFEITOS, KKKKK, será que é esse item que faltou em JUDSON para ter aceitação no PT?

  • carlos

    Judson deve sim se aposentar é honesto,porém sua atuação como parlamentar nos últimos dois mandatos foi muito acanhado.Devia ficar do lado de JHC,ficou só no pai e mamãe,pedindo requerimento mesmo sabendo que não ia ser atendido pelos deputados que estavama até a tampa desviando para o bolso boa parte do duodécimo do poder legislativo.JHC,foi na justiça e mostrou o veterano quando vai fundo no assunto colhe resultado.JHC,bem votado e Rodrigo Cunha,hoje como parlamentar vem se destacando.Judson uma boa pijama e caldo de galinha vai lhe fazer muito bem.

  • Momento de Reflexão

    MENTIRA E VERDADE

    A mentira caminha tropeçando nos calhaus que vai colocando pela estrada.
    A verdade passa-lhe à frente em correria sem impedimento.
    A mentira é como a névoa que se dilui ante a claridade da razão verdadeira que a devora.
    A bolha de sabão flutuante reflete a realidade, só na aparência, e se arrebenta logo mais, demonstrando a beleza enganosa.
    O espelho recolhe a imagem que defronta, qual lago tranquilo captando nas suas águas a pintura da paisagem que o cerca.
    Quando a mentira se instala, ata um peso insuportável ao pescoço da sua vítima, vergando-a, sem cessar, num desgosto que se disfarça até à morte.
    A verdade rompe todos os grilhões e dá força para a renúncia e o perdão que perfuram o balão inflado das ideias e manobras mentirosas.
    Com a verdade o homem encontra a si mesmo, ao seu irmão e ao seu Criador, na estrutura da própria conduta, e na mentira a todos perde, perdendo-se também.

    Rabindranath Tagore / Médium Divaldo Franco
    Livro: Pássaros Livres (extrato) – Ed. LEAL

  • Há Lagoas

    É uma das únicas espécimes do PT do qual podemos reconhecer como de conduta ilibada! Dica: Procure um partido menos ruim…

  • Williams Roger-ex-filiado

    AVISO!
    Ataques ao Judson não são meras coincidências!
    São de um grupo, uma panelinha, que se intitula dona do pt em Alagoas e em Maceió.
    Pode se candidatar quem quiser, exceto Judson, vai perder.
    Pena que Judson não será candidato. Seria a nossa opção! E melhor ainda se fosse com filiação a outro partido!
    O PT de Alagoas e de Maceió, não existe mais aquela ideologia positiva, virou um balcão de negócio na mão da panelinha que lá se instalou. É nojento! SEM GENERALIZAR!

  • fred

    Ele é dos poucos que ainda estar escapando da corrupção do PT, agora como governo em Alagoas ele tem que mostrar serviço, e não ficar com essa história de oposição.

  • Bruno Gama

    Já votei em Judson, mas não votaria novamente, pois o mesmo mostrou que não tem força política. Não basta ter vontade de acertar, tem que ter força nas palavras, tem que ser mais contundente.

  • João

    Aconselho que Judson saia eo PTralhas ! Ele não tem nada ver com esse partido que beneficia os mais espertos e corruptos ! Judson vc tem história de bem saia o quanto antes desse partido de gente que só pensa em beneficiar a si próprio , partido sujo e sem ética alguma!

  • ARTUR

    Quero agradecer ao MOMENTO DE REFLEXÃO, pelas postagens apresentadas todos os dias e que serve como um balsamo de que nem tudo esta perdido e que vale apena ser: honesto,verdadeiro e bondoso.
    Solicito ao mensageiro do bem, que coloque seu nome.