Quem acha que vários raios não caem no mesmo lugar, seguramente não conhece a situação político-jurídica de Traipu.

Pois bem. Em mais um capítulo, digno de novela mexicana – das brabas -, o vice-prefeito Erasmo Araújo Dias reassumiu a prefeitura do município.

É a segunda vez em menos de um mês.

Agora, em julgamento de um Agravo de Instrumento impetrado pelo advogado Adriano Soares, o desembargador Fábio Bittencourt considerou que houve vacância do cargo, já que a prefeita – de novo, afastada – Conceição Tavares teria passado mais de 15 dias em viagem ao exterior, em novembro do ano passado, sem comunicar à Câmara de Vereadores de Traipu.

O pedido já havia sido negado pelo juiz de primeiro grau, provocando o recurso do vice-prefeito.

Paralelemente, a Câmara Municipal já havia decidido pelo afastamento de Conceição Tavares, que conseguiu reverter o afastamento em recursos variados à Justiça.

Erasmo Dias tomou posse hoje mesmo.

Até quando?

Só o oráculo de Delfos seria capaz de responder.

Infelizmente, estamos muito longe, no espaço e no tempo, da Grécia Antiga.

Administradores do Grupo JL teriam gasto R$ 20 mi com segurança - advogado explica
Com grana em caixa, Rio Largo gasta R$ 2 milhões com São João
  • salvio gama

    O mesmo caso sao dos vereadores de Maceio que faltaram mais de 30% das sessoes, teve casos de quase 90% de faltas e a lei tem que ser cumprida.

  • ARTUR

    Não entendo como a justiça se divide e nos transmite tantas duvidas nas suas decisões. É um estica e encolhe, um vai e vem, um chove não molha, um diz e não diz, um desembarcador toma uma posição outro desembarcado desmancha a decisão e fica esse ¨deixa que diga que pensa que fala, deixe isso pra lá vem pra cá o que é que tem eu não tô fazendo nada você também¨. É BRINCAR COM COISA SÉRIA.

  • Junior França

    Ta patético isso… Do jeito que essa ganância do vice assumir ta fedendo tanto…

  • ARTUR

    Continuando. Acredito que é isso que leva os políticos desrespeitarem as ordens JUDICIAIS.
    Hoje assisti a votação do veto do governador sobre a 17ª vara coisa que a muito tempo não perdia meu tempo em escutar quem não tem o que falar de produtivo para ALAGOAS. Os que se posicionaram contra foram aqueles conhecidos da justiça e de ALAGOAS em se falando de violência e outras coisas mais.
    Assim que terminou a votação sai correndo para outro canal para não para não prestigiar quem não merece.
    ALAGOAS VIBRA E APOIA A 17ª VARA.

  • Marcos Santos

    Pobres comentários que dizem ser ganância do Prefeito Erasmo. Rebata a comprovada violação da ex-prefeita em se viajar pra Disney por 17 (DEZESSETE) dias deixando servidores há 6 meses sem salários, população sem remédios, estudantes e pacientes com veículos depredados e abandonados, mas o município tem realizado pagamentos de mais de 300 mil reais a bandas de shows que nunca aconteceram e fraudes de licitações de serviços e produtos fantasmas. A ex prefeita foi à Disney, mas os patetas foram os cidadãos que bancaram toda a gastança da ex prefeita e sua trupe mestrada. Novos tempos à Traipu, que seja um recomeço e que a administração do prefeito Erasmo se projete como uma das melhores administrações do Estado e do Brasil, aguardem! À população, cobre do gestor, ele é um homem do povo que não nega suas origens!

  • João Pedro

    Tá mais improvável de que os rumos da EDUCAÇÃO DE ALAGOAS kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • roger

    Esses povinho so viver dizendo que a prefeitura ta quebrada mais não soltar o osso eita kkkkkkk

  • Deodorense

    Já vi, que Marechal Deodoro é diferente mesmo. Nada acontece… o povo deodorense clama por justiça.

  • Souza

    Até quando o vice-prefeito será prefeito? Os recursos e mais recursos permitidos pela legislação, não dão nenhuma estabilidade ao vice de permanecer no cargo de prefeito e isso provoca prejuízos a comunidade sofrida de Traipu.

  • Nado

    INDONÉSIA JÁ!!!!!!!!!

  • Frederico Farias

    Erasmo Dias??? Nossa!! Se baixar o espírito do falecido Toinho, já viu, vira ErASNO Dias

  • Jorge

    Brincadeira: tira e bota… Bota e tira…

  • Traipu

    O maior problema dessa instabilidade política de Traipu é a Instabilidade das decisões do Judiciário Alagoano relativas ao caso, com a devida vênia.
    Não venho aqui defender tese de A ou de B, mas que o TJ/AL profira uma decisão e deixe que um dos dois conduza o Município, bem ou mal, mas que a população saiba, ao menos, quem é o seu Gestor.
    O mais emblemático do caso foi a decisão de um desembargador ser alterada em um processo por via transversa por um segundo desembargador, o qual, por se tratar de um órgão colegiado, é considerado um par do primeiro. No entendimento jurídico, a decisão de um desembargador de um Tribunal apenas pode ser alterada por decisão de um órgão colegiado do mesmo Tribunal, Câmara ou Pleno, conforme o Regimento, ou por um Ministro de Pretório superior, o STJ, no caso.

  • antônio carlos

    P A L H A Ç A D A de todos.