O que mais me chama a atenção no caso do médico Hemerson Casado é a falta da solidariedade de uma categoria tão zelosa dos seus direitos corporativos (vide “médicos cubanos”).

Ele é um profissional reconhecido pelos méritos que conquistou na sua atividade. Vítima de uma doença incapacitante (ELA), Casado resiste com a bravura digna de admiração e empatia.

Não conheço – se é que existe – uma única manifestação das entidades representativas da categoria médica lhe dando amparo em um momento de tão contundente humilhação e desrespeito.

Onde se escondeu o “corporativismo do bem”?

Sim, porque a questão envolvendo uma empresa aérea, não importando se nacional ou não, não teve o repúdio merecido dos seus iguais.

Ainda que ele fosse um paciente comum, e somos quase todos comuns, ainda assim o comportamento da empresa aérea merecia um reparo barulhento e severo.

E não valem, aqui, as manifestações privadas: elas têm de ser públicas e publicadas.

O doutor Hemerson sabe que conta com o apoio da população alagoana, que acompanha o seu drama e a sua luta, como o do próprio governador Renan Filho, em uma reação instantânea e meritória.

Mas onde foram parar o Sindicato dos Médicos, a Federação Nacional dos Médicos, os Conselhos local e nacional da categoria, entidades tão importantes para evitar que a ação desrespeitosa contra um dos seus, na condição de profissional e paciente, se replique de forma inaceitável?

É na defesa do indivíduo que se revelam as almas mais nobres e honestas.

Ao ser humano Hemerson Casado, o abraço solidário – mas não solitário – de um homem comum.

O homem que fede
A suposta ameaça de "suicídio" de Dilma relatada por Renan Filho
  • Thiago

    Caro Ricardo,

    O Senador Romário externou em redes sociais sua indignação com este ocorrido. Como político e figura pública acredito que este caso alcançou todo Brasil. Parabéns pela atitude dele e pela sua também.

  • ariabilio

    E lamentável, força Casado e que Deus ti abençoe.

  • JEu

    É isso mesmo, Ricardo, onde estão essas entidades de classe que, à primeira notícia contra um de seus integrantes, no exercício da profissão (seja por erro médico ou outro comportamento julgado incorreto pela opinião pública) logo vem manifestar seu apoio ao companheiro(a) de profissão. Talvez seja porque o Dr Hemerson já não possa mais exercer seu ofício e, talvez, não seja mais considerado do “quadro” dos médicos… Até parece que foi repudiado, esquecido e desconsiderado pelos seus pares… É mesmo de lamentar.

  • Williams Roger

    Pouquíssimos MÉDICOS, tem um espírito de um Bezerra de Menezes.
    O restante, sem generalizar, são mercenários, sem alma, sem altruísmo e muitas das vezes sem profissionalismo.
    Muitos ñ tem o dom de servir ao próximo. Muitos ñ sabem nem passar uma receita correta aos pacientes.
    Muitos, ñ sabem nem o qu quer dizer , e nem pratica o juramento de Hipócrates!
    Se teve um acerto que a presidenta Dima fez, foi de livrar o povo brasileiro, dos que diziam ser médicos! Pois eramos reféns de mercenários. E o programa mais médicos acabou com isso.

    Agora justiça seja feita. Temos sim bons e excelentes médicos, com amor pelo o que faz, altamente capacitado, altruísta, que merecia ganhar subsídio igual ou maior do que um deputado. Esses sim tem alma e espírito de um Bezerra de Menezes.
    Parabéns à esses médicos.

  • Luis Alberto

    Caro Ricardo,

    Mais impressionante e ver que Ele, Hemerson Casado foi usado para angariar votos, isso convencido pelo Dr. Wanderley e Renan PAI. E cadê o apoio após as eleições?

  • Emanuel Carlos

    Infelizmente, meu caro Ricardo Mota, os que se dizem representantes de “categorias” geralmente só se manifestam, quando o assunto atinge seus bolsos, suas regalias, suas benesses, seus, ditos, direitos.

    Se por exemplo, o Dr. Emerson tivesse em plena atividade laboral e houvesse por parte de quem quer seja, a supressão de “vantagem” (ficar de sobre aviso na emergência do HGE, só que em Barra de São Miguel), o presidente faria de imediato uma Nota de Repúdio.

    Num caso como esse do Dr. Emerson, como, ainda, não atinge nenhum desses itens, é encarado como algo sem importância.

  • josé carlos santos

    Nesta sociedade hipócrita, a verdade é:”vale quanto pesa”

  • saulo mendes

    Ricardo,
    Se puder leia o Alvará de soltura do sargento Bandeira. Uma verdadeira restauração da LEI. A decisão também determina que Bandeira estará de volta hoje, no comando da guarnição militar da Lei Seca. O “sargento” Hamilton queria dar vazão a um CORPORATIVISMO corrupto, após tentar atropelar o sargento Bandeira por birra e por ter sido contrariado a frente da filha.
    Abraço.

  • Maurício Lins

    O médico embarcou portando um aparelho que de alguma forma poria em risco o voo. É claro que ele poderia viajar com tal aparelho, desde que, avisasse com antecedência, para que a companhia agisse preventivamente. Isso vale para qualquer um, que tenha ELA ou tenha pressão alta, ou outra doença qualquer. A companhia tem regras para o bem comum e para a segurança de todos. Não poderia ter regras apenas para o Doutor Emerson. Já vi em viagens que fiz casos como este e nem por isso tanto melindre. O médico foi convidado a desembarcar porque não cumpriu a regra, a tripulação e os demais passageiros aplaudiram. O resto é provincianismo de alguns alagoanos, com baixa alto estima, que se vitimizam por serem assim. É triste o ocorrido? É. É comovente a situação do Dr. Emerson? É. Mas nem por isso pode-se jogar no lixo o atributo do bom senso, tão exigido nestas horas de, digamos, justa comoção.

    • Hemerson Casado

      eu nunca parei para ler seu comentário, por coincidência hoje o fiz depois de tanto tempo. Certeza da cabeça fria e de que o senhor já teve o tempo para refletir e conhecer melhor a recomendação atual da ANAC, que estabelece que o Bipap é um dispositivo para auxiliar na respiração, que no meu caso eu usava para tornar minha respiração mais tranquila. O bipap não tem obrigação de ser informado
      pela nova regulamentação da anac.
      eu acho muito importante o contraditorio e ele deve ser feito com a verdade. Por exemplo, ninguém aplaudiu quando eu sai da aeronave e tudo transcorreu com discrição pois minha esposa chorava e já quase não falava mais.
      desculpe lhe perturbar depois de tanto tempo.

  • Luiz Antônio Maciel

    Certíssimo, a corporação médica não se manifestou porque este seria um caso de solidariedade e humanidade, se envolvesse a odiosa reserva de mercado que eles pretendiam a gritaria seria grande.

  • joao batista da Silva

    É lamentavel e sintomático esse silêncio!

  • Cidadão do Bem e sem hipocrisia!

    Nas eleições passadas conversei com este médico – inclusive votei e consegui votos para ele. Se fossemos um eleitorado consciente, tinhamos elegido-o deputado federal. Mas infelizmente o interesse e a vaidade deixa o útil ser substituído pelo inútil.
    A classe médica devia solidariizar-se! Por que ela só se manifesta contra o PT e os médicos cubanos? Basta de hipocrisia e demagogia!.

  • Plínio Lins

    Parabéns, Ricardo, por botar o dedo na ferida.
    Nos últimos anos, o corporativismo médico, que se manifesta com preconceitos, ódios, hipocrisia e “indignação” seletiva, tem se revelado uma das coisas mais nocivas da sociedade brasileira. Dá para especular por que essa onda começou, mas difícil – e assustador – é imaginar onde isso vai parar.

  • José Adelfo Dantas Chaves

    Se fosse para defender um mal profissional denunciado por erro médico, logo iria aparecer alguém com a seguinte frase:”o conselho vai averiguar e tomar as medidas” o que nem sempre acontece como mostra o dia a dia.

  • Jose Ailton Pereira

    O que esta companhia fez foi um desrespeito com o ser humano. Ao Dr Hemerson Casado, deixo aqui minha solidariedade, você é um guerreiro, merece todo o nosso respeito, um abraço.

  • João

    Willams Roger , genereralizacoes como a sua opniao são feitas por pessoas ignorantes , vc mostra não conhecer nada da medicina brasileira!
    Antes de médico Hemerson é Alagoano! Pouquíssimas instituições pulblicas se manifestaram sobre essa situação! Médicos e população cubana são escravos de uma ditadura comunista corrupta!
    Não sei o que Ricardo Mota quis com está reportagem , ultimamente ele está sempre com a opniao dos ptralhas!

  • Alan Jorge

    Missão, Visão e Valores

    Juramento de Hipócrates
    “Eu juro, por Apolo médico, por Esculápio, Hígia e Panacea, e tomo por testemunhas todos os deuses e todas as deusas, cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue:

    Estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum e, se necessário for, com ele partilhar meus bens; ter seus filhos por meus próprios irmãos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino, meus filhos, os de meu mestre e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão, porém, só a estes.

    Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém.

    A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substãncia abortiva.

    Conservarei imaculada minha vida e minha arte.

    Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado; deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.

    Em toda casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário e de toda a sedução, sobretudo dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.

    Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.

    Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça.”

  • José Pinto de Luna

    Até onde sei, o governador Renan Filho e o Doutor Zé Wanderley sempre estiveram, e estão, engajados na luta do Doutor Hemerson Casado. Tanto é verdade que as passagens aéreas foram custeadas pelo Governo do Estado, o que foi relatado pelo próprio médico na rede social: “O Governo do Estado me presenteou com três passagens, permitindo que eu tivesse a chance de buscar um tratamento fora do país.”
    Não estou aqui a defender ninguém, apenas a verdade que foi publicada.
    Quanto ao lamentável episódio, as palavras do Doutor Hemerson são tocantes, especialmente quando relata a perversidade da doença e dos representantes da companhia aérea:”Nenhum dos dois supervisores teve a coragem de olhar no meu rosto e falar comigo. Uma atitude de completo desrespeito a vida humana, um total desconhecimento do que a ELA significa. Não sabem que o nosso cérebro permanece lúcido. Fui tratado como se tratava os excepcionais no século passado, com desprezo e nojo.
    O que esperar de uma raça DESUMANA como a nossa?

  • Williams Roger

    Ricardo Mota, me permita esclarecer um mal entendido por parte do Senhor João?

    Senhor João, por favor, LEIA E RELEIA NOVAMENTE O TEXTO.

    ESTÁ LÁ! REGISTRADO, QUE Ñ GENERALIZEI!
    TIVE O CUIDADO DE DEIXAR CLARO ISSO!
    PELO CONTRÁRIO, ELOGIEI OS VERDADEIROS MÉDICOS! Já dizia Carlos Drumond de Andrade: “generalizar é burrice”

  • J.Monteiro

    Meu caro Ricardo Mota, eu não sei que riscos esse tal aparelho usado pelo passageiro, (se médico ou não, é um passageiro), representaria para a segurança do voo. Será que a tripulação da aeronave era tão despreparada assim? O que eles ganhariam tomando uma atitude tão errada assim? Esse episódio é o único registrado? O que escreveu o internalta Maurício Lins faz sentido? Se a companhia seguiu às regras, qual é o problema?

  • triste

    Sabe onde os médicos estão!!!! nos sinais de trânsito distribuindo adesivo do fora Dilma, estão muito ocupados no face e no whatssap mandado mensagem de ódio querendo “salvar” o Brasil, enfim estão mesmo preocupados em ganhar cada vez mais e esquece que isso pode acontecer com qualquer um.

  • triste II

    Explicando o ódio, o João é médico.

  • PROPOSITAL

    Existem medicos que iniciam os estudos na Bolivia e conclui os estudos na Ufal, etc. Voceh sabe por que?
    Recentemente fui me consultar. O sujeito foi falar de corrupcao e muito mal do PT. Indaguei_o , qual foi seu candidato a presidente? Ele falou AECIO. Entao nao podemos falar de corrpcao! Votei em Dilma. Quase o cara elouqueceu? Votei em Dilma.

  • Edson Bezerra

    ……mais uma vez Ricardo e mais uma outra vez como outras tantas você foi, além de brilhante, corajosamente generoso. O silêncio nesta terra é endêmico, e, não é a toa que o Luis Gutemberg (em seu romance O Anjo Americano, ambientado aqui em Alagoas e, com personagens reais na terrinha Caeté) colocou na boca de algum personagem, que aqui (nesta terra, Alagoas) o “silêncio não é regra de vida mas, condição de sobrevivência”. Sabe porque eles não falam Ricardo, para não perderem a boquinha de algum emprego aqui e acolá, no mais, isto é o reflexo de uma sociedade, a nossa, alagoana, profundamente egoísta. Que se leia o comentário direitoso e vergonhoso da post da pessoa identificada como João. Veja o que ele diz a respeito do comentário do Willams Roger: “ditatuda comunista currupta” Veja só aonde ele foi parar. De resto, ignorância pura e rasteira. No mais Ricardo, abraços sururu

  • Leonardo

    Complicado ter q ouvir certas opiniões sem conhecimento de causa, será q o equipamento q o Dr Hemerson estava portando traria riscos ao vôo, nao sei, sou médico, não é minha área, portanto não devo opinar com irresponsabilidade, sei que trabalho como médico residente do hospital universitário de Alagoas e tenho uma imagem diferente da minha classe. O q vejo no dia-a-dia são profissionais comprometidos com a péssima saúde q é praticada nesse e muitos estados, muitas vezes profissionais sacrificados q chegam a trabalhar muitas vezes 36 horas por dia para simplesmente ajudar ao proximo e ter o seu pão de cada dia, enquanto alguns q so fazem roubar a vida inteira, vide Renans da vida, sao bem tratados e ganham fortuna aonde passam. Gente pessoas boas e ruins existem em todas as classes e casas, mas nao podemos julgar pela minoria.

  • luis lins

    RICARDO,
    INFELIZMENTE OS CONSELHOS TIPO OAB OU CREMAL OU SINDPOL SÓ SE MANIFESTAM QUANDO É QUESTÃO SALARIAL OU QUANDO PRENDEM ALGUM DELES AI QUEREM O DIREITO DE DEPOIMENTOS NA PRESENÇA DE ADVOGADOS,MAS QUANDO UM PROBLEMA DESSE PORTE ACONTECEM ELES SE ESCONDEM.
    LHE PERGUNTO CADÊ O PAPEL DA OAB HJ SOBRE A CORRUPÇÃO?
    CADÊ O SINDPOL EM RELAÇÃO A CORRUPÇÃO??
    INFELIZMENTE SÃO ENTIDADES CORPORATIVISTAS,SÓ DEFENDEM INTERRESSES SEUS DIRIGENTES.
    O CREMAL VC VIU ALGUMA NOTA SOBRE A CORRUPÇÃO??

  • Glorioso

    Após os PTralhas assumirem o poder acabou com as instituições, acabou com a solidadriedade humana, o cidadão honesto perdido com tanta roubalheira quer somente resolver o seu problema o resto se exploda!

  • Hélio

    Acho que houve uma desobediência com relação as regras da aviação civil, fato esse que motivou a proibição. São regras adotadas para segurança de todos, os que voam e os que em terra ficam.

  • Fernando Antonio

    Concordo com você, Ricardo. Parece que ao invés de ELA o Médico Hemerson casado sofre de lepra, pois assim muitos dos seus iguais o tratam. Temos em nossa Alagoas médicos que além de verdadeiros CIENTISTAS, são pessoas humanas fantásticas. Entretanto, existem Pessoas e pessoinhas. Existem Médicos e receitadores de remédios, que só pensam, cada vez mais em dinheiro, afastando-se do juramento de Hipócrates. Solidariedade é algo raro entre as pessoas hoje. Fiquei extremamente comovido com o que ocorreu com o Dr. Hemerson, principalmente quando vi o seu relato. O que fizeram com ele foi uma atrocidade. Espero que a ANAC, duramente esta companhia aérea,pois, antes de ser médico, o Dr. Hemerson é humano, fato, talvez, que boa parte seus pares não levem em consideração quando no exercício de suas atividades e fora delas também.

  • Há Lagoas

    A questão do pertencimento só ocorre com aqueles que se presume iguais, estamos tratando de semi-deuses – com raras exceções – o posicionamento de tal classe privilegia seus próprios interesses.
    Cabe ao cidadão comum – como você frisou – demonstrar sua solidariedade e indignação diante do silêncio da maioria dos semi-deuses.

  • tania

    Fernando Antonio, a lepra , doença biblica não é mais chamada assim…..hanseníase é o nome que se usa e trabalho com hansenianos há muito tempo e eles são tratados com toda humanização que precisam e tem direito.Olhamos os pés, dedos, orelhas dos pacientes e nosso convivio é altamente fraterno……

  • Eduardo A. de C. Lopes

    Ricardo, ponha-me nesse abraço.

  • Maria Dilma Peixoto Toledo

    Meu caro e muito respeitado jornalista, Ricardo Mota, concordo plenamente com você. Estou INDIGNADA com o que aconteceu com Dr. Hemerson e muito triste com a falta de solidariedade, com a omissão da classe que ele pertence. Lamentável!

  • Eldemar

    Perfeita leitura. Diria no título, ao inves de solidão, abandono.

  • Laura Beatriz Campos

    Realmente, Ricardo mto silêncio diante do ocorrido c o médico.Isso é falta de amor ao próximo.Mas, acredito q Deus vê e sabe agir diante da omissão.Deus te abençoe pela iniciativa dessa postagem e vamos torcer p q Dr. Hemerson cont sua luta de cabeça erguida.

  • Antonio de Padua Cavalcante

    Ricardo, o colega Emerson tem recebido o auxilio da corporação. Apoio, solidariedade e mesmo financeiro.Sem barulho, sem alarde, como deve ser. A Unimed, nossa cooperativa tem sido fundamental nesta corrente de solidariedade.Esta é a segunda vez que o Emerson recebe passagens custeadas pela SESAU, na gestão passada e na atual.Fundamental tem sido a participação de José Wanderley Neto.Como Chefe de Gabinete na gestão passada dei minha colaboração. O bem deve ser feito, não divulgado. Quanto ao problema do seu embargue cabe a ANAC tomar as medidas legais.

  • Helvio Casado Gama

    Ficamos comovidos e Agradecidos ,ao Jornalista Ricardo Mota pelas palavras e a todos pelas manifestações de Apoio ao meu Irmão , vale ressaltar que meu irmão já tinha usado tau equipamento em outras viagens , conhecendo meu irmão posso afirmar que nunca ele iria tentar burlar as regras do Manual de segurança da Aviação , como foi comentado por Mauricio Lins , não estava lá, por tanto não posso afirmar, porém desconheço que os passageiros aplaudiram , se existe essa clausula no manual , por que a TAM , embarcou meu Irmão ??? No mais …Meu Irmão já fez o procedimento e na medida do possível , passa bem !!! Abraço Cordial a todos !!
    Helvio Casado Gama [ Irmão mais Velho do Hemerson ]

  • Marcelo Mendonça

    Sou pai de uma moça de 26 anos, e sempre viajo com ela para fora do Brasil. E sempre concordei com a legislação das companhias que são claras quando pedem que você avise com antecedência se precisará de um atendimento especial. Olha, se minha filha tivesse algum problema decorrente da viagem será que não estaríamos aqui reclamando da companhia por não ter tomado precauções.
    Na minha opinião se um paciente chega para embarcar e precisa de tratamento diferenciado e não fez o comunicado com antecedência este não deverá embarcar.
    Com minha filha foi assim e Eu só tive a agradecer depois aque a equipe da Varig, quando vi a cautela que eles estavam tendo em relação a minha filha. E constrangedor o fato mais se ela tivesse um problema não seria irresponsabilidade da empresa.