O juiz eleitoral Sandro Augusto, do Pilar, tomou mais uma iniciativa que deve servir de exemplo para todas as autoridades públicas envolvidas no processo eleitoral.

Na semana passada, como registramos, o magistrado suspendeu a distribuição de cestas básicas – “em quantidades nunca vistas na cidade” – que estava sendo feita pela Secretaria de Assistência Social da prefeitura.

O caso de suposta captação ilícita de votos está sendo investigado pela Polícia Federal.

Eis que o juiz resolveu ir além, numa decisão sensata e justa: ontem, fez a distribuição cerca de 1.100 cestas básicas que haviam sido apreendidas com a população pobre do Pilar:

– Os produtos aprendidos no órgão da prefeitura são perecíveis. Não era justo que deixássemos apodrecer aqui na sede do cartório. Fizemos, então, a distribuição.

O trabalho foi feito pelos servidores do cartório eleitoral, além do próprio juiz, com a ajuda de algumas pessoas que buscavam atendimento no local. Sem problemas, sem confusão, as cestas chegaram às mãos de algumas das famílias mais pobres do Pilar, desvinculando a doação de qualquer caráter político.

Uma parte dos donativos foi destinada a asilos da cidade, dando um reforço na alimentação de crianças e idosos em situação precária.

Outra doação

Também ontem, outra doação, que iria ser feita por uma entidade filantrópica, mas com vínculos políticos, seguiu o seu caminho: um conjunto habitacional na periferia da cidade. Só que a entrega, autorizada pelo magistrado, foi realizada sob a fiscalização de funcionários do cartório eleitoral – e sem a presença de pessoas ligadas à prefeitura ou a qualquer outra liderança política.

Infelizmente, a fome ainda é o maior cabo eleitoral de Alagoas. Enquanto ela for tão presente, o estado não se livrará do oportunismo eleitoral, que nos faz detentores do pior IDH do país.

Eleições: amanhã é dia de soltar o "cachorro louco"
Foto oficial da carreata de Renan Filho/Collor em Penedo "esquece" João Beltrão
  • carlos

    Parabéns,esta dupla de homens de atitude:Dr.Sandro Augusto e Sérgio Dória:Fico feliz,por ter feito um comentário na semana passada no Blog,sugerindo está atitude de distribuir este alimentos para as instituições de caridade que ia para o lixo.

  • maria josé correia matias de menezes

    Fico orgulhosa de ver uma autoridade judicial fazer o que realmente se propôs quando prestou um concurso, parabéns Juiz Sandro Augusto, Justiça é isso mesmo “SER JUSTO”

  • Fernandes

    OUTRO ASSUNTO: Em alagoas pela falta de um numero maior de apostas ou de sorte dessa gente não são comum os felizados por aqui,masno dia 19/09/14 saiu para MURICI o premio da lotofacil de R$ 442.633,42, sete dias depois, R$ 1.139.732,18 para Maceió. Não sei se foi pra justificar que a sorte nos achou. Mas não é curioso que a sorte resolveu aparecer em Murici e Maceió justamente proximo das eleições?, Sei não…..

  • Ismar Porfirio

    Cadê a GLOBO…,RECORD…,SBT…,BANDEIRANTES!!! para uma fazer uma matéria nacional do caso… Ricardo se não fosse vc estariamos sem impresa neste Estado. Parabéns novamente ao magistrado e á você.

  • Marttins

    Esse é o cara. Parabéns Sr. Juiz.

  • wal

    Por onde andas a turma da OAB-AL,e os camaradas dos direitos humanos, para apoiar a atitude do juiz

  • Paulo Moraes

    Isso mostra que concurso público faz muito a diferença.Parabéns ao magistrado Dr. Sandro Augusto pela competência e seriedade no trabalho.

  • roose

    O gesto desse juiz deve ser enaltecido por toda a sociedade alagoana, sei que mudanças de conduta dos demais juízes é difícil, pois implica em rompimento com aspectos culturais e educacionais. Contudo, o gesto do juiz Sandro Augusto deve ser tomado como paradigma por toda categoria de juízes.

  • Teony Santos

    Parabéns pela iniciativa!
    Precisamos de mais atitudes como essas

  • Gedir Medeiros Campos Júnior

    A pergunta é:

    “QUEM NOS PROTEGERÁ DA BONDADE DOS BONS?”

  • Prof. Eduardo Sampaio

    O nobre magistrado (alagoano de Maceió) Sandro Augusto mostra, com atitudes como essas, que não foi apenas o 1º colocado no concurso que lhe deu entrada no judiciário, mas revela-se, também, o primeiro em ações concretas. Parabéns, Sandro!

  • jmspj

    parabéns dr, Dr, Sandro Augusto, que sirva de exemplo para outras comarcas do estado de alagoas, o Sr, já trabalhou em Paulo Jacinto, e fez um bom trabalho, quem sabe um dia o Sr. não volta para investigar o barão do tijolo.

  • marcelo

    Esse é o cara!

  • REGINALDO

    PARABÉNS PELA AÇÃO DO MAGISTRADO, EM ESPECIAL POR DISTRIBUIR AS CESTAS COM AS ENTIDADES FILANTRÓPICAS DA CIDADE DO PILAR. QUE ESSE TRABALHO SIRVA DE EXEMPLO PARA OUTROS JUÍZES DO ESTADO, PRINCIPALMENTE DESSA TURMA NOVA E DE UM CONCURSO SÉRIO SEM A POLITICAGEM DE ANTIGAMENTE.
    O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL TAMBÉM DEVE SE ESPELHAR NESSES EXEMPLOS.

  • Ary de Medeiros Lages

    Providência exemplar. De igual modo deveriam ser tomadas urgentes medidas no sentido de vender todos os veículos apreendidos dos marginais e o produto da venda ser revertido em melhorias do sofrido povo alagoano, eleitores , frise-se,que não vão saber novamente votar. É uma pena !

  • Leitor

    Precisamos de servidores públicos com esse perfil: concursados, comprometidos, maduros e que sejam proativos. O Ministério Público Eleitoral, por exemplo, poderia solicitar ao COAF o levantamento diário de saques suspeitos de altas somas de dinheiro, nesta semana anterior às eleições, para cercear a praga da corrupção de compra de votos. Seria uma atitude proativa. Ficamos no aguardo.

  • JUSTO JUIZ

    O que deveria ser regra, virou exceção!

  • Jailson Antonio Teles da Silva

    Sou alagoanos, mais estou um bom tempo morando em Recife, quando vejo esses comentário fico muito envergonhado, é não poder fazer nada. esse políticos corruptos do estado que envergonha esse estado.