Apesar do caráter liminar, a decisão do desembargador Otávio Praxedes sobre o uso de “laranjas” nas eleições de Alagoas – um exemplo típico do nosso subdesenvolvimento político – é contundente e didática.

Foram quatro as decisões do magistrado, que atua como desembargador auxiliar do TRE, cuidando da propaganda eleitoral, tendo o mesmo tema: os ataques dos “laranjas” ao candidato Biu de Lira – responsável pelas representações na Justiça Eleitoral contra os tais personagens da campanha.

Em resumo, os candidatos Adroaldo Freitas Goulart (PEN) e Luciano Balbino (PTN), que disputam o governo do Estado, além de Marco Antônio Brito (PEN) e Marcos Aguiar (PTN), inscritos como candidatos ao Senado, ficam proibidos de mencionar o nome de Biu em suas aparições no guia ou nas inserções durante a programação normal..

A medida é extrema?

Veja o que diz, de forma contundente, o magistrado responsável pela propaganda eleitoral (que tem decidido com a mesma “régua” nas demandas que têm recebido):

“ … após observar mais de um mês de propaganda eleitoral gratuita, vislumbro, nos atos de campanha praticados pelo representado por intermédio do Guia Eleitoral, o intuito deliberado de farpear de invectivas apenas a candidatura do representante, sem se ater a criticar nenhuma outra mais, o que poderia evidenciar que está a serviço de outro candidato oculto, apenas para cumprir esse papel. Trata-se da hipótese conhecida como candidatura “laranja”, que se dedica a ataques reiterados a apenas um candidato, o que pode provocar sua inelegibilidade por abuso da utilização dos meios de comunicação social. Em acréscimo, se houverem provas inequívocas de que houve acordo entre o “laranja” e seu “contratante”, inclusive de cunho econômico, este último pode sofrer a mesma sanção atribuída ao primeiro”.

A questão é: se há “laranja”, há um dono do “laranjal”.

PF entra na investigação do assassinato de vereador de Piaçabuçu
Uma nota do senador Renan sobre a Ação de Improbidade do MP Federal
  • Ednaldo

    Candidato que mira em apenas um alvo é melhor o eleitor nem ouvir, porque por trás dele existe um outro que está pagando pra ele abalar a estrutura do candidato que incomoda, porque quem não incomoda eles nem dão valor, Exemplo maior disso é o Candidato Elias Barros que fica o tempo todo mirando na Heloísa Helena.

  • Paulo cavalcante

    Esses candidatos “laranjas” ficaram bagunçando o guia eleitoral.Isso sim, faz parte da velha e Inescrupulosa política alagoana.

  • ARTUR

    Assisti o debate, foi um fracasso a atuação dos LARANJAS.
    Elias Barros – se resumiu a atacar PSDB e a candidata HELOÍSA HELENA e o pior? sem nenhum fundamento que justificasse tamanha pequenez
    Lembrei também de um coitado que a anos atras foi envolvido no desvio de tenes chines, lembra-se?
    COLLOR – correu como o cão foge da cruz, para se livrar da justificativa do cheque depositado pelo doleiro.
    OMAR – coitado nem sabe porque é candidato, só lembro do nome dele no caso da eleição da OAB. FOI UMA VERGONHA!
    só restou a ficha limpa de H.H. Parabéns ao TRE que não siga para o TSE, lá inverte toda decisão.

  • João Alfredo Ribeiro Neto

    Não podemos ficar parados no discurso milenar que diz “o povo tem o governo que merce”.
    Eu não mereço, eu não mereço ter uma assembléia cheia de TATURANAS que desviaram e desviam milhões, eu não mereço ter uma governo estadual sem moral e que não tem pulso para comandar um estado que a mais de 20 anos não cresce, em não mereço ter um congresso nacional cheio de negociatas e falcatruas, eu não mereço ter um governo federal envolvido em casos de corrupção e de atitudes que margeiam o TOTALITARISMO LENINISTA.
    Sabe porque eu não mereço, porque “EU NÃO DESISTO DO BRASIL”

  • Henrique Lopes

    Todos presenciamos a desconstrução da imagem de Heloisa Helena em 2010 pelo então candidato ao Senado Biu de Lira. Essa prática o Senador Biu conhece bem.

  • luiz eduardo

    Magistrado, inclua o laranja Elias Barros. Esse camarada é laranja da pior espécie. Assim como vendem o voto por aí afora, esses laranjas vendem o espaço político, esculhambando mais ainda com a nossa frágil democracia.

  • Deraldo Francisco da Silva

    Caro Ricardo, estou satisfeito, de momento. Mas com a certeza que ainda falta a PUNIÇÃO exemplar ao candidato Elias Barros. O que ele está fazendo com a Heloísa Helena é coisa de covarde. Além de covarde, dissimulado que ameaça processar o irmão de HH, Hélio Moraes, por suposta agressão. Homem de verdade não reclama de agressão… revida na hora. A não ser pelo Luciano Balbino – que é um ilustre desconhecido, desinformado, deslumbrado e inocente útil -, todos os outros que o TRE condenou têm uma mancha no currículo. Destaco os coronéis Goulart e Brito. Este último usava uma viatura e um sargento da PM a seu dispor até para tosar a cadelinha Poodle da família. Ainda tem a história dos tênis coreanos e dos desvios na Caixa Beneficente. Em Alagoas, até as crianças sabem dessas histórias. Heloísa Helena deu a Alagoas a condição de ser o único Estado no Brasil que tem gente de vergonha na Política. Não se trata mais de escolher este ou aquele candidato. Trata-se da falta de vergonha na cara. Vergonha essa que o eleitor alagoano está vendendo.
    Um abraço!

    Deraldo

  • Vencedor

    Todo candidato só combate a corrupção antes de se eleger, após tornar-se político são iguais.

  • Há Lagoas

    É o PT fazendo escola…
    Programas eleitorais deveriam falar sobre propostas e não ataques pessoais e invencionices a respeito de outros adversários políticos.
    Os que não optam por este caminho, mentem de forma deslavada, prometendo o que não pode cumprir…
    Horário político gratuito deveria acabar!

  • Hélio

    Já sei em quem esse tal de elias barros vai votar pra senador!

  • pedro filho

    Só que ninguém tem peito para indiciar o dono dos laranjais.
    Que pena que falta macho. Se eu soubesse o nome de um eu diria.

  • o INCONFIDENTE

    LARANJA? E TEM? – SE TIVER PEGUEM ESSAS PESTES DE BOBÔNICA DE BEXIGA E FAÇAM UM SUCO BEM AMARGO PRA VOCÊS TOMAREM NO FINAL DESTE TERRÍVEL PROCESSO ELEITORAL. PORQUE “EU” VOU PRA MARTE. VOTAREI EM TRÂNSITO. SERÁ QUE ELE GANHA?

  • JEu

    Esses “laranjas” estão mesmo é podre e todo mundo sabe disso… Resta saber quem foi que comprou os tais “laranjas” e os pôs no “mercado” político…

  • carlos

    Quem disputa realmente a candidatura com o Biu? …

  • bebeto

    O ELIAS BARROS ESTA MAIS PARA UM TIRIRICA DESQUALIFICADO, DO QUE UM CANDIDATO AO SENADO,NÃO SEI COMO UMA PESSOA SE PRESTA A TAL COMPORTAMENTO, RIDÍCULO.

  • valdemir

    Sera que a heloisa não se toca, toda vez cai na no jogo desses caras. Está evidente que o cara é uma laranja podre de cores.

  • Rafaella

    E quem comprou os laranjas para atacar Biu?
    Pois é.

  • Leonardo

    Faltou o elias barros, não?!

  • Tininho

    Só esqueceram o laranja principal Elias Barros que em toda eleição fica fazendo esse papel ridículo dessa vez agora atacando o tempo todo a candidata Heloísa Helena inclusive eu parei de assistir o debate porque esse cidadão não fez outra coisa a não ser atacar a candidata o tempo todo.

  • carlos

    Os de formação militar,que exemplo bonito para os seus subordinados e filhos!Elias Barros,não faz nada já é um profissional no ramo cítrico!Todos,tem família e amigos será que os filhos,não ficam com vergonha.

  • RCesar

    O que representam êsses tais laranjas para suas pretenções?…alguns dêles talvêz só a familia vota, portanto o TRE deveria proibir esta pratica comica.

  • Ademir Cabral

    Ilmo Sr. Ricardo Mota,

    A respeito da nota do “TER dá punição exemplar a candidatos “laranjas” em Alagoas faço as seguintes ponderações:

    A candidatura do PTN é de oposição ao governo do estado, como está bastante claro no nosso posicionamento na propaganda eleitoral. Por ser uma candidatura de oposição e por entender que o eleitorado alagoano deseja mudança administrativa e política, nada mais natural do que uma estratégia que contemple o embate com candidaturas de situação.

    Por esse motivo, adotamos uma postura crítica em relação ao candidato do PP, senador Benedito de Lira. Das duas candidaturas de situação, a de Benedito de Lira é a única que tem potencial de votos que pode ser subtraído em favor da nossa candidatura, à medida que o eleitor tiver consciência do papel que o senador exerceu no governo Teotônio Vilela. Nosso embate, portanto ,se deu dentro do campo político ,sem ataques e ofensas pessoais .

    A acusação de laranja, portanto, é injusta e descabida. A afirmação de que somos “laranjas” por termos criticado o candidato Biu de Lira é simplista e equivocada. Por essa mesma régua ,o candidato Biu de Lira ,que dedicou seu tempo na TV e no rádio para atacar sistematicamente o candidato Renan Filho,seria laranja de quem ? E Renan Filho, que disparou criticas apenas a Biu de Lira, também seria laranja?

    Com argumentação tão frágil, percebo na acusação de que nossa candidatura é “laranja” uma atitude preconceituosa em relação aos pequenos partidos políticos. O que se quer mesmo é restringir a vida política nacional a grandes partidos ,aqueles que são donos das velhas práticas. Por trás desse tipo de ataque preconceituoso, está o desejo de extinguir as legendas menores e de restringir o espaço de atuação política em nosso país.

    Contando com a sua isenção, solicito a publicação deste artigo na íntegra, a fim de que o eleitor alagoano conheça a nossa posição diante de assunto tão importante.

    Atenciosamente
    Ademir Cabral
    Presidente Estadual PTN

  • JOBSON, DO SINDIMETAL

    Ricardo, parabéns ao Desembargador Otávio Praxedes pela sua brilhante e imparcial decisão. Também, seria importante verificar quantos jornais estão servido de panfleto de candidato para atacar e difamar o adversário.

  • Hélio

    Acontece que biu e renan são oposição ao governo do estado como está também bastante claro na propaganda eleitoral.