Volto ao tema porque o tema não nos abandonou.

Algumas entidades médicas têm insistido em um embate no qual já foram derrotadas: o dos profissionais cubanos.

Vale a pena lembrar: o programa Mais Médicos tem um objetivo eleitoreiro, não resolve o problema da Saúde Pública, mas não vai piorar o que já ruim demais.

O que fez o governo federal?

Provocou um falso debate, desviou o foco, e as representações classistas caíram feito meninos amarelos na provocação – tola, há de se ressaltar.

Os médicos cubanos, eis o busílis, não são piores do que os brasileiros. A eles devemos, nesse momento, solidariedade e cordialidade de anfitriões.

Negar-lhes o direito de trabalhar nas comunidades carentes – inclusive de condições mínimas para o exercício da profissão médica – é tão somente um comportamento preconceituoso.

Virtuosos e viciados

Eis que aparecem na folha de pagamento da Assembleia Legislativa mais de 20 médicos, que lá não vão – não trabalham, mas recebem do serviço público.

É claro que não cabe ao Conselho Regional de Medicina cobrar o dinheiro que esses “servidores” receberam indevidamente (alguns deles nem ao menos fizeram o recadastramento da Assembleia e vão responder a procedimento administrativo). Este é um trabalho dos fiscais da lei.

Mas, cá para nós: isso, sim, depõe contra uma categoria profissional essencial para qualquer sociedade, desde as mais atrasadas, como o Brasil, as mais civilizadas.

Que tal “emprestar” o registro dessa turma para os médicos estrangeiros?

Ou eles são mais virtuosos, éticos e qualificados “profissionalmente”?

Renan é lançado ao governo mas teme prejuízos com "precipitação"
E se eu fosse de Capricórnio?
  • nilda

    o programa mais médicos náo vai piorar o que já estar ruim, e eles vieram fazer o que??? milagre??? qual a intenção da presidente com esse programa???será que são médicos mesmo????

  • Maceioense

    Tão simples, tão claro, tão incisivo.
    Trabalhei três anos no Pam-Salgadinho e sou testemunha de que muitos dos profissionais da medicina que ali estão lotados não pagam a pena. Há os abnegados, sim; mas temos uma corjazinha de mamadores do dinheiro público que não dão a mínima para o que seria o fim de sua atividade, a saber, cuidar da saúde da população: atendem mal e faltam demais. Torço para que nossos médicos aprendam com os médicos estrangeiros a ser um pouco mais profissionais e humanos.

  • Neide Pinheiro

    Milagre, certamente os médicos estrangeiros não vão fazer, mas vão consultar as pessoas pobres e fazer medicina preventiva. Com isso reduz o número de pessoas que superlotam os hospitais em busca de uma simples consulta. Se são médicos, certamente são, e com experiência acima de 15 anos,
    Nilda, vamos receber bem esses médicos estrangeiros e cobrar mais dos médicos brasileiros. Claro que devemos continuar cobrando do Governo Federal, em parcerias com os estaduais e municipal, mais atenção com a saúde, em termos de condições de trabalho.

  • Andre

    Seria excelente se esses medicos que nao comparecem a ALE “emprestasse” seu CRM aos médicos da Ilha comunista, desde que o governo federal respeitasse a lei e fosse feito o REVALIDA. Se o governo federal anda realmente se importando com o serviço que esses medicos irão prestas a população, por que nao lhes submeteu ao REVALIDA. Por que?

  • Andre

    NEIDE PINHEIRO. Explique-me o fato do governo federal debochar da lei e nao cobrar a revalidação do diploma de quaisquer medicos formadaos no exterior, visto que o índice de reprovação no último revalida foi de mais de 90%, NOVENTA POR CENTO. O governo estava esperando a melhor hora pra anunciar tal programa eleitoreiro, e a hora havia chegado. Acabou camuflando os protestos da rua.

  • Augusto

    Mas, e os 20 (vinte) médicos que recebem sem trabalhar na assembléia são dignos de um CRM?
    Atenção conselho, é hora de agir!!

  • Rotary

    Srs. Médicos será que estão preocupados com a qualidade dos médicos estrangeiros ou com a reserva de mercado.
    O que foi noticiado ontem no FANTÁSTICO não é novidade para o povo ALAGOANO.
    O ALAGOANO que insinuar que não sabe das falcatruas da ASSEMBLÉIA é porque esta envolvido.
    O que acontece na casa de TAVARES BASTOS é público e notório desde que ALAGOAS existe.
    Não sejamos sínicos.

  • Tania Lisboa pereira

    Se o programa Mais médicos é eleitoreiro,nesse momento, o que importa mesmo é a carência de médicos no Brasil, e esses médicos sejam de onde forem irão amenizar o sofrimento dos brasileiros pobres e menos assistidos. Hoje, sabemos que muitos médicos não tem interesse em trabalhar no interior, e alguns interiores nos postos de saúdes quem faz consulta é a enfeimeira, a parteira, etc.Vamos aguardar a atuação desses médicos cubanos pra depois avaliar, a população vai dizer se é melhor ou pior com eles, o resto é conversa mole,.

  • Romao

    Pois é, Ricardo, falou certo! Conheço alguns casos de médicos que tem oito – você não leu errado não: oito! empregos para exercer a medicina, imagine! Se o problema é a qualidade no exercício da profissão, o que esses profissionais estão levando para suas consultas???!!! E se o trabalho é de prevenção, não vejo mal nenhum nas contratações; se até Enfermeiros e Farmacêuticos podem fazer o trabalho de prescrição médica porque não os cubanos, quando se é sabido que Cuba já despontou como uma das melhores gerenciadoras da faculdade de medicina no mundo.

  • Otoniel Pessoa de sousa

    Se os médicos Brasileiro continuar com essa briga vão ficar desmoralizado perante a sociedade .

  • João

    Creio que o jornalista esteja mal informado (o que é uma pena, em face da profissão que exerce). Ou está sendo malicioso mesmo. O programa mais médicos não se resume a importar médicos cubanos. 1) A abertura é para qualquer médico estrangeiro; 2) o programa prevê mais de 10 mil novas vagas em cursos de medicina; 3) Irão ser investidos mais de 10 bilhões de reais em infraestrura. Ou seja, a vinda de profissionais estrangeiros é apenas um ato primário e emergencial, que não irá tolher o investimento futuro em infraestrutura (que é essencial). A notícia, como é passada, leva crer que o programa se resume à vinda de médicos cubanos, o que, nem de perto, soa verdadeiro. Portanto, volto às minhas palavras iniciais…

  • Lion

    Não seria a hora de o CRM de Alagoas verificar a situação dos médicos da assembleia…

  • MAIS MÉDICOS DA BANDIDAGEM

    Mestre, com todo respeito, o problema não é trazer médico de Cuba, do Japão, e sim, não se fazer dentro dos preceitos legais.
    Por que os médicos cubanos não podem trazer suas famíli, por que nâo teem Passaporte, não recebem o salário pago pelo Governo, não teem direito a férias, indenização, 13, FGTS, etc.
    Aí é q está a indecencia , o crime contra o Brasil e contra esses pobres coitados que não sabem o q é democracia.
    Tenho pena do nosso Brasil.

  • Zaneli Malta Prata

    Todas as vezes que o nobre jornalista se refere ao programa Mais Médicos revela um certo ranço contra o programa, notadamente ao se referir a ele como puramente eleitoreiro, dando como justificativa para tal avaliação, precipitada ,diga-se, que não há estrutura para receber os médicos. De que estrutura o nobre jornalista fala? Quero lembrar que os médicos se dedicarão a atenção básica de saúde, não necessitando de equipamentos mais sofisticado. Quanto a a estrutura física, o MS afirmou, por meio do ministro Padilha, que todos as unidades de saúde nas quais os médicos estrangeiros trabalharão já receberam recursos para reforma da estrutura física. Se o nobre jornalista tem informação em sentido contrário que as divulgue, mas não ficar sendo contra o programa apenas sob a justificativa citada anteriormente, pois essa não é a melhor postura, vez que impede que seus leitores, dentre os quais me incluo, possam ficar informados sobre possíveis informações falsas divulgadas pelo MS.
    OBS: Não vale informações baseadas apenas no que você ler na grande mídia, pois seus jornalistas não a isenção política necessária. pata tanto.

  • tania

    RM, perfeito seu texto…. vc disse tudo…………….

  • Meire

    Concordo plenamente com você, Ricardo!!!!

  • CULPA DELA, É TRABALHO ESCRAVO..

    Trazer médicos do estrangeiro para trabalhar no Brasil ganhando cada R$ 10.000,00 por mês, mais alimentação, acomodações etc, TUDO BEM. Que venham médicos da Espanha, Portugal, Argentina, Uruguai, Paraguai, Cuba, Cochinchina, etc…, o errado no DESgoverno da idolatrada, bonita, zangada, biita, pedante, simpática, abusada inteligente nossa querida presidenta DILMA ROUSEFF, é exercer o TRABALHO ESCRAVO contra coitados MÉDICOS estrangeiros de Cuba. Se o MÉDICO é argentino, recebe seus salários no Brasil de R$ 10.000,00.
    Se o MÉDICO é espanhol, recebe seus salários no Brasil de R$ 10.000,00.
    Se o MÉDICO é português, recebe seus salários no Brasil de R$ 10.000,00.
    Se o MÉDICO é paraguaio, recebe seus salários no Brasil de R$ 10.000,00.
    Se o MÉDICO é vietnamês, recebe seus salários no Brasil de R$ 10.000,00.
    SE O MÉDICO É CUBANO, SERÁ QUE VAI RECEBER SEUS SALÁRIOS INTEGRAIS NO BRASIL DE R$ 10.000,00? UMA OVA, QUEM 1º VAI RECEBER O DINHEIRO INTEGRAL SÃO OS DITADORES CUBANOS RAUL CASTRO E FIDEL CASTRO, PORQUE CADA MÉDICO CUBANO GANHA NA DITADURA DE CUBA O EQUIVALENTE A R$ 100,00 POR MÊS, segundo o repórter Pieter Zalis, da Veja, Espia ou Oia.
    Será que o Ministério da Trabalho, cujo envolvimento recente em CORRUPÇÃO a nível nacional e porque não mundial, em torno de míseros R$ 400.000.000,00, vai processar, interditar o palácio da Alvorada, prender a mentora do exercício e prática abusiva de TRABALHO ESCRAVO de MÉDICOS CUBANOS no Brasil, de origem terrorista, nossa simpática, inteligente, bonita e fracassada presidenta DILMA VANA ROUSSEFF na educação e formação de novos MÉDICOS no BRASIL? Vai muito, porque aqui tá pior que a casa de Irene e da Noca, aqui é bom e noisses manda no que quer. Taí, a Venezuela do finado Hugo Chaves deitou e rola sem mesmo rolo de papel higiênico, o Nicolás Maduro de tão maduro passa calote na Petrobrás (Refinaria de Suape) e a presidenta DILMA aplaude, vem a Bolívia do índio das folhas de coca e talco de cocaina Evo Morales passa a mandar na Petrobrás e Brasil, tome aumento no gás e a presidenta DILMA aplaude, vem o Paraguai do ex-bispo rufião Fernando Lupo manda em Itaipu e no Brasil, aumentando na marra sua receita fora de contrato, ninguém respeita p…. nenhuma no Brasil e a presidenta Dilma aplaude,, vem a Argentina da coroa bonita e simpática Cristina Fernández de Kircher e tome esporas, rédea curta e cortadeira no Brasil, fazendo exigências fora do escolpo do Mercosul e a presidenta Dilma aplaude, vem o Equador com Rafael Correa e suas bravatas contra as empresas brasileiras que constroi obras com dinheiro nosso do BNDES e a presidenta Dilma apalude. Por último vem uma ditadura FALIDA de Cuba e determina que o Brasil faça o exercício ilegal do TRABALHO ESCRAVO com seus MÉDICOS e quiçáSÓ ENFERMEIROS cubanos, pelo viés da empresa OPAS corretora de serviços na Área de Saúde e a presidente Dilma aplaude. Presidenta DILMA VANA ROUSSEFF, prove se for capaz de que os coitados dos MÉDICOS vindo de Cuba estão recebendo os R$ 10.000,00 como recebem seus colegas MÉDICOS oriundos da Espanha, Portugual, Argentina, Uruguai, Paraguai e até da Cochinchina, como você e sabe muito bem que gosta, devido a relação mútua na casa do economês, infelizmente essa prática do TRABALHO ESCRAVO mando de uma ditadura, nada me espanta, só fica o desafio aos canais competentes do Ministério da Justiça e do MPF, para apurar se de fato a prática de tamanha aberração que afronta o Estado Democrático de Direito, existe e se existe punir a responsável e/ou responsáveis.
    Se DILMA ROUSSEFF não acompanha os meus passos, quanto mais o raciocínio. Ademais só rindo do terror implantado na nova ditadura no Brasilsilsil. Atenção FFAA, estamos em pior situação que o período do presidente deposto João Goulart.
    P/Arabutan.

  • SEBASTIAOIGUATEMYRCADENACORDEIRO

    MATERIA ; COM CERCA DE DEZ ANOS , POR DIFEREN-
    TES OBJETIVOS PESSOAIS , DO CAPRICHO AO ENCAR-
    GO , PERMANECI , POR CERCA DE DEZ ANOS , ENFUR-
    NADO EM LOCAIS REMOTOS DESTE ESTADO , CUM-
    PRINDO AS DETERMINAÇÕES QUE ME FORAM OUTOR-
    GADAS PELAS INSTITUIÇÕES EMPREGADORAS ÀS
    QUAIS ME SUBMETI , POR LIVRE E ESPONTÂNEA VON-
    TADE . CONSEGUIA ESTABELECER UM EQUILÍBRIO EN-
    TRE PERDAS E GANHOS CUJO RESULTADO SEMPRE
    FOI VALORIZADO COMO CONQUISTAS EDIFICANTES PA-
    RA A MINHA CARREIRA PROFISSIONAL . É CERTO , QUE
    ALGUNS COLEGAS NÃO SUPORTARIAM UM MÊS NA-
    QUELAS CIRCUNSTÂNCIAS TÃO LIMITADAS E DESANIMA-
    DORES . ACHO , PESSOALMENTE , QUE ESTE PROCES-
    SO SERÁ VANTAJOSO PARA TODAS AS PARTES EN-
    VOLVIDAS . OS CUBANOS , PRINCIPALMENTE ; OS PA-
    CIENTES , PELO INEDITISMO DA SITUAÇÃO E OS GES-
    TORES , QUE TERÃO, CERTAMENTE UM ARREFECIMEN-
    TO DAS COBRANÇAS POLÍTICAS E ADMINISTRATIVAS
    QUE HÁ MUITO LHES FUSTIGAM . VAI SER BOM !

  • NOJO!

    Não dá pra olhar na cara de vários personagens que estão na folha de pagamento da Assembleia… dá nojo!

    E saber que essa Assembleia não serve pra nada a não ser gastar o dinheiro que foi arrancado do miserável, através da carga de impostos.

    E o presidente ainda disse que o $$$ milhão da Biblioteca foi usado para pagar a folha de pessoal.

  • João Figueira Junior

    Ricardo, me desculpe, mas dessa vez senti vergonha do que você escreveu… Como é que é??? “O programa Mais Médicos tem um objetivo eleitoreiro, não resolve o problema da Saúde Pública, mas não vai piorar o que já ruim demais”??? E você diz isso como quem dá um bom dia??? Quer dizer que é preconceito cobrar de médicos estrangeiros que se submetam às leis do país em que desejam trabalhar??? Sinceramente, dá até preguiça ter que escrever isso aqui, a essa hora da noite, mas vou fazê-lo. Publique, se achar que deve.

    Primeiramente, não confunda e nem generalize o comportamento de meia dúzia de médicos imbecis (até porque os há também – imbecis – engenheiros, lixeiros e, como você mesmo sabe, jornalistas…) com o trabalho e a defesa que gente séria, de todas as profissões, tem feito da nobre atividade médica. Transformar, já disse aqui outra vez, o desrespeito do Governo Federal pelas leis nacionais, às quais deveria ser o primeiro a se submeter, em erro menor que o cometido por aqueles energúmenos que xingaram os médicos cubanos em Fortaleza é miopia ideológica ou talvez, pior, desonestidade intelectual de sua parte – ainda que queira desidratar sua opinião anterior, tão dura contra os médicos (você os chamou de xenófobos, lembra?), com aquela afirmação desastrada que repeti lá em cima.

    Ricardo, não se faz justiça social passando por cima das leis. Quem faz isso no presente está legitimando semelhante comportamento da atual oposição no futuro, quando esta chegar ao poder.

    Os médicos cubanos não são culpados de nada. Ninguém está lhes negando o direito ao trabalho, mas também não se lhes pode conceder o tratamento excepcional de não se submeter ao Revalida. E olhe que até aqui não argumentei que o Governo está fazendo o Programa justamente para ajudar a manter de pé o regime totalitário, desumano e criminoso dos irmãos Castro. Dou, portanto, de barato que o Governo Federal está sendo apenas, como nos demais programas assistenciais, administrativamente incompetente mas, reconheço, publicitariamente um portento, em especial quando encontra solo fértil no jornalismo que se submete voluntariamente.

    Desse modo, cria-se uma logomarca, um nome bonito, e a política pública fica para depois. A disputa, como você mesmo disse, está sendo ganha na goela, na mídia… E acredite, eu vejo esses programas por dentro, toda hora, e não sou médico, não, como pode estar parecendo aqui.

    Por fim, os médicos da Assembleia… Dizer o quê, né? Por mim, devem ser tratados com o mesmo rigor que os demais profissionais que fazem daquilo apenas um complemento de renda sem entregar a contraprestação do trabalho. Ainda assim, o comportamento individual desses senhores, embora configure grave infração administrativa (punível com demissão), inclusive com repercussão civil (eles terão que devolver os recursos recebidos indevidamente), caracteriza muito mais a realidade corrupta e patrimonialista do nosso serviço público como um todo, e que atinge todas as categorias, do que a média dos profissionais de saúde. Confrontar o vício desses 20 com uma suposta virtude dos abnegados cubanos pode ser um argumento bastante simpático aos que sofrem com a falta de médicos, mas não ajuda a esclarecer o problema. Só confunde. E João Santana, o 40º ministro, agradece.

  • Jailson Silva

    Que o programa mais médicos é eleitoreiro não há dúvidas, que os médicos estrangeiros mão irão resolver nossos problemas, também não há dúvidas, o que não pode é haver discriminação racial, pois só vejo matérias com criticas a médicos cubanos e quem mais criticam são os médicos que não gostam de trabalhar e as pessoas que não precisam dos médicos do SUS.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Grande literata do noticiário caetés e oxalá tupiniquins, R. Mota, caro Peninha! Saudações castrenses e humanistas!

    A rigor, na realidade, a bem da verdade e sem sofismas, esse tal PROGRAMA* referido pelo amigo não passa – como é sabido, consabido, ressabido, público e notório, e até a “cega Dedé”, do mercado, sabe disso – não passa de uma “forma inteligente” ludibriada, disfarçada e de uma cínica desfaçatez descabida impudência que os “PeTralhas” mensários” ou dessa corja de canalhas mensaleiros e seus demais alimárias e súcias matulas socialistas róseos de botequins e consumidores da erva fumageira e tabagista de Havana em seus charutos (eles adoram charutos, notaram?) de evasão de divisas e de nossas riquezas e espoliar ainda mais ao nosso combalido e saqueado Erário e Tesouro Nacionais, para, literal, graçola e generosamente acudir ao falido, decrépito e moribundo El comandante, um zumbi que teima em viver tal qual uma múmia, isso é mais que fato! Onde o MPF e PGR e PF, para coibirem a tais vilipêndios vorazes ao Erário nacional?
    Ou não seria um maquiavélico ardil perigoso e enganador, para que essa VERBA e esses RECURSOS “pagos aos los cubanos” sirvam ou servissem de esteio financeiro ou lastro monetário à REeleição da “sargentão” segundo dizia e diz o molusco”, a tal de D. Dil – a MÁ “mãe dos brasileiros”, que DÁ mais aos socialistas que aos seus nacionais? A “mãe” dos outros e MÁDRASTA dos brasileiros.
    Aliás, tanto o molusco antecessor quanto sua sucessora fizeram generosas doações a los hermanos Castro; ou duvidas? E, também, de modo igual, idêntico e semelhante às ditaduras africanas e até na Faixa de Gaza investiram mais de U$ 4,5 Mi, na construção de um moderníssimo Hospital do Coração – enquanto cá, na “terra brasilis tupiniquins”, nem mesmo uma UPA ou posto de saúde ou Unidade ambulatorial – temos mais de 5569 municípios compare aos quantitativos de UPAs ou PSFs eou Ambulatórios ou mesmo Hospitais Públicos (indago-lhes: quantos foram construídos nesse mais de dois lustros de petismo?)
    Ah! Paciência! Deveríamos ter, no mínimo, ao menos número igual de Hospitais nesse 5569, ou não?
    Já o disse, repeti, reiterei e o redirei outra vez: duvido e muito que todos sejam mesmos médicos – leiam em nosso Blog os vários textos sobre o tema. Eles podem ser tudo e até mesmo prestidigitadores, curandeiros ou magos e quiçá CUREM com a simples IMPOSIÇÃO de suas mãos santas, solidárias, fraternas e ALTRUÍSTICAS – como apregoam.
    Enquanto aos MAUS MÉDICOS da ALE – conforme dito por muitos – SERÁ QUE ELES SE AUTO NOMEARAM LÁ? Esse fato os torna péssimos profissionais, profissionalmente falando? É, de fato, aético, amoral, deplorável e inaceitável, mas e quantos aos outros tantos “nomeados”ou comissionados noutros escalões dos Poderes Constituídos, que são comissionados? Mas, ainda assim, não os incapacitam ao seu ofício, ou não? Ora, se deveriam ceder, por empréstimos, os seus CRMs a los cubanos e aos lo otros hermanos, no mínimo, implica em dizer que aqueles não os possuem? E, se não os tem, médicos não são, ou não? Será essa a razão de ludibriarem, burlarem ou fraudarem Leis e Constituição driblando ao REVALIDA e as demais leis trabalhistas, mediante uma abusiva MP eivada de vícios e erros infensos aos diplomas legais internacionais e nacionais?
    A busílis é simples, clara e bastante fácil de se entender: nenhum deles, dos atuais “governantes”, – esses mesmos que estão lá há mais DEZ ANOS -, nem dormem e nem morrem de preocupação com o “estado de saúde” de seu João ou de D Maria, não. Nem deles e nem de ninguém, salvo consigo mesmo e com eles próprios, desde que se mantenham nas TETAS DO ERÁRIO! E aqui, louve-se ao leitor “Arabutan”, que demonstra e tem demostrado em seus “balancetes” os desvios havidos em nosso erário.
    Acordem, brasileiros e brasileiras, é muito mais difícil e doloroso combater ao inimigo em nossos intestinos territoriais e já homiziados, entrincheirados ou bivacados e com o valhacouto deles, esses mesmo que querem se eternizarem no Poder!
    Acordai, povo brasileiro!
    Abril
    JG
    P.S.: Tenho dito há médicos e MÉDICOS, portanto, não é inteligente generalizar! ;

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Externo meus encômios ao ótimo texto do leitor João Figueira Junior, disse quase tudo, parabéns!
    Abr
    JG