O ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo, expressou-se como um homem comum – e ele não é um homem comum.

O que pensa este último sobre os partidos políticos brasileiros?

Eles são “de mentirinha”. A mais pura verdade.

Não é de hoje que as agremiações partidárias no mundo inteiro perderam a sua representatividade. Estão cada vez mais parecidas, por mais que se apresentem como antagônicas e divergentes na essência.

A crise da esquerda mundial, desde a queda do muro de Berlim, fez com que todos os partidos – e não apenas os que formavam naquele lado do embate – se diluíssem nas suas identidades.

Programas partidários não são prenúncios de virtude. O que a revela, independentemente da filiação escolhida, é o comportamento dos que exercem uma atividade que pode, sim, ser virtuosa.

O senador Renan Calheiros, no caso citado, assumiu a postura de representante de um poder, ainda que desgastado, que precisa ser preservado em nome da democracia. Criticou a crítica, não pretendeu dar um “cala a boca” em Barbosa.

Seu colega de Casa, o senador Collor, ao estilo, atacou o presidente do STF de modo a convidar para o cotejamento da biografia de ambos.

Em nome da liberdade – e da mesma democracia -, cada um há de fazer a sua escolha.

Começa a temporada dos buracos em Maceió (e a resposta da prefeitura)
Justiça manda Caixa divulgar gastos da Assembleia
  • Luiz Carlos Godoy

    “Deixa eu guardar minha boca pra comer pirão”

  • Luiz Antonio

    Ambos são gigantes em terra de liliputianos, Collor modernizou o Brasil e ajudou a varrer para o lixo da história as “verdades” de bitolados marxistas, mostrando como é bom consumir e pagou caro por isso, assinou a Lei Áurea do seu tempo trazendo o Brasil para o século XXI, perdendo assim o apoio das elites conservadoras, ainda hoje Collor atrai uma espécie de ódio uterino de certa imprensa esquerdista… E o Ministro Barbosa comete o grande pecado de dizer o óbvio, que a corrupção é quase onipresente entre seus pares e que os políticos não representam o povo brasileiro, temo pelo seu futuro, este país não é generoso com heróis nem com estadistas, daqui a pouco a mídia o crucifica.

  • Éder Rocha

    Francamente, o senador Collor é um fanfarrão.

  • WF

    Esse Collor é um fanfarrão, só os alienados caem na sua lábia senador.
    Mas uma coisa é certa, realmente não há como cotejar a biografia de um homem integro como o Min. Joaquim Barbosa com a sua.

  • Sylvio De Bonis Almeida Simões

    Este Sr, senador da República, ficou zangadinho com a mais pura verdade!? Mesmo não devendo expor seus pensamentos de cidadão, o presidente do STF está pleno de razão.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Peninha, sempre lúcido, coerente e procedente e, porque não dizer, percuciente nas brilhantes assertivas – “Cabra bom, queria ter um filho assim”, como dizia Prof Raimundo, de Chico Anísio.
    Já fiz minha escolha, Peninha!
    De há muito que não temos PARTIDOS, nem de cana e nem de fumo e muito menos representantes do povo senão deles mesmos e de cada um!
    Já teve alguém que disse que havia “uns trezentos picaretas”, no Congresso Nacional – o mensalão nem existiu, para muitos, claro! Acho que tem muito mais, mas…
    Dizem que há políticos honestos, creio que exista mesmo, mas o difícil é encontrá-los! Ou seria impossível?
    Uma coisa é apoiar o governo, nas medidas benéficas ao povo, ao País e à Nação, outra é ser mero capacho ou abdicar do DEVER de controlar a gana de poder de certos executivos, que querem se eternizar no Poder à troca de migalhas do Executivo.
    É a explícita definição sobre o Congresso Nacional, enquanto Legislativo q abdica seu papel de REPRESENTANTE DO POVO, FISCAL e CONTROLADOR de “equívocos” do Executivo, extensivo aos estaduais e municipais, q se CURVA ao EXECUTIVO em troca de obscuros interesses, e o povo que se…
    Uma coisa é apoiar o governo, nas medidas benéficas ao povo, ao País e à Nação, outra é ser capacho ou abdicar do DEVER de controlar a gana de poder de certos executivos, que querem se eternizar no Poder à troca de migalhas do Executivo.
    Notem que o PMDB tem sido SEMPRE governo nos últimos 50 anos, não?
    O executivo ata e desata, manda e desmanda, faz e desfaz emenda e RASGA OUTRAS, ou não?
    Abr
    JG

  • barakinalama

    Parabéns para o Ministro Joaquim Barbosa. Falou a pura verdade e alguns desses parlamentares que criticaram sabem muito bem que a banda toca assim.
    O exemplo disso ocorreu na votação da MP dos portos quando alguns deputados criticaram o executivo dizendo que a câmara era “O banheiro do governo” e o senado criticou essa mesma câmara dizendo que eram simples “Carimbadores” das decisôes votadas por lá.

  • roberto albuquerque

    O Senador falou o que muita gente tem vontade de dizer e não tem palanque,os membros do PT é que deveriam tambem ter coragem de abrir a boca,é melhor morrer lutando do que acovardado

  • Robson Cardoso

    Que moral esse Collor tem para criticar o Ministro Joaquim Barbosa?

  • LUIS LINS

    RICARDO,EU VI UMA PESQUISA EM UM CANAL DE TV,QUEM CONCORDA COM O JOAQUIM BARBOSA SOBRE OS PARTIDOS NO BRASIL? 97% CONCORDARAM PRECISA DIZER MAIS ALGUMA COISA.A CARREIRA POLITICA DO COLLOR ESTÁ COM OS DIAS CONTADO VAI PERDER PRA SENADOR OU GOVERNADOR INFELIZMENTE VAI SER APERTADO DEVIDO O SEU ADVERSÁRIO TEO PASSOS DE TARTARUGA NÃO AGIR COM AÇÕES RAPIDAMENTE COMO O ESTADO DE AL PRECISA,MAS DE QUALQUER FORMA ELE VAI SE APOSENTAR!FORA COLLOR!FINALMENTE!

  • Paulo

    O Ministro Joaquim Barbosa, realmente fala como cidadão e isso é ótimo. Já estava na hora de alguém falar para o nosso Brasil, o que o povo fala nas esquinas e botecos pelo país afora. Valeu Joaquim, continue na sua e nossa luta contra a imoralidade deste nosso Brasil.

  • RC

    Ricardo, o Ministro Joaquim Barbosa somente expressou aquilo que a população já está cansada de saber, que os políticos, com raríssimas exceções já não representam a população. Em relação ao Senador Collor, acredito que elle representa muito bem a si próprio.

  • ROBSON FARIAS

    MAGNATA DA ESCRITA! COLLOR TEM BIOGRAFIA?

  • EMBATE?

    Todos os dias, ou um dia assim e outro também, entre o governar SEM divisão equânime das riquezas produzidas x FALTA de seriedade no trato da coisa pública, os indicadores apresentados são dados OFICIAIS do próprio governo através das LOAs, réu confesso das coisas erradas. Se o governo Federal tiver determinação do fazer aliado ao “PENSAR GRANDE”, basta apenas solução para o maior problema do BRASIL, nada ++++ que a FAMIGERADA DÍVIDA PÚBLICA FEDERAL. Vamos analisar através de uma peça teatral, com seus “Atos”:
    1º ATO: Em 1994 o presidente ITAMAR FRANCO deixou uma DPF – Dívida Pública Federal de apenas R$ 60 bilhões ao seu sucessor FHC.
    2º ATO: De 1995 a 2002 o presidente FHC deixou uma DPF – Dívida Pública Federal de apenas R$ 645 BILHÕES, face a:
    2.1-Consolidação de R$ 279 bilhões em dívida dos Estados, Distrito Federal e Municípios;
    2.2-Consolidação de R$ 143 bilhões das Estatais;
    2.3-Pelo PROER R$ 63 bilhões para evitar a quebradeira do sempre aquinhoado pobre de RICOS, leia-se
    Sistema Financeiro;
    2.4-Tomou empréstimos de R$ 100 bilhões.
    2.5-++++ os R$ 60 bilhões deixados por ITAMAR FRANCO.
    2.6-Do TOTAL de R$ 645 bilhões da dívida, R$ 485 bilhões foram transformados em créditos.
    No entanto FHC pagou só R$ 2,079.5 TRILHÕES pelo Ministério da Fazenda a DÍVIDA PÚBLICA FEDERAL em JUROS, AMORTIZAÇÕES, REFINANCIAMENTOS E ENCARGOS, é aí que queremos ++++ explicações do governo, que pela omissão deixa os BRASILEIROS chupado dedos e zuruó da cuca.
    3º ATO: De 2003 a 2010, o presidente LULA deixou uma DPF – Dívida Pública Federal de apenas e nada ++++ do que míseros R$ 2,388 TRILHÕES, mas para bater o recorde de FHC, TORROU apenas migalhas de R$ 5,041.5 TRILHÕES, via MINISTÉRIO DA FAZENDA a títulos de JUROS, AMORTIZAÇÕES, ENCARGOS e REFINANCIAMENTOS da DPF, nos Códigos Orçamentários nº(s): 25.000, 71.000, 74.000 e 75.000.
    4º ATO: De 2011 a 18/05/2013, a presidenta DILMA já TORROU mais de R$ 2,056.2 TRILHÕES com o mesmo MINISTÉRIO DA FAZENDA a títulos de JUROS, AMORTIZAÇÕES, REFINANCIAMENTOS e ENCARGOS da DPF.
    5º ATO: Em 1994 a DÍVIDA PÚBLICA FEDERAL era de apenas R$ 60 bilhões, de 1995 a 18/05/2013 FHC/LULA/DILMA torraram R$ 9,177 TRILHÕES com a mesma Dívida Pública Federal e ainda estamos devendo uns míseros R$ 3 TRILHÕES, é porque tomaram mais de R$ 5 TRILHÕES em forma de EMPRÉSTIMOS, resta saber o paradeiro, que diante dos fatos o governo Federal omisso está para fazer uma AUDITORIA. É de bom alvitre mencionar que esses OMISSOS R$ 5 TRILHÕES, são ++++ do que suficientes para ter resolvido todos os grandes problemas da CIDADANIA, tais como:
    5.1-EDUCAÇÃO.
    5.2-SAÚDE.
    5.3-SEGURANÇA.
    5.4-INFRAESTRUTURA.
    5.5-GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA.
    Se não acompanham nossos passos, quanto ++++ o raciocínio. Presidenta DILMA ROUSSEFF, já que é a 2ª MULHER ++++ importante do mundo, pode sem sombra de dívidas ser a MAIOR ESTADISTA do universo, é só fazer AUDITORIA na DPF, e os problemas financeiros estão resolvido, face a aos números oficiais, que a FAMIGERADA DÍVIDA PÚBLICA FEDERAL já foi P A G A, PA GA, PAGA, certamente já.
    Diante só rindo do voto errado.
    P/Arabutan.

  • Ivonete Moura

    O Ministro Joaquim Barbosa me representa.

  • Reinaldo

    Concordo com o discurso do Collor e gosto que com ele não tem meias palavras. A atitude do Joaquim realmente não foi correta e os apontamentos do senador foram muito coerentes.

  • ARTUR

    O Brasil discretamente oficializou o regime Venezuelano.
    Estamos representados e governados por partidos ¨diferentes¨e interesses iguais: poder e dinheiro.
    Acredito que o ministro JOAQUIM BARBOSA está ferrado dentro deste serpentário, alguma cobra o acertará com uma picada do veneno mortal.
    O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA FALOU O QUE SABEMOS E ACERTADAMENTE.

  • Barbosa

    Aqui faço minha comparação, o Ministro Joaquim Barbosa, é um homem simples de familia humilde. Estudou, trabalhou e chegou ao posto de Ministro, é um homem honrado que representa as pessoas de vergonha, as pessoas de carater e que fica indignado com as mazelas do nosso Brasil, quando abre a boca é para falar a verdade e isso icomada os facínoras.

    Qaunto ao Collor….. dispensa comentários.
    Só lembrando, Collor x Ronaldo Lessa viviam se xingando quando eram adiversários dee momento, hoje são amigos de infancia.

    Collor x Lula, essa é otima, quem não lembra da campanha presidencial? Collor denigria a imagem de Lula aos quatro conto do Brasil, o acusou de ter forçado uma ex-namorada cometer um aborto, até localizou a jovem filha de Lula e usou na sua campanha. Hoje Collor é amigo irmão de Lula e Dilma (PT), então eu deixo a pergunta.

  • João

    Collor, sempre elle.Quem não o conhecer, bem pode comprá-lo…

  • Cris Elis

    ELLE tem um imenso telhado de vidro, na vida pública depois de tudo que fez ao nosso estado e a nação, queria ver elle candidato por outro estado da federação só ganha aqui mesmo.

  • Alfredo Massaranduba

    A biografria do ministro é irretocavel. E a do senador? Só pode ser brincadeira collorida…

  • viajante

    na teoria todos pensam como Joaquim Barbosa, mas na hora de votar todos votam como o papudinho da esquina que troca seu voto por uma lapada de cana

  • Marcelo

    NÃO ME FAÇA RIR, RICARDO. COMPARAR JOAQUIM BARBOSA COM ESSA “PESSOA”, É, NO MÍNIMO, UMA PIADA DE MAU GOSTO. POR AQUI( ALAGOAS )NÓS SÓ TEMOS POLÍTICOS MEDÍOCRES. BAIXO NÍVEL.

  • Joana Macedo

    Joaquim foi muito infeliz nesse comentário, não acho que a política esteja toda igual e temos o Senador Collor, mostrando que da a cara a tapa e não tem medo nem papas na lingua

  • Frederico Farias

    Robson Farias, permita-me responder à sua pertinente pergunta:NÃO, O PRÍNCIPE NÃO TEM BIOGRAFIA…
    Abraços decromáticos, digo, decramóticos, pera….de-ma-cró-ti-cos….ah, sei lá!

  • acosta

    Collor, um eterno fanfarrão! Lembro quando ele era presidente e adorava criar factoides!
    Figura caricata que vive da ignorância do povo!

  • Helen Nogueira

    Na minha opinião o discurso do Senador Collor foi muito coerente, o Ministro Joaquim Barbosa tem que respeitar os Partidos Brasileiros, achei a atitude do Ministro antiética, ele sendo um homem público tem que ter cuidado com o que diz, tem que medir as palavras.

  • Alê alves

    O que o Ministro Joaquim Barbosa falou é a mais pura verdade,pois os políticos não estão nem ai para os interesses da população,mas sim para os seus $$$….

  • Alceu

    Quantas saudades do nosso presidente,elle ajudou muito a destruir o Estado de Alagoas, bem como o Brasil; e, você que vota nelle vá para ponte que caiu.

  • Manoel Lopes Rocha Tavares

    O ministro Joaquim Barboza me representa

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Peninha, compartilhei seu texto e ele não foi pro Face, o que houve?

  • Justiça.

    O Ministro me representa!

  • Flávio Dourado Gonçalves

    Falar que o Povo e representado pelos Políticos, é uma piada de mau gosto, eles estão acabando com o Pais, espero que o Povo acorde. Comparar o Joaquim com o Collor, é mesmo que comparar Nosso Senhor com Zé Buchudo.

  • José

    Querido marajá de 4 anos, você saiu da toca.

  • J. Oliveira

    Elle não gosta de trabalhar, mas adora viajar. Você tem coragem de manter essa mordamia para elle?

  • Manoel Lopes Rocha Tavares

    O ministro fala por brasileiros cansados de pagar tanto imposto pra de certa forma financiar esses escandalos políticos, crise já estamos a algum tempo provocado pelo descredito e pela impunidade. A democracia não significa apenas ser obrigado a votar, eles precisam convencer que vale a pena votar. Que teremos asseço a sáude publica, comida na nossa casa, educação boa, segurança e serviços publicos de qualidade! E finalmente um politico que de fato nos represente!Agente quer eleição limpa e politico ficha limpa!Eu acho até que ainda tem,mais cadê, onde tá o candidato com histórico limpo!