Com os números na mão, o procurador do Ministério Público de Contas Gustavo Santos já chegou ao valor do duodécimo que a Câmara Municipal de Maceió deve receber em 2013: R$ 42.281.296,46.

Isso significa uma redução de R$ 8 milhões em relação ao ano passado, contrariando o pretendido (e negado publicamente por alguns vereadores) aumento de R$ 5 milhões.

O integrante do MP de Contas só faz uma ressalva: o valor do repasse pode ser maior caso a Câmara de Vereadores pague a folha de inativos.

Os números ainda não encerram a polêmica. O procurador Gustavo Santos, entretanto, se baseou nos dados enviados – a seu pedido – pela Secretaria de Finanças de Maceió. Ele solicitou – e recebeu – os valores dos repasses à Casa de Mário Guimarães entre os anos de 2009 a 2012.

Agora, ele vai enviar o seu parecer para o prefeito Rui Palmeira.

O projeto de Lei Orçamentária se encontra, ainda, em análise na Prefeitura de Maceió.

Câmara: procurador alerta Rui Palmeira para "crime de responsabilidade"
Ex-secretário de Lula e de Dilma comanda campanha pela saída de Renan do Senado
  • thiago barros

    Não dá confusão!!!!

  • thiago barros

    Vai dá confusão!!!!!

  • Sandro

    Agora quero ver Rui!!!!!!!

  • Valdemir

    Câmara deve perder R$ 8 milhões de duodécimo em 2013. Quem vai acreditar nisto!
    Conversar para boi dormir. Todos sabem que, na prática, a realidade será outra.

  • Joao

    E esse procurador está baseado nos números certos ? Ainda vai rolar muita água nisso…