Havia uma boa dosagem de preconceito na expressão “República das Alagoas”, que a mídia nacional usava, cotidianamente, durante o governo do ex-presidente Collor. 

Foi, sem dúvidas, uma fase trágica da vida política nacional. Mas a motivação não era o fato de que um pequeno grupo local – de Alagoas – se beneficiava da presença de Collor no Planalto (o que era verdade). O buraco era muito mais em cima. 

Nunca foi contaminado pelo “bairrismo”, a defender uma tal alagoanidade de que se fala. Para mim, a espécie é uma só – no que tem de bom e de ruim.

É claro, há características particulares em cada região do país e do mundo. Mas as diferenças abissais na essência do homem inexistem.

Naquele ano de 1992, com os escândalos estourando a cada dia na imprensa nacional, a “República das Alagoas” era sinônimo de encrenca. Jornalista adora rótulos, e aquele parecia perfeito.

A feijoada de sábado, “patrocinada” por Cleto Falcão, em Brasília? República das Alagoas.

O jato – Morcego Negro – de PC Farias? República das Alagoas.

O breganejo assumindo a parada de sucesso no rádio e na TV? República das Alagoas.

O cinema nacional morto e sepultado? República das Alagoas.

O Brasil virou o país do mau gosto dos novos ricos? República das Alagoas.

A cascata da Casa da Dinda? Pois é. 

Era insuportável viajar e ser provocado por onde qualquer alagoano passasse.

Não seria, entretanto, o essencial – nem nunca será. Mas bem que doía. 

A saída de Collor da presidência da República deu ao Brasil a convicção de que, enfim, vivíamos numa democracia. 

O ex-presidente é responsável por, pelo enos, um grande acerto: a escolha do seu vice, Itamar Franco, um homem identificado com a luta democrática e que não carregou – como deveria – os louros pelo Plano Real. 

O histórico do que foi a desajuizada permanência de Collor no Palácio do Planalto já está em livros e, neste final de semana, abundantemente na imprensa. 

Fico aqui, apenas, com o foi o meu alívio, então: em 29 de setembro de 1992 ruiu a República das Alagoas.

Diário do esquecimento
PT aposta em Zé e no Sertão para eleger prefeitos
  • Carlos Alberto Moliterno

    Foi um alívio para todos nós que acreditamos que esta terra ainda possui homens e mulheres de bem, mesmo na política, embora as decepções se multipliquem a cada dia.

  • Jeconias Justino

    Seria muito bom se esse tivesse sido único caso de corrupção do Brasil. Quantos casos são ignorados pela mídia de proporçoes até maiores. Divulgue a situação triste da educação, segurança, saúde em Alagoas.

  • coruripense URGENTE

    ATENÇÃO GOVERNO DO ESTADO E MP AQUI EM CORURIPE ESSA ELEIÇÃO ESTA MUITO VIOLENTA TEM UNS HOMENS ARMANDOS BOTANDO MEDO NA POPULAÇÃO MAIS ATENÇÃO PARA ESSA ELEIÇÃO SE NAO VAI DA M… AQUI !

  • fernandez

    Se comparado aos escandalos do governo FHC e LULA,foi um absurdo destituir do poder o presidente Fernando Collor.São 20 anos de injustiça contra alguem que colocou sua cara a tapa e não cersiou a imprensa de fiscalizar as denuncias

  • Celso Tavares

    Perfeita. Em Minas, aguentei muita gozação.

  • bbarbosa

    Ha 20 anos ruiu a Republica de Alagoas, foi um alivio para a população de Alagoas e do Brasil. Agora todo cuidado ´e pouco para não termos a ascenção do Rei Renão I. O homem ´e um tremendo enxadrezista, extrategista, de uma habilidade incomum e, se os pol´iticos serios do sudeste e sul não tomarem cuidado, ja era, a nova dinastia brasileira ira começar. E viva o Rei Renão I. Obs.: Meu computador não esta pontuando corretamente o acento agudo, motivo pelo qual algumas palavras com esse acento estão grafada incorretamente.

  • DÊVIS KLINGER

    Fico muito à vontade ao tratar de um tema que foi objeto de estudo…em 1992 participei indiretamente (aos 15 anos de idade) do processo de impeachment…Logo, em 2002, liderando junto com + alguns, o movimento FORA COLLOR em Alagoas, tive a incerteza da certeza…Fico triste até hoje por ter enveredado, uma perseguição platônica contra o ex-presidente, eis que nada, absolutamente nada do que se faz atualmente é diferente do que fizeram no passado… parece até que está pior…Como combater o incobativo?
    Primeiramente temos que treinar e educar o nosso querido povo alagoano…

  • luiz antonio maciel de araujo

    Collor acertou em inúmeras coisas o senhor sabe mas insiste sempre em omitir no seu blog, não está sozinho acho que a maior parte da imprenssa é assim, só me angustia porque o senhor é um formador de opinião sério a quem adimiro há mais de uma década, no entanto sonega às novas gerações que Collor queiram ou não deu um choque de modernidade em todos os setores da indústria nacional, informática, telefonia celular, siderurgia, automobilística, calçados, na educação os CIACs e no social o odiado Estatuto da Criança e do Adolescente, foi um pacifista enterrando de vez o programa nuclear brasileiro com fins armamentistas, não criou obstáculo as investigações como seus sucessores, nem, supremo erro, remunerou uma base parlamentar que o apoiasse, essa é a história que precisa também ser contada. Do seu adimirador Luiz Antônio

  • Rafael Alencar

    O homi foi por 2 anos presidente do Brasil e não arrumou Alagoas! 8 anos como Senador e nada! é realmente um imprestával! Fora Collor pra sempre!

  • J.Monteiro

    Meu caro Ricardo Mota, se verdadeiramente o Brasil fosse um “país sério”, se tivéssemos aqui instituições sérias, e uma imprensa livre e séria, qual teria sido o destino final do deslumbrado, do líder maior dos mensaleiros e aloprados, Lula, o fanfarrão? Quantos escândalos pipocaram, quantos ministros podres, ele deixou para sua aplicada aluna, a Dilma? Qual foi o ponto forte do governo dele? Que mudança, (isso mesmo, no singular), ele implementou nos oito anos de DESgoverno? E a Dilma, o que fez de diferente até agora? Listem os escândalos do período do Collor, e façam um comparativo com as dezenas deles patrocinados pelos PTralhas e seus cúmplices, e veremos que Collor foi um “imberbe”, um infantil, um néscio, diante do projeto de tomar e se manter no poder a qualquer custo, idealizado e comandado por Lula, e os lacaios que ainda hoje, vivem lambendo-lhes os pés. O julgamento do mensalão está em pleno andamento, e o chefão Lula, continua por aí, dando rizadas, falando besteira, livre, rico e solto. Isso é Brasil, o país da empulhação, e da safadeza.

  • Marcus Robson Filho

    Ricardo, seu texto expressa com lealdade o sentimento dos alagoanos quanto àqueles fatos. Sobbre o que disse o comentador “fernandez”, mesmo se comparado com outros escândalos, não foi um absurdo destituir Collor. Já o comentário de “luiz antonio de maciel araujo”, dizer que Collor deu “choque de modernidade”, e não dizer a que preço, quantos empregos no Brasil isso gerou, é não compreender a política neoliberal, que teve seus passos iniciais no Brasil exatamente no Governo Collor, e que foi uma trajédia para os países periféricos como o Brasil.

  • RM por favor.

    O nosso CH tem esquecido as vezes de publicar nossas paupérrimas broncas, coisa que é difícil de RM fazer, mesmo assim vale registrar o que acabo de enviar ao nobre CH, na integra:”Meu guru Cláudio Humberto, tenho certeza que você deixa de publicar minhas broncas de Trilhões de Reais, não para favorecer a quadrilha da DESgovernabilidade desde FHC/LULA/DILMA, que PAGARAM de maneira VERGONHOSA, mais de R$ 8,6 TRILHÕES a uma dívida deixada pelo ex-presidente ITAMAR FRANCO de apenas R$ 60 BILHÕES, dá para imaginar? Imaginar que ainda devemos mais de R$ 3 TRILHÕES? Ômiseumininu vá passar a mão boba assim, só depois do cafundó do judas, que nada só tem no aí os tolinhos do Palocci e Mantega, que tomaram emprestados só a nada mais do que uns míseros R$ 4 TRILHÕES. BRASIL, estamos falando em R$ 4 TRILHÕES, que estão no NINGUÉM SABE, no NINGUÉM VIU ou no DORIL SUMIU? Boris, isto é mais que uma vergonha? Aqui prá nós é mais que uma vergonha, só na ROUBALHEIRA da ÉTICA e da MORAL. Na miscelânia CH, se você PAGA R$ 8,6 TRILHÕES a uma dívida de R$ 60 bilhões e ainda está devendo R$ 3 TRILHÕES, é porque no mínimo tomou emprestado R$ 4 TRILHÕES! Cadê os R$ 4 TRILHÕES de dinheiro LULA, DILMA? No bornar do passarinheiro, só com esporas nas sarneas! No filme faroeste só tem artistas, falou e dizeu. Diante só rindo dos que não acompanham os meus passos quanto + o raciocínio. Acorda Brasil, acorda Dilma enquanto é tempo.
    P/Arabutan.

  • sara

    Ruiu a República das Alagoas (felizmente),e hoje temos a República do mensalão!

  • pedro

    Nada mudou no Brasail, hoje temos a República do PT ou República do LULA com MENSALÃO E TUDO.

  • EITA RUIU..

    Veja se pode, só este ano até o dia 25/09 o minha querida idolatrada bela simpática fulô presidenta DILMA ROUSSEFF, pagou no Orçamento/2012 só R$ 1,325.08 TRILHÃO, isto com uma ARRECADAÇÃO de apenas R$ 779,71 BILHÕES, é mais um milagre brasileiro, Na façanha do PAGAR + com um GANHAR -, é que já gerou uma DÉFICIT, ROMBO, BURACO de nada mais do que MÍSEROS R$ 545 BILHÕES!!! Será que aí tem, quem sabe, só o Mensalão com apenas uns R$ 73 milhões já deu o que está dando, quanto mais com a Dívida Pública Federal de R$ 60 BILHÕES em 31/12/1994 que a “TRIPA” FHC/LULA/DILMA já PAGOU mais de R$ 8,6 TRILHÕES e ainda estamos devendo cerca uns R$ 3 TRILHÕES, na lógica mais racional e factível, tomaram emprestado neste período no mínimo uns míseros R$ 4 TRILHÕES ou não? O que resta saber o paradeiro dessa dinheirama de R$ 4 TRILHÕES, porque até agora está no ninguém sabe, no ninguém viu ou no doril sumiu? Só acha com AUDITORIA, se cuida Palocci e Mantega, + longe já teve, tá + perto, eita povinho equus asinos primos dos catengas e lagartixas do iôsin e do sinsiô NO VOTO ERRADO.
    Diante só rindo!
    P/Arabutan.

  • Rosita Cardoso Silva

    Passados vinte anos fico a imaginar porque não destituíram o Lula, quando estourou o mensalão se o que aconteceu na época do Collor é irrisório comparado ao valeroduto?
    Só temos uma resposta: O congresso foi inundado pelo valerioduto.
    O Collor foi burro ao não liberar o pcduto.

  • Shofia Aquino

    De tudo isso fico triste de uma coisa: É essa geração mais nova não conhecer os fatos DA ÉPOCA in loco, só o que estão nas revistas, blogs e livros. Quem conhece a história e participou do processo sabe que a história escrita não representa a verdade em sua totalidade, é uma pena. COLLOR realmente foi destituído do poder, mas, para inicio de conversa e não posso me prolongar, NÃO FORAM OS CARAS Pintadas QUE CONSEGUIU ESSA PROEZA como a mídia prega todos os dias. De resto, a quem interessar vá as pesquisas.

  • Humberto Silva

    Collor precisa ser o prefeito de Maceió, acho que de uma só braçada, tirava essa bandelheira de come e dorme, incompetentes para o serviço público, principalmente a guarda municipal, SMTT e Saúde.

  • VEJA BEM

    Se o Collor tivesse deixado o orgulho de lado, e contratado o Lula como acessor especial para assuntos mensalórios náo teria levado um chute na bunda e ainda teria se reelegido.

  • carlos

    CARO RICARDO,

    SE comparramos com lula, ze dirceu, valerio, mensalao…. o que COLLOR FEZ foi cafe PEQUENO.

  • carlos

    PS: DEVERIA ser julgado em pequenas causas…..

    so que hoje tem bolsa familia

  • nado

    ERA UMA FESTA. TODO MUNDO DE JATINHO!!!

  • Antonio Carlos Barbosa

    Infelizmente o Collor não mudou com o tempo e jamais mudará, pois a sua essência é intocável. Continua o mesmo.