É muito evidente, se olhamos com alguma atenção e sem paixão, que Duda Mendonça fez história: todos os programas, com tempo de TV e produção, tiveram o mesmo formado, no primeiro dia. 

Há uma máxima no meio de propaganda: “Em publicidade nada se cria, tudo se copia”.

O próprio Mendonça se inspirou na linguagem – internacional – de documentários para estabelecer o padrão que é seguido por todos os marqueteiros políticos do país.

Pois bem: com exceção do pronunciamento de Ronaldo Lessa, falando sobre as decisões da Justiça local, contra o registro da candidatura dele, todos os demais contaram as suas trajetórias. Na linha: “Esta é a sua vida”.

Os planos de câmera usados foram exatamente iguais – os candidatos e depoentes falando lateralmente, como se estivessem dando uma entrevista (ao modo dos documentários, que Duda Mendonça consagrou quando lançou o “Lulinha Paz e Amor”).

As músicas dos candidatos, impressionantemente, parecem ter sido feitas pelo mesmo compositor de jingle: começam lentas, têm uma “virada” de bateria ou percussão e aceleram no coro de muitas vozes – masculinas e femininas.

Parecem ter vindo de uma linha de produção industrial.

Tudo bem: é o que tem dado certo? Ao que parece, sim.

As campanhas são feitas para “emocionar”, tocar o eleitor.

Mas eu espero um pouco mais de criatividade.

Afinal de contas, se todo mundo acha que a disputa, propriamente, só começa com o horário eleitoral do rádio e da TV, que aconteça algo diferente – para isso são muito bem pagos os marqueteiros e as produtoras.

É verdade: o jogo bruto ainda vem por aí. Vamos ficar sabendo quem tem os melhores malvados ao seu lado. Mas que, pelo menos, sejam criativos e respeitem as crianças na sala.

Alves Correia: de "derrubado" a assediado
De Brasília, Renan "segura" candidatura de Lessa
  • Ruslan Queiroz

    Exclusivamente para os MARQUETEIRO dos candidatos a Prefeito e a Vereadores!
    .
    Veja esta eleição nas REDES SOCIAIS como a cópia de 2010, com acerto e TODOS os ERROS, já anunciados neste BLOG.
    .
    As EQUIPES de MÍDIAS SOCIAIS não estão fazendo o “DEVER de CASA” numa campanha sem NOVIDADES usando FERRAMENTAS de USO dos INTERNAUTAS.
    .
    Segue os tópicos citados na entrevista [ PODEM USAR EM SUAS ESTRATÉGIAS DE CAMPANHA]
    .
    – Ser o mais NATURAL em suas postagens de textos, vídeos;
    .
    – CURTIR e COMPARTILHAR as postagens dos seus “S-E-G-U-I-D-O-R-E-S” [ Quem não Gosta de ser CURTIDO pelo SEU CANDIDATO?];
    .
    ** COMITÊ VIRTUAL: [ Com FORUM no seu BLOG/SITE]
    .
    A] Separar MACEIÓ por REGIÕES, engajar líderes locais;
    .
    B] No site permitir o envio de FOTOS e VIDEOS dos problemas do Cidadão naquele BAIRRO;
    .
    C] O CANDIDATO, após receber o vídeo, visita o LOCAL e faz um “VÍDEO REPOSTA”.
    .
    ** VISIBILIDADE
    .
    – Usar o INSTAGRAM e FOURSQUARE em suas caminhadas;
    .
    – Fazer um passeio ciclístico e fazer CHECK-IN em PONTOS CRÍTICOS e COMPARTILHAR;
    .
    – Postar nada além de 10 fotos por caminhada;
    .
    – Usem o TWITCAM ou HANGOUT, FALE com seus SEGUIDORES, custa?
    .
    ** EXCLUSIVIDADE DE “VERDADE” PARA AS PESSOAS DAS REDES SOCIAIS.
    .
    – Utilizem no seu Site/Blog o QR CODE com acesso a VÍDEOS ou APP´S exclusivo, melhore o canal de vídeo, agradecimento sem vídeos com ação não trás engajamentos.

    .
    “Na televisão, NADA SE CRIA, TUDO SE COPIA”. – CHACRINHA
    .
    Em campanhas MORNAS, sem EMOÇÃO,também segue esta mesma linha.

    NOTA: Estas ferramentas AJUDAM na VISIBILIDADE, o que não é garantia de VITÓRIA na Eleição.

  • servilio amorim

    Que contradição Ricardo?
    “Malvados” com crianças na sala?
    Penso, que já estamos cheios de candidatos emporcalhando a nossa sala.
    O candidato tem que mostrar família, o respeito e carinho dos amigos. Tem que mostrar que os mais velhos tem orgulho de com ele ter convivido e acompanhado a sua infância. Tem que mostrar o que fará para dar qualidade de vida à Maceió, artigo desconhecido, entre nós.
    Agora se o cara, só fez maldade quando assumiu o poder maior. Se o cara sempre comprou voto e agora “denuncia” a compra de votos. Se o cara no “meio” em que ele convive, é conhecido como “formiga de roça”, então chame os MALVADOS para enganar o povo, mostrando esses “velhos caras-de-paus”.
    Eu estou satisfeito com o meu candidato, porque ele não é malvado.
    ACHO QUE OS MALVADOS JÁ TIVERAM SUA CHANCE, E NADA FIZERAM PARA DAR QUALIDADE DE VIDA PARA MACEIÓ.
    CONTINUAR FAZENDO OS QUE OS OUTROS JÁ FIZERAL, ISSO SIM, É UMA MALVADEZA.

  • paulo

    esta escola foi a dramatologia do qual a oficina da globo promove a vários anos. A vida emita a arte e a Politica emita a mentira.

  • Aldeir

    Avaliação geral das campanhas em Maceió:
    Rui: Líder também na qualidade.
    Ronaldo: Faz o meio de campo.
    Galba: Candidato propositivo e de conteúdo.
    Jeferson: Farofeiro.
    Rosinha: 0
    Fleming: Surpreende como pode.
    Sérgio Cabral: Desconheço.
    Nadja: Candidata inteligente mas campanha fraca.