A entrevista abaixo foi publicada na edição de hoje da Folha de São Paulo.

O blog a reproduz na íntegra.

Brasil reduzirá homicídios com perícia, diz ministro

Governo vai equipar e treinar investigadores e peritos para diminuir impunidade

Com investimento de R$ 53 mi neste ano, projeto-piloto será em Alagoas, em parceria com governo local

NATUZA NERY
DE BRASÍLIA

O governo federal prepara sua versão “CSI” para reduzir os altos índices de homicídios no país. A referência ao seriado norte-americano resume o foco do programa: equipar investigadores e centrar na perícia para solucionar crimes e reduzir a impunidade.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, antecipou à Folha o plano. O projeto-piloto será em Alagoas, Estado mais violento do país, de acordo com a União.

Neste ano, serão R$ 25 milhões do governo federal e outros R$ 18 milhões do Estado de AL só para a aquisição de equipamentos, como as famosas maletas usadas pelos investigadores no seriado de TV.

“Há problema de recursos, mas se joga muito dinheiro fora em segurança pública.” 

Folha – Qual o foco do projeto?
José Eduardo Cardozo – Começar pelo local mais violento, numa parceria com o governo local. Note-se que ele é governado pelo PSDB. Estamos tratando a violência como questão de Estado; não pode haver jogo de empurra.
No caso de Alagoas, vimos que a impunidade era um fator decisivo na elevação da criminalidade.
Outro foco é a informação: a partir de 2013, o Estado que não abastecer o sistema federal com dados padronizados não receberá verba para segurança. Está na lei e vai ajudar muito o diagnóstico.

Falta de investigação reforça a impunidade?
Sim. Das 604 solicitações de perícia feitas até maio [em Alagoas], 97% estão pendentes. Dos 412 inquéritos instaurados, metade está pendente.
Existem mais de 3.000 laudos periciais pendentes e 3.000 mandados de prisão em aberto. Grande parte dos homicídios, 52%, ocorre só em Maceió e Arapiraca.

E para combater a pistolagem?
A Polícia Federal vai entrar no combate ao crime organizado, com foco para esquadrões da morte. Gastaremos R$ 25 milhões federais para aquisição de equipamento, inclusive aquelas maletas de perícia.
Mandaremos para lá peritos da Força Nacional enquanto o Estado contrata peritos e policiais por concursos. Vamos criar, em julho, a delegacia de homicídios e dar curso de investigação de homicídios.

Mas isso resolve o problema dos inquéritos?
Dividiremos o Estado em distritos. Acompanharemos, em uma sala de situação, a evolução da violência uma vez ao mês. Farão parte governador, União, Ministério Público, Justiça, polícias.
Faremos força-tarefa no sistema prisional e outra para agilizar inquérito. Nas áreas violentas e de consumo de drogas, vamos implantar mais de cem câmeras de vídeo. Vamos distribuir rádios, helicópteros.
Nós e o governador Teotônio Vilela estamos comprando tablets para os policiais.

Não precisa desarmar o Estado?
Vamos ampliar os postos de arrecadação e destruir armas acauteladas . Elas ou são roubadas ou “saem” à noite para “passear” e depois voltam. Vamos destruir mais de 2.000 no lançamento do programa.
O governo de Alagoas bonificará o policial por arma apreendida, de R$250 a R$ 400.

No caso do executivo da Yoki, a perícia desvendou as circunstâncias em poucos dias…
É esse padrão que queremos dar a Alagoas e ao país. Nenhum Estado está adequado aos padrões internacionais.

Pinto de Luna e Joaquim Brito trocam farpas no facebook
Dirigente do Ministério da Justiça explica plano em reunião no Palácio
  • LUIZ ALBERTO

    Policial liso e com TABLET na mão, agora a segurança em Alagoas vai! Os bandidos irão assaltar os policiais e vão viver “de boa” nas rede sociais! A cachoeira da insegurança levou junto o governo Teotônio!Chuaaaaaaaaaaaaaaa!

  • Sátiro

    O samu vai ajudar muito,inclusive já tem médico na direção do I.M.l..Alagoas agradece!!!Párabéns!!!

  • JANE MIS

    Sr.Ministro e Sr. Governador, a Segurança em Alagoas não precisa de Tablet e sim precisa de investimentos na Educação e consequentemente segurança. Acredito que a solução não é com o Tablet na mão. EX:O IML precisa urgentemente de serviços e equipamentos(RAIO X é um deles. Comparar “CSI” não temos que comparar nada e sim, buscar soluções a pequeno prazo e acabar de vez com a impunidade e violência em nosso Estado que já virou piada.

  • Barbosa

    É impresionante como tem gente que só sabe criticar,”Luiz Alberto” deixa ver pelo menos se vai dar certo, você parece que faz prte grupo dos contra, pelo menos alguma coisa está sendo feito.

  • AAraujosilva

    Taí, gostei dos ‘tabletes’!!!
    A bandidagem vai sumir, vai
    correr que só o diabo da cruz,
    quando souber que a ‘puliça’
    tá cheia de ‘tabletes’ no
    combate e perseguição aos
    bandidos. Adeus violência…

  • Revano

    Excelente projeto, era esse tipo de policiamento que existia na época do Governo Militar, se um bandido desse um tiro no Sertão era pego em menos de dois dias, não havia como escapar da Polícia, nem que se escondesse de baixo da cama. Agora sim, os homicídios em Alagoas vai cair pra quase zero. PERNAMBUCO e SERGIPE estão também pedindo SOCORRO, os números de HOMICÍDIOS nesses dois ESTADOS tem AUMENTADO TERRIVELMENTE. QUE ESSE PROJETO SEJA INSTALADO LÁ TAMBÉM COM URGÊNCIA.

  • Paulo Rodrigues

    Vamos colocar chips nos bandidos podem se que der certo, com o policial recebendo a miséria que recebe nada disso terá êxito, mais espero que coloque as forças armadas nas ruas ai sim. Aqui muitos dos nossos bandidos nem registro de nascimento tem imagine para que vai servir a informática

  • Cicero Barros

    Agora eu tô preparado
    Veja a policia em açao
    Com uma maleta pendurada
    E um tablet na mão
    Liso na cara e no bolso
    Na conta nem um tostão

    Vem a Força-Nacional
    Ganhando 10 vezes o meu
    Sem ao menos saber
    Quem já matou ou morreu
    Quando vier se acordar
    O bandido já correu

  • PACATO CIDADÃO

    Ou é agora ou nunca…..
    Só com esse apoio para Alagoas sair das trevas dos números na criminalidade..
    Se perdeu essa oportunidade, é melhor deixar o Estado e ir para bem longe

  • Jaques Jacinto Branco

    Somente a prevenção e elucidação de crimes compete ao Estado (as policias, fazer segurança em instituições comerciais e de exclusividade de vigilância privada, se os Bancos assumirem suas responsabilidades através da segurança privada 24 horas por dia, dentro e no entorno das agencias, e apenas manter-se setorizados com as Policias Civil e Militar, os assaltos a Bancos cairão 100%, em 10 dias, essa será a maior contribuição dos Bancos para diminuir a violência em nosso Estado.

  • Zeca

    Esses tablets vão ser alugados tb? Igual às viaturas e os helicópteros? Acorda, MP!!!

  • Cristiano marques

    Esse ministro tá de brincadeira, só pode ser. 25 milhoes pra comprar maleta do CSI…
    Tá tirando onda com a cara da gente.

  • jose cicero barbosa neto

    Mesmo com todo esse aparato nada vai adiantar com um salário de miséria que os policiais alagoanos ganham atualmente, Sr.: Governador acorda vai ser mais um tiro no pé igual a nova delegacia de Roubos da Capital, onde se prometeu tudo e nada foi cumprido, enquanto os assaltos e invasão a residencia estão atormentando nossa capital.Sálario Digno já………

  • aldo soares

    Ôba! até que enfim, o plano”top secret”, sai da maleta do “CSI” para entrar na história de AL. Agora sim!vai..rezemos para que a ficção se depare com a realidade e vença-a. Desarme-se os cidadãos de bem os bandidos agradecem; invadem seus lares sem precisar de mandado judicial.”Brilhante argumento”,do Min.que as armas sob guarda da polícia saem à noite pra passear”. E, “ressalve-se que o governo é do PSDB”. Enfim,a retórica já está expressa, veremos o implemento,a prática; onde, povão é o termômetro não só entende, como sente na pele. Torço pela realidade da ficção.

  • jose maria alves

    Branco,o que é que voce quer dizer,toda vez que voce fala ninguem entende nada Oxe.

  • OBSERVADOR

    Ricardo vc pode até não publicar o email,mais vejamos,não temos escolas,não temos saúde,não temos justiça séria ou muita gente grande estava presa,veja o currículo do Secretário e do CMT da PM,que unidades poeracionais eles comandaram,as promoções por escolas e merecimentos,quantos da tropa que estar na rua é promovidos depois vejamos os 5000 Soldados que o Teo fomou no seu mandato veja o salário do PM de 5 anos atrás e veja quanto aumentou.

  • Mário

    Não precisa de muita coisa não, Ricardo, pois até a sociedade tem a resposta e de onde parte toda essa criminalidade. Investigue a própria polícia que muita coisa ruim vai sair da própria corporação e mapear os “cabeças” do tráfico de cada região. Aí, se não acabar minimiza em quase 100%. Que DEUS -ORei e o Todo Poderoso- nos proteja.

  • Daniel

    Como tem gente idiota e ignorante comentando. Bando de derrotistas, os tais tablets são apenas o mínimo no plano geral. Vamos ver os resultados para poder criticar alguma coisa, ou então saiam de seu esconderijo na internet e falem alguma sugestão cabível e inteligente.

  • J.Monteiro

    Meu caro Ricardo Mota, não sei se a pergunta parece uma lorota, mais fiquei curioso, e vou perguntar: um policial armado com um “bablet”, quantos tiros ele consegue disparar em uma hora?

  • Manoel Messias

    Senhor ministro não se esqueça de dar cursos de como usar os tablets.Tô preocupado, como é que prende bandido com tablets? Agora vai!!!