Em alto e bom som, o secretário Luiz Otávio Gomes afirmou, ontem, na reunião do Programa Alagoas tem pressa, que não fica na equipe do governador Teotônio Vilela Filho até o enceramento do mandato. 

Não estabeleceu data para deixar o cargo de secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, mas deixou evidente o seu incômodo em permanecer no governo, neste momento. 

A decisão de Gomes é sair em dezembro deste ano, apesar dos desmentidos do próprio governador, que diz publicamente que quer a permanência dele na sua equipe. 

Não é o que parece, mesmo, que vai acontecer. Na reunião de ontem, e por mais de uma vez, o secretário demonstrou o seu afastamento em relação a Vilela, com críticas até pouco sutis – o que foi fartamente observado pelos demais secretários.

Desde o episódio do PanAmericano, Gomes tem tornado público o seu descontentamento, principalmente por conta do silêncio inicial – e duradouro – de Vilela, a quem tratava como “grande líder” – ontem não o fez mais.

Libertação de Adalberon de Moraes é culpa da Justiça
Galba deve criar novo "fundo" na Câmara
  • luciana sarmento

    É verdade amigo Ricardo, o secretário Luiz Otávio só fica até o Téo sair prá se candidatar prá senador.

  • sergio

    Esse homem é imprescidível para o desenvolvimento do Estado de Alagoas, que estava há 30 anos parado!
    Quanto ao “afastamento” não foi isso que presenciei na audiência pública do ORÇAMENTO na ALE.
    Aliás o secretario deu um “show” de conhecimento.
    A verdade é que Luiz Otavio, foi uma conquista do governador, ao fazê-lo ser servidor público, mesmo que temporariamente.
    No estado ele perde dinheiro. É salário de 50 mil reais, em qualquer empresa de ponta do Brasil.
    Seja de mineração, petroleo, gestão de negócios e na industria pesada.
    Alguns desafetos dele, tem a estatura intelectual, do tamanho físico de Nelson Ned.
    Outro alagoano, desse naipe é Sergio Moreira, mas esse ao sair do governo, como já era previsivel foi ganhar salarios de executivo internacional, em instituição brasileira de ponta.
    Vamos soltar mais um?
    Espero que o proximo não seja o excelente Osvaldo Viegas, o gigante da cultura.

  • carlos

    Este estilo dos Vilelas liderança é com se fosse um, não estou nem aí,pode até falar de mim.As coisas acontece eles deixam que se resolvam por si mesmo ficam com cara de paisagem como se nada tivesse acontecendo.Porém tem situação que a omissão deixa entender,que são muito egoista.Eles,nunca se antecipam para evitar o problema!!!

  • Paulo Aguiar

    Não basta ser ” competente” ,devemos ser éticos.
    Teotonio, livre-se desse cara ,vai sobrar para vc.