Deve ficar claro: a matéria do Estadão, citando o que seria uma negociação entre o secretário Luiz Otávio Gomes, do Planejamento, e dirigentes do Banco PanAmericano, atinge o governo como um todo – e não apenas o secretário.

Segundo a reportagem, mensagens eletrônicas citam Gomes como sendo o represente do governo Teotônio Vilela Filho na negociação de débitos de 2006 – dos empréstimos consignados dos servidores públicos.

Naquele ano, o governo deixou de repassar aos bancos os valores descontados dos servidores, deixando a grande maioria em situação vexatória – vários tiveram seus nomes nos registros do Serasa.

Mas não é esta a questãoem pauta. Osecretário teria, é o que diz a matéria, pedido um “taxa de retorno de 25%” do valor devido ao banco.

O que isso significaria? Que um quarto do dinheiro pago retornaria ao pagador – como contribuição para a campanha de Vilela, em 2010.

O que disse o secretário Luiz Otávio Gomes (e está publicado neste blog)?

– Que as negociações com os bancos – e credores, de forma geral – foram feitas pela Secretaria da Fazenda

– Que o secretário Maurício Toledo conseguiu um deságio de 80% do valor cobrado pelos bancos, considerando os juros e correção, pelo atraso de 5 anos (os débitos só foram pagos em 2010)

– Que ele, Luiz Otávio Gomes, abre mão de todos os seus sigilos e assegura que não há um único e-mail – ou telefonema – trocado entre ele e os dirigentes do Banco PanAmericano

As afirmações feitas por ele são importantes, mas não tiram a gravidade do caso (para Gomes, pura “ilação”).

Passou a ser, portanto, uma questão que envolve todo o governo do Estado, que tem por obrigação tornar públicos todos os dados sobre as negociações com o Banco PanAmericano e  demais instituições financeiras que tinham participação nos empréstimos consignados.

É verdade que não há na matéria publicada pelo Estadão nenhuma mensagem de Luiz Otávio Gomes aos dirigentes do banco ou vice-versa. Mas, se ele seria o representante do governo na negociação, que seja o governo a se pronunciar com transparência e objetividade.

MP entra na investigação dos "rodoleiros" para apurar improbidade
Juiz marca audiência para "bater o martelo" sobre licitação dos ônibus
  • Antonio Guimarães

    É… a coisa começa a cheirar mal no PaLOcio dos Martírios…

  • wal

    Sem comentário…

  • celso

    A única coisa que nós Alagoanos sabemos é que: o Ex. Governador RONALDO LESSA deu um golpe nos servidores estaduais na folha de pagamento ao não repassar para as emprestadoras os valores descontados no contra-cheque. RONALDO LESSA desviava todo esse dinheiro enquanto os servidores ficavam sujos no SPC. Agora sobre Luiz Otávio tudo isso é inveja, pois é por meio da competência de Luiz Otávio que grandes indústrias estão vindo para Alagoas, e os opositores de Teotônio não suportam em ver Alagoas se industrializar. Essa perseguisão contra Luiz Otávio só deixaria de existir se Alagoas estivesse na miséria e em marcha ré como acontecia na época do ex. Governador RONALDO LESSA.

  • Ricardo

    Taxa de retorno. Não há limite para criatvidade pra essa turma. Não é comissão. Nem propina ou bola. O nome agora é taxa de retorno. Essa é boa. Esse LOG é mesmo um esperto.

  • luciana sarmento

    Amigo Mota,ouvi hoje o 12;10 notícias e na matéria do secretário,você falou que não era relevante nesse momento,o fato do estado ter desviado,empréstimos compulsório dos funcionários público,como não? é coisa muito mais grave,ou é porque a matéria cita o governador Luiz Abílio, que já morreu,mas não foi ele todos sabem que foi o Lessa que desviou esse, e mais alguns,quanto a matéria do jornal,realmente são ilações que qualquer um pode fazer até mesmo contra a sua pessoa,no mínimo tem que se aguardar um pouco mais,prá não sermos precipitado,deixe isso prá oposição que é a função deles,aliás esse governo do Téo,não tem um escândalo siquer,nesses quatro ou cinco anos.

  • Iuri

    todo mundo sabe que isso ocorreu. os bancos que receberam em 2007 recebram com deságio, mas os que receberam ano passado, durante as eleições, o deságio foi para a eleição.

  • Sandra Pinho

    É o dinheiro da corrupção eleitoral de 2010 aparecendo! E agora Teo Vilela…

  • CALÚNIAS

    As forças do atraso, desesperadas e raivosas, lançam ilações sobre pessoas ilibadas e ficam à espreita e à espera do “se colar, colou”. O secretário Luiz Otávio é um dos melhores quadros do Governo e quiçá de Alagoas.

  • Profeta do Óbvio

    Pobre terra das Alagoas, gabirús, taturanas, rodoleiros, e por aí vai. E o pior, não dá em nada!

  • fred

    Em um passado não tão distante, a fama de ladrão era de senhor PAULO MALUF, e isso no decorrer do tempo vem mostrar e como mostra que a verdade é ; na politica todos são iguais, e cmo0 dizia aquele senhor *TODA CASA BOA TEM ESGOTO*, Meu carissimo RICARDO, o tempo passa e na politica não tem gente besta, ha tem o pobre que vende o seu voto, e pensa que é sabido.

  • CALÚNIAS

    Seria ingenuidade ímpar ir negociar com os ávidos e gananciosos banqueiros e pagar tudo o que eles cobram (principal, juros, correção monetária, mora, taxas, etc.). Qualquer negociador sensato prima pela negociação ganha-ganha. O “vivinho” do PanAmericano quer tirar o dele da reta colocando a culpa nos outros e seja o que Deus quiser.

  • GUIMARAES

    SERÁ A MEDALHA DE OURO NO PAN-AMERICANO PARA ALAGOAS?

  • Marcos Parreco

    Os olhos de ouvir….
    “A rede de intrigas do Panamericano
    Publicado por Redação em 24/10/2011 as 10:56
    Arquivado em Manchete, Política

    De tráfico de influência à prática de corrupção, os executivos do Panamericano tentaram de tudo para conquistar apoio de políticos aos negócios do banco e, assim, melhorar a saúde financeira da instituição. É o que revela uma intensa troca de e-mails capturada pela Polícia Federal (PF) durante as investigações para apurar as fraudes contábeis de R$ 4,3 bilhões no banco que pertencia a Silvio Santos.

    No início de 2009, a direção do Panamericano pôs em marcha um plano de aproximação com os principais fundos de pensão ligados a estatais do País. Segundo a apuração do Banco Central (BC), as operações fraudulentas no Panamericano começaram em 2007. Para abrir as portas das fundações, a cúpula do banco mapeou quais eram os padrinhos políticos de aproximadamente 250 entidades que, na época, tinham patrimônio somado superior a R$ 610 bilhões.

    Nas mensagens que trocava com seus executivos, Rafael Palladino, então presidente do banco, falava em procurar o senador José Sarney (PMDB-AP) e o então senador Ney Suassuna (PMDB-PB) para pedir apoio na abordagem às fundações. Em fevereiro de 2009, Palladino escreveu a Luiz Sandoval, ex-homem de confiança de Silvio Santos: “Você conhece bem o Sarney, não é? Liga para ele dando parabéns por ter ganho a presidência do Senado e depois pedimos abertura nas fundações que ele manda”.

    A coleção de e-mails sugere, ainda, que em Alagoas uma taxa denominada “retorno” – 25% sobre pagamentos efetuados ao Panamericano e a outros bancos credores – teria sido destinada à campanha eleitoral do PSDB sob a rubrica “doação”.

    As correspondências citam Luiz Otávio Gomes, secretário de Planejamento do governo Teotônio Vilela Filho (PSDB), como personagem central das negociações com instituições financeiras que tiveram de arcar com a taxa. A PF abriu inquérito para investigar “provável ocorrência de corrupção passiva e ativa”.

    Os executivos do Panamericano tinham relacionamento próximo com o ex-ministro-chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República Luiz Gushiken. Na avaliação da cúpula do banco, “japonês”, como foi identificado em alguns e-mails, tinha grande influência sobre a Funcex (fundo de pensão dos funcionários da Caixa).

    No ano passado, Palladino negociou com Gushiken sobre a possibilidade de o PT receber doações de campanha de empresas e outras entidades por meio de cartões de crédito. Pela legislação, só pessoas físicas podiam usar esse meio. Uma das empresas que, na época, faziam parte do Grupo Silvio Santos era a Braspag, especializada em transações eletrônicas com cartões.

    Os e-mails foram localizados pela Polícia Federal durante batida na sede do Panamericano, na Avenida Paulista, 2.240.

    AE”

  • Roberto lima

    Ainda há quem defenda esse governo rapaz!! alguns dos colegas que aqui colocaram seus comentarios ainda defendem esse governo? a polícia irá investigar e essa sujeira toda irá aparecer e aí eu quero ver. uns jogam pro ex governador outros pro atual gente a verdade que tudo isso ocorre com dinheiro público. se o governador fez, ele que pague e ñ adianta dizer que está tudo uma maravilha que ñ está!!! esse governo de faz de contas tem que sair.

  • Leone Manoel da Silva

    Olá Ricardo nós educadores da Escola Municipal Vereador Audival Amélio estamos indignados com a falta de respeito da coordenadora da V BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE ALAGOAS, QUE PROIBIU A APRESENTAÇÃO DOS ALUNOS ALEGANDO QUE O SOM DO ATABAQUE ESTAVA ATRAPALHANDO A SUA PALESTRA, E COMO SE NÃO BASTASSE A ARrOGÂNCIA DA MESMA ALUNOS DA ESCOLA Rosalvo Ribeiro nos procuraram dizendo que também haviam sido impedidos de se aopresentar. Mas uma vez fica claro que Alagoas parace ser o fim do mundo onde manda quem pode e obedece quem tem juízo. Ligamos para o Jornal onde o reporte disse que entrou em contato com ela que negou tudo e para ele o assunto está encerrado, mais não para nós. Vamos lutar para que essa ação não fique esquecida.QUEREMOS RETRATAÇÃO DA MESMA FALADA E ESCRITA.

  • Vania Couto

    ô “seo” Roberto Lima, esse governo e quem entra? Collor? Lessa? Poupe os alagoanos dessas tragédias, home de Deus! O governo de Teotonio pode não ser lá essas maravilhas, agora, sair para deixar entrar Lessa e os 40 ladrões? Sai prá lá, Satanás!

  • PêCê

    O PANAMERICANO É PROBLEMA DO GOVERNO E O GOVERNO, DESGOVERNADO, É PROBLEMA NOSSO…
    E QUE PROBLEMA, HEIN…

  • ELIEZER DE AZEVEDO FALCÃO

    SE REALMENTE, OS FATOS COMPROVAREM A ILEGALIDADE OU CRIME, OS RESPONSÁVEIS DEVERIAM SER PUNIDOS, POIS APENAS O POBRE É QUEM PERMANECE HÁ ANOS EM UMA PRISÃO, POIS NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR ADVOGADOS. INFELIZMENTE O BRASIL É UM DOS PAÍSES QUE SE DESTACA NO PLANETA, EM CORRUPÇÃO E IMPUNIDADE, TODOS NÓS SABEMOS DISSO.

  • Henrique Moura

    Lógico que não há e-mails, esse povo é profissional, toda a negociação deve ter sido feita pessoalmente. Não é a primeira denúncia contra o governo e esse secretário. Tudo tem q ser investigado!

  • Joaquim Brito

    Não entendo porque o Sr. Luis Otávio já
    é alvo de uma denúncia de improbidade e
    outras supostas irregularidades, proto-
    colada pelo PSOL no Ministério Público
    Estadual, e até agora o referido MPE não
    se pronunciou. “Estranho silêncio”

  • Paulo

    “SBT” E “PSDB” TUDO A VER, agora vem uns baba ovo dizer que são os invejosos que estão falando isso, espera ai que descobriu a safadesa foi a Policia Federal a mesma que no primeiro turno da eleição no ano passado chamou os candidatos de oposição para depor em plena reta final da campanha a governo.
    cadeia neles.

  • Benigno Masterson Santos

    Dos males o menor, é preferível o progresso de Vilela ao retrocesso de Lessa. Contudo, isso não quer dizer que o meu apoio ao atual governo seja conivente com o erro, ele deve ser apurado e expurgado.
    Mesmo que o atual executivo esteja tentando ser um dos melhores governo desta povíncia, isto não o exime de responsabilidade diante dos alagoanos e da justiça.
    Seria uma profunda decepção se for comprovado que o secretário de Planejamento é culpado e por tabela todo o governo também.
    Mas, em se tratando de política, tudo pode acontecer, e em um país de corruptos, Alagoas continua tendo o seu lugar de destaque, o seu lugar de Manchete!

  • Antonio de Pádua

    Caro Ricardo, está na cara que querem derrubar o eficiente e competente Sec. Luiz Otávio do Governo e assim desestabilizar o Gov. que tem neste Sec. sua mola mestra na condução do crescimento de Alagoas na constante busca de empresas para se implantarem em Al, pelo menos é o que tenho visto, mas aqui é assim mesmo, ciúme de homem,
    é o que mais tem por aqui na nossa terra. Não acredito em nada disso que estão falando, este Sr.deve está incomodando alguém, como a moda é pegar pela corrupção, acho que escolheram o caminho errado. É a minha opinião.

  • Roberto Campus

    ===
    NÃO RICARDO!,
    .
    HA OUTRO PROBLEMA MAIOR E MAIS PERIGOSO DENTRO DO ESTADO…
    .
    CHAMA-SE: Caixa Econômica Federal
    .
    O Pior Atendimento que o Servidor pode RECEBER;
    .
    EU EXPLICO E MOSTRO:
    .
    Caixas rápido com problemas e fim de semana é um Horror.
    .
    O.B. (Ordem Bancária) para Prestadores de Serviço, demora 72 pra ser Liquidado, entrando na agencia pela manhã [UM ABUSO DE PODER]
    .
    Filas e Filas até em Lotéricas, não é de hoje que o Parque tecnológico da CEF e OBSOLETO.
    .
    O servidor RECEBE um Salario que não é Lá Grande Coisa e tem um Serviço que me parece ser feito como um FAVOR…
    .
    Que LOBBY existe pra não se MUDAR pra um SISTEMA BANCÁRIO mais eficiente?
    .
    Por que? me lembra o mesmo LOBBY do gerente do BANCO REAL [TATURANAS].
    .
    Hora de rever isso já!
    .
    POSSÍVEIS DESCULPAS:

    CONSIGNADO! FALSO! O DESCONTO OCORRO DO MESMO JEITO.
    .
    COBERTURA! FALSO! BANCO DO BRASIL E BRADESCO TEM A MESMO COBERTURA, SE USAR A LOTÉRICA COMO OPÇÃO O SISTEMA DO BANCO DO BRASIL TAMBÉM USA A REDE LOTÉRICAS.
    .
    CAIXAS RÁPIDOS (CASH) FALSO!, MESMA QUANTIDADE E OPÇÕES MAIS INTEGRADAS NO VERÃO.
    .
    TAXA DE MANUTENÇÃO! FALSO! BANCO FEDERAIS SÃO LIVRES PRA ISSO, MAS PELO VOLUME DE CONTAS SE HA UMA BARGANHA.
    .
    Porque Não uma NOVA LICITAÇÃO pra OFERECER ao Sofrido Servidor no mínimo o direito digno de Receber seu “SALÁRO”.
    ===

  • Robson Farias

    MAGNATA DA ESCRITA! O GOVERNO TEO É O MELHOR DOS ÚLTIMOS 20 ANOS DESTE ESTADO.QUE METE O PAU, E DEFENDE O RONALDO LESSA, E QUE NÃO SUPORTA O PROGRESSO E ESTÃO DOIDOS PELO RETORNO DO GRANDE BORDEL CORRUPTO DE RONALDO.

  • Vingador

    A matéria não acusa o governo de Alagoas de ceder as tentativas de tráfico de influência ou corrupção, não cita o governo como protagonista ou coadjuvante de improbidade, cita sim, diretores tentando de tudo para salvar o banco da inevitável falência, cita com maiores ilações o PT e o seu já manjado “japonês “, cita o PMDB, Sarney e Ney Suassuna, com insinuações mais veementes, cita o já conhecido roubo dos empréstimos consignados do governo Lessa-Abílio e cita Luiz Otávio, como personagem de uma negociata. mas improbidade do governo, não. Agora que esse LOG… sei lá, entende? Uma pergunta, como não citaram o Renan? sera que ele? sei lá, entende?

  • francisco

    caro lima voce dever ter participado do governo do atraso juntamente com lessa otavio bulhoes por isso quando ver o governo serio como esse do teo a muitos anos nao tinha baixe acrista e aplausos

  • carlos

    O governo,tem que ser bem claro com esta operação,mostrando toda contabilidade se não, está na mesma val dos outros governo!!!!!

  • OBSERVADOR

    SÓ QUERIA SABER PORQUE O GOVERNO DEFENESTROU O SERGIO MOREIRA, UM TÉCNICO COMPETENTE E HONESTEO, E DEU SUPERPODERES AO LUIZ OTÁVIO. ALGUÉM PODE ME EXPLICAR?

  • soriano

    O indivíduo de bom-caráter tem a plena consciência de que só adquire status, no Brasil, aquele que é desonesto, mas ele prefere ser um “sem-status” do que se sentir um ser objeto.fora corruptos

  • Camilo

    Pessoal, não vou botar a mão no fogo por politico mnenhum, mas se a PF está investigando é bom que aguardem os resultados da invistagção para saber se é verdade ou não.
    Todos nós sabemos que a turma do atraso vai começar bombardear o governo Teo Vilela para tomar o governo nas próximas eleiçoes. O propio Collor foi acusado de uma seríe de coisas e no final nada ficou provado. A grande verdade é que mesmo com as dificuldades o Governador Teotonio Vilela tem feito um bom trabalho pelo estado de Alagoas, e vem icomodando muita gente, Ex: Renan, Collor, Lessa e outras pestes que querem o mal do povo alagoano.
    Lessa foi governador por dois mandatos e nada fez, Renam está no senado a decada e nada faz. Não tenho dúvida que irão fazer de tudo para desmoralizar o governador.

  • MUITO RADICAL

    Ricardo acho muito radical essa sua manchete, pois são meras acusações não tem nada de comprovado, e outra o próprio secretario já se manifestou e disponibilizou todos seus bens para investigação, sinal que não deve nada.

  • BANCO SUJO

    Esse Banco já se envolveu em tantos escândalos que está querendo jogar a culpa para outra pessoa e tirar o seu da reta, mas escolheu a pessoa errada, logo o Luiz Otavio? Um homem de respeito e admirado por onde passa isso só pode ter dedo político no meio para tentar abalar o Governo.

  • TRANSPARÊNCIA

    “O Governo de Alagoas repudia toda e qualquer ilação sobre suposta negociação fraudulenta envolvendo as dívidas de empréstimos consignados deixadas pelas gestões anteriores e renegociadas e pagas pelo atual governo de forma transparente.” [Fonte: Agência Alagoas]

  • TRANSPARÊNCIA 2

    No tocante ao banco Panamericano, o atual governo encontrou uma dívida que, corrigida pelo índice aplicado em operações desse tipo, totalizava R$ 5,146 milhões. Após exaustiva e longa negociação conduzida pela Sefaz, o Estado aplicou o menor índice de correção do período – o IPCA – e pagou R$ 3,308 milhões, gerando uma economia de R$ 1,838 milhão aos cofres públicos. [Fonte: Agência Alagoas]

  • A PF está investigando o BANCO PANAMERICANO

    Afirmar que o Governo está sendo alvo da Polícia Federal é uma grande inverdade. Não há qualquer investigação nesse sentido. O que há é uma investigação da PF relativa ao banco Panamericano.

  • Em Nota…

    o Governo de Alagoas está à disposição para colaborar no sentido de fornecer todas as informações necessárias.

  • eduardo

    Por falar em “taxa de retorno”, conheço um sujeito,alagoano mas radicado na capital federal, num cargo técnico do Estado, que resolveu voltar para a terrinha. Depois de um ano de assessoria numa grande prefeitura do Estado, está retornando horrorizado para Brasília . Tudo aqui envolve “taxa de retorno”. Sem taxa de retorno nada acontece. Até para os padrões brasileiros ele não aguentou.

  • DIRETOR ERRADO

    Se existe algum ERRADO na história é o Diretor do Banco Panamericano, esse sim tem ficha suja e muitos processos para responder perante a justiça, essas denúncias que estão sendo feitas se diz respeito a ele e não ao LOG, que é um homem de bem e respeitado no Governo.

  • FIGURINHA CARIMBADA

    Algum dos amigos internautas já tentaram ver a real situação do acusado Sr. Diretor do banco, olhem e prestem bem atenção em seu passado e todo seu histórico, o cara é figurinha carimbada na Justiça e agora estourou mais um escândalo contra o mesmo.

  • FALAR É FÁCIL

    Mencionar, citar, falar no nome do Secretario Luiz Otavio é normal, não existe nenhuma acusação nisso, do mesmo jeito que pode falar de qualquer outra pessoa, o que tem que se focar é na acusação feita pela PF contra esse diretor.

  • Crucificação

    Quando temos o nosso nome referido em alguma coisa isso não dá direito e nem fundamento para uma ‘crucificação’, pois todos nós estamos sujeitos a isso, e outra não existe sustentação jurídica alguma nesse caso.

  • Gente suja

    Estão querendo degrenir à imagem de uma pessoa forte e que está fazendo um belo trabalho, a inveja das pessoas são tão baixa que chega a esse nível tão medíocre, isso é lamentável, mas o povo está com você LOG.

  • Atitude Certa

    Quem não deve não teme, LOG e o Governo já manifestou ajuda para qualquer coisa que a PF venha precisar, afinal as acusações contra esse diretor do banco panamericano são gravíssimas.

  • Dizer é fácil, difícil é provar!

    Essa história de dizer que há provas e elas nunca aparecem é a mesma coisa de quem deve e nunca paga! São duas explicações para isso, quem deve e nunca paga ou por não ter dinheiro ou porque é pilantra mesmo, no caso do diretor ou ele não tem provas ou é PILANTRA mesmo!

  • Calúnia pura!

    Se fosse verdade uma coisa dessas alguém em sua sã consciência ficaria com essa historinha de que os e-mails citam o nome de Luiz Otávio? Ora! Até o meu nome que nada tenho a ver com Luiz Otávio, muito menos com o governo pode ser citado em qualquer e-mail, isto não prova nada em lugar nenhum!

  • Quem é quem!

    Tem um detalhe em tudo isso, sabe quem é mesmo que está sendo investigado pela PF? Nem é o governo Téo, nem é o Luiz Otávio Gomes, são: o Lessa e o diretorzinho do “tamborete” falido! Só digo isso. Mas para quem não tem nada na cabeça eu posso desenhar e pintar para ficar melhor de entender!

  • Carlos Alberto Moliterno

    Está parecendo que esse senhor é contumaz nessas operações…digamos, suspeitas. Vamos aguardar o competente inquérito que deverá(?) ser aberto(?) pelo governo(?) do estado…

  • ricardo falcon

    Já notaram quando tem um escândalo o governo lancha varias propagandas na tv para iludir o povo? Joga a culpa por tudo em seu antecessor… Nós temos o estado + violento do Brasil!Uma acusação dessa tem que ser apurado, e não joga a culpa em outros.