A Ação Penal do MP contra o chamado “esquema do lixo”, na Prefeitura de Maceió, empacou. 

Motivo: o Tribunal de Justiça da Bahia devolveu Carta Precatória do TJ de Alagoas “sem o devido cumprimento”. 

O que aconteceu? O empresário Lucas Queiroz Abud, dono da Viva Ambiental, empresa que teria se beneficiado da suposta licitação fraudulenta do serviço de coleta do lixo de Maceió, não foi localizado – ele tem endereço em Salvador.

O desembargador José Carlos Malta, relator da Ação – apresentada em 15 de março deste ano – afirmou que fará a citação, agora, “por edital”, o que evitaria o esconde-esconde.

E há novidades, disse ele: o Ministério Público Estadual apresentou um aditamento à Ação, denunciado outras pessoas envolvidas no suposto “esquema do lixo’.

O nome mais “vistoso” da Ação Penal encaminhada pelo MP ao TJ é o do prefeito Cícero Almeida.

"Intervenção branca" do governo evita fechamento da UTI do Hospital do Açúcar
Finalmente! TSE confirma cassação da prefeita de São Miguel dos Campos
  • Tarcio Leite e Silva

    Sempre fui defensor do prefeito, mas começo, realmente a duvidar da sua idoneidade perante os fatos observados e denúncias envolvendo ele e seus assessores, inclusive atuais. Leio muito os comentários aqui postados e realmente me preocupo com a quantidade de denúncias, muitas vezes de origem popular, sobre a improbidade escancarada presente nesta administração municipal.

  • Cassio

    Viva ou morta?Faz meses que eu ligo p/a recolherem umas podas e a desculpa é sempre a mesma , que esta faltando uma peça do caminhão. Ja estou começando a achar que a Viva só existe no papel.

  • D. Alves

    Olha aí nosso Prefeito que “um dia foi bem probre, pobre de marré decí…”, mas hj é um dos “homens” mais ricos do nosso Estado. Também, surrupiandom, roubando os cofres públicos!!! Mas senhor Prefeito, assim como vários outros corruptos de nosso Estado, vc também vai pagar pelo seu enriquecimento ilicito, preso e devolvendo a quantia ROUBADA, é questão de tempo!

  • fred

    NO NOSSO PAIS TEM COISA QUE DÁ REALMENTE PRAZER, E ENTRE ELAS TEM DUAS: – O LIXO QUE DÁ DINHEIRO, OU MELHOR VIRA DINHEIRO, A SEGUNDA É O NOSSO POVO POBRE, QUE É NA REALIDADE A ALEGRIA DOS NOSSOS POLITICOS, QUE TURMA DE GENTE BOA, POIS TEM O PRAZER DE VIVER NA MISÉRIA.

  • Francisco Maranhão

    A QUESTÃO MP COM O PREFEITO CICERO ALMEIDA,É SÓ PERSIGUIÇÃO POLITICA

  • Rodrigo Meloq

    CIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇOCIÇOLIXOLIXOCIÇO

  • Ricardo

    Eu acho que esse Francisco Maranhão está ganhando dinheiro do lixo para defender o Prefeito.

  • FERNANDO AMORIM

    FRANCISCO MARANHÃO deve ser aquele que vez por outra é visto na posição de GENUFLEXÃO com o prefeito Cíço.

  • jose antonio dos santos

    E o caso LOG, vocês da imprensa já esqueceram, qual o motivo?. É preciso respeitar a população.

  • jose antonio dos santos

    Os meios de comunicação tem esse defeito vergonhoso, divulgam matéria que fazem o chão tremer e logo em seguinda esquecem tudo, enterram o caso literalmente, tinham que acompanhar até o momento da conclusão final.Vejam o caso da LOG de propriedade de um Secretário de Estado de Alagoas.