O empresário German Efromovich, do Grupo Sinergy, estará amanhã pela manhã em Maceió. 

Ele participa de uma reunião, às 10h, com o governador Teotônio Vilela Filho e assessoria, no Palácio República dos Palmares, e depois concede entrevista à imprensa, no mesmo local. 

A informação foi confirmada, agora há pouco, pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Luiz Otávio Gomes. 

Ele esteve com Efromovich no último sábado, no Rio de Janeiro, quando ficou acertada a vinda do empresário a Alagoas, amanhã. 

Na verdade, disse Gomes, o dono do Grupo Sinergy deve chegar a Maceió hoje à noite, vindo de Brasília – onde tem duas audiências nesta quarta-feira – com o governador Teotônio Vilela Filho, que também está no Plnalto Central desde a segunda-feira.

O assunto de Efromovich com o governo e com a imprensa, é claro, será o Estaleiro Eisa, ainda aguardando a licença do Ibama para o início das obras no Pontal de Coruripe.

Hoje, já há uma convicção dos governistas – e do próprio empresário – que a influência política para evitar a construção do empreendimento de R$ 1,5 bi em Alagoas já está bem mais reduzida, com a mudança na direção do Ibama.

O órgão federal responsável pelo licenciamento ambiental para o Estaleiro está sendo rigoroso, mas dentro do que a legislação prescreve.

É verdade: já houve em outros estados – como a Bahia, por exemplo – um processo de licenciamento para um estaleiro (no ano passado) rápido e indolor. Mas aí é preciso destacar a influência política nos procedimentos.

Agora, na gestão da presidenta Dilma Rousseff – que já disse ao próprio governador que apoia a instalação do Eisa em Alagoas – a ênfase vem sendo dada nas questões técnicas.

O Grupo Sinergy contratou uma empresa de Santa Catarina, considerada a mais qualificada no setor, para realizar os estudos adicionais exigidos pelo Ibama.

O próprio German Efromovich deve esclarecer os detalhes amanhã, na coletiva à imprensa.

Mas não convém desprezar a força dos personagens que tentam, a todo custo, evitar que o Estaleiro Eisa seja construído no Pontal de Coruripe.

A miséria sempre foi e sempre será um bom discurso para quem é profissional do ramo.

Almagis discute ameaças a juízes - agora com o "fator" Cavalcante
Convidado por Renan, Toroca monta chapa do PMDB para Maceió em 2012
  • Das Neves

    DEUS é PAI. Senhor DEUS do universo, não permita que esses maus alagoanos interfiram na licença ambiental. Que tudo dê certo, pois o povo precisa trabalhar e o Estado se desenvolver. Amém!

  • Eu acho é tome

    Já fui a favor do estaleiro, até estudar as consequências e a poluição que produz. Acho uma péssima idéia, hoje. Precisamos sim de indústrias e empregos, mas não poluentes.

  • Boa notícia pro cidadão de bem

    Caro Mota, mais uma vez você sempre a frente nas noticias, uma ótima informação dessa coletiva sobra o EISA, agora é bom as más línguas que andam falando bobagem como o deputado “PTralha” Judson Cabral, não estava cobrando notícias sobre o EISA, olha aí… Já estava agendada desde o final de semana então o senhor não precisa querer chamar atenção e puxar os holofotes pra você seu “PTralha”.

  • EISA, uma realidade para AL

    E mais uma vez o impasse burocrático fica por conta do IBAMA, mas o EISA já é uma realidade para nós alagoanos e estão sendo tomadas as medidas cabíveis, vamos aguarda amanhã essa coletiva do Efromovich. Enquanto isso a turminha do mal que só quer o pior para Alagoas já vão começar a falar as mentiras de sempre, mas isso não é relevante, todos conhecem já quem são essas figurinhas carimbadas.

  • Porque incomoda tanta gente?

    Fico perguntando por que um grande empreendimento como o EISA, causa tanto incomodo nas “forças do atraso”, poxa gente temos que trabalhar em prol dos alagoanos, desenvolver nosso estado, mas esses caras da “força do atraso” só querem a promoção pessoal e se não for com eles não pode ser com ninguém, esquecem que o foco é o povo alagoano, afinal os políticos são todos representantes da população, então podem morrer de inveja pois o EISA é uma realidade.

  • Maria Leticia

    Parabéns ao Governo do Estado por mais essa conquista, esse estaleiro vai nos ajudar bastante.

  • alagoano feliz

    sempre confiei no téo ele é um homem de bem e ta trabalhando muito por alagoas

  • jobson

    Aguardamos uma boa notícia, a construção do estaleiro que com ele serão implantadas diversas empresas satélites, vem acelerar o crescimento do nosso Estado.

  • TÔ DE ÔLHÔ

    Espero que alguem tenha coragem depois que for realmente confirmado o estaleiro e diga “EM ALTO E BOM SOM OU ESCRITA O NOME DESTES MAUS ALAGOANOS”, gente pequena, que esta ficando velho e não cria vergonha na cara, so quer saber de se beneficiar as custas da miseria do povo…

  • PêCê

    COMO DIZ A MATÉRIA, NA BAHIA, FOI INSTALADO UM ESTALEIRO EM PROCESSO RÁPIDO E INDOLOR, ASSIM COMO PERNAMBUCO E DEMAIS ESTADOS QUE POSSUEM SEUS ESTALEIROS, MAS, É SÓ ALAGOAS, COM A MÁFIA POLÍTICA QUE POSSUI, QUE NÃO CONSEGUE SE DESENVOLVER SÓCIO-ECONOMICAMENTE.
    QUEM MANDA NO IBAMA/AL? QUEM É O PADRINHO DE SANDRA MENEZES? JUSTAMENTE UM DOS QUE SÃO CONTRA O EISA.
    INFELIZMENTE NOSSOS CARRASCOS POLÍTICOS SÃO MUITO MAIS “FORTES E PODEROSOS” DO QUE A VONTADE E INTERESSE DO POVO, MESMO COM OS ESFORÇOS DO TÉO E SUA EQUIPE EM FAZER COM QUE ALAGOAS SE DESENVOLVA, NÃO TEM JEITO NÃO PESSOAL, VAMOS CONTINUAR SENDO UM ESTADO POBRE, MISERÁVEL E EXCLUÍDO DE TODA NAÇÃO…

  • Ruta graveolens (ALIVIA DOR E SOFRIMENTO)

    VAMOS TOMAR MUITO CUIDADO,POIS ELE PODE FUGIR NOVAMENTE.VEM ESTALEIRO,VEM EISA.

  • HEYDER PEREIRA CAMPOS

    MESTRE, E ÊSSES BOIS AÍ TÊM NOME ?

  • jorge buchecha

    O Estaleiro EISA é o grande investimento alagoano, em trinta anos. Para quem tem memória sabe que após a SALGEMA nada ocorreu em Alagoas. Ocorreu sim, a entrega do Produban ao sistema financeiro nacional, a venda das letras, ladrões e suas familias tomaram conta do Palácio. E até recentemente, só os ‘boyzinhos’ e o ‘preparados’ da PM mamavam no Palácio.
    DESENVOLVIMENTO ZERO! E O POVO SIFU!
    Agora com a iminência de novos investimentos via EISA, BRASKEN II, Canal do Sertão e até investimentos chineses, fazem com que as forças do passado, do atraso e do mal, fiquem arrepiados.
    Muitos acham que se o EISA tiver sucesso, o governador Téo Vilela, vai mandar nos destinos alagoanos, mais tempo do que se pensa.
    Espero que alguns ‘desses’ arrombadores morram politicamente, para Alagoas viver.
    Penso tambem que o super-secretário Luiz Otavio Gomes, deve ser o próximo governador.

  • M. Almeida

    O que eu mais gostaria de saber é quem são os políticos alagoanos que atrapalham a vinda do estaleiro. Se algum internauta souber, use o blog pra denunciar!

  • Marcos Parreco

    TÁ TODO MUNDO ENROLANDO?…TÁ TODO MUNDO ENROLANDO !!!.

  • MS

    VAMOS LÁ!!!! VAMOS LÁ!!!! VAMOS ENFRENTAR FILAS DE RECADASTRAMENTO NA FERNANDES LIMA!!! VAMOS LEVAR CHUVA, SOL, ESPERAR O DIA TODO P/ RECADASTRAR…..SABE PRA QUER? PRA VOTAR NOS MOCINHOS!!! NOS FILMES DE ALAGOAS, NÃO TEM BANDIDOS…. SÓ MOCINHOS!!! Ô Ô Ô VIDA DE GADO, POVO MARCADO Ê, POVO FELIZ!!!!!

  • eduardo

    Até tu Ricardo entrou no obaoba. Passei hoje na entrada de Pontal do Coruripe. A estrada esta péssima. Não tem luz, água, esgoto, via públicas, infraestrutura nenhuma adequada e suficiente para uma indústria do porte do estaleiro. Quem vai pagar essa conta? Eframovich? Não conhecem o cara. O governo de Alagoas que diz que não pode contratar soldado, professor e médico, por conta da lei de responsabilidade fiscal assumirá a conta? E se o EISA não ganhar o leilão, já que o seu preço é bem maior do que os concorrentes ( algum jornalista alagoano menciona isso nas suas matérias? )? Enfim, vai sobrar para o IBAMA, Dilma e até o Senador-Mor vai levar umas lasquinhas, por conta dessa estória muito mal contada. Principalmente pelos nobres jornalistas alagoanos, especialistas no mundo do faz de conta, mas quando parte para o mundo real, se perdem em obaoba.

  • FERNANDO AMORIM

    O que seria delles, se não fossem os POBRES e os MISERÁVEIS deste Estado? P.S.: Três CONTRA um milhão de habitantes alagoanos.

  • Benigno Masterson Santos

    Caro Ricardo,
    Sem apologia ao atual representante do executivo alagoano, torço para que esse grande investimento se torne realidade. Contudo, em Alagoas, tudo é muito difícil, e eu temo que este sonho não aconteça.
    Mas fica aqui a minha torcida, e o desejo de ver Alagoas desenvolvida.

  • Celso Confiante

    Temos fé no nosso Deus criador que os inimigos do Estado de Alagoas que querem ver o atraso de nosso Estado já estam derrotados no nome de JESUS, e o Estaleiro EISA será construído em Cururipe e ninguem empedirá.

  • TRÊS CONTRA TRÊS MILHÕES!

    TRÊS CONTRA TRÊS MILHÕES!É isso mesmo são três maus alagoanos contra os 3 milhões de HOMENS DE BEM! Seria preciso nominar? Acho que não, basta um pouquinho de raciocínio, vejam bem: dois desses maus alagoanos são senadores da república e o outro é deputado federal e usineiro, são contra o estaleiro por uma razão muito simples, o estaleiro não tem nem um dedo deles beneficiando essa mega fábrica, aliás, tem o dedo deles sabe como? “No suspiro”, e para eles vai ser uma grande desgraça, ficarão sem discurso político, e perderão toda a região do Baixo São Francisco, e em todo estado será reverberado, pois o EISA trará mais de 10.000 empregos diretos e em torno de mais de 20.000 indiretos. Imaginem quantos votos eles deixarão de contabilizar!

  • Almeida

    Interessante como esse povo de Alagoas é facilmente manipulado, e engolem sapo a toda da hora tanto dos políticos como da midia pifia desse Estado. Quem conhece um pouco e estudou, sabe que o Estaleiro ainda não foi librado a licença porque no local onde é pra ser instalado tem uma COSTA DE CORAIS DE MAIS DE MILHÕES DE ANOS, onde que para ser instalado lá tem que destruir essa riqueza natural. Esses alagoanos precisam acordar, e serem um pouco mais inteligentes e não fazerem polêmica onde não existi. O que existi é que para construir um estaleiro tem que ser destruido uam coisa que a natureza demorou milhões de anos para fazer.

  • SERVIDOR PUBLICO MUNICIPAL

    CARO RICARDO O QUE EU FALEI D+ PARA NAO COLOCAREM O MEU COMENTARIO, AGUARDO A COLOCAÇAO PORQUE ALAGOAS PRECISA CRESER SEM ESTAS FIGURAS CARIMBADAS DA POLITICA , ISTO E PORQUE O SENADOR NAO PODE SER IMCOMODADO , LUGAR DE PESSOAS COMO ELE DEVE MESMO SER COLOCADO FORA DA POLITICA , ABRAÇOS

  • Marcos

    Uma criança passando fome em casa porque o pai não tem como sustentar vale mais do que um carangueijo e um siri de um coral, e é isso que o estaleiro vai fazer: dá emprego para o pai desempregado e mão de obra para o jovem desocupado tirando a fome de muitas crianças e a miséria de muitos jovens.

  • bruno

    acho que não é uma questão dos políticos contra o téo não querer o estaleiro,acho que o que se deve pensar é no desenvolvimento do nosso estado,do melhor para o nosso povo,ou será que queremos o mal pra nós mesmos?isso não pode acontecer,temos que qgradecer a este empresário que graças a deus viu o potencial do nosso estado e se deus quizer vai instalar o estaleiro gerando emprego,rende e desenvolvimento,melhorando a vida de milhares de alagoanos