A Associação dos Magistrados de Alagoas realiza uma assembleia, na manhã da próxima segunda-feira, para discutir as medidas a serem adotadas em relação aos juízes que estão sob a ameaça em Alagoas.

O encontro – que já estava marcado com antecedência – ganhou um novo ingrediente: a liberação do ex-tenente-coronel Manoel Cavalcante, que saiu ontem do Balneário Cavalcante.

São vários os magistrados que se sentem ameaçados pelo personagem que ficou conhecido na história recente de Alagoas como chefe da gangue fardada.

E há, sim, uma preocupação maior decorrente do novo fato – surpreendente, até certo ponto -, principalmente em relação aos juízes Hélder Loureiro e Marcelo Tadeu.

A posição da Almagis deve ser firme, cobrando ao governo do Estado que garanta a segurança dos magistrados em situação mais delicada.

E os outros? 

Quem pode, e alguns podem muito por aqui, já reforçou a sua segurança desde ontem.

Um personagem emblemático da vida política recente de Alagoas foi visto cercado por mais gente “sisuda” do que o habitual, ainda ontem.

Medalha que honra 

O governador Teotonio Vilela Filho criou a Medalha de Honra ao Mérito Policial Civil Anderson de Lima Silva (filho do nosso querido Laerson Silva).

Ele foi assassinado em 12 de novembro de 2009, quando tentava evitar um assalto a uma agência da Caixa Econômica Federal, no Centro da cidade.

A ideia foi do delegado Marcílio Barenco.

Será entregue todos os anos, na data do aniversário da morte do servidor exemplar, aos integrantes da Polícia Civil – delegado, agente ou escrivão – que se destacarem nas suas funções.

Ao Laerson e família, ficam aqui o meu abraço, solidariedade e satisfação pela homenagem.

 

MP de Contas vai suspender concurso da prefeitura de Craíbas - é o terceiro
Empresário do Estaleiro Eisa chega a Maceió nesta quinta-feira e dá coletiva no Palácio
  • João

    Deveria ser criada uma conta para a campanha Alagoas Esperança. Nela, cada alagoano depositaria 1 real (ou mais, quem quisesse). Com isso seriam obtidos no mínimo 2 milhões e 600 mil reais, que seriam dados ao coronel Cavalcante após ele escrever um livro de memórias integrais, com todos os nomes de seus contratantes, que certamente se tornaria muito vendido e daria a ele ainda mais dinheiro.Além disso, o governo do Brasil poderia garantir proteção a ele e à família dele.Esse cidadão não tem ideia de como pode ajudar Alagoas a ser uma terra melhor.Seria uma redenção para ele.

  • alex

    Já está mais do que na hora dessa Associação dos Magistrados se preocupar no coletivo, que é a sociedade alagoana, que vive implorando por justiça desde dos crimes mais simples aos mais perfeitos.

  • eduardo

    O Cel. Cavalcante é um arquivo vivo. Ele é que deve ser cuidar e pedir proteção aos juízes. Não acredito que eliminando algum juiz ele vá melhorar sua situação. Pelo contrário.

  • tou cagota

    ASSINO EMBAIXO….NÃO É 51 MAIS UMA BOA
    VMS COMEÇAR ESSA DOAÇÃO MAIS SÓ QUANDO ELE VERDADEIRAMENTE DIVULGAR, PORQUE SE DERMOS ANTES, ESSA COBRA VAI CRIAR VENENO.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Djalma Paulino

    Muito merecida esta homenagem feita ao policial Anderson de Lima. É o mínimo que se espera em relação à memória de um profissional que honrou, se dedicou inteiramente e morreu defendendo a sociedade e a instituição policial que ele adorava.
    Os meus sentimentos e um cordial abraço a todos os seus familiares e amigos.
    Que ele esteja com Deus!

  • CAP HERCULANO

    Muito bom João. Agora em relação a segurança desses juízes, manda eles solicitar PMs “SARADOS”, pq os gordinhos são bons no dedo, mais ruim para pagar contas, servir de vigilantes de ruas, levar os filhinhos pra boates, cinemas, colégios, ets.
    – Srs. juízes, SEGURANÇA PESSOAL é como se fosse um membro da família,CONFIANÇA RECÍPROCA e não deve ser tratado como um qualquer.
    Lembrem-se disso. “TRATAR BEM, P/ SER BEM PROTEGIDO.

  • Gisa

    E nós? cadê segurança? pagamos tantos impostos para ficarmos presos em casa por conta da falta de segurança deste triste Estado. Eu não cometi nenhum crime e nem sou nenhum arquivo vivo, pago meus impostos em dia, plano de saúde por que não posso confiar no SUS, não tenho direito a segurança. É mole ou querem mais…

  • ESTROBÁFYO

    Nossa pseudo-república possui 3 poderes que garantem nossa pseudo-democracia. Ambos os poderes devem conviver em paz e harmonia, mas o que vemos é o contrário, ambos vivem temendo um ao outro. Funciona mais ou menos assim; Nossos juízes não julgam o político por medo de aprovarem uma lei respaldada pelo executivo que prejudique seu poder e vice-versa. Nós o povo ficamos no meio desse tiroteio sem nexo. Para Cavalcante que fez vítima e agora prova do mesmo remédio ou ele detona ou será detonado. Extermina ou será exterminado. É só uma questão de tempo. Para um Estado onde a violência é uma constante mais 1 menos 1 tanto faz isto sem levar em consideração sua classe social, depois os poderes constituídos mostram suas mazelas com soluções lúgrubes e contrárias aos anseios do povo. Coisa de Brasil, simples assim. Está explicado o medo desse podre poder inerente ao Cavalcante.

  • wellington lima junior

    que os magistrados correm risco de morte todos nós sabemos, agora que tem muitos bandidos politicos que podem aproveitasse do fato da liberdade do ex cel para mandar matar juizos e politicos rivais, para que a culpa recaia sobre o cavalcante.

  • E o povo, Almagis?

    Engraçado! A Almagis afirma ser necessária proteção para Juiz. Adianta, a organização, que os magistrados se sentem ameaçados após a soltura do ex-coronel Cavalcante que, no meu entender, não tanta raiva de juiz. O problema do ex-militar é mais direcionado aos politicos aos quais, ele prestou “grandes serviços”. Só que a Almagis não pode tentar desfalcar policiais de um órgão de segurança púvblica, prá la de acéfalo we que não dá sequer 10 por cento dse segurança à população. Muito bom preservar a vida de juizes com o aparato policial do Estado. Juiz ganha muito e, portanto, em condições de contratar seguranças. |O povo, não, pois a maioria vive na pior lascadura da vida. Almagis, invente outra, TÁ!

    a

  • JJFELIZ

    QUE TOLICE E FAZER MAL AO PRÓXIMO,
    O MAL SÓ QUER SER SERVIDO MAS, NÃO SERVE A NINGUEM!
    SENHORES ESCRAVOS DO MAL!
    PARA TODOS HÁ UMA SAÍDA!
    CONVERTAM-SE VERDADEIRAMENTE A DEUS E ELE LHES PROTEGERA DA ESCRAVATURA E DO ESCRAVAGISTA QUE É O “MAL”.
    “CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ”.
    SAIAM DESTE MAPA DE VIDA TÃO ÍNFIMO, QUE SÃO OS SEUS MAPAS, E DEIXEM-SE ENVOLVER PELO MAPA DO UNIVERSO ONDE REALMENTE SEREIS RICOS E VIVEREIS.

  • carlos

    Pensem,bem sem deixar de se precaver.Coronel,”cresceu”,em vários governo no pode atribuir um só governo,A Secretarisa de Defesa social,foi uma casa de Maria Joana,onde cada deputado por muitos anos,dominava por região aquele puteiro geralmente comandado por uma prata furada casa delegado de Alagoas.A correlação de força deste momento fica difícil o Cavalcante,formar um grupo fardado com tanto poder de terrorismo.Tente deixar o homem,se assim ele quiser levar um vida normal.