O blog recebeu, no início da tarde, o texto abaixo, contendo o que seria a posição de um expressivo grupo de trabalhadores da Braskem. Após me certificar da origem do documento, resolvi publicá-lo, sabendo, inclusive, que ele será lido em plenário amanhã, na Assembleia Legislativa, pelo deputado Judson Cabral. 

CARTA ABERTA DOS TRABALHADORES DA BRASKEM À COMUNIDADE

Nós trabalhadores da Braskem, da Unidade de Cloro-Soda de Maceió estamos vindo à público  para externar nossa posição diante dos recentes fatos ocorridos e divulgados em todos os meios de comunicação, perante a sociedade, o sindicato da categoria e a própria empresa. Tais eventos não são comuns e não condizem com a rotina da realidade vivenciada por nós.

Trabalhamos há mais de 34 anos de forma responsável, para evitar qualquer tipo de danos às pessoas e ao meio ambiente e somos treinados e capacitados para atender as pessoas em qualquer situação de risco e eliminar qualquer evento indesejado que ocorra no nosso ambiente de trabalho.

Qualquer membro da comunidade deve sentir-se livre para questionar os funcionários sobre os eventos, pois nosso comprometimento com a segurança nos respalda para atendê-los da melhor forma possível.

Ao contrário do que as pessoas pensam, também somos comunidade, temos família – esposas, irmãos e filhos – que trabalham aqui. Não seríamos irresponsáveis em apoiar a nossa vida profissional em um ambiente que não julgássemos seguro.

Repudiamos informações como as que foram divulgadas de equipamentos sucateados, falta de manutenção e outras não verdadeiras. Estas informações só atrapalham a correta análise do incidente ocorrido.

No momento em que vivemos e em todos os outros, não devem existir meias verdades, nem tão pouco informações deturpadas. Os fatos ocorridos nos dias 21 e 23 de maio, também nos feriram como pessoas e como profissionais. Somos trabalhadores capacitados ao longo de anos de treinamento e dedicação a profissão que abraçamos, e nosso maior objetivo hoje é normalizar a situação em todos os aspectos.

Lamentamos profundamente todo o ocorrido e temos a obrigação moral e profissional de apoiar às famílias e às investigações.

O momento é de tristeza e requer muito equilíbrio, tranquilidade e trabalho para restabelecer a confiança de toda sociedade.

Trabalhadores da Braskem – Unidade Cloro Soda Maceió – Alagoas.

 

 

Em junho: a licitação do lixo de Maceió vem aí
Urbanitários se mobilizam contra privatização da Eletrobras
  • Adriano Silva

    Na Teoria é tudo bonito, mais na pratica a realidade é outra só conhece a realidade da BRASKEM é que convivem com pessoas ligada a ela, pois existe uma sobre carga de trabalho e os equipamentos não pode para para serem feitas a manutenção,assim a Fabrica fica trabalhando em situação Precaria…Essa carta é uma verdaeira balela, não acredito que o SINDICATO comunga com ESSA PROPAGANDA ENGANOSA…

  • PêCê

    JÁ NÃO BASTA AS EMPRESAS QUE SÃO IMPEDIDAS DE SE INSTALAR EM ALAGOAS A EXEMPLO DO ESTALEIRO, QUE JÁ PERDEMOS POR INCOMPETÊNCIA DOS NOSSOS BRIOSOS POLÍTICOS?
    AGORA JÁ QUEREM EXPULSAR UMA DAS MAIORES, QUE SÃO POUQUÍSSIMAS EMPRESAS QUE GERA EMPREGOS E RENDAS?
    ESSA CARTA JÁ DIZ TUDO.
    A BRASKEM É UMA EMPRESA SÉRIA, QUE ZELA PELO MEIO-AMBIENTE E PELA PROTEÇÃO DOS MORADORES VIZINHOS.
    SÓ PORQUE HOUVE ESSE INCIDENTE, NÃO PODEMOS CRUCIFICAR A EMPRESA.
    AFINAL, ACIDENTES ACONTECEM E A EMPRESA ESTÁ DANDO ASSISTÊNCIA NECESSÁRIA A TODOS.
    ÊITA ALAGOAS DIFÍCIL, HÉIN…

  • SEBASTIÃOIGUATEMYR CADENA CORDEIRO

    Taí!e não é que a Braskem está prenhe de
    razão? Qualquer outra empresa desta ter-
    ra que não tenha falhado,que atire a pri
    meira pedra. Falências ou fadigas de pe-
    ças provocadas pelas intempéries sob a
    chancela do tempo são desagradáveis sur-
    presas que provocam maiores ou menores
    tragédias.Não foi assim que perdemos o
    inigualável Ayrton Senna? Faz parte do
    jogo !

  • Taís de lima souza

    Hoje,a maior parte dos trabalhadores desta planta em questão(unidade cloro-soda)são terceiros são eles que ficam a maior parte do tempo na unidade; O ideal seria uma carta aberta escrita por eles!!! Naõ acha???.

  • cicero dantas

    Até que enfim, alguma coisa sana em Alagoas, parabens aos funcionários da Brakem.

  • jonas athaide

    Na realidade o que existe, são pessoas querendo se aproveitar do acidente e tirar proveito financeiro e político, como é o caso de um cidadão que até copiou uma materia de jornal e distribuiu pelas portas das pessoas dizendo ser ele o salvador da patria, ocorre porem que este cidadão, não reside no trapiche, e seu pai invadiu o predio do posto de saúde que há 60 anos existiu no barrio e hoje funciona com venda de combustivel, ai sim coloca em risco as pessoa que residem nos arredores.Se defenda cuvado.

  • Vercilo Matos

    Conheço a forma de gestão desta empresa preocupada com as questões que vão levar décadas para outras sediadas em Alagoas chegarem a este nível, lamentamos o ocorrido e devemos dar credibilidade aos funcionários que são a nata da Química no Brasil.

  • Sebastião da Silva Neri

    Acho oportuna a manifestação dos trabalhadores da BRASKEM,isto porque os mesmos são terinados constantemente. Não há um coisa pior de que um incidente/acidente. Eles vão superar esse momento e as comunidades vão ficarranqueilas.

  • Willibrordo Valença

    A Braskem em minha vida tem uma grande importancia, meu pai criou a mim e minhas irmãs trabalahndo na Braskem à 32 anos e hoje meus filhos são mantidos tambem da Braskem atraves é claro do meu trabalho, que a empresa tem dado toda as condições pra que eu execulte. Trabalho la e vejo que a empresa tem feito de tudo pra nos da a segurança necessaria!!!

  • Nejain lemos

    Hoje é a única empresa de grande porte em Alagoas opera a varias décadas, acredito que devemos ouvir as partes antes de prejulgar os acontecimentos

  • João

    Concordo plenamente com vc Taís,Tb a braskem deveria ao inves de gastar com viajes e despesas com os seus diretores e investir mais em capacitacão em que dar o duro para a empresa continuar funcionando!! A braskem patrocina cada evento que nao tem nada a ver com sua area,e gasta demais com viajens e luxo para quem nao precisa como Jorge basto e outros!! A mão de obra qualificada e com segurança deveria esta em primeiro lugar!!

  • César Gomes

    A Braskem é uma empresa muito séria e competente. Ganhou dimensões muito grandes a ponto de estar presente em vários Estados e Paises (ex. EUA). Alagoas precisa mais da BRASKEM)do que a BRASKEM de Alagoas. (Impostos, empregos, empresa do Polo Industrial que se instalaram por causa da matéria prima dela e etc, Pensem nisso…

  • josue messias filho

    Somos trabalhadores responsáveis desde o ano de 1976. Hoje temos varios colegas que são filhos de outros que já estão aqui há mais de trinta anos. Será que se não houvesse segurança um pai colocaria seu próprio filho para trabalhar? Precisamos de coerência e não de “pavor” criado por determinados seguimentos.

  • fabio silva

    Antes de pré-julgarmos devemos ouvir as partes. A Braskem é sem duvida uma empresa séria e de grande porte.

  • Antonio aranda da silva

    Como Alagoas é miuda em todos os aspecto, minha gente Trabalhei ainda quando SALGEMA e conheço area quimica e de manutenção a mais de 30 anos em processos quimicos, e se voces conhecerem Cubatão que do tamanho de Maceío e tem + de 30 industria uma enorme refinaria de Petroleo uma siderugica uma das mais antiga do Brasil, e lá o povo só cresce. Mas é pra cima aqui só pra baixo, eu digo porque conheço de perto, só em Cubatão morei e trabalhei em industria e nunca fiquei doente nem baixei de peso um grama sequer, vamos fazer uma coisa dê bons salarios para o povo feche a Braskem e as usinas e toda população vai viver nas praias q TAL a IDEIA ??? AI NINGUEM VAI COLOCAR MAIS TANTA BESTEIRAS NOS BLOGS

  • JOSE OTAVIO CAVALCANTE CERQUERA

    REALMENTE FUI FUNCIONARIO NA EPOCA QUE ERA SALGEMA INDUSTRIA QUIMICA , A MESMA ENVIOU UM GRUPO DE TECNICOS A SALVADOR BA FOI FEITO CURSO PELA PETROBRAS DURANTE 8 MESES E APOS UM ESTAGIO NA AREA DE PRODUÇAO INDUSTRIAL , UNS NA CQR E OUTROS NA REFINARIA LANDULFO ALVES,NA FABRICA DE BORRACHA SINTETICA E TAMBEM NA CARBOCLORO , FOMOS DAR PARTIDA NA FABRICA JARI ENO PARA , O TREINAMENTO E CONSTANTE NA EMPRESA , A POPULAÇAO NAO SE PREOCUPE PORQUE OS TECNICOS ESTAO NA ALTURA , HOJE ESTOU FORA DA EMPRESA MESMO ASSIM NAO DENIGRO O NOME DE UMA RESPEITADA EMPRESA

  • Integrante

    Como ta no início da carta…Carta aberta dos TRABALHADORES da Braskem a comunidade….está abragendo não só integrantes…mas todos que ali trabalham e ganham seu ganha pão…eu queria ver se fossem v6 que falam tanta coisa que não é verdade…se tivessem em nosso lugar…se estivessem no risco de perder seu emprego vai sustentar sua família como?? vendendo jujuba no ônibus…antes de falarem procurem saber o que realmente acontece..pra não pecarem pela boca….

  • Henrique Moura

    Parabéns Ricardo por abrir espaço para divulgação desta carta que, por certo, não dita só o sentimento dos empregados da Braskem, mais também da maioria esmagadora dos terceirizados, como eu, que tenho a dimensão da seriedade empunhada por todos que compõem àquela fábrica – funcionários e terceirizados – no que diz respeito a segurança do pessoal e do meio ambiente. Há muita gente falando sem ter noção do que representa a Braskem para Maceió e Alagoas e vem adotando uma postura que não condiz com a seriedade da situação.
    Essa carta vem de encontro às declarações irresponsáveis cometidas pelo SINDPETRO AL/SE.
    Tudo deve ser apurado, as explicações devem ser dadas, até para que a população volte a ter a confiança que sempre teve nos mais de 30 anos em que essa fábrica opera sem nenhum acidente / incidente anterior a esse com tais proporções.

  • Alex Ferro

    Trabalhei 18 anos na UCS e ano passado fui transferido para a Bahia, assino em baixo, evidente que ninguém esperava este tipo de episódio, porém fatalidades acontecem, nem a NASA está imune.
    Ninguém mais indicado que o Deputado Judson Cabral para ler esta carta em plenário, Judson é Engenheiro de Segurança e conhece da área industrial.

  • Operador

    Trabalho nessa empresa a 22 anos e posso assegurar que lá segurança é pensado 24 horas por dia, nos nossos DDS estamos sempre tratando da segurança nossa, dos parceiros e da comunidade. Tem muita gente falando besteira por motivos que ainda não sabemos.

  • E.E.C

    Todos os trabalhos existentes na face da terra contém um risco qualquer. No caso de empresas sérias, como a Braskem, o risco é controlado. São muitos anos de trabalho e esforço para manter um ambiente sociável junto à comunidade, com programas que envolve as pessoas e com comprometimento com a SEGURANÇA, SAÚDE dos trabalhadores e comunidades adjacentes, e com o MEIO AMBIENTE.

  • Operador

    O nosso sindicato precisa acordar e ao invés de ficar contra nosso emprego se preocupar tambem em mantê-lo, pois, se a empresa fechar as portas, não haverá mais sindicato para representar ninguem. Acorda sindicato.

  • Operador

    Taís, os terceiros são muito importantes para a operação dessa planta, pois são eles que prestam manutenção em nossos equipamentos. Você acha que eles querem o fechamento da empresa para ficarem desempregados?!!!
    Para esclarecer: Quem fica a maior parte do tempo são os operadores da planta: ficam 24 horas por dia.

  • Rafael Lages

    Amigos, posso falar desse assunto com propriedade, pois, sou filho de um ex-funcionário da Braskem que trabalhou na mesma durante 30 anos e que sem dúvida nunca vivenciou um momento tão triste como esse. Temos certeza que não somos isso o que a mídia fala e faz questão de rotular nossos anos de trabalho com uma palavra tão forte como “incompetência”. Sabemos o que é necessário para mudar essa imagem e vamos mudar, pois, nunca deixamos de superar desafios e não será nesse momento que deixaremos de faze-lô. Como dito iremos aguardar o resultado da investigação para tomar as medidas necessárias para a retomada de um trabalho que sério e que contribui demais para o desenvolvimento do nosso estado.

  • Paulo

    trabalhei por 20 anos na Salgema,Triguem hoje Braskem convivie com tudo ali dentro,vasamentos,incendios explosões e mortes e vai continuar assim por todo tempo,a produção tem que ser no maximo,toda fabrica é comandada de salvador,a terceirização é verdadeira só os operadores de produção são da casa,a maioria dos operadores trabalham fazendo hora extra é so fazer uma auditoria dentro da empresa, a lei é produção total para agradar os acionistas, quanto aõ sacuteamento isso não existe,a empresa Montec hoje uma grande empresa graças aos contratos vitalicios com a braskem é quem faz a manutenção de todos os equipamentos da fabrica e não treina nem oferece total segurança a seus funcionarios todos sabem disso,enquanto a mudança e interdição toral da fabrica isso não vai acontecer nunca,jamais o governo permitira tal loucura para seus cofre publico,,a Braskem continuara operando para sempre e outros acidentes podera ou não aconteçer,essa é minha opinião.

  • Carla V. Silva

    O Governo do Estado, os politicos insanos e a população sem cultura, já imaginaram o nosso Estado, perder a Braskem! Quantos empregos perdidos, quanto de recursos de icms não recebidos e a mudança da empresa para Pernambuco ou Sergipe. Pense nisso!

  • carlos alberto dos santos.

    reamente é triste ocorrido na braskem mais vamos deixa bem claro que abraskem é uma enpresa seria que presa pela segurança de seus fucionario e pelo meio ambiente nos alagoanos precisamos da braskem.

  • Prolixo

    Não quero justificar um erro com outro,mas, fatalidades acontecem e vem acontecendo em qualquer lugar a qualquer momento. Imagine a fatalidade de uma pessoa que está dirigido um possante carro com toda a segurança possível e de repente bate e infelizmente vem a falecer devido a barra de direção ter atingido o seu coração!! A montadora desta marca de carro deve ser fechada por não ter feito uma barra de direção com um outro tipo de material que após a colisão desintegrasse, por exemplo?

  • carlos alberto dos santos.

    existem pessoas ainda inguinorante que ñ tiverão oportunidade de estuda pois falam coisas absuldas no nosso estado so tem politito querendo aproveita da cituação pra sebenefiar alagoano é reamente triste ocorrido mas ñ vamos cair na bestera de quere fechar uma fabrica dese porte no noso estado nos ja não temos fabrica suficiente o govermo precisa pagar afolha do estado sem braskem vai se mais deficio vamos torce pra da tudo certo pro nosso estado.

  • Rafael Lages

    César Gomes suas palavras dizem tudo… Pensem nos investimentos que o Pólo de Marechal tem por conta da Braskem e Pensem nesses familiares desempregados… Gente fechar a Braskem é fechar o Pólo de Marechal, pois, as empresas que ali estão instaladas a maioria vivem da matéria-prima da Braskem ou prestam serviços a mesma.

  • Paulo Henrique M. Sampaio

    Parabéns pela atitude dos funcionários e amigos, e também pelo profissional Ricardo Mota que de forma isenta procurou apurar a procedência desta carta e a divulgou.
    Vamos juntos elevar o nome da Braskem e torná-la mais uma vez a empresa dos Alagoanos.

  • Paulo Henrique M. Sampaio

    Empresa que gera empregos, que gera dividendos para o estado e que nos orgulha em fazermos parte dela.
    Vamos nos unir e elevar a Braskem!!!

  • João de Deus

    Caros Alagoanos,

    Se realmente a fábrica da Braskem fechar como dizem… quem irá garantir os empregos das tercerizadas ? No meu ponto de vista é fundamental todos sentarem para chegar em um denominador comum… não ficar de conversas incorretas, ou melhor dizer pessoas com cometários sem nexos. A fábrica da Braskem não pode sair da estado de alagoas, se isso acontecer será um caos para todo mundo, com certeza prejudicará o comércio, shopping…em fim toda a economia de alagoas !!!! é preciso que todos reflitam.

  • Operador

    O sindicato exagerou e deixou a racionalidade de lado.
    É uma pena que só fez prejudicar a situação dos empregados e parceiros.

  • Operador

    O SINDICATO ERROU FEIO E NÃO MERECE A NOSSA CONFIANÇA!!!
    VAMOS DAR A VOLTA POR CIMA!!

  • Janete

    Eu só tenho uma coisa a dizer:quem trabalha ou mora perto da Braskem vai morrendo aos poucos e não sabe.O ar é de péssima qualidade.Vocês estão respirando veneno.Os danos vem aos poucos e doenças graves aparecerão com certeza(a exemplo de câncer entre outros).Esse é o preço que vocês vão pagar.Precisam trabalhar mas, o preço a ser pago é alto demais.E a Braskem enrriquecendo e o povo morrendo,adoecendo.Essa conversinha de carta aberta de trabalhadores é melhor dizer:BRANSKEM FORÇA A BARRA PARA VOLTAR A FUNCIONAR!

  • Contribuinte

    A Braskem é grande, muito maior que essas pessoas que querem derrubá-la.

  • José Antônio lima do Nascimento

    Amigos, fiz 18 anos de empresa BRASKEM com muito orgulho,sei das responsabilidades em SEGURANÇA,SAÚDE E AO MEIO AMBIENTE que praticamos todos os dias e da total confiança que tenho aos meus amigos de trabalhos e Lideres dessa empresa para a pratica na SEGURANÇA dentro e FORA de nossas unidades.

  • tião

    Claro que a Brasken é importante para alagoas, agora uma fabrica desta natureza instalada em um local de tão sensivel fauna e flora e com uma densidade populacional grande é no mínimo insano, pq os acidentes inevitáveis em todo local ocorrem mas ali não pode ocorrer se houve explosão houve algum erro e ali se erra milhares de vidas estão em jogo se a fabrica estivesse em um local mais afastado as consequencias seriam menores e se poderia trabalhar de forma mais tranquila.

  • Gedson e Paiva

    Somos trabalhadores dessa empresa e garantimos a sociedade em geral que o nosso ambiente de trabalho é bastante seguro. Nossa meta em segurança é zero acidente e estamos sempre focados em tal meta. Sentimos, como todos que aqui trabalham, o ocorrido nos dias 21 e 23 do corrente mês. Lamentamos também que pessoas desinformadas e mal intencionadas fiquem veiculando informações que só trazem prejuizos a economia de nosso estado.

  • Benson

    Quando lemos TRABALHADORES, eu entendo como funcionários, parceiros e fornecedores da Braskem, afinal de contas pelo que conseguimos lembrar, são pelo menos 900 famílias tendo o sustento garantido, pelos esforços e trabalhos desenvolvidos nesta empresa. Outro ponto que não conseguimos esquecer, é o papel social que via de regra, é divulgado de forma bastante acanhada nas mídias do nosso estado, momentos como os do surto de cólera, onde a empresa teve papel importante no controle, das doações de hipoclorito ao poder público e a várias comunidades quando solicitado, o Lagoa Viva, a Eco Vela e muitos outros eventos promovidos ou patrocinados pela empresa. O exagero, não das pessoas, mas de alguns segmentos de comunicação, que não denunciam deputados e vereadores corruptos, esquecem de Taturanas e Guabirus, e fazem, além de irresponsável leviano, promovendo terror, e não ajudando para a resolução dos problemas.

  • marcelo

    A Braskem unidade cloro soda é uma empresa seria,mas quem trabalha la dentro conhece as condições precarias da fabrica seja as condições fisicas como os equipamentos e assim por diante,isto é um problema que vem se arrastando desde a epoca de salgema,muito se fez,mas é preciso fazer mais para alcançar o patamar de classe mundial.

  • Maria Oliveira

    Não faço parte da empresa, mais me sensibilizo bastante com a preocupação de todo corpo que faz (integrante). Acho que as pessoas deveriam antes de julgar buscar conhecer para não tomar ações precipitadas. Conheço algumas pessoas que trabalham lá, e vejo o comprometimento que tem com a segurança, saude e com o meio ambiente. ” vamos analizar antes de julgar”.

  • sergio

    O MP de AL age de acordo com os interesses de alguns grupos. Para eles fechar a Braskem é uma brincadeira, não se importam, vivem mamando nas tetas do governo, porém pela “competência” que tem esquecem-se que quem paga os seus salários são os impostos arrecadados e uma das que mais paga, se não for a maior, é a empresa que os irresponsáveis querem fechar. Os sindicalistas nem se fala, têm boca para repetir o que alguns políticos e alguns grupos mandam, não têm nenhuma visão de nada ou pensam que se tirarem a única empresa que o estado ainda tem eles continuaram mamando, sem trabalhar? Isso é fruto do despreparo e do oportunismo dos nossos sindicatos. De parabéns os trabalhadores que não foram subjulgados pelo “sindicato” pelego e oportunista, por grupos de políticos que sabemos bem quem são e por esse MP que são formados de desinformação, falam, embora nem saibam do que estão falando. Será que depois que, por pura falta de inteligência, pela ganância, por serem corruptos, e por suas atuações perdemos o estaleiro vamos perder também essa empresa? Será que só seremos plantadores de cana (para alguns poucos é ótimo)? Será que continuaremos a ser a terra dos bóias frias? De retirantes? De formadores de matadores e de marginais ou esses grupos estão aguardando a liberação da maconha para se “tornarem “agricultores”? Qualquer estado, com um pouquinho mais de educação e cultura, que não estejam nos últimos lugares no índice de desenvolvimento estão de braços abertos para receberem essa empresa que “nós” queremos mandar embora. São esses que batem palmas para o Ministro da Educação, por interesse escuso, sai em defesa de uma gramática da Língua Portuguesa distribuída para as escolas públicas , com erros gramaticais e ainda dizem que concordância é supérfluo, coisa sem necessidade.
    É, realmente tem que haver cotas no vestibular para os pobres coitados estudantes de nossas escolas públicas.

  • Ricardo Tamandaré

    Realmente a Brasken zelandia pela segurança de tudo e de todos. Já tive lá e sei como é.

  • Ricardo Tamandaré

    Realmente a Brasken zela pela segurança de tudo e de todos. Já tive lá e sei como é.

  • Mônica

    Todos já esqueceram do acidente ocorrido nessa empresa que matou um funcionário (Elves Monroe) e feriu gravemente outro a alguns anos atrás…Acho a Braskem importante para o desenvolvimento do nosso Estado, porém precisam investir um pouco mais na segurança tanto á população quanto aos funcionários, trabalhadores honrados e que sobrevivem deste trabalho.

  • Adriano Silva

    BRASKEM porque não apreveita essa parada e faz a manutenção do compressor de cloro (ver a Vibração (pode ser os mancais))….depois não que chamei atenção!!!!!

  • Adriano Silva

    carlos alberto dos santos. escreveu:

    30/05/2011 as 21:27 Não acredito que tu seja funcionario da BRASKEM,pois com esses erros grosseiros de português (logo vc que diz que tem que estudar), deves esta sendo alfabetizado…

  • Henrique Moura

    A Braskem está a ano luz no que diz respeito a segurança e meio ambiente se relacionada a outras empresas da região. Todos que lá estão sabe disso. O que acontece é que uma planta dessa tem riscos intrínsecos, porém, bem gerenciados tudo corre de maneira tranquila. Moro no Trapiche e não me sinto nem um pouco ameaçado pela Braskem, pelo contrário, reconheço o seu importante papel para economia do Estado e seu importante lado social. Quantas famílias dependem hoje da Braskem? Qual a empresa hj investe mais em Alagoas que a Braskem com a duplicação da planta lá no Polo Industrial de Marechal Deodoro? Quantos empregos está sendo gerados só nessa obra? Se aqueles trabalhadores não estivesse lá, onde estariam? Existe gente falando coisas que não existe. Dia desses ouvi um cara na rádio falar que qdo passa no ônibus pela Braskem sente um mal estar. Um vereador da Capital comparou o evento da Braskem a Chernobill, absurdo ou exploração da ignorância técnica do povo? Pensem nisso!

  • ENGENHEIRO MECÂNICO

    Não há como negar,
    O ACIDENTE ACONTECEU E FOI GRAVE.
    Essa de fazer CHAMTAGEM, ameaçando fechar a fábrica (negócios são fechados quando não é viável financeiramente), é pobreza de espírito.
    É preciso SERIEDADE.
    O estado tem que monitorar a manutenção e operação de uma indústria com essa característica.
    NÃO ADIANTA CHORAR PELO ACIDENTE OCORRIDO, TEM QUE TOMAR PROVIDÊNCIA PARA NÃO OCORRER MAIS.

  • Maria Barros

    Quem leu com atenção sabe que não foi trabalhador algum que fez essa carta, pois podem até ter obrigação profissional mas moral??
    Se tudo que a Braskem quer é mostrar que está tudo bem porque não abre as portas da fábrica e deixa a impressa ver o que acontece lá dentro, alguns funcionários ou dizem o que eles querem ou ficam sem emprego e isso serve principalmente para os prestadores. Por que nessa carta aberta não cita nome de funcionarios?
    Temos certeza que os trabalhadores tem família, não temos certeza se eles tem amor a vida.
    Temos certeza que acidentes como esse são comum sim na Braskem, mas que não se torna público para não afetar a boa “conduta” da empresa.
    Tenho certeza que a Braskem está sucateada pois minha filha fez visita a Brakem em 2010, justamente na área do acidente e chegou em casa horrorizada com o sucateamento, tudo enferrujado, corroído. E olhe que ela não tem a menor experiência, ela só bastou ver a situação e achar um absurdo.
    Será por isso que logo após o acidente já tinha um guincho e alguém pintando e encobrindo o que houve?
    Que nosso Estado precisa da Braskem isso não temos dúvida, em momento algum é viável a retirada da UCS do nosso Estado, pois é grande gerador de emprego, mesmo sendo contratados por prestadoras, inclusive elas são geradoras de impostos, mas o que a Braskem precisa de uma manutenção de verdade e urgente, não uma parada de 10 dias, precisa ser feito como as paradas de 10 anos atrás, parada de 40 dias, para que seja feita manutenção corretiva e preventiva sem ser só no papel.
    Por que fazer bonito é fazer acontecer, não é maquear uma logomarca, nem se sentir a tal por ser multinacional, é fazer das coisas indispensavéis como a segurança no trabalho a coisa mais importante, pois não existe máquina sem que seja auxiliada pela vida.

  • ivanilde santos da silva

    gente vamos pensar grande, o que aconteceu, foi uma infelicidade, mas a Brasken tomou todas as providências possíveis, dando total apoio as pessoas envolvidas no incidente, a Brasken é nossa vamos apoiá-la também.

  • eduardo

    A empresa está fazendo circular um boato entre os empregados de que poderá sair do Estado, pois Alagoas representa só 2% do grupo. Daí o medo e a tensão dos empregados, não de morrer numa explosão ou sofrer um acidente, mas de perder o emprego num estado sem emprego.Em relação ao que existe no estado, os padrões da Braskem podem ser considerado excelente. Até o IMA é equipado por ela. Porém, tem muita gambiarra, economia e manutenção precária, que poderia ser melhorada.

  • Vicente W Nóbile

    Trabalho na Braskem a mais de 20 anos, muito de minha formação profissional devo a empresa que me deu oportunidades e desafios. Ao longo destes anos acompanhei o crescimento dela, também. Inicialmente Salgema, depois Trikem e hoje Braskem. Vi muitos jovens estagiários, traines e aprendizes ter a oportunidade de mostrar seu trabalho e crescer junto com a Empresa. Muitos destes profissionais hoje sendo disputados e recrutados por grandes empresas do cenário Nacional e Internacional (Vale, Petrobrás, Votorantim, Embraer, entre outras) e até pela Própria Braskem em outras Unidades fora de nosso Estado. Isto tudo me dá muito orgulho de pertencer ao quadro de Funcionários de Alagoas.

    A carta aberta foi elaborada sim, por iniciativa dos Trabalhadores que se sentem sem voz, ante pessoas e instituições que não vivem a realidade de nosso dia-a-dia ou aproveitam-se deste momento delicado para ganhar projeção ou obter algum tipo de favorecimento ou ganho.

    Não sabemos fazer política, nem marketing. Sabemos trabalhar e o fazemos, cada um com sua habilidade, competência e humildade. Espero que outros órgãos da Mídia e do Poder Público (Legislativo e Judiciário), sigam o exemplo deste canal de comunicação e ouça o que os Trabalhadores tem prá falar.

  • ivanilde santos da silva

    gente vamos pensar grande, o que aconteceu, foi uma infelicidade, mas a Brasken tomou todas as providências possíveis, dando total apoio as pessoas envolvidas no incidente, a Brasken é nossa vamos apoiá-la também

  • Estagiários Operação

    Nós somos os estagiários da operação da planta da UCS-AL. Somos uma das provas que o treinamento técnico da Braskem existe sim! Deixando claro, todos nós somos técnicos formados por instituições competentes e reconhecidas, IFAL(antiga ETFAL) por exemplo. Mesmo assim ainda estamos em treinamento prático e teórico. O treinamento ainda não está finalizado e já dura 8 meses. Em relação à segurança, podemos dizer que a preocupação com segurança passada principalmente pela gestão e pelos operadores mais antigos é , de fato, impar e fora dos padrões da maioria das empresas.
    Portanto, as informações que estão sendo divulgadas não correpondem com a realidade , por nós vivenciada.

  • Janaina karla

    Li os comentários, tem cada um…
    Trabalho lá, participei dá carta. Pensamos em colocar o nome, srª Maria Barros. Mas vc realmente acha que caberia mais de 4000 mil nomes nela. Porque é esse o nº de famílias que esta empresa sustenta.
    Não sofremos pressão para isso, foi iniciativa nossa, porque todo mundo falava, menos quem está lá dentro 24 horas. Mas vamos fechar e sermos sustentados pelo governo, será que ele dá conta? Com 4000 famílias sem emprego a violência só aumentaria, porque sou mãe e seria capaz até de roubar para não deixar meu filho passar fome.

  • Comunidade

    Essa Maria Barros ou é burra ou se faz passar por burra juntamente com sua filha que ela mesma diz não ter experiência e não deve entender nada. Se não entende nada como pode opinar?!!!

  • Cícera Maria dos Santos

    A discussão não está na importância da empresa para o Estado. O que se discute é a integridade dos trabalhadores, população e meio ambiente. Pergunto aos arautos defensores da Braskem: Quem daria a vida pelo emprego? Quem daria a vida pela permanência da fábrica em solo alagoano? Acredito que nenhum trabalhador seria herói nessa condição. Alguém aqui já questionou os moradores da região do Pontal, Trapiche e adjacências? Certamente a opinião deles seria diferente da maioria dos que opinaram neste blog, olhando olhando para o próprio umbigo. Ainda bem que o MPT está atenta para exigir que a Braskem aprimore todos os seus projetos de segurança.

  • ana rios

    O que aconteceu de fato foi um acidente de trabalho que pode ocorrer em qualquer empresa como de pequeno ou de grande porte. Fico triste pelas famílias que sofreram ao redor da Braskem, mas também penso nas famílias que no momento sofrem muito mais, que são aquelas que estão com funcionários no Hospital se recuperando do acidente. Peço a Deus que todos se recuperem. Muita gente se aproveita nessas horas para sugar dinheiro, pedido indenizações absurdas ou como Ministério Público que quer multa a braskem com rios de dinheiros e eu me pergunto. O que será que eles vão fazer com tanto dinheiro????. é um absurdo o surgimento dessa hipótese” fechar a porta da braskem”. Não consigo nem imaginar Alagoas sem esta fábrica a qual existe aqui há mais de 35 anos a qual empregou milhares de pessoas e que ainda dão oportunidades para aquelas que ainda estão fazendo cursos, estágios, seleções e principalmente aquelas que depende direta e indiretamente desta empresa como parceiro empresárias, cursos que formam técnicos e etc. Tenho certeza que a empresa vai dá a volta por cima sem precisa fechar as portas. Força BRASKEM……

  • Juliana

    Concordo com Ivanildo, gente vamos pensar grande, o que aconteceu, foi uma infelicidade, mas a Brasken tomou todas as providências possíveis, dando total apoio as pessoas envolvidas no incidente, só quem trabalha lá sabe da responsabilidade SEGURANÇA,SAÚDE E MEIO AMBIENTE dessa empresa para a pratica na SEGURANÇA dentro e FORA de nossas unidades.

  • Ruan Costa ( Filho de Assis)

    Eu como filho do assis, tenho 15 anos, e meu pai me prepara para que no futuro, eu trabalhe na BRASKEM, isso mostra que é uma empresa séria que se preocupa com a segurança, e com o meio ambiente e com a comunidade. Ele trabalha há 25 anos na BRASKEM e ele gosta muito do que faz, de trabalhar lá,e EU estou de acordo com que os funcionários escreveram na carta totalmente, e os apoio!

  • Janaina Karla

    Realmente a discussão não está na importância da empresa para o Estado? Se o que se discute é a integridade dos trabalhadores, população e MA, então tá OK. Porque a empresa já está tomada as ações cabíveis. Espero que o Governo faça algo realmente útil com o dinheiro da multa que vai embolsar. Mais útil que colocar na cueca ou coisa do tipo.
    Nos últimos 3 anos a empresa investiu mais de R$ 300 milhões em manutençao e saúde, segurança e meio ambiente. Acidentes/incidentes ocorre em qualquer ambiente de trabalho. Pergunte aum cobrador que foi assaltado, a uma enfermeira contaminada num hospital… Foi questionado se haveria algum herói, eu me colocaria em sacrifício para garantir o sustento de milhares de famílias. A Braskem não precisa de Alagoas, Alagoas é quem precisa da Braskem (caso não tenham percebido ainda).

  • Para Maria Barros

    é incrível como o povo fala as coisas sem saber realmente o que aconteceu…também sou integrante e de forma alguma fomos pressionados em fazer tal carta. apenas gostaríamos de mostrar a todos que aqui trabalhamos com seriedade, competência e principalmente segurança. achei justo nossa atitude pois foi uma defesa nossa perante pessoas, como vc, que só sabem chegar e falar mau esculachando a empresa, e junto com ela, todos os seus trabalhadores. é muito fácil chegar e falar.aahhh e outra coisa…ai na sua casa, quando sua parede esta apenas superficialmente suja vc manda derrubar e construir outra???ou vc manda lixar e pintar????é isso que a gente faz por aqui com as tubulações, estruturas e equipamentos manda tratar e pintar…quando acontece de a corrosão estar muito avançada é solicitada a substituição do mesmo…ok??? Essa é uma empresa séria sim com a SAUDE DO TRABALHADOR, COM O AMBIENTE, E COM A COMUNIDADE.acidentes aqui são muito difícil de acontecer temos treinamentos e reuniões diárias para que isso não ocorra.todo ano nossa meta é zero acidente….e dificilmente não conseguimos atingi-la…

  • Alfredo

    Orgulho de fazer parte da família Braskem, SEMPRE proporcionando saúde e segurança às pessoas, e com respeito e cuidados com o meio ambiente. Não vão ser meia dúzia de aproveitadores, que não tem conhecimento sequer dos produtos lá fabricados, que vão “arranhar” a imagem dessas pessoas que lá trabalham com muita responsabilidade. Vamos superar sim, retirar um grande apredizado, para que não ocorra mais essa situação.

  • Cicera Maria dos Santos

    Minha cara Janaina Karla,
    Respeito sua colocação, mas acredito que a Braskem precisa muito mais do Salgema de Alagoas. Você fala com profunda parcialidade porque trabalha na empresa e suas defesas são muito pequenas em comparação aos interesses da coletividade e, acima de tudo, da vida das pessoas. Relevo as suas posições porque todos nós ainda vivemos num País subdesvolvido em termos de cultura ambiental. Para o seu conhecimento, a Alemanha vai formular um cronograma para fechar todas as usinas nucleares do país.Lá a questão ambiental é muito mais premente do que aqui, e ninguém se rebelou contra essa decisão do governo. Você sabe por que? Porque a eles não estão preocupados com meros empregos. Lá eles estão preocupados com a vida das pessoas, com as futuras gerações, estabilidade ambiental, com a segurança da população, com a integridade de todos, pois a vida minha cara Janaina é um bem incomensurável muito maior do que 10 Braskem juntas.

  • João marinho filho

    Trabalhei muitos anos na antiga Salgema, mas tenho muitos amigos ainda lá. Sei portanto, da qualidade dos seus profissionais e dos cuidados que esta empresa sempre teve com o meio ambiente e com a comunidade circunvizinha. Ninguem deseja um acidente. Mas ele é ínerente a qalquer atividade industrial. O importante é aprender com ele o segredo de evitá-lo. Portanto, acho oportunismo e exagero qualquer tentativa de desestabilizar uma empresa desse porte e vital para um estado depauperado, refém da cruel agro-indústria. O Sindicato da categoria, que conheço bem,continua imaturo, oportunista e lhe falta capacidade intervir em questões como esta. Se apressa em desgastar a empresa em vez de se informar melhor dos motivos do acidente para ajudar a evitá-lo e afastar aqueles que querem desestabilizar a empresa.Mas não me espanto. Conheço de há muito este sindicato que não mais representa a categoria porque se transformou no último reduto da agonia do PSTU um partido político moribundo. Sou solidário portanto aos meus ex-colegas da Brasken.

  • Integrante

    Cara Cícera, janaína foi sim feliz com o comentário relacionado a dependência da Braskem pra o Estado. A salgema existe em muito lugares, não só em Alagoas, pode ter certeza disso. Se um dia a Braskem/UCS fechar muitas empresas vão junto com ela…incluindo empresas de água sanitária, algumas de soda caustica e as terceirizadas que lá prestam serviço. imagine quantas pessoas vão fica desempregadas se isso acontecesse. quanto dinheiro ia deixar de circular na cidade e no estado. Pense e deixe de falar besteira.

  • Janaina karla

    Que lindo!! Vamos todos para a Alemanha, então.

  • integrante 2

    Cara Cícera Maria, acho que você tem razão vivemos num estado maravilhosos com empregos para todos, temos segurança, uma educação de qualidade, saúde, etc… é realmente da para comparar o padrão de vida dos Alagoanos com o dos Alemães sim !! “tem gente que não tem noção das coisas”!! acho que você Cícera deveria se atualizar e buscar ver quantos homicídios são cometidos por dia em nosso estado, isso sim seria pensar nos “interesses coletivos e acima de tudo na vida das pessoas”! saiba que Alagoas precisa muito mais da Braskem, do que a Braskem de Alagoas, talvez você não precise mais respeite as famílias que precisam desses “meros” empregos !!

  • Cicera Maria dos Santos

    Olá João Marinho Filho,
    Porque você não diz que fez parte da diretoria deste Sindicato que hoje você arrota desprezo. Porque você não diz que na sua época você era um sindicalista frouxo, pelego, cheio de “jeitinhos para agradar a empresa. Porque você não diz que você é um militante jurássico do PT. Porque você não diz que o PT se apequenou em defesa das causas dos trabalhadores e você seguiu o partido nesse viês neo social-democrata. O Sindicato não é reduto do PSTU, pois antigamente poderíamos também dizer que a entidade era reduto do PT. Na verdade senhor Marinho, entendo Sindicato como esteio e instrumento imprescindível na defesa de uma categoria. Mas você é doutor advogado e, talvez, assim como o PT, veja o Sindicato como uma coisa inconveniente, que por coincidência é a mesma visão que os patrões têm de sindicatos.

  • Cicera Maria dos Santos

    Que coisa pequena alguns comentários que vejo aqui. Enquanto quero levar a discussão para o lado da segurança da sociedade, do povo e dos trabalhadores, determinadas pessoas se limitam a fazer uma discussão olhando para o próprio umbigo. Quanto egoismo! Eu sei que a empresa é importante, eu sei que o emprego mantém a dignidade do homem,mas o que quero dizer é que todos os atores envolvidos nesse lamentável acontecimento podem aproveitar esse momento para aprimorar projetos, gestão de segurança, valorizar os trabalhadores, diminuir a multiplicidade de funções, avançar nas relações de trabalho com mais transparência e respeito, preparar as comunidades para agir em casos de vazamento, etc. São questões fundamentais que estão na ordem do dia.

  • Cicera Maria dos Santos

    Esperamos atitudes concretas por parte dos gestores da Braskem mitigar ao máximo os riscos de acidentes. Que Deus nos proteja.

  • Integrante

    essa cícera não desiste msm…ta ate apelando…kkkk…baixou o nível msm..kkkk…uma pergunta só…vc ja trabalhou na Braskem???se já, acho que não quis enxergar o quanto a empresa é preocupada com as pessoas, sociedade e meio ambiente….se não, deixe de falar besteira e coloca um currículo lá pra sentir o prazer de trabalhar numa empresa tão preocupada com tudo e todos. ok?? tuudo isso que vc falou(comentário 02/06 as 16h37) a empresa faz, e muito bem, ou vc quer ir lá e fazer melhor…garanto que num chegaria nem aos pés do que o pessoal lá faz…

  • Janaina Karla

    Agora, sim!!!
    Você finalmente chegou no ponto certo.
    O evento ocorreu e os aproveitadores de plantão se posicionaram em pressionar o MP para a retirada da Braskem de sua localidade atual ou até mesmo seu fechamento. Só que o nosso compromisso era a averiguação e correção para que não se repetisse o triste momento, não só para os moradores como para nós trabalhadores.
    A nossa segurança não está em discussão mas se houve oportunidade de melhoria, vamos melhorar.
    Discussões mesquinhas sobre sindicatos, partidos políticos ou qualquer coisa do tipo ficam para outro momento.

  • Cicera Maria dos Santos

    Integrante,

    Você se acorvada tanto que não tem nem a dignidade de de falar mostrando a cara, ou melhor, o seu nome. Meu amigo defender o emprego até concordo, paparicar a Braskem como você está paparicando é muitíssimo suspeito. Dizer que a segurança da empresa não precisa de correção de rumos e que a Braskem representa excelência em tudo, é negar o óbvio ulutante, que os últimos acontecimentos só atestam que alguma coisa estava ou está fora da ordem.

  • Integrante

    ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka.
    A Ciça é do PSTU a mascara caiu, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka, ka

  • Cicera Maria dos Santos

    Integrante,
    ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka,ka
    Você errou feio. Não sou do PSTU nem do PT, nem do DEM, nem do PSDB…nem de partido nenhum. Por isso fico à vontade para criticar todos eles. Já você, meu caro integrante, é do PT do O – Partido dos Traíras da Odebrecht.

  • Integrante

    Concordo com a cícera, mas fiqui tranquila, a Braskem não vai explodir,e em poucos dias para alegria geral do povo alagoano, a BRASKEM estará operando em plena carga,e ainda com mais segurança.

  • Janaina karla

    Braskem em produção total!!