O procurador Sérgio Jucá, que está respondendo pela chefia do Ministério Público Estadual, já determinou o afastamento do capitão Marcelo Ronaldson da Assessoria Militar do MP. O oficial foi preso, ontem, em Paripueira, sob a acusação de estar fazendo boca de urna e por desacato à autoridade.

Já na próxima quarta-feira, disse Jucá, ele será devolvido à PM, sendo substituído por outro oficial da mesma patente, a ser indicado pelo comando da corporação.

Chapão cumpriu o seu principal objetivo: reelegeu Renan Calheiros - e só
Os doze trabalhos de Teotonio Vilela Filho
  • Valmir

    É, este cidadão, tem que responder
    pelo crime elitoral,na forma da lei.
    Não pode, ficar em pune, se não outro
    oficial, vai zombar com as autoriadades…enão vira bagunça.

  • Eraldo Basilio

    O importante agora é cada alagoano contribuir com o que há de melhor em si para que Alagoas cada dia cresça, e cresça mais e mais. Pois Alagoas não se resume apenas ao Governador. Alagoas somos todos nos. Agora não somos mais eleitores do Collor, do Lessa ou do Téo, somos sim ALAGOANOS, um povo humilde, honesto e trabalhador. EU TENHO ORGULHO DE SER ALAGOANO. Alagoas estrela radiosa / Que refulge ao sorrir das manhãs / Da República és filha donosa/Magna Estrela entre estrelas irmãs

  • pm atento

    Que tal o comando da PM, selecionar um oficial com perfil. Esse capitão parece que nem a PM suporta ele.

  • Jarilene

    BUÁÁÁÁÁÁ, BUÁÁÁÁÁ, E AGORA O QUE EU VOU FAZER, MEU BENS ESTÃO BLOQUEADOS, ESTOU SEM DINHEIRO, FUI ENGANADO, ME DERAM UM GOLPE, NÃO ME DEIXARAM SE CANDIDATAR PARA SENADOR, ASSIM NÃO DAR MAIS, NÃO POSSO VENDER MINHAS MANSÕES DA PRAIA DO SACO, E VARIAS QUE TENHO EM ALAGOAS, AGORA VOU TER QUE VOLTAR PARA BRASILIA E CONTINUAR COM O CARLOS LUPI PUXANDO O SACO DELE E DO LULA PARA VER SE DILMA ME DAR UMA BOQUINHA, BUÁÁÁÁÁ BUÁÁÁÁÁ……

  • Marcondes Costa

    Precisamos saber se o Oficial realmente fez boca de urna ou se foi uma resposta do MP aos que não apoiavam Téo Vilela. Os policiais que efetuaram a prisão do oficial certamente terão que explicar na justiça. Ricardo Motta, como o MP, órgão essencial à justiça, conhecedor dos princípios constitucionais exonera um de seus membros sem nem lhe ofertar o direito de defesa???? Absurdo!!!!

  • José

    Ricardo Mota, aconteceu tiroteio em chã preta, por conta do fim do reinado de um figurao de lá.. entre duas famílias daquela cidade, por favor, informe os alagoanos sobre o ocorrido, já que até a policia de lá se calou e ficou por lá mesmo a história. obrigado.

  • HEYDER PEREIRA CAMPOS

    MESTRE, TEM ALGUÉM ENGANADO AÍ. O MOÇO NÃO FOI EXONERADO. FOI DEVOLVIDO À CORPORAÇÃO PREVENTIVAMENTE.OUTRA NÃO PODERIA TER SIDO A PROVIDÊNCIA DO MP EM FUNÇÃO DOS FATOS ACONTECIDOS EM PARIPUEIRA. ATÉ QUE SE PROVE SUA INOCÊNCIA OU SUA CULPA, MELHOR ÊLE FICAR NA CORPORAÇÃO, E A CONSTITUIÇÃO CONTINUA “VIRGEM”, COMO CONVÉM.

  • Ricardo Tenorio

    Eu estava em paripueira, e vi ele ser preso em frente a um colégio onde funcinavam varias secções. E ele foi preso pois estava com o carro parado em frente ao colégio, com o som topado tocando musicas do Ronaldo Lessa! Foi uma prisão merecida, ele tava fazendo boca de urna sim! E alem disso desacatou o policial que o abordou! Devia ser expulso da policia!

  • ronaldo

    O amigo Marcondes Costa, afirma então, que o Capitão Marcelo Ronaldson, estava apoiando o insuspeito candidato Lessa? Convenhamos que esse não é o papel de um policial, que tem a missão de coordenar a segurança dos membros do MPE, que é o guardião da lei, e deve ser imparcial.
    Ameaçar os policiais que o detiveram com a “justiça”, também não ajuda ao processo.
    Como é o comportamento do oficial detido? Isso sim, ajuda.

  • Flávio

    Pobre Capitão, foi pego fazendo boca de urna. Deve ter sido para o Ronaldo.
    Mas o que dizer de Promotores e Procuradores de Justiça andando com adesivo do 45 em seus carros. Segurança de promotor andando com adesivo do 45 dentro do próprio MP.
    Como o MP responde isto?

  • joao pedro

    tem que por pra trabalhar nas ruas.

  • Andre Malta

    Caro Ricardo Mota, infelizmente a boca de urna em nosso estado é uma pratica corriqueira, mas o que me chama a atenção é como foram presas pessoas ligadas somente ao candidato de oposição ao governo do nosso estado. Não vi ou soube de partidários do atual governador preso você soube? Será que houve parcialidade do MP para a atual gestão? proximo mês são eleições do MP, quem nomea é o governador, se foi uma coisa que aprendi e que nada em Alagoas acontece ao acaso!!

  • Fernando Bulhões

    Ricardo Mota, parabenizo-o pela materia, no meu entender a assessória militar da PGJ que são policias de confiança do chefe da Instituição e ali prestam segurança aos promotores e deveriam estar a disposição dos promotores eleitorais atuantes durante o pleito.
    INFELIZMENTE ISTO NÃO OCORREU!!!

  • Marcondes Costa

    Caro HEYDER PEREIRA CAMPOS, apenas para informar-lhe que quem deve provar que o oficial é culpado é a justiça (princípio constitucional da presunção de inocência). Suponhamos que afirme que o ilustre amigo Heyder é apadrinhado de Téo Vilela e participou da compra de votos em favor do seu candidato, você terá que provar que isso não aconteceu? Certamente não, eu terei que fornecer todos os elementos de convicção (provas) que possuo para incriminá-lo. Por isso ratifico meu comentário anterior, o MP, neste caso, ignorou a CF.

  • Roberto Sérgio

    Senhores, Marcondes Costa, tem a obrigação de defender o oficial, pois são familiares. É uma pena que pessoas dessa estirpe vistam o uniforme da briosa PMAL, deveriam seguir o exemplo do tio que é Promotor de Justiça aposentado e respeitadíssimo professor de uma faculdade particular de Maceió.Parabéns PGJ.

  • realista

    Caro Heyder Pereira, o cidadão que defende com tanta veemência o capitão da PM é tio do mesmo, portanto não se desgaste, são farinha do mesmo saco.