Os crimes que podem ter sido cometidos por grupos de extermínio em Alagoas serão investigados por delegados e agentes de Polícia Civil de outros estados.

Eles chegam a Alagoas no final de outubro – no máximo, no começo de novembro – e integram um grupo especial da Força Nacional de Segurança Pública, a que Alagoas aderiu recentemente.

A independência, no caso, é fundamental já que boa parte desses grupos criminosos, hoje denominados milícias, é formada por policiais civis e militares.

A força-tarefa das Polícias Civis – que compõem a Força Nacional de Segurança Pública – vai analisar cerca de 2.500 inquéritos de assassinatos ocorridos só na capital, nos últimos dez anos. Apesar de terem os exames cadavéricos, muitos desses inquéritos não foram nem mesmo formalizados.

Quantos foram cometidos pelos grupos de extermínio? É impossível responder, por enquanto. Mas esses crimes têm características muito peculiares – e que são comuns a eles -, o que deve surgir durante a investigação.

Absurdo! TC e Assembleia não cedem militares à PM para a segurança da eleição
Ibope faz boca de urna em Alagoas - O efetivo da PM na eleição
  • ALAGOANO PRESENTE

    PQ NÃO A POLICIA FEDERAL QUE TEM TODO O SUPORTE NECESSARIO. MAIS A PF COM CERTEZA IRÁ ACOMPANHAR ESSES CASOS DE PERTO.

  • sebastiãoiguatemyrcadenacordeiro

    Ricardo,rapaz,quer que eu diga uma coisa
    Eu digo? Rapaz,não sei se eu digo…Eu
    vou dizer! Se o Sr. Governador não ti-
    vesse importado a Cúpula da SEDS e não a
    tivesse enxertado com valores da terra,
    não comprometidos com o crime,seu medío-
    cre governo já estaria há muito desmoro-
    nado e acabado. ÔMI!

  • J. C.

    É lamentável, triste, mas real, a situação do estado de Alagoas, onde seus policiais, tanto civis como militares, estejam envolvidos com o crime de mando, bem como com crime organizado, onde precisamos trazer policiais de outros estados para fazer o que os de alagoas não fazem, investigação.

  • MARCELO

    MEU CARO RICARDO,OXALÁ PONHAM NA CADEIA OS ASSASSINOS DE FERNANDO ALDO.
    CASO CONTRÁRIO,PODEREMOS EM BREVE VER OUTROS ASSASSINAS EM DELMIRO GOUVEIA.

  • Breno callegari

    será que esses profissionais vão mesmo afundo nessas investigações… tenho dúvidas. mas só pela iniciativa já é de louvar.

    превед

  • junior

    #alagoas

  • joaquim lins piraua neto

    Alagoas sempre provincia,temos Delegados competentes no nosso estado.Policiais isentos,trazer de fora pessoas que não conhece a dinamica do crime em Alagoas é mais uma maneira de mostrarmos ao Brasil que não temos competencia para resolver problemas.Só em Alagoas isto acontece.Quando os Politicos, os poderes constituidos,entenderem que com o apoio da sociedade organizada poderemos resolver a questão da violencia,o Brasil terá mais respeito pelo povo e pelo seus dirigentes.

  • salatiel maia

    Esta adesão leva o governo de Alagoas, à marcar mais um ponto, no sentido de passar a “terra dos pequenos coronéis sujos” à limpo.
    A firme atuação do Conselho de Segurança, a defesa do governador Téo Vilela pela manutenção da 17ª Vara Criminal, aliada ao GECOC, mais a implantação da filosofia da polícia sem política e a escolha do comando da policia com gente independente, sela o compromisso do governador com o NOVO e com um novo pacto de convivência entre os cidadãos alagoanos.
    Quer matar e roubar, que o faça. Agora não espere que o Estado seja seu sócio solidário.
    Os comandantes de grupo de exterminios, são policiais civis, policiais militares, chumbetas, parlamentares e algumas pessoas tidas como de conduta ilibada, amigas destes.
    Espero Ricardo, que em tempo hábil, seja divulgado em seu blog, os telefones e os meios para se fazer chegar a esse grupo de investigação as denúncias.
    Ao governo do estado, nossos parábens. Ontem ele, atendendo o clamor, dos homens de bem, demitiu um desses camaradas, que tentará à fazer das suas, mas a cada dia com mais vigilância. cairá de novo, mas isso é problema dele.
    Sabemos ainda, que não é a Alagoas dos nossos sonhos, mas parece-me que este é o caminho.

  • barão

    espero que estas investigações chegue até os presidios de maceió pois é de dentro que parte a maioria dos crimes de homicidios os traficntes da pesada mesmo preso ainda comanda tudo

  • cajueiro

    fui vizitar um amigo na chá de bebedouro fiquei horrorizado de ver o senbrante da quela população é muito medo pois o comentário é que o principal mandante é um traficante conhecido como fernando gordo que está preso

  • DIFERENTES LINHAS

    INICIATIVA IMPORTANTÍSSIMA, PARA A ELUCIDAÇÃO DE ALGUNS, DESTES CRIMES, SÃO LINHAS INVESTIGATIVAS, DIVERSAS, COMO SENDO OS CRIMES DE HOMICIDIOS PRATICADOS CONTRA USUÁRIOS DE DROGAS, POR FALTA DE PAGAMENTO DA DROGA COMPRADA PELO USUÁRIO PRATICADOS POR TRAFICANTES E AQUELES QUE O USUÁRIO COMETE PEQUENOS FURTOS E SÃO EXECUTADOS POR MILÍCIAS FORMADAS POR POLÍCIAIS OU EXS A MANDO DE COMERCIANTES DA REGIÃO. ESTE TIPO, RESPONDE POR UM MAIOR PERCENTUAL. ALÉM DAQUELES COMETIDOS POR CONOTAÇÃO POLÍTICA.ALÉM DAS MÁFIAS, COMETIDOS PELAS ORGANIZAÇOES CRIMINOSAS, COMO QUEIMA DE ARQUIVO. ESTA FORÇA TAREFA, TERÁ PELA FRENTE MUITO TRABALHO, NUM ESTADO LÍDER EM ASSASSINATOS. SEJAM BEM VINDOS.

  • Cláudio

    Mais uma vez “ponto” para o atual governo, ele está mostrando o interesse real de esclarecer crimes de mando, que a polícia não tenha interferencia de quem quer que seja , embora haja rumores e notícias de parlamentares envolvidos.Há sim uma relação perigosa ,quando parlamentarares “mandam” na polícia , quado não ha indepedencia.Quantos “favores” foram trocados?Acredito que isso ninguem conseguirá responder,há notícias que, num passado próximo, os méritos para ascender na PM de Alagoas, era, “participar” desses grupos.

  • Claudierbh Fernando M de Albuquerque

    Eu pessoalmente não acredito que todos os delegados de Alagoas não tenham capacidade de apurarem estes crimes, isto seria deretar a falência da segurança de Alagoas, o que deve estar acontecendo é que a cupula da segurança de nosso estado é importada e não tem autoridade, e na segurança so se faz alguma coisa com autoridade e disciplina umj novo governo iniciará em janeiro proximo e não precisaremos importar niguem para termos autoridade e disciplina é que este governo é fraco.

  • ARTUR

    SÓ ACREDITO VENDO QUANDO PUNIREM OS CRIMINOSOS POLÍTICOS. 1º – TEM QUE ACABAR COM A IMUNIDADE PARLAMENTAR, AGORA ACABEM?. 2º- QUANDO APONTAREM OS MANDANTES E OS MATADORES DA CHACINA DE ROTEIRO, DO BARÉ COLA, DO VICE PREFEITO DO PILAR, DO VEREADOR FERNANDO ALDO etc. ESTES SÃO OS ATUAIS E OS CRIMES ANTIGOS! OS DOOOGEEE QUE ESPERAMOS INVESTIGAÇÕES E NADA.

  • tasso

    Otimo ! poderiam investigar o caso do CAPITAO ROCHA LIMA e SOLTAR o oficial. Sacanagem absurda q tao fazendo com o cara. Apurem q vao ver q ele é inocente .

  • JOBSON

    Ate a presente data nao foram esclarecidos, e não serão. Que venham os delegados, sem compromissos com políticos. Imaginem se a SEDS fosse ocupada por pessoaas da terra? seria pior, porque os deputados madavam a sua maneira.Parabéns Téo, va em frente…

  • Samuel Silva

    Se essas investigações forem imparciais não atendendo pedidos de políticos, delegados e policiais de alto escalão e se a justiça cumprir seu papel com celeridade teremos dias melhores em nosso Estado! ufa…

  • Indignado

    Esperamos realmente que a investigação seja isenta, pois como há muitos policiais envolvidos em crimes, fica dificil a apuração ser feito por profissionais locais,preservando os bons policiais que querem um policia melhor e decente, mas como são maioria acabam sofrendo pressões por todos os lados, ou sabe-se, viram vítimas também.
    Depois desta limpa talvez poderemos passar a confiar no nosso aparato de segurança pública, pois a que está ainda não merece respeito e confiança.

  • abilio

    Direto do litoral sul, essa deve ser a resposta pra um certo politico que só fala grosso com o trabuco , pois disse que em alagoas não tinha “macho” que peitasse ele, pelo jeito a suas molecagens pode se descobertas, se perde a eleição vixi!.

  • Totalmente indignado

    Absurdamente constata-se fato inédito no mundo, pelo menos do meu conhecimento, a admissão de que as forças policiais não são agem de forma imparcial na elaboração dos inquéritos policiais.

  • lourdes santos

    AMÉM JESUS POR ESSA INICIATIVA, DEVERIA SE ESTENDER A TODOS OS SETORES, POIS AQUI JÁ FICOU CLARO QUE NÃO TEM PUNIÇÃO PARA NADA, POIS EXISTEM MUITOS INTERESSES, MUITAS TROCAS DE FAVORES.ESPERAMOS QUE ESTES PROFISSIONAIS QUE VIEREM DE FORA SEJAM HONESTO E FAÇA CUMPRIR A LEI DOA A QUEM DOER.BEIJOSSSS.

  • É D+

    Triste Alagoas!…