À minha pergunta sobre o comprometimento do futuro do Brasil, por causa da violência que atingia – e atinge – principalmente a juventude, o ex-governador José Serra disse simplesmente: “Não, eu não acho”, e deu o assunto por encerrado abruptamente. 

Ele era, então, pré-candidato a presidente da República, em 2006, e respondeu ao modo “professor de Deus”, como é bem identificado. Quatro anos depois, o mesmo Serra promete criar o Ministério da Segurança Pública para encarar o problema. A solução, puramente eleitoreira, é meia-boca: é preciso oferecer “futuro” para a meninada, menos do que isso é nada. 

Veio exatamente do candidato tucano à presidência uma das maiores tolices que eu já pude ver em uma campanha eleitoral. Usar a imagem de um adversário histórico – Lula -, apresentando-se como seu herdeiro é algo digno de figurar no topo do folclore político do Brasil.

Consequência local: o tucano Teotonio Vilela Filho fez o mesmo no guia eleitoral. Serra? Ficou de fora, e hoje parece um estorvo eleitoral que seus correligionários têm de carregar até outubro. Por mais simpatia pessoal que Lula tenha em relação a Vilela, a quem conhece desde a época do Menestrel das Alagoas (o velho Teotônio foi o último grande político alagoano a não trazer a vergonha para nós. Pelo contrário, foi motivo de muito orgulho. Depois…), ainda assim, do ponto de vista político, o tucano não é seu representante no Estado.

O fato é que todos querem surfar na popularidade de Lula.  Ele virou um mito ainda em vida e vai se transformando, quase, numa religião que arrasta multidões em todo o Brasil.

Aqui em Alagoas, entretanto, é o chapão que tem autoridade para usar a imagem do presidente da República. É bem verdade que o PT local não tem grande representatividade, e que Lessa nunca apoiou Lula com entusiasmo em 2002 e em 2006 – quando ele perdeu em Alagoas a eleição para o Planalto. Mas, claramente, a dobradinha Lessa-Brito tem o apoio do presidente – que sempre foi maior do que o seu partido.

Quanto ao senador Collor, basta saber que a filha de Lula, Lurian – aquela que seria “abortada” a pedido do pai, conforme a campanha collorida em 1989 -, vive em Goiânia, tem obesidade mórbida e nunca mais, depois daquele episódio lamentável, dispensou tratamento psicológico.

Fim da novela: Cícero Almeida vai entrar na campanha de Teotonio Vilela na próxima semana
JL se irrita com depoimento de Almeida em apoio ao deputado Maurício Quintela
  • Michel Barros

    Primeira vez que leio o seu blog Ricardo, me apaixonei.

    Parabéns!

  • bjgbarbosa

    Vejam o rosto do Serra, vejam o da Dilma, eles não assim como aparecem na tevisão, eles são turrões. Quanta falsidade. Vejam as caras do renan e do biu maleta, eles não são do jeito que aparecem na TV, quanto cinismo. Agora, vocês já repararam os rostos da Marina e da Heloísa, elas são autênticas, mesmo não agradando aos eternos hipócritas e despeitados de plantão.

  • Charles

    Ricardo, ainda bem que você reconhece que Téo é pessoa de ilibada conduta,herdeiro do menestrel, inclusive na índole, quanto ao Téo ter feito o mesmo que Serra, discordo, o que aconteceu foi que a queda de mortalidade infantil no estado de Alagoas foi premiada, e Téo que respeita muito a democracia, não poderia citar o fato e ofuscar a figura de Lula, que reconheceu o mérito do Governo Téo.
    Assim, uma coisa é querer posar ao lado de Lula, outra coisa é ser coerente com os fatos e apresentar a pessoa que o reconheceu.

  • Silvia Teles

    Ricardo acho uma covardia sem precedentes da coligação do governador não pedir votos para o Serra, gente isso não existe. Como é que ele é do mesmo partido e se escora no Lula que apoia o Ronaldo lessa. Paciência.

  • Carolina – Alagoana consciente

    para vcs verem que os políticos alagoanos e muitos outros do País pulam sempre para o barco, que teoricamente, está salvo… é o caso do Collor, do Téo e do próprio Lessa… acho que ninguém imaginaria o grande homem que é o Lula, morriam de medo dele e agora, só pq o Lula caiu no gosto da maioria do povo, é que os nossos representantes querem usar a sua imagem, para garantir que poderam ser eleitos… ai, coitados!!!!

  • Cadu Amaral

    Só pra acabar com esse mito que lula perdeeu aqui em 2006.
    .
    Acessem o link:
    .
    http://g1.globo.com/Noticias/Eleicoes2006/0,,AUA0-6285-3,00.html
    .
    Abraço

  • Antonio

    Nao citar o Lula na eleiçoes deste ano e tolice, o mesmo atuou em todas as frentes do Brasil, ate o Collor quer ir na balada com essa hipocrisia de querer aparecer com o Lula, O presidente Lula criou sua historia e sera eleito em 2014 e Teo Vilela sera vitorioso nessa eleiçao, senadora Heloisa Helena tambem.

  • João

    Collor confiscou a poupança passei fome pois tinha perdido o emprego e todo meu dinheiro estava na poupança. Collor nunca mais.

  • O correto

    Ah! por favor pergunte ao senhor Téo se ele esta lembrado dos 7% de reposição dos PMS.cuidado Téo estamos de olho.

  • Máximo

    Não se entende o porque da irritação do JL com o Ciço? Quando o Ciço deu um beijo no coração de Geraldo Sampaio ele não achou tão bom? Esperar gratidão do Ciço é acreditar em Papai Noel, ou no Ciço, ou no Saci Pererê, na Mula Sem Cabeça…

  • Eliseu Gomes

    Caros internautas,sem cavalgar a imagem de quem quer que seja,surge em Delmiro e claro, Alagoas,o Movimento Suprapartidario de Apoio a Alagoas e ao Brasil.Ditel.Que compara os pontos positivos dos governos Lala e Téo,e de forma legítima prega: Quem vota Dilma vota Téo, por um simples motivo: um bom governo deve continuar.

  • Eliseu Gomes

    Ditel,quem vota Dilma vota Téo,é mais que um voto,é questão de coerência.

  • Serra errou feio, e perdeu a eleição

    Talvez o estilo Serra de fazer eleição, tenha levado ao desastre que se transformou a sua Campánha, veja os passos errados que ele deu, dá, e continuara dando:
    1- A indecisão em se lançar candidato.
    2- Demorou em escolher o vice.
    3- Não questiou em nenhum momento essa popularidade, que os institutos de pesquisa dão a Lula. Sabado o jornalista Cajuru no programa doSBT, mostrou que é questionável essa popularidade toda atribuida ao presidente.
    4-Juntar a imagem dele com a do adversário, é burrice.
    5-A Saúde no governo ula é um desastre, e ninguem questiona.
    6-Segurança publica, é um fiasco. Todos sabem que o trafico de armas, e dever do Governo Federal, Como trafico de Drogas como Cocaina , o Crack que é feito com a sobra da cocaina,ou seja, só existe crack porque a Cocaina esta entrando no brasil, como entram as aguas do Rio Amazonas, ou seja, sem controle.
    7-Aquela cara do Serra, de paciente em leito de hospital.
    8-Por fim, as alianças feitas nos estados, ou seja, um após o outro foi percebendo que o Lula, é um adversário forte e agressivo, e que dará a vida para eleger a sua candidata.

    Essas são algumas das razões que demonstram a figura de um lider, e Lula não vai, perder essa eleição por nada.

  • janjan

    cadu, passado é passado. o q importa é o presente e este presente é LULA RL.

  • Petrônio Viana

    Ricardo, não é que o Lessa não tenha apoiado “com entusiasmo” a candidatura do Lula em 2006. Ele não apoiou em nada, na verdade. Com muita facilidade, é possível encontrar fotos dele como papagaio de pirata do Alckmin em caminhadas pelo Centro de Maceió. Hoje, posa como fiel aliado do presidente desde sempre tempos imemoriais, e sem fazer esforço. Algumas pessoas têm uma facilidade tão grande em fingir, que acabam acreditando, elas mesmas, nas mentiras que criam. Quanto ao uso da imagem do presidente Lula, jamais o veremos reclamar que tucanos, colloridos ou seja lá o que for explorem sua popularidade. Em 2014, quem poderá fazer oposição ao seu retorno ao Planalto, depois de tantos elogios? Bem, assim é o Brasil, você bem sabe.
    Grande abraço.

  • HEYDER PEREIRA CAMPOS

    MESTRE, CLARO QUE TÉO NÃO É REPRESENTANTE DE LULA. NEM PODERIA. SE NÃO CONTA COM A SIMPATIA PARTIDÁRIA DO PRESIDENTE, TAMBÉM NÃO ENCONTRA ANTIPATIA OU OPOSIÇÃO. ENQUANTO OS DOIS CANDIDATOS SE ENGALFINHAM PARA GANHAR O APÔIO PRESIDENCIAL (QUE NÃO VEM E NEM VIRÁ DE FORMA EXPLÍCITA) TÉO NAVEGA TRANQUILO NA VERTENTE DEIXADA PELOS DOIS. É ÊSSE O CAMINHO.

  • André

    “Quanto ao senador Collor, basta saber que a filha de Lula, Lurian – aquela que seria “abortada” a pedido do pai, conforme a campanha collorida em 1989 -, vive em Goiânia, tem obesidade mórbida e nunca mais, depois daquele episódio lamentável, dispensou tratamento psicológico.”

    Não nos esqueceremos disso.

  • cansada

    Quando assisto o Serra criticando a saude do Brasil eu me pergunto?! será que em São paulo a saude é perfeita então?!
    Se tiver algum paulista pra dar uma opinião q fale, pq parece que o Estado de São Paulo tem um sistema de saude perfeito.

  • Eliene

    Estou com você Maximo.

  • Nivalto Tenório

    Matuto é bicho esperto, por isso só parte na boa! E o Ciço que é matuto dos bons, lá da terrinha – Maribondo – está entrando na campanha na hora certa. Tudo a ver – Ciço, Téo e Dilma -É uma coligação do BEM.

  • Carlos A. Cavalcante da Cunha – IN

    Sr. Ricardo Mota, permita-me discordar de alguns pontos da sua análise.
    A proposta do Serra para criar um Ministério de Segurança Pública, apesar de surgir na atual campanha eleitoral, não a transforma em uma “solução política eleitoreira” de forma nenhuma. A necessidade de um combate mais firme do governo federal na esfera de segurança pública que o exige é de incomensurável importância para que o tráfico de drogas e de armas tenha um enfrentamente proporcional ao estrago que vem fazendo à nossa juventude. O Ministério da Jutiça, hoje, vive um sério afogamento de competências, o que torna a criação do Ministério de Segurança Pública necessário, sim, para o real combate ao narcotráfico. Lembrando aqui que temos Ministério até pra pesca!, e que nosso atual presidente chegou ao ponto de financiar, com nosso dinheiro (BNDES), pra variar, a chamada “estrada da coca”, na bolívia, que serve para escoar a produção de folha de coca que, invariavelmente, vem parar aqui no Brasil em pacotes de cocaína e derivados, como a grande chaga que atinge a nossa sociedade atualmente, o crack.
    Concordo com o sr. que há de se oferecer “futuro a nossa meninada”, mas afirmar que um combate mais forte e aparelhado ao narcotráfico através de um Ministério que trataria o caso com o devido interesse e exclusividade é “nada”, revela o traço desonesto do seu raciocínio.
    Serra não se apresentou como “herdeiro” do apedeuta, somente demonstrou que tinha um bom relacionamento com ele, já que o PT tenta de todas as formas demonizar seus adversários e trucidar o passado e a história de quem ouse competir com a quadrilha em uma eleição. Acho que Serra poderia passar sem essa, mas é um tremendo exagero rotular o episódio como “digno de figurar no topo do folclore política brasileiro”.
    É fato que Serra tem sido escanteado pelos candidatos de seu partido, mas isso só vem a calhar para quem quer de toda e qualquer maneira dizimar o adversário, ou melhor, o inimigo, já que, para o PT, ninguém que se julgue apto a enfrentá-lo merece o mínimo de respeito. Os responsáveis pela campanha do Téo tem que enxergar que estão cometendo, além de um suicídio político, um assassínio à democracia, visivelmente combalida depois de 8 anos do PT em Brasília.

  • PacatoCidadão

    CHARLES, E O CASO GUATAMA?

  • Vera

    Prezado Ricardo,é deprimente o gov.Teotonio ignorar o seu candidato Serra só porque está em posição desfavorável nas pesquisas.Que amigo é este? Nos momentos mais difíceis é que devemos estar presentes,solidários àqueles que nutrimos compromisso afetivo e político.O gov.Serra e o gov.Teo são amigos de longas datas.Aliados de todos os momentos,pertencem ao mesmo partido PSDB.Vejam como esta conduta do governador mostra uma faceta de sua personalidade que mesmo seus aliados,não devem aprovar.É lamentável que para se tentar ganhar eleição sejam utilizados meios abomináveis. Aproveitar a imagem do Lula,que está em alta,não é proibido,mas cheira a oportunismo.O cand.José Costa aceitou a participação do Serra(hoje figura descartável para alguns diante da sua posição desfavorável) no guia eleitoral.Atitude louvável.
    Jamais poderíamos esquecer o que Collor fez na eleição para presidente em 1989 Gesto desumano e cruel.Aproveitar um debate e dizer o que disse com relação à filha do Lula,Lurian,é imperdoável.Por esta e tantas outras atitudes deste senhor é que êle jamais estará em paz com sua consciência.Podemos também lembrar o que fez com seu irmão Pedro e com sua mãe,além de tantas outras vítimas delle.Os anos se passaram,seus cabelos ficaram grisalhos,mas nada o fez crescer no seu interior.Continua o mesmo.Seu semblante revela de um homem vingativo,rancoroso e infeliz.O sofrimento não lhe serviu de aprendizado .Este senhor não pode ser governador novamente.Seria um grande mal para os alagoanos.Mas isto não vai acontecer…

  • parana

    O MODERADOR NÃO LIBEROU MINHA OPINIÃO SOBRE O TEO PAI, POIS BEM TODO MORTO É BOA PESSOA . INCLUSIVE OS POLITICOS ALAGOANOS UM ABRAÇO