A história é contada à boca miúda por pilotos de aeronaves locais. Um determinado líder político chegou, esta semana, a São José da Laje e foi cercado, de imediato, pela multidão desesperada. Ao observar uma velhinha que lhe pareceu, com razão, bastante debilitada, ele reclamou da falta de socorro oficial e levou-a em seu helicóptero – sob os aplausos dos populares. Mas a viagem foi curta: a velhinha foi deixada para atendimento em União dos Palmares, outra cidade devastada pelas águas. 

Poderia ser até uma piada, mas os pilotos juram que não é. Na verdade, a ação dos surfistas das enchentes já era mais do que esperada, principalmente em um ano eleitoral. Para eles, quanto maior a miséria, maior o saldo político. Essa gente desconhece o que é empatia (no sentido apontado por Adam Smith, filósofo e economista escocês): a capacidade de sentir a dor do outro. 

Os discursos inflamados estão “bombando” nos veículos de comunicação, com críticas veementes às ações do poder público e com promessas de um futuro róseo. Seria possível esperar algo diferente de tais personagens?

Mas também o cidadão comum dá mostra da cupidez que move os humanos, demasiado humanos, mesmo nas tragédias. Alguns comerciantes veem, agora, a oportunidade de faturar alto com o sofrimento e o desespero das vítimas das enchentes. Produtos de primeira necessidade, como água e gás, estão sendo vendidos nas cidades devastadas pelo dobro do preço – ou até mais.

Eles atuam em sentido contrário ao sentimento de solidariedade que vem se manifestando, com veemência, no coração e na ação do cidadão comum. Os surfistas podem não ser maioria – e estou convencido que não são -, mas fazem um estrago imenso entre os miseráveis de hoje.

José Wanderley decide não disputar mandato este ano
Governador decide nomear 1.000 militares da reserva técnica - serão 900 da PM e 100 do CB
  • Samuel

    Realmente é isso que acontece no nosso Estado. Uma pena.

  • sou eu

    A esses comerciantes que estão cobrando 100% a mais nos produtos dos municípios atingidos,é bom que a população se lembrem deles depois, e nunca mais comprem uma caixa de fósforos a esses carniceros.

  • sou eu

    MORADORES DOS LUGARES ATINGIDOS PELAS ENCHENTES, DIGA NÃO A ESSES CARNICEROS QUE APROVEITAM A MISÉRIA DO POVO E DOBRAM O PREÇO DAS MERCADORIAS. NÃO COMPREM MAIS NESSES ESTABELECIMENTOS.

  • Edinaldo Marques

    Numa hora de tragédia e dor, a solidariedade deveria ser a escolha de todos. É por isso que a sociedade pouco avança. Ou melhor, há avanço tecnológico, econômico, mas falta INOVAÇÃO HUMANA. Os valores humanos estão invertidos.
    Edinaldo Marques
    http://www.twitter.com/edinaldomarques

  • Almeida

    Tive a oportunidade de ouvir em uma rádio a entrevista de um desses surfistas, sendo mais preciso do Fernando Collor. Este que se promove sobre a miséria do povo. Falar que o governo do estado não tem coordenação é uma afronta não ao então governador e sim aos militares envolvidos na operação. O Corpo de Bombeiros do estado e de outros estados estão dando exemplo de coordenação e de coperação. Nada que tem ocorrido nesta operação está fora do previsível quando se trata de calamidade pública. Nesse sentido, como alagoano e com família nas áreas atingidas repudio a postura de Collor, de Lessa e outros que buscam se promover.

  • Leandro de Lyra

    É realmente uma pena. Mas quem foi esse líder? Uma atitude imoral dessas deveria publicada com o nome do safado.

  • Oliveira

    É lamentável isso que aconteceu em nosso Estado e em PE. O pior é o que determinados pré-candadatos, principalmente a Governador, estão fazendo e dizendo por ai. Não precisa dizer que foi o indivíduo que fez essa palhaçada com o povo da Lage, basta saber que é o mesmo que continua dizendo eu é amigo de Frei Damião para ludibriar os mais simples.
    Essa pessoa não é dígna de ser chamada de político, pois política ele não faz, faz sim é politicagem.
    Mas ele não esta só, teve um outo que usou uma rádio pra dizer que em seu governo ele via os secretarios nas ruas. É um bando de canalhas.

  • Fábio Barbosa

    Infelizmente o povo ainda vai continuar votando em figuras como essas, nada fazem em prol dos mais carentes e ainda ficam posando de bonzinhos em momentos como esse. É nojento e repugnante ver o comportamento de certos políticos alagoanos.

  • REALISTA

    Não é só elle que gosta de aparecer nessas horas. Foi de uma falta de respeito tamanha, a aparição de Ronaldo Lessa num programa de 5ª categoria de uma emissora falida da capital. Nunca tinha visto uma campanha antecipada e aproveitadora como esse senhor fez na 2ª feira após a tragédia que abateu o país inteiro. Tenha respeito pela dor dos outros, o atual governador não é o cupado pela revolta da natureza com a raça humana. Nós é que seremos sofredores com a volta do Sr. Ronaldo Lessa. E Wilson Jr, você foi ridículo tambem.

  • augusto

    Não sei como elle não jogou a velhinha lá de cima! Melhorou, porque deixou em União dos Palmares. Alagoas está bem articulada, em termos de Defesa Civil Estadual. Já em Pernambuco, não se vê a mesma coisa.

  • ricardo

    Estou com o amigo de cima(Realista)totalmente,um abraço.

  • ivone

    QUANDO ELLE QUER, ELLE FAZ E AINDA SAI ZOMBANDO, TOMA AI POVO BESTA..KKKKKKKKKK

  • FERNANDO AMORIM

    É lamentável que, em uma ação claramente ORQUESTRADA/PLANEJADA, um certo radialista “repetitivo”, eterno candidato, pau-mandado de alguns e subserviente de outros tantos, compactue com essa encenação dos algozes do povo, abrindo espaço de seu programa de rádio para permitir que Collor e Ronaldo exercite o que há de mais nojento na política – a DEMAGOGIA. São atitudes como essas que nos fazem conhecer quem são os homens de Alagoas. O tempo haverá de dar respostas a essas pessoas no momento certo. P.S.: A doutrina espírita fala da LEI DO RETORNO (aqui se faz, aqui se paga).

  • jose melo

    Imaginem o tamanho das casas e o tipo de material de construção, prometidas pelo governo.

  • Antunes

    Não tem coordenação neste estado e COLLOR está com a razão,esta tragédia poderia ser evitada,se a usina no caminho das aguas fosse deste escorregadio Teotonio isto não teria acontecido.FORA governador irresponsavel.Quanto a velhinha,Augusto,VAI dormir.

  • ARTUR

    RICARDO, HAVIA ATITUDE MAIOR DOS POLÍTICOS TATURANAS DE ALAGOAS SE DEVOLVECEM AS VERBAS DESVIADAS PARA AJUDAR OS SEUS ELEITORES FAMINTOS E SOFRIDOS DA ENCHENTE? É BRINCADEIRA! ESTOU SÓ SONHANDO…

  • indignado

    Otimo post. Parabens!

  • Dakson Pereira

    Ainda neste ano, teremos urnas à vontade para darmos respostas à altura.
    Tudo está nas mãos do povo.

  • TANIA

    O PIOR DE TUDO EH Q A FAMILIA DA VELHINHA VAI VOTAR NO DONO DO HELICOPTERO!!!!ELE VAI APROVEITAR A DESGRAÇA DOS ALAGOANOS E CAIR EM CIMA, FEITO MOSCA NO MEL, ESSE DONO DO HELICOPTERO NÃO TEM JEITO NÃOOOOOOOOOOEH UM CARNICEIRO…

  • eu vi!

    Eu vi!Ta tudo aqui no aeroporto, fazendo politicagem.Que pena, nosso povo vai sofre muito mais com elles.

  • simone

    Tenho acompanhado os passos destes Wilson Jr. e tenho ficado abismado com a desfasatez, má vontade com Alagoas e desconhecimento dos fatos. O cara é inimigo pessoal do Governador, pois tenta ofendê-lo gratuitamente. Acha lindo ser empregado e cabo eleitoral de uma múmia. Aliás, empregado de uma familia que está contente com as enchentes, pois o negocio deles é vender caixão e terra para se enterrar. PS. O Programa ao que o “Realista” se refere foi deprimente. Quem se acompanha de ladrão…

  • Eudes Inacio

    Miseráveis! Quem os atingidos pelas águas? Não, esses “lumbriguentos” que vivem da m…

    A justiça será feita a esses politicosinhos e esses comerciantes idólatras do mammon!

    Deus não se calará!

  • marioinacio

    Ah! pobre de mim, eleitor! Confesso pela 1ª vez:Votei NELLE, na última eleição!!!!!Ah! que horror! Mas, espero ser compreendido: Foi àquele tal voto de PROTESTO! Ví tanta roubalheira no então governo e, e ELLE, com tão pouco, foi banido da República! Pensei:Elle será a solução:Com tanta sabedoria, experiência e mágoa, vai revolucionar todo àquele Senado e, automaticamente, vai ser uma “pedra” no sapato de todos. dMas, p’ra minha decepção, logo já estava no collo do Presidente, formando uma simbiose perfeita, que decepção!!!! Peço que os eleitores nunca pensem como eu, e, deem um voto consciente no dia da eleição, pois, ainda temos bons(a) representantes

  • Vera

    Prezado Ricardo Mota, é lamentável,porque não dizer, MUITO TRISTE constatarmos e depararmos com pessoas distituídas de qualquer sentimento humano,de alma,de falta de amor e solidariedade.E o mais triste ainda é comprovar que a cada dia, a classe política,nos mostra que seus valores são baseados no que existe de mais abominável :O PODER A QUALQUER CUSTO,À INSENSIBILIDADE DIANTE DA MISÉRIA HUMANAS PARA TIRAR VANTAGEM PESSOAL.
    Gente, nossa vida é efêmera.Não sabemos o que nos espera no amanhã.Hoje, são nossos irmãos que vivem momentos de desespero,tentando sobreviver frente às ùltimas tragédias que foram vitimadas. Na verdade, eu classifico que há dois tipos de tragédia humana:às decorrentes de fatores que fogem do nosso controle,e ÀS TRAGÉDIAS HUMANAS MORAIS.Estas,infelizmente,estão presentes na classe política, com algumas exceções.Reconheçamos a nossa culpa,porque damos uma procuração para nos representar.E aí, podemos cobrar deles o que? Ao elegê-los,SOMOS RESPONSÁVEIS PELOS SEUS ATOS.Uns,cometem decisões equivocadas que causam danos à sociedade(estes têm até chance de se redimir), outros,com posições e atitudes condenáveis,(usam o poder como arma,destruindo sonhos e a vida propriamente dita.É urgente, precisamos agir com compromisso e responsabilidade.Estamos enxergando claramente o jogo político desleal.A tragédia acontecida nos municípios alagoanos,onde os desabrigados estão passando por muita dor,sofrimento,onde perderam seus entes queridos,precisa de nós uma tomada de posição, além do nosso apoio solidário e logistico.E ainda estão nos dando lição de vida,pois enfrentando também situações adversas ainda conseguem ser solidários.É a presença de Deus em suas vidas, com certeza.
    “Os SURFISTAS DAS ENCHENTES”,são seres desprezíveis, pois se valem da fragilidade humana para tirar dividendo eleitoreiro.Isto só aumenta a nossa indignação. Agem assim, porque se sentem poderosos, MAS ESQUECEM QUE NÃO SÃO ETERNOS.Um dia sua casa (poder)poderá cair, como tem acontecido.Ninguém está livre da derrocada. Mesmo que demore,mas como pessoa de fé, acredito que o BEM VENCE.
    E nós, cidadãs e cidadãos alagoanos, que amam e prezam a vida dos nossos semelhantes, já está mais do que na hora de fazer a nossa parte.Quanto “aos surfistas das enchentes”,êles logo estarão em nossas mãos. O pleito eleitoral se avizinha. Será que no íntimo do seu ser (se é que são capazes de ter esta sensiblidade)não têm momentos de remorso,arrependimento e mal estar por destruírem sonhos ? Espero que sim, do contrário a sociedade está perdida. TODOS, FAÇAMOS UM ATO DE CONTRIÇÃO.Ainda há tempo…Compromisso,nossa palavra de ordem ,com o nosso Brasil, com a nossa Alagoas, com nós mesmos…

  • Ricardo Melro

    Caro Ricardo, os prefeitos e o governador podem requisitar (retirar) desses comerciantes esses produtos, e depois pagar pelo preço verdadeiro no mercado. Isso é permitido por lei e eles devem, se for o caso, assim agir.
    Com relação aos políticos canalhas que querem fazer desta tragédia um palco para serem lançados no poder e depois roubar o dinheiro desta população miserável, infelizmente, temos um eleitorado desavisado e viciado. É esperar as eleições.

  • luciano junior

    REALISTA VOCÊ ESTA CERTO,ESSE WILSON JR SE DIZ JORNALISTA.

  • Aetano

    “Onde estiver o cadáver, ali estarão os abutres”.

  • eu vi II !

    Oia! Tavam dando aquelles tampinhas de “grandes amigos de alagoas” que faziam estralos maior que bombinhas de são joão.Tamo no roça.(td isso no ZUMBI).Só faltou o RN.

  • marcia valeria

    Ricardo hoje o que voce falou sobre os politicos ao lado do presidende foi a mais pura verdade. como eu tenho Vergonha desses politicos de alagoas. quero fazer uma pergunta para que vota?

  • Max Nordau

    EM NOVEMBRO, AO CONFIRMAR O SEU VOTO, LEMBRE QUE É POUCO PROVÁVEL, VC “VOAR” DE HELICOPTERO NOS PRÓXIMOS QUATRO ANOS, MESMO ENTRE LAGE E UNIÃO… MEU IRMÃO!

  • Anti- RENAN

    Como muriciense, estou revoltado de ver o tratamento dispensado pelos Calheiros aos pobres desabrigados. É de inojar qualquer um que tenha o mínimo de humanidade. Eles estão distribuindo pão com salame e água para a população faminta. Me lembro bem na cheia de 1989, de ver o então Prefeito Hélio Marinho, sem apoio de governador nem de presidente, comprar e distribuir caminhões de cestas básicas, abater bois para matar a fome e minimizar o sofrimento dos desabrigados. Não bastasse isso, desapropriou (comprando) da usina utinga leão 52 hectares de terra na parte alta da cidade para que em administrações posteriores se começasse, gradativamente a retirada da cidade das margens do Mundaú. E o que os Calheiros fizeram ? O Deputado Olavo construiu sobre a referida área a fábrica de “tubaína” que viria depois de suspeitíssimas negociações, a ser Schincariol. Penso agora o que vão fazer com esse caminhão de dinheiro que o Lula vai mandar. Quem viver verá.

  • Yuri Brandão

    Mota:

    O romancista e humorista americano Samuel Langhorne Clemens, mais conhecido como Mark Twain, dizia que a arte do jornalismo consiste em separar o joio do trigo… e em publicar o joio!

    Nesse sentido, sem precisar descrever aqui os melhores sentimentos que nutro por este blogue e pelo blogueiro, confesso que senti falta do básico: dar nome ao boi — ainda que isso fosse feito no futuro do pretérito ou com o auxílio de outros instrumentos textuais e jornalísticos que o amigo domina tão bem.

    Embora eu saiba quem é o pilantra – e não ouso publicar aqui o que você preferiu não fazer –, a maioria dos leitores o “desconhece”.

    Que isto não seja lido, por favor, como patrulha ou tentativa de pauta, senão como surpresa chateada de um amigo, admirador e – no caso do texto, antes de tudo – LEITOR.

    Por ora é isso. Abraço do YB

  • PEDRO

    A história simplismente se repete! Cota a lenda que um político Alagoano se elegeu senador portando uma máquina de costura e por onde chegava cadastrava eleitoras para receber uma doação daquele modelo de máquina, não podia ser aquela porque ele ja estava destinada a uma eleitora da cidade seguinte, e assim o político foi senador por muitos e muitos anos.

  • Fátima Ramos

    Sempre tenho dito, a vida é uma roda gigante; um dia se está em cima, no outro, no meio depois embaixo e por certo estará atrás. Tenho dificuldade em acreditar que um ser, se é certo chamar humano, tenha a capacidade de aproveitar a situação tão trágica para tirar proveitos.Mas o bom é que Deus tudo vê, e não terá o culpado por inocente. Deus continue abençoando todos que tem mostrado solidariedade nesse momento de dor, e saibam que o retorno virá do alto. Alagoas é do Senhor Jesus. Seja sempre bem vindo Ricardo Mota.

  • PEDRO

    Contam uma historia que após a enchente que se passou houve uma reunião de prefeitos para discutir a criação da “DEFESA CIVIL” em seus minicípios, e ao saber da bolada de grana Federal que virá para socorrer as vítimas, um dos ditos cujos reclamou que tinha falta de sorte por não passar nenhem rio em sua cidade.

  • ADRIANO LEMOS

    ME PREOCUPO COM A FORMA QUE SE DARÁ A APLICAÇÃO DESTAS REMESSAS DE DINHEIRO, AINDA MAIS EM SE TRATANDO DE UM ANO POLITICO (DE POLICOS FAMINTOS), MUITOS DESTES FAMINTOS POR MAIS MISERIA, AFINAL EM ANO POLICO PARA ALGUNS DELES QUANTO MAIS DESASTRES MELHOR.

  • AAraujosilva

    Meu caro Ricardo, dia 24/06, 2030h, postei comentário nomeando nosso querido e bondoso rei, Dom Ignácio LI,
    o surfista-mor, das águas dessa calamidade pública que nos aflinge, atualmente. O dito cujo ‘Se-escafedeu-Se’??? Seria o ‘homi’, do alto seus 88% de ibope, imune a críticas do “resto”? Seria?