A decisão do TSE para as eleições deste ano é clara: todo candidato, ao fazer a sua inscrição, deve apresentar sua ficha criminal com a relação de processos a que esteja respondendo ou, se for o caso, em que foi condenado. 

O Ministério Público Eleitoral em Alagoas resolveu dar um passo adiante. Na reunião realizada ontem, na sede do MP Estadual, o procurador Rodrigo Tenório alertou a todos os promotores que vão participar da eleição para a possibilidade de sonegação de informações por parte dos candidatos inscritos. E se isso acontecer? A orientação é entrar, imediatamente, com o pedido de impugnação do candidato que omitir dados da sua “ficha suja”. 

Para que a nova orientação tenha sucesso é necessária a participação efetiva das entidades e dos eleitores, para que as denúncias de omissão de informação sejam feitas e possam ser checadas.

Esta é uma das principais novidades na atuação do MP Eleitoral, este ano. Mas o alvo principal da atuação do Ministério Público deverá continuar sendo a “captação ilegal de sufrágio”, ou seja: a compra de votos.

Como observou o procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares Mendes, “um único voto compra pode – e deve –  resultar na cassação do mandato de um candidato eleito”.

TJ decide hoje "suspeição" do juiz Gustavo Lima no caso dos taturanas
Vilela resiste, mas vai à audiência com ministra do Meio Ambiente
  • Joilson Gouveia Cel RR PMAL

    Ficha limpa!
    RM, para todo e qualquer concurso público são exigidas certidões negativas, nada consta, atestados e declarações de antecedentes criminais. A eleição nada mais é que um concurso público, para ocupação também de um cargo público. Ora, por que não se exigir o mesmo dos candidatos a tais cargos? Aliás, nem se exige exames de sanidade física, mental, psicológica e moral desses “candidatos muito menos avaliação intelectual. Ademais, o povo outorga poderes e os põe nos cargos, mas não tem poderes para defenestração dos ímprobos, ilegais e imorais. Este é o maior erro de nossa inócua “democracia”.
    Joilson Gouveia Cel RR PMAL.

  • Marcos Gomes

    É vergonhosa a situação do estado de Alagoas, principalmente quando o assunto é a justiça, ou melhor a falta dela.

  • ROBERTO NASCIMENTO DE ALMEIDA

    A COMPRA DE VOTO, A PROPAGANDA ANTECIPADA, A INSCRIÇÃO DE POLÍTICO ENVOLVIDO COM ILICITUDE, TUDO ISSO É COISA ANTIGA. A SOLUÇÃO É TRANSFERIR A SEDE DO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA ALAGOAS, PORQUE, PELO QUE SE VÊ, ACHO QUE O MP DEVE SER EM OUTRO LUGAR MENOS AQUI.

  • ELEITOR

    EM ARAPIRACA, JÁ EXISTE ATÉ A COMPRA DE VOTA À PRESTAÇÃO

  • mts

    Eu só quero o dinheiro desses corruptos camboio de ladrão se eu tiver oportunidade eu pego sim dinheiro desse canalhas. a maioria desses depultado é hospedados em hotéis de Maceio com garotas de menores usufluindo do bom e do melhor mandem logo um cpi da pedofilia p/ Alagoas.

  • ROBERTO NASCIMENTO DE ALMEIDA

    5 REQUISITOS PARA SE ESCOLHER UM POLÍTICO

    SER RESPEITÁVEL CHEFE DE FAMÍLIA.
    SER HONESTO.
    REFERÊNCIA DE CIDADÃO RESPEITADO E RESPEITADOR NA SUA COMUNIDADE.
    TER FICHA LIMPA NA POLÍCIA E JUSTIÇA
    NOME LIMPO NO SPC E SERASA

    CASO CONTRÁRIO NÃO ADIANTA RECLAMAR DEPOIS.