O grupo de deputados ligado a Antônio Albuquerque e Marcelo Victor pretende segurar o Projeto de Orçamento do Estado até, pelo menos, o final da próxima semana.

Eles ainda apostam que podem arrancar mais dinheiro do Palácio República dos Palmares – para o duodécimo da Casa de Tavares Bastos. O presidente Fernando Toledo já admitiu, publicamente, que o repasse para o Legislativo deve ficar congelado nos atuais R$ 113 milhões.

Mas, ainda com forte influência entre alguns dos seus pares, Albuquerque, em dobradinha com o elétrico Marcelo Victor, insiste que eles ainda podem apertar mais o governador Teotônio Vilela Filho – que tem pressa na aprovação da matéria.

Renan II

Uma turma de detentores de mandato na Assembleia pressiona o senador Renan Calheiros para que ele tire do páreo o prefeito de Murici, Renan Filho. O herdeiro político do líder do PMDB no Senado está fazendo o maior estrago no reduto eleitoral de, por exemplo, Nelito Gomes de Barros, Gilvan Barros, Marcos Ferreira e Neno da Laje, todos disputando vaga na Casa de Tavares Bastos.

Majoritário

Eles querem que Renan Filho seja deslocado para a chapa majoritária – candidato a vice governador, por exemplo, reduzindo os prejuízos dos seus concorrentes de hoje. Renan Filho já é apontado como um dos prováveis campeões de voto de 2010.

O Rei

O deputado Jéferson Morais não para de correr estrada. No carnaval, esteve em vários municípios, mas foi em Pilar que ele brilhou. Depois de desfilar no Bloco das Bolacheiras – carnaval vale tudo, não é gente? –, Morais foi recebido pelas lideranças políticas da cidade como um rei. Rei Momo, é bem verdade, mas com toda a majestade.

Quem é o patrão?

A prisão, quase que por acaso, de um sargento da Polícia Militar, durante o carnaval, pode provocar um estrago entre poderosos locais.

O militar, Gelson Leandro da Silva, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal sob a acusação de dirigir um carro roubado: um Gol, cinza, com placa pertencente a um Monza.

Ele também portava uma arma – revólver calibre 38 – sem registro.

Recolhido ao presídio militar de Maceió, depois de passar pela Delegacia de São Miguel dos Campos, o sargento Gelson já foi identificado com um “prestador de serviços” para um personagem importante da política alagoana, conhecido  por não ser, exatamente, um pacifista. As informações que chegaram à Polícia Civil apontam para o militar como sendo alguém que não gostava muito de trabalhadores rurais que buscavam seus direitos na Justiça do Trbalho. Vem mais por aí.

"Honestamente, nunca se matou tanto em Alagoas"
Judson Cabral é excluído da delegação oficial de Alagoas no Congresso Nacional do PT
  • LASCOU TUDO.

    Renan vai para televisão e faz o maior escarcéu através de propaganda paga pelos ALAGOANOS, dizendo que só ele arranja tudo, só ele governa, só ele constroi, só ele fez a duplicação da saída de Maceió, mesmo assim foram 10 anos para construir, só ele construiu o Aeroporto Zumbi, que nem restaurante tem, e é internacional! Só ele é o todo poderoso e por último só RENAN embargou a liberal do PAC do LULA mentira, para a duplicação da saída de Maceió a Barra de São Miguel. Dos R$ 55 milhões do PIRPAC o senador RENAN só liberou apenas R$ 5 milhões, eita os ALAGOANOS não merece isso. Fora o senador que está contra ALAGOAS e tem mansão na Barra de São Miguel!

  • sergio

    A prática de se matar trabalhadores rurais, tem voltado a Alagoas, trazida pela recente crise. Mandante e matadores, sempre os mesmos de passado recente. Vamos apertar esse sargento, que ele abre. A foto do mandante será a de sempre.

  • Nego

    MICALATÉIA…!!!

  • deivisson sobral

    Renan Filho tranformou a cidade de Murici, é de longe um dos maoires gestores públicos do estado de Alagoas. Tem toda competência do mundo pra adentrar na Casa Tavares Bastos e trabalhar muito.

  • Pilarense Atualizado

    É uma pena que Jéferson Morais esteja tão mal acompanhado aqui em Pilar, nunca me esqueço dos conselhos de meu pai, um deles dizia ” Quem anda com mocergo dorme de cabeça pra baixo”.

  • Paulo

    Deivisson sobral, meu caro, é por causa de pessoas como você que nosso Estado estpa mergulhado nesse mar de corrupção.
    Quanto a gente pensa que daqui a 20 ou 30 anos esses atuais bandidos e ladrões da política vão desaparecer, vêm seus descendentes e começam a trilhar o caminho (que caminho!) dos pais.
    Somente uma educação (de boa qualidade) é quem vai mudar o pensamento de nosso povo.

  • O Analista

    O pior de Alagoas somos nós, os alagoanos. Quase todo carro em Maceió tem os adesivos RENAN, AA, IB, JB,GB, II, BL, BBB etc… Se no século passado fomos amordaçados pela pistola de algumas famílias, esse novo século nos amordaça pelos tentáculos do crime contra o erário encravados em todas as esferas do Poder, legislativo, executivo, judiciário, tribunal de faz de contas etc. Procuram os novos e modernos bandidos firmarem suas influências distribuindo cada familiar em um cargo diferente, se possível vitalício. Alagoas é sangrada no bolso público porque não obstante ter sido a terra de Zumbi, berço da libedade, tão vilipendiado em discursos demagógicos, ainda não produziu gente honesta suficiente para mudar algo. O raciocínio é claro, junte todos os votos dos taturanas e amigos agora em 2010, some aos votos de renan e veja quantos alagoanos sem fibra existem no Estado, não se assustem, serão milhares e milhares…POBRE ALAGOAS.

  • martha

    DEIVISSON SOBRAL,estás ganhando qto do prefeito de Murici?

  • Felipe Cavalcabte

    Competente Jornalista Ricardo Mota:

    Embora não seja especialita em Direito Constitucional esclareço que:
    em conformidade com o atr. 14, VI da nossa Constituição Federal, a idade mínima para Governador é de 30 amos e de Senador 35 anos.

    Acredito que o Renan Filho não tenha completado 30 anos não podendo ocupara a cadeira de Vice-Governador, substituto eventual de Governador.

    Atenciosamente e procurando colaborar.

    Felipe Cavalcante
    Advogado e Prof. Universitário.

  • humberto

    Deivisson Sobral, com a montanha de recursos federais que chega a Murici para abastecer a lavanderia do RENÃO e do Reinãozinho, o mínimo que se poderia esperar é que aparecesse obras na cidade. Renãozinho é o pai escrito !!