Para o juiz da 14ª Vara Cível da Capital, Antônio Dória, que cancelou a eleição carnavalesca da Câmara Muncipal de Maceió, a convocação do pleito para o carnaval “fere princípio da legalidade da ampla publicidade dos atos públicos”.  Segundo informou ao blob, a sessão extraordinária só poderia acontecer em caso de relevante interesse público, o que não ocorre agora. “O recesso parlamentar termina no dia 15 de fevereiro, e não é razoável que uma eleição interna acontença num sábado de Zé Pereira”.

Justiça Federal manda Prefeitura pagar dívida com hospital que atende recém-nascidos
MP entrega ao juiz Antônio Dórea Ação contra eleição carnavalesca na Câmara
  • Robson

    Que pressa pra eleger a chapa única! Qual o motivo ? !

  • Hagá

    Parabéns ao Magistrado, tanto por essa fundamentação, como pela decisão que protegeu a sociedade contra a Poluição Sonora daquela barraca insuportável.

  • Ricardo Souza

    Agradeço ao Juiz e ao MP pela sábia decisão. Aproveito para agradecer antecipadamente a Desembargadora Elizabeth Carvalho por manter essa decisão judicial.

  • Cesar

    É meu Caro Ricardo, o que mais me deixa louco e revoltado é que até há poucos anos atrás havia apresentadores de programas que diante das camêras criticariam este tipo de atitude e agora que vivem estes fatos ficam caladinhos. Ridículo!!!

  • Antonio

    Sensata decisão, parabéns ao magistrado…nem uma criança em tenra idade acreditaria que esses parlamentares, em pleno carnaval, iriam “trabalhar” se não fosse para benefícios próprios…sei que é carnaval, mas daí a exigir do povo que se fatasie de palhaço é lamentável…”nobres” parlamentares os verdadeiros palhaços são V. Exas, a casa de Mário Guimarães, infelizmente, se transformou num circo…

  • jose wilson matias dos santos

    Quanta angustia,ver tais pessoas comandar a cidade desta forma e não poder fazer nada, sinto -me doente, com as mãos atadas, saber que o nosso futuro político já esta traçado por um bondo de b.?.?.?.?.?.? cadê o nestinho scar de Melo que prometeu combater as erregularidades, ou seja a corrupção, ja foi comprado ou se corrompeu, É tanto dinheiro na mão que não dá tempo nem de pensar o que falar, não é pesoal.

  • Marcan

    Finalmente os princípios que deveriam reger a administração pública foram fielmente cumpridos. Parabéns ao magistrado. Na verdade – como é o papel da Justiça-, esse controle de legalidade por parte do judiciário deveria ser mais atuante. Não basta aplaudirmos a decisão, e sim provocar a Justiça para que ela faça seu trabalho. Parabéns ao Ricardo pela “INSISTÊNCIA”, muito pertinente, no tema.

  • Vicente

    Ricardo, agora o Galbinha está tentando antecipar a eleiçao de Rei Momo 2011 para terça-feira de carnaval e ele quer ser candidato único.