O ex-coronel Cavalcante será ouvido, mais uma vez, pelo juiz Maurício Breda, da 7ª Vara Criminal. Ele, que está num presídio no Rio de Janeiro, vem depor sobre o assassinato do Cabo Gonçalves, ocorrido em 1996. Cavalcante aponta como mandantes do crime os deputados Antônio Albuquerque, João Beltrão e Francisco Tenório. A reunião em que foram definidos os detalhes da trama macabra – confessou o militar em outro depoimento ao mesmo magistrado  – aconteceu na fazenda de Albuquerque.

Mesmo já tendo “prova antecipada, o juiz Maurício Breda tentou ouvi-lo em “carta precatória”, mas Cavalcante afirmou aos magistrados do Rio que só falaria à Justiça alagoana. Ele é considerado a principal testemunha do crime, já que foi um dos autores materiais. Os demais acusados, que seriam ouvidos hoje, vão depor em nova data a ser definida pelo titular da 7ª Vara Criminal da capital. 

ATENÇÃO!

Superadas as dificuldades técnicas da fase de tansição do novo TNH, voltamos a liberar os comentários. Agora, os internautas terão de se cadastrar, confirmando nome e endereço eletrônico. Bem-vindos e um grande abraço – Ricardo Mota.

MP pune promotor de Olho D'Água das Flores com Censura Pública
"Governista" Antônio Albuquerque comanda oposição a Vilela na Assembleia
  • Anônimo

    Ufa! até que enfim.
    Parabéns pela nova roupagem do TNH, e a voce Ricardo, pelo jornalismo isento.

  • Anônimo

    Alvíssaras!!! Bótimo! Liberados os comentários, vamos lá. Sobre esse famigerado trio … Meu bom
    Ricardo, deixemos isso pra lá pois, quero continuar, por muito tempo, dando asas a minha
    vocação de blogueiro/comentarista.

  • Anônimo

    Será mesmo q isso vai a frente?… Espero q c esse depoimento surjam homens de vergonha e façam a justiça q o povo alagoano espera!!

  • Anônimo

    RICARDO, O GILMAR VAI DEIXAR OS homens SEREM PROCESSOS, JULGADOS E PRESOS??

  • Anônimo

    Duvido que isso dê alguma coisa, esses tarturanas, jáfizeram tanto por alagoas, que nem um juiz vá condenar eles por uma besteira dessa, é só mais um assassinato gente, não precisa fazer tempestade em copo d’agua, mais que isso eles contribuiram com alagoas, furtaram a Assembléia, mandaram matar(fernando Aldo, Baré Cola,SGT Gavão, o fiscal de renda de ipioca….etc…..) deixa isso pra lá, eles não merecem serem condenados não. kkkkkk