O prefeito Cícero Almeida resolveu retomar o controle da situação – na verdade, na verdade, ele nunca a perdeu no caso da Secretaria de Educação do Município na era petista.

Ele mandou um recado à direção do PT: não aceita mais aventura na Semed. Quer um nome já testado – e aprovado por ele –, e não outro candidato ao posto de secretário que signifique “mais uma experiência” numa pasta historicamente cheia de problemas.

Traduzindo: o prefeito Cícero Almeida quer que o Partido dos Trabalhadores banque a indicação do secretário adjunto, respondendo hoje pela Semed, Thomaz Beltrão.

Não é uma equação fácil para os petistas resolverem. Beltrão é da “Democracia Socialista”, mas a Semed é  da “Unidade na Luta”, grupo comandado pelo deputado Paulão – que tem como aliados mais diretos Joaquim Brito e Ricardo  Valença – em situação incômoda na corrente por conta do seu desempenho à frente da Secretaria de Educação de Maceió.

Internamente, os aliados do deputado Paulão mantêm a posição de decidir sobre quem fica ou quem sai da Semed de Maceió. E o nome do parlamentar continua sendo do professor Élcio Verçosa.

A questão que se coloca agora é: os petistas topam bater de frente com Almeida, que parece convencido de que Thomaz Beltrão é mais identificado com sua tropa?

A temporada de negociações já começou, mas se eu tivesse de apostar, agora, apontaria a dobradinha Almeida-Beltrão como vitoriosa. Se o prefeito é impulsivo, emotivo e voluntarista, o petista em foco é cerebral e profissional. Uma dupla que, parece, pode dar samba na prefeitura.

"Governista" Antônio Albuquerque comanda oposição a Vilela na Assembleia
Assessor da presidenta do TJ será candidato ao Senado pelo PRTB
  • Nilson Macário de Paula Netto

    O MELHOR NOME PARA COMANDAR A SEMED CERTAMENTE É THOMAZ BELTRÃO, TEM RELEVANTES SERVIÇOS PRESTADOS AO NOSSO ESTADO E VASTA EXPERIÊNCIA NA MÁQUINA PÚBLICA, SEM CONTAR QUE É COMPROMETIDO COM A ÉTICA, MORALIDADE, COMPETÊNCIA E É MUITO DINÂMICO…..A SEMED ESTAR DE PARABÉNS.

  • Edinaldo Afonso Marques de Mélo

    A educação é uma área vital de toda e qualquer administração pública, essencial para garantir um futuro sustentável, com menos drogas, menos banditismo e mais paz.
    Somente uma verdadeira revolução na educação pode modificar os resultados atuais. Para isto, é necessário estratégia e execução eficazes nos três ativos: físico, orçamentário-financeiro e humano.
    A equipe que estiver à frente da secretaria precisa ser comprometida, estar alinhada e ter foco. Caso contrário, as mudanças necessárias demorarão muito tempo para que saiam da intenção. Não basta apenas vontade política. É preciso também coragem.
    Além disso, é indispensável usar um processo de gestão profissional e que garanta sinergia na prática. Muitas vezes uma equipe apesar de ser pequena consegue se superar e vencer o jogo.
    Do ponto de visa pedagógico é indispensável incluir duas coisas nos currículos escolares: educação em valores humanos e educação emocional. Esta é uma necessidade para formar, antes de tudo, cidadãos e cidadãs equilibrados, capazes de conviver melhor em sociedade. A fragilidade e a desestruturação das famílias, uma realidade atual, passará a ter menores deformações nas mentes das crianças e dos adolescentes. Edinaldo Marques

  • Anônimo

    Nada mudou na Semed, as escolas continuam com as mesmas carências e os repasses das verbas de custeio estão atrasadas, sem contar que não há repasses da contrapartida municipal dos programas federais (Projovem). A situação da Toqville continua indefinida e os salários dos funcionários terceirizados continuam atrasados.

    Uma coisa é entender de educação, outra coisa é entender de futricas de sindicato.

  • Lindomar Castilho Gonzaga

    As “aventuras” na semed, como classifica o prefeito, só vai acabar quando ele também deixar os secretários trabalharem, sem nenhum tipo de pressão financeira. entendam como quiserem