Os vereadores de Maceió continuam recebendo R$ 27 mil de verba de gabinete “na boca do caixa”, apesar da advertência do Ministério Público Estadual. Resultado: o promotor Marco Mero, da Fazenda Municipal,  prepara uma Ação Civil Pública pedindo a suspensão do pagamento; a extinção da verba de gabinete como ela existe hoje; e a responsabilização dos vereadores por Ato de Improbidade.

  O representante do MP recebeu uma consulta informal sobre a situação há mais de um mês. Então, a vereadora Heloisa Helena, que se recusa a receber o dinheiro “em espécie”, quis saber sobre a legalidade do pagamento. Mero esclareceu que a legislação não permite esse tipo de operação com o dinheiro público. E mais: a verba de gabinete, hoje, teria caráter remuneratório – passível, portanto, de pagamento de Imposto de Renda.  A Mesa Diretora da Câmara se comprometeu a fazer as modificações sugeridas pelo MP e também a prestar contas do dinheiro já repassado aos vereadores – mais de R$ 1,5 milhão até abril. Mas nada foi feito de concreto, segundo o promotor:  -É até uma falta de respeito com a nossa instituição. Ontem,  comuniquei à direção da Câmara as providências que estamos adotando, desde a elaboração da Ação Civil Pública, até mesmo a inspeção in loco que devemos fazer para apurar a prestação de contas da legislatura anterior. 

O promotor Marco Mero disse que já solicitou os documentos com os gastos dos vereadores nos últimos quatro anos (além da legislatura atual), que justificassem o repasse da verba de gabinete, mas a Casa afirma que não sabe onde estão as prestações de contas da legislatura anterior. “Nós vamos procurar nos arquivos da Câmara para analisá-las juntamente com os nossos técnicos. O que vem sendo feito fere a lei, e nós vamos cobrar o seu cumprimento”, garantiu.

Procuradores da Assembleia podem substituir PGE no caso dos Taturanas
Pequenos partidos, grandes negócios
  • João Julio da Silva

    É um absurdo,os vereadores não saber para onde foi parar as prestações de contas da câmera, as figuras que se encontram no poder, quase todos foram reeleitos, cade o dinheiro do povo.

  • ricardo viera de castro

    ô pessoal a verba de gabinete é besteira, bom é o que sai por fora né ciço ! ora quem vai gastar hum milhão pra ganhar 7.800,00 por més, tô ficando velho mais besta não, e o MP não faz nada. então cidadão vamos fazer nossa justiça, tá chegando a hora.

  • carol

    ja gastaram ne a muito tempo o dinheiro! claro, e isso é pouco pra eles

  • Dawis Alves

    Mais uma vez, está de parabéns o M.P. Avante ALAGOAS!!!

  • impaciente

    Agora que o estrago já esta feito e secramentado é que se tomam algumas providências. Agilidade M.P.!!!!

  • Diogo

    Um amigo meu por pouco não foi processado pelo estado porque a nota era R$70,00 menor que o bonus que ele tinha direito no projetode de recolhimento de notas fiscais do governo e ele teve que devolver o dinheiro.Fez o correto pois o dinheiro é da população como um todo.

  • Diogo

    Já os vereadores não estão nem ai para o dinheiro publica,foi necessário entrar uma mulher de caráter para o fato ser denunciado.

  • Edinaldo Marques

    Esse “jeitinho brasileiro” de encontrar saídas e tentar driblar a lei, precisa ser abolido. É injustificável qualquer pagamento com recurso público dessa forma. blogdoprofessoredinaldo.blogspot.com

  • marcelo

    E tome farra com o nosso dinheirinho na outra casa de mãe Joana! Só tem gente bestinha nestas duas casas.

  • INDIGNADO

    EU SEI PQ N SE FALA DA MESA DIRETORA ANTIGA….ELES PAGAVAM BEM A BOLINHA….

  • FUNCIONARIO REVOLTADO

    O PROBLEMA NÃO É SÓ A VERBA DE GABINETE É TB OS LARANJAS USADOS NOS 400 CARGOS EM COMISSÃO DA MESA. O ROUBO TODO TA AÍ. QUE DIGAM OS VEREADORES DA MESA PASSADA, QUE QUEREM ACABAR COM OS CARGOS EM COMISSÃO, CHORANDO AS TETAS PERDIDAS. AÍ TÁ UMA BOA PISTA AO MP É SÓ INVESTIGAR

  • FRED

    Os nossos vereadores estão uma demonstração como tratam as verbas públicas, esperamos que o Ministério Público toma providencia com a máxima urgencia. O senhor presidente da casa, o vereador DUDU HOLLANDA vem de uma familia de politicos a começar de seu avô OTACILIO HOLLANDA.

  • Surrupiador Público

    Senhores Membros do MPE, irão ficarem pasmos se vierem averiguar a câmara dos Vereadores de RIO LARGO, que nem gainete existe, mas todo mês sai uma fabulosa verba de gabinete para ser gasto.Tem vereador que reside no Clima Bom rindo atoa.

  • EDUARDO SALOMÃO

    PACIÊNCIA RICARDO, OS BICHINHOS JÁ MANDAREM PROVIDENCIAR AS “NOTAS FISCAIS”. VÁ LÁ QUE ESTAR FALTANTO PAPEL NAS GRÁFICAS DAS ALAGOAS.

  • O Chato!

    Porquê o MP não faz o mesmo com os cargos em comissão dos desembargadores? Verdadeiro absurdos…

  • geraldo

    Se publicarem no jornal o nome de todos os servidores comissionados (mais de 400) o que vai ter de gente no Ministério Publico reclamando que colocaram seu nome e nem sabia.

  • publica ricardo

    o ministerio publico deveria entrar com uma açao de improbidade contra desembargadores que rateam dinheiro entre si é a ponta do iceberg o ministerio publico nao tem CORAGEM