Em reunião que está sendo realizada agora, na sede da Caorregedoria-Geral de Justiça, os membros do Núcleo Integrado pela Efetividade da Justiça (NIEJ) decidiram ir ao Ministério da Justiça pedir ajuda para acelerar os inquéritos eleitorais em Alagoas. O advogado alagoano Pedro Montenegro, que é da equipe do ministro Tarso Genro, está participando da reunião e se prontififcou a fazer a ponte com Brasília.

O objetivo é conseguir junto ao ministro um reforço de delegados e agentes da PF para Alagoas a partir de janeiro. Eles virão ajudar nas investigações das denúncias feitas antes, durante e após a eleição. Houve um grande incentivo, inclusive dos integrantes do NIEJ (que reúne representantes do Executivo, Judiciário, MP e de entidades da sociedade civil), para que os eleitores denunciassem todo tipo de irregularidades relativas ao pleito. De fato, concluíram, a população respondeu: foram feitas cerca de de três mil denúncias, o que é humanamente possível de se apurar.

Mas com a ajuda do Ministério da Justiça – através da PF nacional -, o NIEJ pretende dar celeridade ao maior número de inquéritos. O encontro, em Brasília, deve ser marcado para o ínicio do próximo ano.   

 

Polícia prende procurador da Prefeitura de União e advogado de São José da Laje
Lista de aprovados no TC é mistério no Palácio - nomeação é do governador
  • Maikon

    Ficamos na espera!

  • ricardo

    aqui em penedo ta todo mundo comentando q o alexandre toledo, nao vai conseguir ser prefeito nao, o pessoal do marcius beltrao, tao dizendo q houve fraude e é ele o marcius beltrao q vai ser o prefeito daqui!!sabe de alguma coisa a respeito???

  • Zé

    Minador do Negrão tambem precisa de investigação,lá a compra de votos rolou solta,a prova é tanta que a prefeita eleita só quer fazer festa quando asumir o cargo,acorda MP,PF.

  • AMO ODEIO DELMIRO,odeio “beiramar”

    Será que Delmiro Gouveia desta vez será privilegiado com a comprovação da maior compra de votos da história? Caso contrário,é só engodo para gerar manchetes.

  • Jacaré dos Homens pede Justíça

    As fraudes nas eleições não podem ficar impunes Ricardo, a compra de votos é uma prática criminosa que não se pode aceitar.

  • Artur

    PACTO EM ALAGOAS SÓ COM O DIABO: PACTO COM ALE, COM TATURANA, COM GAUTAMA, COM GABIRÚ , COM O CRIME ORGANIZADO etc. NADA É CONFIÁVEL. TEM UM PACTO DE UM GRUPO DOMINANTE PARA MUDAR OS DIRIGENTES DA NOVA SEGURANÇA, CONTINUAM FORTES E AMPARADOS POR ALGUNS MEMBROS DO JUDICIÁRIO.

  • SURURU

    EM SÃO MIGUEL DOS CAMPOS,A ELEIÇÃO FOI ESCANDALOSA,COMPRA DE VOTOS,CARTORIO ELEITORAL QUE TRABALHOU ABERTAMENTE PARA NIVALDO JATOBA, JA NÃO ACREDITO MAIS EM NADA.

  • cesar

    pelo amor de Deus coloquem Delmiro Gouveia em primeiro lugar, aqui a coisa foi feia.

  • marcospaulo

    acho que a justiça falou demais e fez e esta fazendo de menos esta semana o juiz jose cicero deu uma declaração dizendo que o nery almeida vai assumir o mandato fiquei sem enteder a colocação do juiz

  • Koltt

    Todo mundo sabe que as máquinas de votação são vulneráveis, principalmente na hora de instalação do programa. Os escândalos estão pipocando em todo o País, somente a Justiça Eleitoral não toma conhecimento, nem providências e nem se manifesta. Por que será?

  • Pedro Pinto

    No ano em que se cultua eleições limpas pelos orgãos responsaveis ao combate a corrupção, o que se viu na pratica é que foi o contrário, sendo o pior pleito da historia politica de Alagoas. Eleitores e politicos devem ser punidos. Para servir de exemplo para a proxima. Vamos torcer.

  • Kriss

    onde está a democracia? aqui em são josé da laje o prefeito Paulo Roberto foi reeleito com mais de 51% dos votos válidos, pela vontade soberana de Deus e do POVO. Mas a justiça não quer deixá-lo assumir. Queremos fazer valer nossos votos!!!!! deixem o homem trabalhar…