O concurso para o Tribunal de Contas do Estado – o primeiro a ser levado à sério na instituição – se encerrou em 13 de agosto, mas, até hoje, o resultado não foi encaminhado oficialmente ao governo do Estado.O problema é que a nomeação dos três auditores e dos sete procuradores aprovados, obrigatoriamente, deve ser feita pelo governador Teotônio Vilela Filho. Mas como fazê-lo se não lhe dado saber quem são os futuros ocupantes dos cargos?

A história se arrasta sem uma explicação razoável. Havia uma dúvida sobre quem deveria, legalmente, fazer as nomeações, mas segundo o conselheiro Otávio Lessa, presidente da comissão organizadora do concurso, isso foi resolvido há cerca de dois meses, quando ele teve uma reunião com o procurador-geral do Estado, Mário Jorge Uchoa e assessores, na sede da PGE.

Mas por que a relação dos aprovados não foi ainda encaminhada ao Palácio República dos Palmares? O conselheiro Otávio Lessa, após conversa com o presidente da corte de contas, disse que o ofício, com o resultado do concurso, será, finalmente, enviado ao governador na próxima semana.

O relator

Ele próprio defende a necessidade da nomeação imediata dos auditores e procuradores concursados, até por conta da tarefa hercúlea que tem pela frente: foi escolhido relator das contas do governador Téo Vilela referentes ao ano de 2007.

O conselheiro me disse que acredita que as nomeações só serão efetivadas no próximo ano, o que vai retardar a sua análise técnica sobre a primeira prestação de contas da gestão Vilela.
Uau!

Paz no MP

Como será o clima no dia da eleição – no domingo – do Ministério Público Estadual? De muita disputa, e tomara que a coisa fique por aí. O acirramento dos ânimos, notadamente após a tentativa de impeachment do procurador-geral Coaracy Fonseca, no ano passado, é muito evidente, por exemplo, na reunião do Conselho Superior do MP, formado pelos 16 procuradores de Justiça.

Faltou

As reuniões simplesmente não acontecem por falta de quórum. E não é por acaso: já foi ficou claro para todos que, em acontecendo, o encontro pode proporcionar cenas de pugilato explícito. A turma tem optado pela preventiva ausência coletiva. Se isso vai mudar depois da eleição? É difícil.

Maceió no TRE

O Tribunal Regional Eleitoral reserva fortes emoções para a próxima semana com alguns julgamentos muito aguardados. Finalmente, tudo indica, a pauta vai colocar as eleições de Maceió na vitrine. Tem gente eleita que já prepara recurso junto ao TSE. É sensato, diga-se, porque há casos de provas robustas com o devido flagrante.

A concordata é nacional

O pedido de concordata do Grupo João Lyra, acatado pelo juiz Sóstenes Alex, da  Comarca de Coruripe, ganhou notoriedade nacional. A Recuperação Judicial (concordata) é tema do influente jornal Valor Econômico, que trata das dificuldades financeiras enfrentadas pelas empresa dos grupo desde o ano passado, principalmente.

Negociação

Segundo o jornal, o grupo belga Alcotra Bioenergia continua em negociações para a compra da Triálcool, unidade industria do Grupo JL instalada em Minas. Mas há problemas, principalmente por conta dos credores – que querem receber o que lhes é devido. É possível agora que a empresa (e não só esta) seja comercializada durante o período (seis meses) de administração compartilhada, resultado da concordata. Ao todo são cinco indústrias envolvidas no processo – não o de venda, o judicial.

Animadinhos

E os taturânicos estão  tão acesos como no período pós-afastamento. Eles comemoram a demora do juiz Gustavo Lima,  de julgar o mérito da Ação Cautelar contra eles, como se fosse – e não é – uma decisão favorável ao grupo. O magistrado prometeu que antes do recesso do Judiciário publica a sua decisão sobre o mérito da Ação.

Comigo, não

Eles só ficaram tristes com uma notícia: o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Fernandes de Holanda, não aceita conversar com eles sobre o tema, e já disse: da caneta dele não sai qualquer decisão autorizando o retorno dos deputados afastados à Assembléia Legislativa.

Pijama limpo

Com aposentadoria marcada para fevereiro, o desembargador não quer e não vai "sujar" o currículo dele com uma decisão que fere a alma dos alagoanos. Está certo.

IPTU

Há alguma coisa no ar, em Arapiraca, além dos aviões de carreira. Várias demissões efetuadas pelo prefeito reeleito Luciano Barbosa apontam para problemas – ainda não tornados públicos – nas contas de IPTU, no município. Candidato a presidente da AMA e uma das grandes apostas para 2010, tudo que Barbosa não quer é escândalos na prefeitura de Arapiraca. Quer, sim, cortar o mal pela raiz.

Projeto transformista

Especialista no folclore político alagoano, o deputado Temóteo Correia, autor de um livro com histórias sobre o tema, já tem um capítulo inteiro para o próximo lançamento: o protagonista é ele próprio com o seu projeto sobre a mudança de nome do Trapichão. A coisa já virou escárnio nacional.

O respeito de Sosa

Para compensar o vexame, Mercedes Sosa, a grande dama da música engajada da América Latina, fez todo o show, ontem, ostentando no peito a Comenda Nise da Silveira, que recebeu do governo do Estado. Sinal de respeito – o que nós agradecemos.

NIEJ vai a Brasília pedir mais delegados da PF para apurar fraudes eleitorais em Alagoas
MP faz eleição domingo sem "lanranjas" e com articulações "impossíveis"
  • ferreira

    e´hora de passar a limpo esse tribunal e botar os concursados ,e acabar de vez com a praga do NEPOTISMO nesse tribunal onde familias a anos roubando os cofres publicos

  • ferreira

    concursados, exijam seus direitos , como procuradores concursados e extirpem de vez esses vermes dos serviços publicos. esse tribunal da nojo.

  • Candidato

    Meio grotescamente mudando de assunto… Alguém aqui lembra q ano passado foram abertas inscrições p/ concurso público na Câmara Municipal de Maceió? Os candidatos desembolsaram valores de 75,00 e 100,00 p/ tentar realizar o sonho de ter um emprego estável!

  • Candidato

    Lembrando q as provas foram marcadas, adiadas, canceladas, marcadas de novo… e depois estão querendo q os candidatos esqueçam q gastaram tão caro p/ encher o bolso de… quem? Até hoje ninguém ouviu falar mais nada sobre o assunto. Isso é revoltante!

  • gustavomonteiro

    vamos ver se a justiça vai ser feita,nery almeida cassado pois nao foi o unico mais foi o que mais comprou voto em maceio

  • AMG

    A EDUCAÇÃO E O PACTO. EM ALAGOAS PACTO É SÓ COM O DIABO, QUEM CONFIA NOS POLÍTICOS INDICIADOS.

  • Maria Luisa Mendonça

    Espero que o TRE faça justiça e puna os que compraram votos como o Nery Almeida, que foi pego em flagrante, e os demais compradores de votos. Assim o TRE dará o exemplo para 2010, aos futuros candidatos que podem ate se eleger, comprando votos, mas perde o mandato.

  • Santos

    O problema criado no Tribunal de Contas é que criaram 7 (sete)cargos de procurador com salário de conselheiro e agora têm que ser todos nomeados ,e o que é lamentável,2 dois)cargos seriam suficientes pois os outros irão “Procurar” o que fazer!

  • Luis

    Taturânicos e simpatizantes,fizeram a festa,segunda dia 24,no Conj Luis Pedro,Sitio São Jorge,inaugurando um calçamento. O prefeito Cícero,abraçado ao protagonista discursou: “Enquanto você não saisse da cadeia, não haveria festa”. Tudo gravado. O que o ciço pensa das vítimas?

  • Luis

    Alagoas tá parcialmente livre da violência política. A violência banal até que dar pra aguentar. Será que no futuro, teremos Chico Tenorio, na SDS, Luis Pedro, na PC e o Ciço governador, narrando as mortes de crimes de mando? E os taturanas? em festa? ISSO SERIA UM RETROCESSO!

  • paulo cesae

    QUE TRISTEZA. O sujeito dizer que “A VIOLÊNCIA BANAL ATÉ QUE DAR PRA AGUENTAR”. Esse cidadão que justificar a incompetência do atual governo e da SDS com esse absurdo? Oh, seu LUIS, a eleição já acabou. Vocês já encontraram o Ciço, mas continuam falando disso…

  • Servido Infeliz do MP

    Ricardo, A eleição no MP está definida. Anote: Lean (Primo do AA) e Eduardo Tavares (ligado ao Collor) estão disputando o primeiro lugar, o terceiro da lista tríplice pode ser Humberto, Givaldo ou Marluce. Destes, o Humberto é o mais forte! Nada disso é novidade aqui!

  • Servidor Infeliz do MP

    O Coaracy, tomador de decisões unilaterais, vai amargar uma grande derrota. Ele é bem visto no mei externo, mas aqui dentro, ao lado do Gama. diretor financeiro indicado pelo Ronaldo Lessa, entristecem muito os servidores.

  • duarte

    O Dr. Gustavo é uma pessoa de conceder liminar, não de mérito. É conhecido como lento e sem determinação de terminar .Faça uma pesquisa com operadores de direito e terá uma surpresa.Suas decisões quando duram pouco vão a mais de 6 anos.Será a salvação dos taturanas em um recesso.