Ninguém vai ser demitido por nepotismo no governo do Estado enquanto o Supremo Tribunal Federal não esclarecer, definitivamente, a súmula publicada sobre o tema. Este foi o resultado da reunião realizada agora há pouco na sede do Ministério Público Estadual – entre o procurador-geral de Justiça, Coaracy Fonseca, e os representes do governo: Álvaro Machado, do Gabinete Civil; Alexandre Lages, da Controladoria-Geral; e Mário Jorge Uchôa, da Procuradoria Geral do Estado.

Fonseca informou que ele também está aguardando o resultado de uma Reclamação (consulta) feita pelo procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, ao STF. Há, explicou aos participantes, uma enorme confusão sobre a interpretação da súmula, o que resultou no pedido de explicação. A sugestão dada por ele aos representantes do governo do Estado foi de que se aguardasse a manifestação definitiva do Supremo – o que deve acontece no mês de novembro.

No próximo dia 20, o Conselho Nacional do Ministério Público se reúne em Brasília para tomar uma posição uniforme sobre  questão. O nepotismo, sabe-se, atinge os três poderes e em todas as esferas. Vai ser difícil, a não ser por ordem expressa do STF, qualquer modificação no atual estado de coisas.

Juiz André Granja entrega hoje inquérito judicial contra Rivoldo Sarmento
Governo "blinda" delegado
  • olhar critico

    Defendo o nepotismo quando o parente contratado para cargo de chefia mostre ter qualidade para exercer tal cargo, todavia ajudar a família não é algo feio e sim digno. Ajudaria a minha, se ascendesse a um cargo público.

  • Moema

    É absurdo!!! A irmã da Secretária de Estado do Meio Ambiente Ana Catarina Pires, tem sua irmã Tereza Maria Pires como chefe de gabinete da Secretaria de Estado da Assistência Social. O Presidente do IMA Adriano Augusto tem sua mulher Cristina Benamur na SERVEAL, e asim…

  • Luiz Carlos Godoy

    “olhar crítico”, o problema do nepostismo não é só o da “qualidade”; mas, também, o de oportunidade. Em uma sociedade tão desigual como a alagoana, em que as oportunidades são raras e hereditárias, o concurso público é indispensável instrumento de mobilidde social.

  • Roberto Morais

    O correto seia acabar com os cargos comissionados e fazer concurso para todos, os únicos que ficariam de fora seria os de Ministros e Secretários de Estado. O restante concurso, estaria resolvido o problema.

  • olhar critico

    Luiz Carlos Godoy claro que defendo o concurso público, mas cargos de chefia devem ser distribuídos a familiares e a amigos qualificados, concurso é fundamental para melhorar os serviços públicos e é a saída para nenhuma pessoa depender das beneces políticas.

  • Alagoano

    Tem que tirar todo mundoooooo!!! Adm. Publica nao lugar de fazer dinheiro pra familiar nao! A grande maioria nao tem compromisso com nada, nao vao trabalhar, nao se importam com o dinheiro publico e assim o desperdicio corre solto! Os poucos competentes vao ter q pagar pela maioria incompetente

  • Pesquisador

    Enfim prevaleçe o bom senso. O Dr. Omar da OAB já foi Chefe de Gabinete do pai que era da PGE e já teve a esposa trabalhando lá quando era Procurador Geral. Não era nepotismo!

  • Wanderleia

    veja o caso de um parente concursado com estabilidade em um município e ocupando função gratificada. Qual é o problema? Ele é do quadro e pode sim ocupar função gratificada. o MP precisa rever tal sityuação.

  • Luiz Carlos Godoy

    olhar critico, os cargos de chefia devem ser distribuídos (como função gratificada)para os servidores de carreira. Não só como forma de valorizar o servidor dedicado, mas também porque não me parece razoável atribuir a chefia a um servidor pouco familiarizado com o serviço púb.

  • DURA LEX

    A RECLAMAÇÃO É um recurso que serve para preservar a competencia de uma decisão( este é o caso ) ou preservar a competencia deum Colegiado (tribunal ), poranto prezado jornalista , a dita , nada tem a ver com consulta !!!!

  • Ricardo

    Ou o MP tá sendo bonzinho só com o estado, ou a Pref de Maceió só tem incompetentes mesmo, Quando foi pra demitir os parentes dos secretários municipais, o MP agiu com rigor, e agora com o estado fica molinho molinho; ou será que era uma ação puramente política?.

  • luciano

    se a Comissão do Governo para acabar com o nepotismo e o MP acham que devem continuar, então secretarios, governador, e prefeitos podem começar a contratar mais parentes; cachorros; papagaios; periquitos, etc… e VIVA O NEPETISMO!!!

  • Mario

    precisa saber se a contratação foi feita depois que o parente (secretario, governador, prefeito) foi eleito, caso positivo não tem que esperar nada, pois fica comprovado que a contratação foi por puro NEPOTISMO.

  • acredito

    e o tribunal de contas quando o NEPOTISMO , vai chegar, lá e´claro so´não ve quem não quer , os conselheiros são deuses e empregam quem eles bem entemdem, os funç. são perseguidos e humilhados.

  • Mario

    Nos casos em que oa contação do parente foi anterior deve-se realmente observar se o mesmo tem capacidade tecnica, e principlamente se realmente trabalha. devendo permanecer no cargo até que seja realizado o concurso público para subsitui-los com urgencia.

  • aranda

    O Q FALTA É OS CONCURSADOS DENUNCIAR COM PROVAS OS CABOS ELEITORAIS COMISSIONADOS Q SÃO INCOMPETENTES E NÃO TRABALHAM, TIRANDO DELES O AUMENTO SALARIAL, NÃO TÁ ESCREVENDO BOBAGEM AQUI, SE ESCONDENDO NA COVARDIA E NO MEDO DE SER HOMEN OU MULHER DE VERDADE. CORAGEM!

  • ranaldo

    o governo deveria extinguir de vez com essa comissão, pois como se vê ela só servira para encontrat brechas para a permanencia dos parentes comissionados. absurdo é o MP avalizar tal situação. Acorda governador!!!!!

  • viviane

    que vergonha para todos nós alagoanos, no momento em que todos tentam acabar com o nepotismo, as cabeças pensantes de nosso estado só pensam em delapidar cada vez mais o nosso Estado. O Governador precisa tomar proviodencias urgentissímas.

  • joão

    Ricardo, meu fiu vosse sabe que nos é adivogado e procurador daqui não intende das leis superior por mode disso é que agente que uma lei bem espricadinha assim os pessoa num vai falar de nós.

  • sgt Braz

    SERÁ QUE O JUDICIARIO VAI ACABAR COM NEPOTISMO, SE EM TODOS OS SETORES PUBLICOS EXISTEM OS DESQUALIFICADOS QUE NADA SABEM FAZER, É SÓ ESPERAR O DIA DO PAGAMENTO E RECEBER MAIS DO QUE EU, QUE TRABALHO FEITO UM CONDENADO, PARA DAR A SEGURANÇA DE QUEM NADA FAZ… ESSA É BOA

  • Luiz Carlos Godoy

    Para refletir: “Pecar pelo silêncio, quando se deveria protestar, transforma homens em covardes.” (Abraham Lincoln)

  • Antonio Alves

    Esse povo do Estado tá brincando. Cuidado não levarem uma ação de improbidade nas costas! Vão ficar só 5 anos sem cargo publico. Será que aguentam? O MPE cade? Faz nada nao?

  • O chato!

    Pior que tudo isso é a bandalheira no Poder Judiciário, em especial o TJ, cujos deuses naum respeitam a ninguem. Os parentes foram substituitos por cunhados ou esposos(as) de sobrinhos, os outros cargos remanescenetes são ocupados por laranjas. Isso sim é Poder soberano.

  • jobson

    geralmente, os parentes não sabem e não querem trabalhar,ocupam cargos por pressão ou por amizade.