Resumo do Doze e Dez Notícias 

Antes que se conheça o resultado das urnas, um grupo de neodeputados quer conseguir a anulação de uma eleição: a do deputado Antônio Albuquerque para a presidência da Assembléia Legislativa com mandato a partir de fevereiro do próximo ano.
 
Até amanhã- segundo o prazo que estabeleceram – eles vão dar entrada numa ação na Justiça estadual pedindo a anulação de todo o processo que levou Albuquerque a ser reeleito antecipadamente para o posto que já ocupava, em abril do ano passado.
 
A ação, com pedido de liminar, deve ser apreciada pelo juiz Gustavo Lima, responsável pelo julgamento da Ação de Improbidade Administrativa impetrada contra os indiciados na Operação Taturana.
 
Há, sim, uma forte expectativa de que o magistrado decida, pelo menos liminarmente, a questão ainda esta semana.  Seria um balde de água fria em Albuquerque, às vésperas da eleição.
 

É pau, é pedra

O neodeputado Jéferson Morais entrou na linha de tiro – verbal, esclareça-se –dos deputados Carlos Alberto Canuto, candidato a prefeito do Pilar, e do próprio Antônio Albuquerque. O nome de Morais tem sido citado, e nada elogiosamente, nos palanques dos dois deputados.
 
Toledo X Beltrão II

Se em Maceió a disputa se restringe aos candidatos a uma vaga na Casa de Mário Guimarães, no interior a briga se acirra a cada dia.
 
Em Penedo, com Alexandre Toledo – segundo as pesquisas divulgadas – assumindo a liderança, a família Beltrão volta a investir pesado, na tentativa de reverter o quadro. Marcius Beltrão, candidato à reeleição, começou na frente, mas perdeu terreno. Acredita-se que a mudança mais radical do eleitorado aconteceu a partir de um discurso do deputado João Beltrão – ao estilo. Magoou.
 
Que é do Cícero?

Quando não está na pescaria, sua atvidade mais freqüente nos últimos dias – para fugir do "stress" -, o prefeito Cícero Almeida vai subindo nos palanques dos aliados. Mesmo que não morra de amores por alguns deles.
 
Ontem ele foi uma das principais atrações do comício de Fernando James, em Rio Largo. Pelo acordo com Fernando Collor, na terra de Vânia Paiva – a prefeita que também apóia o filho do ex-presidente – Almeida joga prestígio e suor na campanha de James.
 
Que, aliás, recebeu também o senador Renan Calheiros, atendendo a convite de Collor, claro.
 
O hoje não vale o ontem

O senador do PMDB também foi a Santana do Ipanema  manifestar apoio à prefeita Renildes Bulhões, que lidera as pesquisas no município.
Ele á mulher do presidente do TC, Isnaldo Bulhões, e mãe do deputado Isnaldo Bulhões Júnior, indiciado na Operação Taturana.
 
Do outro lado, no palanque adversário, o ex-prefeito Marcus David, que foi aliado de Calheiros na década de 90 – mostrando, mais uma vez, que em política nada é para sempre.

Tucano voador
 
O governador Téo Vilela também pegou embalo na reta final da campanha. Agora é presença certa nas festas do interior. Hoje, na agenda, Traipu, onde apóia a candidatura da Doutora Rosa – contra o favorito Marcos Santos, que passou dez meses preso por conta da Operação Carranca.
 
A se ressaltar: o único preso, ainda, nesta ação do Ministério Público Federal, que denunciou desvio de mais de R$ 20 milhões dos cofres públicos federais, é o ainda vereador em Palmeira dos Índios, Val Basílio.
 
Ele está a trinta e dois dias de completar um ano de prisão. Perdeu a presidência da Câmaras de Vereadores de Palmeira dos Ínidos, mas continua recebendo os salários normalmente – mesmo com a posse do suplente.

Longe de Cacimbinhas 

A terra do vice-governador não vai ver Vilela nesta campanha. O PSDB tem candidato a prefeito, só que bate de frente com Roberto Vanderlye, irmão do vice-governador. Cujo filho, Hugo, também é candidato a vereador pelo PMDB. 

Briga de gerações

O rompimento de JL com Mano Gomes de Barros quebra uma relação de mais de 40 anos. O empresário era amigo pai de Mano, Antônio Gomes de Barros, que foi five-governador de Alagoas. Mano aliás, chegou a trabalhar no Grupo JL.
 
Depois da briga em União, é cada um para o seu lado. Saiu perdendo, na história, Kil Freitas, candidato de ex-governador, que também tinha o apoio de JL. O problema: a presença de Renan Calheiros no palanque de Kil Freitas.
 
Hoje, os familiares de José Pedrosa, ex-prefeito de União que morreu recenemente, ainda tentam uma conversa com o empresário. Que já disse que não recebe ninguém. Que raiva!!
 
 
TC sem nepotismo

Não há, no palácio de vidro da Fernandes Lima, nem um só parente de conselhreiro ocupando cargo em comissão. Todos, sem exceção, são servidores estáveis – de acordo com a Constituição Federal, com mais de vinte anos de grandes serviços prestados à população pobre de Alagoas. É um exemplo a ser seguido. O redator do blog, ao receber a informação das mais confiáveis, quase chora de emoção. Papai Noel também ficou feliz em sabê-lo.  Vai trzer um saco de presentes para os filhos, sobrinhos, e que tais dos senhores conselheiros. Lindo!

Em ordem

Já o Gabinete Militar do TC, com 39 homens, pode fornecer parte do seu efetivo para ajudar na eleição. Segundo o capitão Nobre, em gesto ídem, ele só aguarda o pedido formal do TRE. 

…………………………………………………………………………… 

O  tenente-coronel Dário César pode ser promovido ainda esta semana. O processo segue seus trâmites legais e, se confirmado, ele assume o subcomando da PM na seqüência.

A verdadeira difertença

Em conversa com os estudantes de Arapiraca, no Conselho Bom Conselho, o prefeito Luciano Barbosa deu uma aula sobre investimento no futuro. Indagado porque não fazia retornar a Micaraca, o prefeito virtualmente reeleito respondeu com sabedoria.

Disse que a festa, de três dias, custaria aos cofres do município R$ 2 milhões. Com menos, – R$ 1,5 milhão – ele pode construir uma escola para funcionar em tempo integral. Belíssima lição.
 
Deu bode

O grande sucesso na reta final da campanha numa cidade do interior – da grande Maceió – é uma gravação em DVD. Nela, um figurão da política alagoana estaria participando ativamente de um ritual de magia negra. Será?
 

 

Albuquerque e Celso lideraram esquema; Ferro faturou mais. Veja de onde saiu o dinheiro
Ex-servidores que receberam adiantamento vão ao Detran- quatro devolveram dinheiro com reajuste
  • Fábio

    Olha caro amigo Ricardo Mota, não tem jeito mesmo os candidatos a vereadores por maceió que fizeram cadastros estam dando nó na PF a grande maioria ja pagaram os eleitores desde a semana passada, alguns retardatários é que terminaram os pagamentos ate no máximo quinta.

  • Sylvio de Bonis Almeida Simões

    E se assumir o Subcomando, mais uma vez a PMAL terá muito a chorar, junto com o povo alagoano e com o Estado de Alagoas. Infelizmente. E não terá sido por falta de aviso e luta para que tal não ocorresse.

  • Magia Negra, Amarela e verde

    todo mundo sabe quem é esse grande politico alagoano… que tentou, tentou mas não colou… seu filho esta cada vez, mais fraco em Rio Largo!!!

  • POCA URNA

    O apoio do ex governador Mano e nada aqui em União não tem diferença não. A época do Mano já passou.

  • ZÉ LELÉ

    E sobre os gerentes de bancos, preocupados com os saques dos candidatos compradores de votos, que você comentou ontem no Ponto Crítico, Vamos pedir para os bancários denunciarem, anonimamente, ao TRE, para vê se algum deles é pego com a cueca cheia de dinheiro.

  • Aderson Santos

    Caro Ricardo, será que a história da magia negra é no Pilar. Se for, o Deputado de lá deve está preocupadissimo. Ele detasta historias de bode. Lembra do Frederico?

  • jobson

    Eleição antecipada? é muita macacada, parece brincadeira.Senhores recem empossados, Tenham coragem, mude a cara dessa assembleia, mostrem que iniciaram mudanças profundas,o povo aguarda de olhos bem abertos.

  • jotaele

    Ainda bem que o futuro Subcomandante da PMAL e um Ten Cel , já pensou se ele fosse capitão.Dr Paulo Rubim ,veio de tão longe, mas mostrou que manda.

  • olga maria alves paes

    Companheiro Ricardo será que seria possivel acreditar na justiça de verdade.Acreditarei se realmente essa negociata de nepotismo funcionar na secretaria da fazenda da nossa querida Alagoas, ou será que o sobrenome da nossa secretaria é de fantasia como uma empresa.

  • Alagoano

    Ricardo sinto nojo dos politicos e da forma que ela é feita na nossa querida e amada Alagoas, é PRECISO QUE PESSOAS DE BEM SE NÃO SE OMITAM E ENFRENTEM NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES ESSES BANDIDOS, MEU VOTO ELES JÁ TEM. Um Abraço.

  • Mário

    Isso é armada de Fernando Collor!!! Será?

  • muda santana

    caro ricardo nem REINAN dar jeito pois estamos falando de santana que se respeita e não quer mais ser curral eleitoral santana vai mudar

  • ESPERANÇA

    TEM QUE MUDAR A GRANDE MAIORIA DOS DEPUTADOS, A SAIDA DOS TATURANAS É SÓ REMENDO. E OS DEMAIS FALTA DE CREDIBILIDADE.

  • Júnior

    Ricardo Mota se posivel faça uma materia a respeito das eleções da cidade de Coité do noia eu e o povo de lá ficaria-mos agadecidos.

  • Fátima

    É de exemplos como esse do Luciano Barbosa que necessitamos. Pode não agradar aos que rezam pela cartilha do “pão e circo”, mas é investindo na educação integral que poderemos tornar nossas crianças em homens e mulheres de bem. Parabéns Luciano.

  • Fátima

    Os políticos refletem a sociedade que os elegem. Todos os eleitores deveriam pensar nisto. Criticar por criticar não resolve nada. É preciso agir, mudar de comportamento! A honestidade é dever de todos. Enquanto utilizarmos o famoso jeitinho brasileiro a nosso favor, nada mudará.