Assim como fizeram com o minstro aposentado do Superior Tribunal de Justiça, Humberto Gomes de Barros, os deputados indiciados na Operação Taturana já "vendem", à boca miúda, a honra do ministro do Humberto Eustáquio Martins – ex-desembragador TJ e ex-presidente da OAB. Eles trabalham com a possibilidade de que o jurista alagoano ajude-os no caso do desvio de R$ 300 milhões dos cofres públicos estaduais. A publicação da escolha, e conseqüente nomeação, de Cícero Amélio para o Tribunal de Contas já faria parte deste plano, objetivando levar a denúncia da Polícia Federal para o STJ – e não mais para o Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife.

É importante lembrar, que  o ministro Humberto Gomes de Barros, tão logo soube do burburinho local- alguns deputados bravateavam abertamente que ele iria fazê-los retornar aos mandatos – ficou indignado, e reagiu como dele se esperava: mantendo os denunciados fora da Assembléia Legislativa.

O ministro Humberto Eustáquio Martins, embora mantenha laços de amizade com alguns dos envolvidos no escândalo  (Alagoas é um Estado pequeno), também não sinaliza para ajudar os parlamentares em seus objetivos.Tem tido uma atuação técnica no STJ, e conhece a situação de Alagaos nos mínimos detalhes. Mais uma vez, os taturânicos investem contra a honra dos alagoanos que conquistam espaço e respeito na magistratura nacional. 

De como nos tornamos (i)mortais
PGE manda Gabinete Militar abrir processo sobre contratação ilegal de avião
  • Janssen de Gusmão Marques

    Esses ladrões já deveriam estar no xilindró há muito tempo. O (sofridíssimo) povo alagoano deveria escolher melhor os seus representantes.

  • Adeilton

    Caso esta informação seja concretizada, nós, alagoanos, iremos saber quem é Humberto Martins. Muito dizem que ele deve muito a polítios alagoanos. Agora teremos a prova de fogo! Eu não sou ingênuo, mas ainda acredito nele!

  • José M Filho

    Ricardo, é comentários como esse que serve de alerta para que surpresas não ocorram para desgraça ainda maior de Alagoas.

  • AAraujosilva

    RICARDO, meu caro jovem, tendo-se como verdadeiras as verdades e loas ditas sobre o Ministro alagoano do STJ, os taturânicos & cia. estariam totalmente ferrados. Será ?!?!?! Quem viver, sobreviver nos próximos 50anos, verá …

  • ÉTICA NO STJ

    Se for um Ministro sério, coerente, averbar-se-á suspeito para funcionar em qualquer pleito dos Taturanas, pois todos sabemos dos laços de amizade que possui com alguns desses corruptos e principalmente com os advogados dos mesmos, especialmente Adelmo Cabral.

  • critico

    Caro!RICARDO,quem conhece o Exmo.Sr.ministro HUMBERTO MARTINS,sabe muito bem que ñ vai participar desta pouca vergonha,eu acho que ele vai seguir a mesma linha.

  • Dakson Pereira

    O Ministro Humberto Martins deve se indignar e agir como agiu o Ministro Humberto Gomes. Ou então fica desmoralizado.

  • JEFF SILVA

    RICARDO,AO QUE PARECE,TORNOU-SE PRÁTICA A EXACERBAÇÃO DA CONFIANÇA EM MEMBROS DOS SUPERIORES TRIBUNAIS. QUE O DIGA DANIEL DANTAS. ALGUNS MINISTROS PASSARAM A SER A TÁBUA (AINDA QUE RAZA)DE SALVAÇÃO DE ALGUNS AQUI NO BRASIL.

  • JEFF SILVA

    É ESPERAR QUE A LEI SEJA CUMPRIDA SEM LEVAR EM CONTA A POSIÇÃO SOCIAL DOS ENVOLVIDOS. EMBORA ISSO SEJA UMA MERA UTOPIA NO PAÍS ONDE TUDO ACABA EM SAMBA REGADO A IMENSAS PIZZAS.QUANDO NÓS TEMOS AUTORIDADES COM MEDO DE ESCUTAS TELEFÔNICAS É SINAL QUE”HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DE PELÉ”

  • Hagá

    Se há amizade com os acusados o Ministro deve declarar logo sua SUSPEIÇÃO ou IMPEDIMENTO. É dever ético do Magistrados.

  • Sylvio de Bonis Alameida Simões

    Eu não creio, sinceramente, que o Ministro venda a sua honra.

  • Hamilton

    Não acredito mais em nada! O Coronel Teixeira, segundo notícias, fez movimentação de Dineiro (volumosa Quantia) dito de Celso Luiz, e não foi indiciado. Pelo contrário, foi promovido por escolha na PM e ainda foi nomeado por Cícero Almeida para cargo de chefia na SMTT.Acorda PREFEITO.

  • Manoel

    CARO RICARDO MOTA, GOSTO MUITO DOS COMENTÁRIOS QUE VOCÊ FAZ, SÃO DE UMA PRECISÃO MUITO LEGAL. SOBRE OS TATURÂNICOS, CADEIA PARA ELES. PAU NELES.

  • alvaro

    De fato o eminente ministro conhece bem a situação de Alagoas. Até porque está sempre aqui, fazendo suas caminhadas na orla. Com relação à referida atuação técnica…acompanho o voto do relator.

  • união e força

    ESSE NEGÓCIO DE NÃO ALGEMAR É COISA DE GENTE QUE ANDA ERRADO E QUER CONTINUAR! ESTE ASSUNTO SÓ ESTA EM DISCURSÃO PORQUE UM AMIGUINHO(MUI AMIGO) DO PRESIDENTE LULA FOI ALGEMADO, MAS QUANTOS CIDADÃOS FORAM ALGEMADOS E NUNCA NINGUÉM QUESTIONOU? QUEM NÃO QUISER SER ALGEMADO QUE ANDE CERTO!

  • incrédulo da silva

    Pois é, será que eles estão depositando essas esperanças no eminente ministro em vão ou será que eles têm meios de fazer essa cooptação. Pelo sim pelo não o ministro deveria se averbar suspeito para preservar sua dignidade se é que a tem.

  • João

    Para ser ministro ou desembargador de Tribunal todos sabem que muitas vezes o beijado de mãos nos bastidores da política e a simpatia do governante de plantão valem mais que a capacidade técnica.Espero que o sr. Humberto Martins,que nunca foi um Sapucaia no TJ,não nos decepcione.

  • ana maria

    CARO JORNALISTA A RECEITA FEDERAL FEZ OQUE COM OS TATURANAS ? ESSES EMPRESTÍMOS FOI DECLKARADO ? OU OUVE MAIS UM CRIME O DE SONEGAÇAO ? TODOS SABEMOS QUE A RECEITA FEDERAL EM ALAGOAS SO CORRE ATRAS DE ASSALARIADO E CAMELÔ !

  • M Silva

    Caro Ricardo, não creio nessa imparcialidade do Sr. Humberto Martins. Se o caso não fosse um escândalo público, não sei não….

  • Indignado da Silva

    Espero como todo todo o povo bom de Alagoas, que o Dr. Humberto Martins mantenha o perfil de honradez que herdou de seu saudoso pai.Que aqueles que roubaram milhões do povo de Alagoas sejam punidos na forma da lei.Lei que o Dr. Humberto jurou cumprir para sempre.

  • HELDER JR

    Conheço Humberto Martins e tive a honra de ser Conselheiro e Presidente da CDH durante sua gestão . Sei que ele é PROBO e não irá praticar malabarismo jurídico para beneficiar a quem quer que seja . O direito para que o tem , essa é sua tônica como aplicador do Direito .