O promotor da comarca de Matriz do Camaragibe, Adriano Jorge Correia, disse agora há pouco que vai abrir um procedimento para investigar  a denúncia de distribuição de dinheiro aos eleitores  pela candidata à Prefeitura do município, Doda Cavalcante. Segundo afirmou ao blog, o representante do MP recebeu a denúncia hoje pela manhã, e foi até a casa da candidata acompanhado do juiz Ygor  Figueiredo e de agentes da Polícia Civil. Não houve flagrante, apesar de que várias pessoas que estavam no local teriam recebido dinheiro. A explicação dada pela candidata era de  estava fazendo o pagamento aos  que trabalham na campanha dela. O promotor, entretanto, anunciou que vai ouvir essas pessoas que podem ou não confirmar a denúncia.

Juiz do Pilar proibe "propaganda ofensiva" dos candidatos
Operação Taturana: Almeida recebeu R$ 65 mil da conta de Celso Luis
  • Por favor! Mandem esse PROMOTOR PARA PARIPUEIRA

    Mandem esse PROMOTOR para PARIPEUIRA, nós estamos há mais de seis anos sem Promotor de Justiça. Desde quando a Inesquecivel Promotora Vicentina Vasco se aposentou ninguém mais quis ser titular. POR QUÊ??? Ninguém sabem… Acho que é a campanha mais suja do estado.

  • Juarez Mendes de O Santos

    Estas destribuições de dinheiro em Matriz de Camaragibe, já se tornou rotina, o povo está viciado, e até que fim as autoridades legalmente constituidas,( Justiça) já começaram a agir, o correto seria proibir a aglomeração de pessoas na porta das casas dos candidatos,

  • Galvao

    Será que esse povo todo que recebeu dinheiro ta fichado? Tem carteira assinada? INSS? É só verificar.

  • Bel

    RAPAZ, DEPOIS DE CICERO AMÉLIO SER ELEITO PARA O TRIBUNAL DE CONTAS, AGORA TUDO PODE ACONTECER. ISSO É BESTEIRA.

  • M VICTOR

    Meu caro a justiça eleitoral não tem disposição para atuar como deve, o que os políticos daqueles municípios fazem os vizinhos estão planejando fazer também, ou vocês acham que não. Justiça Eleitoral, Candidatos e Povo.Um caldeirão de dobradinha, cozinham juntos.

  • jose

    Eu acho que MP. esta fazendo um bom trabalho de fiscalização em Matriz de Camaragibe,pois aquela região estava sem lei e ordem.

  • José

    O estado todo sabe dessa distribuição de dinheiro em Matriz, São Luiz do Quitunde, já ñ era hora do MP se manifestar né!!!???

  • Alberto Aleida

    Meu caro Ricardo,o MP e a OAB nunca tiveram tão presentes na mídia como nos dias atuais,sobre fiscalisação na compra de votos.Campanhas chatas como aquela dos quatro anos, no ar e nada.Em TODOS os municipios do SERTÃO,o que mudou foi o preço do voto: de R$ 50,00 para 100 e as vezes 150.

  • Alberto Aleida

    Pessoalmente lhe digo mais sobre COMPRA DE VOTOS NO SERTÃO. Por telefone não, o seu pode estar grampeado.

  • Galvao

    Quer ver dar um basta nessa compra de votos?????????????????? Prende uns cinquenta que receberam e joga na imprensa!!!