A Polícia Civil vai, mais uma vez, investigar  a Polícia Civil. Os delegados nomeados para o caso Rosa Albuquerque vão ter de responder a pertunta: quem deixou, dentro da institutição, de cumprir seu papel funcional, não dando conseqüência ao que havia sido apurado na conversa entre os deputados Cícero Ferro e Maurício Tavares? A gravação foi feita com ordem judicial, quando da investigação do assassinato do vereador Fernando Aldo, de Delmiro Guveia.  O inquérito, presidido pela delegada Kátia Emanuelle, terminou apontando o deputado Cícero Ferro como um dos mandantes do crime. Todo o material apurado foi encaminhado à 17ª Vara Criminal da Capital e à direção da própria Polícia Civil. Entretanto, como confirmou ao blog o delegado Marcílio Barenco, não foi iniciado, então,  um novo procedimento para apurar a possível fraude em curso – e que resultou na escolha e nomeação da advogada para o TC. O ponto de partida do trabalho dos delegados designados para o inquérito é saber quais são os responsávweis pelo "engavetamento " da preciosa informação. A determinação para apuração do caso foi, agora, da própria direção-geral da Polícia Civil. 

Pomotor acusado de pedofilia se apresenta e já está detido na Academia de Polícia
Promotor acusado de pedofilia já é considerado foragido da Justiça
  • Alagoas tem jeito ?

    É muito dificil saber quem engavetou as informações. Quem era o Secretario da época? Quem era o sub-secretário? Quem era o chefe de gabinete? Quem era o Diretor Central de Polícia? e ai por diante. Será que é dificil Dr. Barenco?

  • Roberto Nascimento

    ENGODO! A Policia Civil pode invesrtigar um parlamentar? é jogo de Cena! Cmo Sempre!

  • GUILHERME

    A Dra. Rosa foi conduzida ao TC como os demais conselheiros daquela casa respeitando os tramites legais e constituçionais como é feito em todo o país…

  • GUILHERME 2

    Questionam também a reeleição da Assembléia, que foi feita igualzinha a do Celso que passou quatro anos na presidencia, e como é feita tambem em vários outros Estados dentro da lei.

  • matuto doido

    ISSO PROVA QUE AINDA TEM RESIDUO NA P.CIVIL DOS QUE ERAM COMANDADOS PELOS DEPUTADOS QUE MANDAVAM NA SECRETARIA. LOGO Dr. RUBIM E Dr. BARENCO NOS DARÃO A RESPOSTA, AGUARDEMOS.

  • zé floriano

    O “comentarista” ALAGOAS TEM JEITO já deu toda pista para se chegar ao responsável pelo engavetamento das informações gravadas. Agora, “é pegar, ou largar”. Tá fácil.

  • ANTONIO

    até parece charada do Coringa, com tantas pistas, só não sabe quem não quer saber…

  • VIVALDO PEDROSA

    NÃO JUSTIFICA, MAS SÓ NÃO É ALAGOAS QUE SE ENCONTRA NESTA SITUAÇÃO DE PENURIA MORAL, TODO BRASIL TÁ EMPESTADO. LOGICO, UNS MAIA, OUTROS MENOS UM POUCO.

  • sgt braz

    ôpa, para lá ricardo ! voce falou, delegado ouvir delegado ? voce deve ta brincando com seus leitores..! claro que não, temos uma grupo de delegados, que nada faz, e os demais, desmancha o que o outro fez, moral da historia todo nois estamos fudidos mesmo…! IMORALIDADE, atua neles barenco.

  • colega

    O Antonio Albuquerque vem sendo injustiçado, e tem peixe grande por traz de tudo isso…

  • paula

    A prevaricação da policia civil sempre existiu. agora vai acabar com o BARENCO . Barenco neles!

  • Prof Manoel Luiz

    A Dra. Rosa foi conduzida ao TC da mesma forma que foram os demais Conselheiros: MAR DE LAMA. SÓ que Alagoas, vive outro momento e precisa de pente fino. Caso contrário, continua-se-á dando ao rato a tarefa de cuidar do leite. Pode?

  • José M Filho

    Dra. de que ? Essa tal de Rosa Taturana AA só se for doutora em corrupção e rapinagem juntamente com o irmão taturana ex presidiario deveriam ir para bem longe de Alagoas.Poderiam até faturar como pastor do templo de (SATAN) cantado musica do tipo XÓ SATANÁS.

  • José Roberto

    PALHAÇADA CADÊ O EX-DIRETOR GERAL DA PC…SE APOSENTOU FOI?

  • Ademésio

    A Dra. Rosa é advogada e preenche todos os pre-requisitos para ocupar o cargo. Se tem alguem que não gostou é normal… kkkkk!!

  • Carlos

    Não vejo nada de errado, a Dra. Rosa Albuquerque ocupar uma vaga no TC, uma vez que ta tudo dentro da lei.