O pleno do Tribunal de Justiça rejeitou, hoje, um Agravo Regimental apresentado pelo deputado João Beltrão que tem praticamente o mesmo objeto dos HCs que pedem a libertação dos três deputados estaduais presos atualmente. Foram oito votos dos dez desembargadores presentes – James Magalhães ainda pediu vistas da matéria – no entendimento de que parlamentar afastado do mandato deve responder a crimes comuns como cidadãos comuns- perdem as prerrogativas do cargo e podem ser processados por juízes de primeira instância. Beltrão havia apresentado o recurso contra decisão do desembargador Orlando Manso, que rejeitou o pedido do deputado para  não depor sobre o caso Dimas Holanda – em que foi denunciado como autor intelectual- aos juízes da 17ª Vara Criminal da Capital. 

O mais importante no julgamento, na avaliação dos próprios desembargadores, é que ficou clara a posição da  ampla maioria do pleno do TJ quanto ao tema – apontando, portanto, para a provável rejeição dos HCs quando do julgamento do seu mérito (o que só deve acontecer no próximo mês). E mais: questão levantada pelo desembargador Estácio Gama levou à inusitada decisão – o entendimento vale, também, para os desembargadores que estiverem afastados do exercício da função.   

Nem Rubim escapada de descupla para "fura-fila" do Detran
Deputados presos foram campeões de votos em 2006
  • Sérgio Carvalho

    Parabéns aos Desembargadores pois se permanecerem assim em suas decisões o povo alagoano sai vitorioso.

  • ESTOU CONFIANTE

    PELO ANDAR DA CARRUAGEM OS FORA DA LEI ESTÃO ATOLADOS ATÉ O PESCOÇO,A NOSSA JUSTIÇA JAMAIS DEVERÁ RETROCEDER E QUE A SOCIEDADE ASPIRA POR MELHORES DIAS,QUE DEUS ABENÇOE A TODOS. AMÉM!

  • M Almeida

    A vergonha e a decência em fim estão aparecendo, e o bom senso também. Gente, estamos falando de bandidos que foram eleitos deputados ou de deputados que se transformaram em bandidos? O povo quer eles longe da política, julgados e condenados já!!!!!

  • Lima

    Lamentável que dentre tantos, apenas um, utilize o manjado expediente de pedir “Vistas do Processo”. Ora, esta manobra visa apenas postergar uma decisão clara e justa, ou, simplesmente atende os desejos de refletores e valorização de quem ainda não se imbuíu de suas responsabilidades

  • Carlos Antonio

    È verdade, quem imaginava um dia ver o poder Judiciário tão atuante!!!! Até que fim estamos valtando a acreditar na Justiça.., Obra do ” DR SAPUCAIA”.

  • vanessa omena

    Se a policia faz a sua parte, e a justiça também, tudo caminha para um futuro promissor.cabe ao cidadão fazer também a sua escolha, votando com ética e consciência.

  • naize

    Gostei!!! Vou dormir feliz hoje!!! Daqui pra frente Alagoas no rumo certo!!! Espero que na cadeia, os Taturanas reflitam sobre a Justiça, principalmente a Justiça Divina…

  • Alfredo

    Finalmente a justiça alagoana começa a entrar em sintonia com a sociedade. Parabéns senhores desembargadores.

  • Gilvan Mata

    Estamos deslumbrando o horizonte…Existiam eras assim, depois apareceram outras e agora está acabando este momento vergonhooso. Esperamos que nunca mais acontecam novas , para o bem dos alagoanos. O CRIME não compensa…

  • Moura

    Isto quer dizer que deixarão de receber os seus salários?

  • Rosa

    Ate que enfim o Judiciario ta fazendo JUSTIÇA. Tava na hora…

  • Cicero Frederico da Silva

    Parabens ao PODER JUDICIARIO espero quecontinue sempre vigilante em pro da dignidade do povo alagoano , estou feliz………..

  • João

    Pelos grandes benefícios que decisões desse tipo trazem à sociedade, podemos,usando o inverso, imaginar o quanto de malefícios sofremos enquanto tínhamos uma polícia, um MP e um Judiciário omissos, e certas vezes de braços dados com determinados “figurões” locais.

  • tania

    Sugiro uma foto dos deputados presos pra gente ver se eles estao de terno ainda! rssssssssssssssssss