O pleno do Tribunal de Justiça decide, hoje à tarde. se atende – ou não – à solicitação da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República para autorizar o juiz Marcelo Tadeu a trabalhar no Programa Nacional de Prevenção e Combate à Tortura. A solicitação do ministro Paulo Vanuchi foi encaminhada ao TJ em fevereiro deste ano. Houve, é verdade, algumas resistências internas, mas a Procuradoria do Tribunal conisderou que a cessão do magistrado está dentro da legalidade. Se for condedida a autorização, o TJ vai firmar um Termo de Cooperação Técnica com o Governo Federal.

 Titular da Vara de Execuções Penais e um dos mais corajosos e polêmicos juízes alagoanos, Marcelo Tadeu Lemos fez muitos inimigos entre personalidades políticas e grandes empresários alagoanos, mas nunca abriu mão de um princípio: os presos devem ser tratados como seres humanos, afinal, a privação da liberdade é a pena prevista na legislação brasileira. A tortura? É um ato criminoso – crime hediondo – e deve ser tratado como tal. Tornou-se uma referência nacional na defesa dos Direitos Humanos, o que motivou o convite que lhe foi feito pela Secretaria Especial, que é diretamente ligada à Presidência da República. O convêncio do TJ com o Governo Federal, se confirmado, terá a duração de dois anos.

     Pleno do TRE decide sobre afastamento do prefeito de Olho d’Água do Casado

Agora pela manhã, o pleno do TRE decide se mantém ou não a cassação do prefeito Welington Damasceno Freitas e do vice dele, Hélio Marques de Almeida. O afastamento de ambos e a posse da segunda colocada na eleição de 2004, Maria das Dores Leite (Doutora Sinhá) foram decisões do doutor Marcelo Tadeu, que é juiz eleitoral da Comarca de Piranhas – a que está ligado o muniípio de Olho d’Água do Casado.

  A defesa de Xepa ingressou com uma medida cautelar, com pedido de liminar – negada pelo corregedor do Tribunal, Leonardo resende. A questão, agora, será decidida pelo pleno.

Sapucaia assina e manda intimação para Assembléia
Carta de um eterno combatente
  • Maria da Penha

    Agora o bicho pega. Eu não queria tá na pele dos juízes, eles sabem porque…

  • Sylvio De Bonis Almeida Simões

    Vá com Deus! É hora, e da boa, para que tenhamos sangue na Execução Penal.

  • José Carlos Fernandes Neto

    Sucesso Juiz Marcelo Tadeu, Sua Excelência demonstra a todos que independente do cargo é possível ter dignidade e não calar diante das injustiças. Se Tchê vivo estivesse lhe chamaria de Companheiro.

  • maira pereira

    A execuçaõ penal precisa de alguém com sangue no olho….q Deus o leve Doooouuutooorrr!!

  • AAraujosilva

    Perguntar não ofende … (nem dá cadeia, né!): quem precisa e tem direito a Direitos Humanos é o BANDIDO (MELIANTE CONTUMAZ) ou o cidadão ???

  • Emanuela Soares

    Sou admiradora do Marcelo Tadeu, e sabemos o desgaste que sofreu durante anos à frente da Vara de Execução Penal. Boa sorte na nova jornada, Alagoas se orgulha de pessoas da sua índole.

  • ALE

    Tive a oportunidade de conhece-lo pessoalmente. Simples, acessível, honesto, trabalhador e comprometido c/ a justiça como poucos juízes desse estado…Parabéns nessa nova jornada!

  • vanilza martins dos santos

    ultimanente estamos no meio de uma batalha que já devia ter comerçado a muito tempo, em nosso estado, pois sei que a unica forma de resolver esses problema é simplesmente elerger novos governantes aqueles que não tem menhum vinculo com partido nenhum.E que Deus nos ajude.

  • josé cicero

    TJ mande logo esse juiz bonzinho para os bandidos para longe de Alagoas, pois a população não aguenta mais ele soltar tanto bandido sob alegação de que o presídio não tem estrutura, punindo assim a sociedade ao invés de responsabilizar o Governo do Estado.