Há três semanas comecei a vida de jornalista-blogueiro. Não tem sido fácil. Como todo aprendizado, e é o que eu vivo agora, isso tem me trazido alegria e frustração. Inicialmente, quase ao acaso, priorizei a notícia de primeira mão, em detrimento do comentário, da análise etc – contrariando a expectativa de alguns leitores. Mas, como disse, é o começo. Acredito que, aos poucos, até disciplinando melhor o meu tempo(dividido com o blog, o Doze e Dez e o Ponto Crítico)possa equilibrar mais a informação com a observação, a discussão de idéias – como fazia na coluna, no ano passado.

                     Sem dúvida, porém, o que mais me frustra é a dificuldade em lidar com os comentários dos leitores. O que fazer? Boa parte, infelizmente, me sinto obrigado a não liberar, a apagar, e por alguns motivos que expresso abaixo:

-Muitos usam pseudônimos e xingam pra valer – são extremamente agressivos. Apesar de concordar, muitas vezes, com o conteúdo, eu tenho a responsabilidade profissional e legal pelo que é publicado neste blog – mesmo os comentários. Não posso, só porque eu acho – mas não tenho como provar, se intimado pela justiça -, afirmar que alguém, seja quem for, é ladrão, assassino, canalha etc;
 
-Esse anonimato, muito vezes, nos libera a coragem necessária para a manifestação da indignação. Eu também desabafo, mas não posso fazê-lo pela imprensa, anonimamente, se uso adjetivos ofensivos. Um princípio profissional em que sempre acreditei, é o de que as críticas, denúncias, etc, devem ter a assinatura do autor. Por exemplo, não gosto de colunas aprócrifas em jornais e revistas – prefiro vê-las assinadas;

-Alguns leitores usam palavrões para expressar suas opiniões. Eu também os uso, mas na vida privada, e acredito que cada linguagem tem seu campo próprio.  O blog é um jornal eletrônico,e como jornal deve ser tratado.Basta observar se nos impressos sai publicado – carta do leitor – qualquer comentário com palavras de baixo calão. Não sou pudico, mas de uma geração que acha que "papel" merece outro tratamento;

-Por histórico profissional- de quase 30 anos- nunca enveredei pelo caminho da vida pessoal e familiar daqueles que são a matéria prima do trabalho jornalístico. E como, repito, no final das contas, sou o responsável legal e profissional pelo que aqui for publicado, assim pretendo continuar agindo: não invadindo a privacidade alheia. Alguns comentários- não falo dos laços  de nepotismo, corrupção etc – apontam dramas ou problemas do âmbito familiar e/ou pessoal (dos outros, claro) como sendo informações a que o público deva ter acesso.
 
   Lamento se desagrada a muitos o que acima está postado, mas acho que era necessário, após o início conturbado desse blog, estabelecer alguns critérios para a interatividade: que o internauta se identifique – sempre que possível; que use uma linguagem compatível com um veículo de comunicação; que não use adjetivos que exijam a devida prova legal(mesmo entendendo a indignação). Gostaria muito de liberar a maior quantidade de comentários possível, mas não posso agir irresponsavelmente.
    Mais uma vez, obrigado pela compreensão.

PS: Se quiser fazer uma denúncia ou dar pistas para uma boa reportagem, por favor, pode mandar sua mensagem para [email protected] – meu endereço eltrônico de trabalho.          

         E por hoje é domingo…        
   
Nasci.
Num ano de seca: 1958
A terra queimava de febre
Matava de sede os bichos
De tristeza, os homens
As mulheres, da esperada viuvez
Mas à minha frente era o azul que infestava a paisagem
Fui batizado nessas águas salgadas
Abrigo, depois, de tantos dos meus pecados

Cresci.
Perdi minhas ignorâncias
Para logo ganhar outras
Vesti roupa de andarilho para ficar
Lá, no mesmo lugar: o número 688
Da Rua Buarque de Macedo
Que hoje os carros cortam
Com a mesma velocidade da vida

Sobrevivi.
Um pouco a cada dia
A tanto que não imaginava poder
Meio mar, meio morto
Meio reto, meio torto
Inteiramente repartido
Acho que devem ser assim os homens de alma
Indo-vindo de esperança

 

 

Confederação Nacional do MP quer deputados sem mandato
Vilela repete Lessa na Assembléia
  • Zealberto

    Peninha, foi um prazer descobri-lo blogueiro de primeira linha. Venho acompanhando o seu trabalho e sou seu leitor habitual. Parabéns. Já que nem em Paripueira nos encontramos mais, vai daqui um abraço domingueiro do Zealberto

  • Revoltado

    Ah,tá!

  • Samuel Esteves Vieira

    Boa tarde Ricardo, acrescendo ao que voce colocou, eu tambem estou preocupado, porque há dois comentários pejorativos publicado neste blog, com assinatura do autor, semelhante ao meu nome; não sei se é homônimo, ou bricadeira de mau gosto. não coaduno com os referidos comentários.

  • SEMINOVA

    Oi, Ricardo!! sou sua leitora d tds os dias. E te admiro muito. Lembro d vc ainda d COLEGIO SAGRADA FAMILIA. um bjão!!

  • Célio Fernando de Sousa Rodrigues

    Caro Ricardo, é por isso que o Sr é quem é e tem muitos admiradores em Alagoas, mantenha-se assim sempre, ético e sem compromisso com políticos ou com quem quer que seja. Parabéns pelo trabalho sério. Continue sempre denunciando as mazelas que muitas vezes só sabemos devido ao seu trabalho.

  • juliano Cardoso

    Oi Ricardo, sou filho do “ASA”, lembra quem é? Estudou com voce no Moreira e Silva na decada de 70! Admiramos seu trabalho, e aprovo totalmente suas colocações e iniciativas de abraçar um novo tipo de jornalismo, levando aos internautas um conteudo maduro e engrandecedor! Um grande abraço!

  • Atento

    Sabemos de td isso colocado por vc Ricardo, mas é que as escabrosidades são tão monstruosas que fica muito difícil qualquer cidadão não se sentir altamente ultrajado com o que vem acontecendo a muitos anos aqui na nossa bela Alagoas!!!

  • leandro

    Ricardo, faltou citar as mensagens com erros grotescos da língua portuguesa. Nas mensagens deixadas pela maioria dos internautas fica claro que Alagoas é o estado número 1 em analfabetismo, mas por favor, evite essas mensagens com os erros mais graves, pois deixará o seu blog mais valorizado.

  • João

    Ricardo, Parabéns. O tom certo você encontrar muito breve.

  • Helena

    Parábens,continue seletivo, criterioso e profissional em seus comentários. Não podemos e não devemos nos igualar a quem criticamos. Essa também é uma forma de educar as pessoas quanto a forma de fazer crítica.

  • SOCORRO FERRO

    RICARDO,AGORA ENTENDI PORQUE VOCÊ NUNCA PUBLICAVA MEUS COMENTÁRIOS,SEMPRE FALAVA AS COISAS DO JEITO QUE PENSO E VEJO QUE É A REALIDADE.ME CHATIEI ALGUMAS VEZES POR VER QUE VOCÊ NÃO OS PUBLICAVAM;PEÇO-LHE DESCULPAS.UM ABRAÇO-SOCORRO FERRO

  • aldo tenório bezerra

    vc hoje toca no ponto que alguns e poucos homens publicos sofrem, que é o comentário anônimo e irresponsável. vc foi,e é, um dos raríssimos jornalistas, que mede as palavras.realizações nessa sua nova empreitada bloquista.

  • Bel

    Ricardo, entendo o seu ponto de vista e respeito as suas decisões, talvez tenhamos estrapolado em nossos desabafos e isso também é compreensível. Ninguêm aguenta mais ficar calado e seu blog nos dá a chace de falar. Vamos manerar pessoal, vamos botar pra quebrar na hora da URNA. VOTE CERTO!

  • Francisco Daniel

    Prezado Ricardo, Entendo seu “drama” profissional… Contudo, venho aduzir que estou muito contente com o novo formato do “Blog”, tendo em alguns momentos notícias de primeira divulgação (furos) seguidas de comentários (artigos). Sinto falta de um arquivo… Você está de parabéns!

  • luis dantas

    Ricardo muito bom esse esclarecimento seu sobre comentarios acho ate que nao so vc mais todos os sites nao deviam liberar comentarios com emails falsos pois isso vai terminar nos tribunais ou ate problemas mais serios um abraço

  • alagoana

    pena que não tenho tempo de lhe assistir todas as manhãs.

  • Mário Alberto Paiva

    Pegar o rítmo é fácil pra quem é compositor.O “tom” está ótimo, só é necessário aumentar o número de comentários e notícias. Abração, Mário Alberto

  • cicero

    essa ” farra” na assembleia é antiga ricardo, e ainda a farra da prefeitura de maceio, se começar a examinar, pq katia, ronaldo e sexta feira nunca fizeram nem 10% do o cicero almeida ta fazendo?? e outra, eu já morei em união dos palmares e sabe oq acontecia a usn 20 anos atras??

  • cicero

    … em uniao dos palmares, filho de pobre ia pra sucam, ceal ou policia, e filhinho de papai era empregado na chamada “tetas gordas” ( assembleia) pra custear os estudos da faculdade.era areais na paraiba, ufal, cesmac etc. eu tenho vergonha de um dia ter votado nesses ratos!!! um abraço amigo.

  • Tom

    Tava pensando que a vida de blogueiro ia ser fácil, né, meu bróder?! Seria, se as taturanas não tivessem restituídos nosso poder de indignar-se. Abraços

  • AAraujosilva

    Ricardo, meu caro jovem, “Creci/Perdi minhas ignorâncias/Para logo ganhar outras” (e muitas!) Aplaudo sua garra e destemor nesse novo e árduo trabalho. Esses critérios são indispensáveis à interatividade e devem ser cobrados aos escribas (internautas). Certíssimo. Avante!

  • Cadu Epifânio

    De fato Ricardo, o anonimato na web é o palco preferido para externar a indignação popular. E parabéns mais uma vez pelo senso de responsabilidade que poucos o tem. Valeu Rico, continue nos esbaldando com suas informações bombásticas. Felicidades sempre

  • vanessa omena

    Ricardo Vá em frente que seu blog está ótimo. Ética e sabedoria você já provou que tem. E parabéns pela sua poesia, que é uma forma de dizer sem precisar provar. Mas diz!

  • Mirya Tavares

    Os Homens se esqueceram do caráter,da dignidade e do respeito ao próximo. Parabéns por ser um saudosista.

  • Agatangelo Oliveira

    Ricardo,( e tds tmb) visite o meu blog de charges.Estou reativando-o.Abraço. http://espiandoalagoas.wordpress.com/

  • Profa Socorro

    Parabéns, Ricardo! Você é uma pessoa centrada. Realmente, alguns comentários eram depreciativos e chegavam a fugir do que era abordado. Este é um espaço interativo e faz-se necessário que saibamos utilizá-lo com ética. Sucesso, Ricardo. Que Deus o abencôe!

  • Alan Marcos Bulhoes Cahet

    Faço meu o comentário do Sr. Leandro, realmente os erros de portugês são grotescos, alguns estão assassinando nossa língua. Parabéns pelo belo trabalho.

  • Fã de Ricardo Mota

    o jornalista mais íntegro e corajoso de Alagoas! Cada dia melhor!

  • Márcia Rejane

    Querido amigo Ricardo, parabéns por tudo que você faz e se propõe a fazer, pois sabemos que sairá sempre o melhor dos melhores. Parabéns também por virar “o cinquentão” mais charmoso da cidade. Bjs mil e saudades.

  • Ricardo Oliveira

    Creio que (também) deve ser considerado outro aspecto nessa questão do anonimato: Alagoas não é o paraíso da liberdade de expressão. Livre pensamento aqui é tratado à bala, motivo pelo qual muitas pessoas optam pelo pseudônimo nos comentários que fazem.

  • Thiago Lages

    Difícil ver atitude igual. Concordo em todos os seus termos. Seria interessante se todos os políticos tivessem os mesmos princípios.

  • Romero Guedes

    Caro Ricardo, venho parabenizá-lo pelo seu brilhante trabalho, comentando e fazendo uma análise crítica bastante inteligente da realidade ‘político-econômico-social’ do Estado de Alagoas. Suas palavras são de grande valia para todos nós, você é um multiplicador da verdade,parabéns!

  • Teresa Marta

    Em Alagoas, nesse caos de sujeira, é um dever parabenizá-lo pela seriedade com que administra suas atividades. Seu apoio foi fundamental para minha luta. Muito Obrigada Teresa Marta

  • marcelo firmino

    Por que hoje é segunda, todos entenderam e muito bem o recado. Bom demais, o dito e o blog. Melhor ainda o ” E porque hoje é domingo…” Vamos em frente e pau na máquina. Gande abraço! mf

  • Eli, o bemtevi

    Você nunca foi de baixar o nível e isso está patente em sua vida profissional e pessoal. A prova de sua dignidade e competência está neo belo poema aqui neste blog. Um abraço do velho Eli ( Eli, Eli, fosses ave tu serias bem-te-vi…

  • Vitor Hugo Pereira

    Concordo com suas palavras Ricardo. Cada tom tem seu lugar apropriado e seu blog, por ser da mais absoluta credibilidade, não pode aceitar palavrões e acusações impróprias. Esse é um lugar de discussões e opinões livres e fundamentadas.

  • Ronaldo Lima

    Olá Ricardo, tenha semana profícua. finalmente um blogueiro toma iniciativa louvável. É verdade, o comentário deve ser sério e o autor deve ser identificado, sim. Caros internauta, façam seus cometário mas, por favor, identifiquem-se. Grande abç, Ricardo.

  • bob malta (eu não estou na folha 108 rsssssssss)

    Olá Ricardo, Penso q está bem claro para nós leitores a sua reponsabilidade com o jornalismo ético e embasado em fatos, mas, sinceramente, o que esses &[email protected]$% têm feito durante décadas com o nosso povo não pode ser definido de outra forma senão com um palavrão bem cabeludo. Um abraço.

  • CHIQUINHA GONZAGA

    RICARDO, VOCÊ TEM TODA RAZÃO EM NÃO PUBLICAR CERTOS COMENTÁRIOS, AFINAL O BLOG É DE SUA RESPONSABILIDADE! MAS, OS PSEUDÔNIMOS, OS XINGAMENTOS E ATÉ DENÚNCIAS SÃO FORMAS QUE O POVO QUE VIVE COM MEDO DE FALAR ENCONTROU. ESTAMOS PASSANDO POR UM PROCESSO HISTÓRICO AQUI NO ESTADO.

  • artur

    RICARDO ,QUERO APROVEITAR E DENUNCIAR O AUMENTO NA AULA DE INGLÊS NO SENAC. EM 2007 PAGUEI 56,00 E EM 2008 PASSOU PARA 110,00, QUE ABSURDO. SÓ PORQUE MUDOU DE DIREÇÃO.

  • zelia cavalcanti

    Amo poesia,aplaudo sua inteligência,torço pelo seu sucesso e, esta semana ,vou sentir muita falta do nosso convívio.Como é possível fechar quase cinquentinha em um poema tão doce???bjo no coração

  • sonia maria vieira

    Quando somos autenticos, verdadeiros não precisamos de pseudonimos(só os poetas). Admiro e sempre cito vc. como exemplo de homem integro aos meus filhos. Todos em minha casa são seus fãs(marido, filho, eu, neta). Parabéns!

  • ROGERIO BARBOZA DA SILVA

    Alagoas chegou ao ponto mais degradante que uma sociedade pode chegar. Não existem mais homens públicos dignos nesse estado. São todos corruptos, as três esferas de poder estão podres. E o pior, é que quem poderia mudar essa situação se vende a cada eleição. O Haiti é ai.

  • Martha

    Parabéns, pelos seus 50 aninhos,parabéns pela pessoa corajosa, íntegra e autêntica que és. Fico orgulhosa e envaidecida por ser sua irmã, e tudo isso me faz lembrar o exemplo do nosso pai e todo o ensinamento que nos deixou. Um grande abraço e beijos por este dia especial.

  • CAS

    Parabéns pelo blog e pela pontualidade do doze e dez, que antes era doze e alguma coisa.

  • Rosa Castro

    Parabéns cinquentão! Estamos também comemorando 32 anos de amizade… Meu grande amigo, vc merece tudo que há de bom nesse mundo tão difícil de se viver. Harmonia! Amor! Saúde! Paz de espírito! Um grande beijo. Roseira.

  • Carlos R Araujo

    “O homem é assim o árbitro constante de sua própria sorte. Ele pode aliviar o seu suplício ou prolongá-lo indefinidamente. Sua felicidade ou sua desgraça dependem da sua vontade de fazer o bem.”

  • José Gomes BRANDÃO

    O poder da mídia é muito eficaz e o da plástica ainda maior. Esse é O CARA na comunicação. Só 50??Até pensei que se tornara SEX(AGENÁRIO). Como artista já o conheço há mais de 30 anos. Comeu 10 foi amigo? Mais 50 de música em sua vida. Parabéns pelo 03/03. Abraços, Brandão.

  • José Roberto do nascimento

    Bom dia Ricardo. Pela primeira vez acesso seu blog e como já esperava,fiquei contente com o conteúdo.Acompanho seu trabalho há pouco tempo-aproximadamente 2 anos-período que passei a residir em Maceió após 36 anos ausente.Minha família o tem como um baluarte das Alagoas.Continue assim.