O que já está sendo considerado como um "livro de terror", por alguns graduados do Tribunal de Justiça, a Representação Criminal da juiza federal Amanda Lucena está na ação apresentada pelo MP, que pede a cassação da liminar concedida pelo desembargador Juarez Marques Luz. Este documento, que autoriza a Operação Taturana, não fazia parte da ação cautelar apresentada ao juiz Gustavo Lima, que afastou a mesa diretora da Assembléia.

 No documento constam, além de transcrições de conversas telefônicas de deputados com assessores e laranjas, os valores milionários supostamente movimentados por cada parlamentar- que chegam, em alguns casos, a mais de R$ 20 milhões. Com detalhamento, o presidente do TJ já sabe quem é quem e o que cada um dos envolvidos na operação fez, e o que os levou ao indiciamento pela PF.

 A decisão do desembargador José Fernandes de Holanda Ferreira, é voz geral, deve manter o afastamento dos deputados que compõem a mesa da Assembléia. A demora em ser divulgada seria por conta da argumentação jurídica a ser apresentada. Até porque não se encontra na literatura jurídica, observam magistrados, nenhum conflito de decisões semelhante. Ou seja: Alagoas, de novo, vai ser laboratória para os tribunais superiores, com sede em Brasília.

Prefeitura adere a programa do Ministério da Justiça
Assembléia pode criar CPI da folha do estado
  • Advogado

    Depois de permitir o roubo na assembleia por um zilhão de anos, o MP erra mais uma vez ao manejar um procedimento equívocado. Não existe suspensão de liminar proferida em favor do Poder Público… O pior vai ser o Presidente do Tribunal a acolher!

  • Advogado

    E tem mais, as duas decisões, apesar de aparentemente conflitantes, são perfeitas. A suspensão de liminar não é recurso, e como tal, somente suspenderia os efeitos da decisão impugnada. Enquanto o Agravo de Instrumento verdadeiramente “cassa” a decisão proferida na instância inferior.

  • João Neto

    O Presidente do TJ deveria afastar os deputados indiciados não apenas da mesa diretora da ALE, mas sim, do convívio público. Deveriam ter sua prisão preventiva decretada e bens bloqueados.

  • Bernardino Souto Maior Neto

    Tudo na vida tem a primeira vez,portanto,presidente do TJ pau na máquina para Alagoas voltar a ser modelo. Não podemos continuar fabricando imoralidade.Vamos agir rápidoTJ.

  • Anne Louise

    Quando se tem “o rabo preso”, como é sabido de boa parte dos membros do judiciário com o legislativo e vice-versa, fica mais difícil de se proferir uma decisão. Principalmente quando esta pode, de certa forma, lhe prejudicar – ou aos seus apadrinhados. Ala Alaa Ala Alagoas ♫

  • Tan

    Os criminosos de gravatas resistem porque são cínicos ou a ficha tá demorando a cair,mas,a justiça será aplicada, até porque existe uma luz nas pessoas do Dr. Coaracy, Juiz Gustavo,Deputado Rui, entre outros.Esses iluminados possuem uma missão que o povo alagoano espera que se cumpra

  • Renan, do Senado vejo tudo!

    ” AMO MUITO ALAGOAS ” Também quero 200 milhões, ou melhor, quero mais de 200 milhões, porque eu amo muito mais que todos. Em Alagoas a verdade é: Poder Legislativo, Judiciário e Executivo, tudo farinha do mesmo saco! Falei e disse, me arretei!

  • fabiano

    Como o MP errou no encaminhamento dessa questão? Se fosse eu, um ignorante de pai e mãe, ainda se admitia. Mas isso não justifica a manutenção das raposas tomando conta do galinheiro.

  • Pizzaiolo

    Pizza como esta que vem por aí nem eu que tenho zilhões de anos fazendo este quitute poderia fazer. Gente!!!! Acorda!!!! Isto é Brasil!!! Tô apostando que tudin tudin vai ser reeleito e com louvor.

  • junior

    A JUSTIÇA DEVE SER IMPARCIAL!!! E esses ladrões do dinheiro publico tem que ir pra cadeia!!!!!!!! O mais interessante é que mesmo sabendo do rombo na Casa Tavares Bastos o desgorvarnador aumenta o duodécimo, muito estranho isso…

  • Agatangelo Oliveira

    Deus é inocente, a justiça não.

  • Seu Zé

    Na Justiça é assim. Eu me alimento bem no almoço e logo após me peso na balaça e a mesma marca 80Kg. Vou caminhando refletindo sobre a vida e após 3 horas de caminhada, vou me pesar e estou 2Kg mais magro. Sou preso porque menti sobre meu peso. Pode ser até LEGAL, advogado, mas é IMORAL.

  • Jane

    Quanta sujeira, todos sabíamos que isto ocorria há anos… A controladoria Geral da união, o MPF e a PF chegaram, até que enfim!!! C A D E I A neles!!E o governador ainda não diminuiu o duodécimo, porque todos temem o A.A???