Aconteceu na semana passada. Os delegados que conduzem as investigações na Assembléia, ouviram uma ex-funcionária  comissionada da casa. Pediu demissão, disse ela, logo depois da Operação Taturana. Parente em primeiro grau do deputado para quem trabalhava, também ela foi lesada, descobriu a PF: havia "tomado" um empréstimo no Sudameris- consta nos documentos apreendidos na operação-, que foi pago com a GAP, a incontrolável verba do do gabinete parlamentar. A funcionária, que percebia R$ 1.200,00 por mês, havia "declarado", para conseguir o empréstimo, R$ 27 mil de salário. Era um crime- mais um- dentro do crime. O nome da ex-servidora é aqui preservado para não colocar a vida dela em risco.

 Mas esse é apenas mais um caso que aparece depois da operação(só no mesmo dia, mais três funcionários do mesmo gabinete depuseram e contaram histórias semelhantes).  Tantas outras vão surgindo, a medida que a perícia vai trabalhando em Brasília. 

 O protesto de hoje tem tudo para ser histórico e grandioso. Quando se abrirem os arquivos dessa operação, quando tudo se tornar público- gravações, documentos, patrimônio amealhado pelos deputados-, então teremos claro que este é apenas o início do longo caminho que precisamos trilhar. O que pior pode acontecer, agora, é não dar o passo de cada dia. HOJE É O DIA DO BASTA!  

 

 

Pode faltar comida para a polícia e para os presos
MP repete advogados da mesa: pede suspensão de liminar
  • JEu

    Por que será que, nesta época em que vivemos, pensa-se que tudo tem que ser conseguido à qualquer custo, para se viver esta vida com conforto mais que o necessário, mesmo que custe e miséria de outros? Onde se esconderam a honestidade e a justiça?

  • Ascanio junior

    Estarei lá, porque democracia é participação e não apenas voto na urna, creio que podemos começar hoje um movimento de lavagem da alma do alagoano tão humilhado por sua elite dirigente.

  • ulisses

    Só depois que apolícia federal começou a trabalhar no estado,os assessores que recebiam salários volumosos,resolveram deixar os cargos.Por que será.A casa caiu.

  • Antonio

    Ah! como seria bom que hoje fosse o Dia do Basta; se não, pelo menos fosse o início para que a elite alagoana – truculenta, corrupta, aculturada – entrasse em decadência. Aliás, ela já nasceu decadente.

  • JEFF SILVA

    A HISTÓRIA TEM NOS MOSTRADO,QUE NÃO HÁ IMPÉRIOS QUE NÃO CAIAM.ENGANAM-SE, AQUELES QUE TRATAM AO POVO COMO GADO.ATÉ PORQUE,ESTOURO DE BIADA NÍNGUEM SEGURA.

  • agatangelo oliveira

    Ricardo.senti sua falta lá.Cadê vc???

  • rosangela

    A sociedade alagoana mostrou mais uma vez que tem os representantes que merece.Fui ao ato publico e não vi ninguem da classe media ou media alta, só os de sempre.deve ser pq tava calor e as pessoas preferiram ver pela TV em seus apt° no ar condicionado.Uma vergonha!