Montadoras esperam produzir mais de 1 milhão de motos em 2021

Apaixonado por motociclismo e amante da lendária superesportiva Hayabusa, que fez história como uma das primeiras motocicletas de série a romper a barreira dos 300 km/h, o advogado Eduardo Medeiros esteve na capital alagoana para receber o certificado de primeiro proprietário brasileiro do novo modelo da GSX-1300RA Hayabusa, versão 2022, na cor vermelha (Candy Daring Red).

A honraria foi concedida pela J. Toledo Suzuki Motos do Brasil, durante solenidade simbólica realizada nesta quinta-feira, 25, no Maceió Shopping, pela concessionária Wind Motos, autorizada da fábrica japonesa, em Alagoas, responsável pela comercialização da nova Hayabusa.

O empresário Cleydson Villar Filho falou da sua satisfação em poder participar de todo o processo logístico de entrega da motocicleta, principalmente pelo fato de ser a primeira aquisição no país.

Vice-presidente da Escuderia Mundial de Hayabusa, Eduardo Medeiros também foi agraciado com o título máximo da irmandade. Na ocasião, o advogado afirmou que sua primeira compra ocorreu em 2003, quando teve a oportunidade de pilotar um dos modelos. “Era a moto mais veloz do mundo e sua potência me despertou a atenção. Até hoje, posso sentir a sensação de liberdade e segurança quando estou pilotando o falcão peregrino. Essa é a minha nona Hayabusa”, declarou.

Suzuki Hayabusa

Lançada em 1999, a Hayabusa chega à sua terceira geração trazendo algumas mudanças, a exemplo do design arrojado e robusto, com novas cores e grafismos. Para atender às leis de emissão de poluentes Euro 5, a potência do motor passou de 197 cv para 190 cv, e a velocidade máxima chega a 299 km/h. A nova Hayabusa é uma série especial da Suzuki, e chegou ao Brasil no final de 2020.

Com Assessoria

Atualmente não há comentários.