Fiat convoca proprietários de Argo, Cronos e Mobi para recall na direção
Substituição de faróis halógenos por LED passará a ser proibida no Brasil

Vendas de carros usados cresce. Marcas populares são as mais fáceis de receber aprovação dos bancos. | Foto: Google

Segundo o relatório de outubro da Fenabrave, houve um aumento de 7,8% na venda de automóveis seminovos no Brasil se comparado ao mesmo período do ano passado. O aumento é reflexo do crescente interesse dos brasileiros por carros com diferenciais e – ainda assim – mais baratos que os carros zero quilômetro.

Sendo assim, nesse momento de alta do mercado, o que pode tornar a venda de seminovos mais rápida e fácil são justamente os itens opcionais, considerados algo extra e de grande valor, que tornam o veículo ainda mais atraente.

Para o sócio-fundador da Volanty, plataforma que conecta vendedores e compradores de seminovos, Maurício Feldman, esse é o resultado da equação: preço mais baixo que veículos novos para um produto diferenciado. Ou seja, o comprador consegue um carro com o valor mais barato, porém com itens a mais que um carro novo poderia não ter.

“Algumas pesquisas mostram que o valor dos opcionais dobra na revenda. Isso quer dizer que em muitos casos há lucro de 100% sobre os opcionais”.

Os itens mais procurados atualmente são:

  • Sistema de freio ABS
  • Airbags
  • Alarme
  • Painel multimídia com tela e som
  • Conectividade e pareamento fácil com celulares
  • Volante multifuncional

Além destes, itens de segurança e multimídia, câmeras e sensores, controle de estabilidade, protetor de cárter, repetidor de seta, retrovisor eletrocrômico e acessórios de conforto também são diferenciais que valorizam um seminovo, assim como teto solar e banco de couro.

É importante ressaltar que investir no conforto e segurança em um seminovo completo pode ser uma boa alternativa para quem deseja trocar de carro antes que o ano acabe. Isso porque no caso dos seminovos a depreciação é menor e, em alguns casos em que a procura pelo carro é alta, pode até haver a valorização do veículo.

Já para quem deseja vender um carro completo, na hora da negociação vale lembrar que ele é muito mais valorizado do que um carro básico e isso deve ser levado em conta no momento da venda. “Para muitas pessoas o preço dos automóveis seminovos já é considerado um diferencial, mas se o carro conta com diversosopcionais e ainda se forem originais isso costuma agregar ainda mais valor. É o momento que o vendedor pode valorizar ainda mais a sua venda”, finaliza Feldman.

Com informações da assessoria

Atualmente não há comentários.