CAOA Chery comemora recorde de vendas e anuncia sedã Arizzo 5 no Brasil
Kombi completa 61 anos no Brasil: relembre versões

Segundo o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), os Estados de Alagoas e da Bahia têm a gasolina mais cara do Nordeste, R$ 4,69, contra R$ 4,45, preço praticado nos postos de combustíveis do Maranhão, o menor valor na região.

Os motoristas alagoanos e baianos sentiram no bolso um aumento de 39% pelo litro do combustível, no comparativo com o menor preço médio registrado em fevereiro: R$ 3,36.

Alagoas também foi o estado com o preço mais caro do Diesel comum em julho, R$ 3,57. No Diesel S-10 Sergipe teve o valor mais caro do litro R$ 3,59.

A média do semestre

O levantamento, que traz dados de 18 mil postos credenciados de todo o País, também mostrou que, pelo segundo mês consecutivo, Sergipe concentrou o preço médio mais caro do etanol, R$ 3,80, ante R$ 3,40 do litro no Piauí.

Em julho, o Ceará deixou de ocupar a posição da gasolina mais cara do Nordeste, para ver nas bombas uma redução de 3% no preço do litro, R$ 4,59, ante a média de R$ 4,76, registrada em junho.

Paraíba e Pernambuco também se destacam com os melhores preços do diesel e GNV na região. Nos postos paraibanos, o preço médio do diesel foi de R$ 3,43, e os motoristas pernambucanos pagaram em média R$ 2,59 pelo GNV. Pelo segundo mês consecutivo, o Rio Grande do Norte registrou o GNV mais caro da região, R$ 3,28, ante R$ 2,85 da média nacional.

Confira abaixo a tabela para consulta de cada combustível na Região Nordeste.

Retrato do primeiro semestre

Ao analisar o preço médio dos combustíveis no primeiro semestre, o IPTL revela que a gasolina e o diesel pesaram mais no bolso dos motoristas do Ceará no período. O preço médio do litro da gasolina no Estado ficou em R$ 4,27, e o diesel R$ 3,56, os mais caros em todo o Nordeste.

Já os postos da Paraíba, registraram os menores preços praticados na média de janeiro a junho. O litro da gasolina foi de R$ 3,93; do etanol, R$ 3,18; e do diesel, R$ 3,34. Na Bahia, a média do litro do etanol foi de R$ 3,37, valor 3% abaixo do registrado na média nacional para o combustível, de R$ 3,49.

Em razão da alta variação dos preços registrada nas bombas de todo o País em maio, por ocasião da crise dos combustíveis, o mês não foi contemplado no recorte semestral.

Média Alagoas

No primeiro semestre Alagoas teve os seguintes valores médios do litro dos combustíveis:

Gasolina R$ 4,204

Etanol: R$ 3,537

Diesel: R$ 3,47

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos postos credenciados da Ticket Log, que traz grande assertividade por conta da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de 8 transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com 25 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, a fim de simplificar os processos diários.

Com informações da Ticket Log

  • Adelmo Braga

    Aqui é mais caro porque o povo Alagoano” tem a maior renda per capita do pais.” Alagoas é produtor de cana,tem uma das maiores reservas de gás ,produtor de petróleo e vende tudo mais caro do que Estados vizinhos como por exemplo: Pernambuco que não produz gnv e ainda vende mais barato do que aqui em Maceió. Também tem um Procon inoperante! fazer o que?

  • Andre

    Em vitoria da conquista a gasolina $ 4,89 ou 4,83

  • Altamir

    cara isso é um absurdo. meu irmão que esta em Sao Paulo me disse que o preço da gasolina lá é 3.59 enquanto aqui tem lugar qie o preço ultrapassa o R$:5.00

Deixe uma resposta David
Cancelar reply